Categorias
Esportes

Rony marca dois e Palmeiras derrota Cerro Porteño na Libertadores

O Palmeiras partiu na frente do Cerro Porteño (Paraguai) na busca por uma vaga para as quartas de final da Copa Libertadores, isto porque venceu por 2 a 0 a partida de ida das oitavas da competição, nesta quarta-feira (29) no estádio La Olla, em Assunção.

Com este triunfo o Verdão fica em situação confortável para a partida de volta, programada para ser disputada na próxima quarta (6) no Allianz Parque.

Após um primeiro tempo truncado no qual o placar não mudou, o Palmeiras chegou ao primeiro gol aos 15 minutos da etapa final. Após receber de Piquerez, Gustavo Scarpa cruzou para o atacante Rony marcar de cabeça.

Oito minutos depois o camisa 10 voltou a deixar sua marca, desta vez após receber de Dudu. Com este gol Rony se isolou como o maior artilheiro do Palmeiras na história da Libertadores, após marcar 16 vezes.

Mas o time comandado pelo técnico português Abel Ferreira queria mais, e conseguiu aos 41 minutos, com o zagueiro Murilo.

Após jogar pela competição continental, o Verdão entra em campo pelo Brasileiro, no próximo sábado (2) para enfrentar o Athletico-PR.

Categorias
Esportes

Ceará arranca vitória sobre o Strongest na altitude de La Paz

O Ceará arrancou uma vitória de 2 a 1 sobre o The Strongest (Bolívia), nesta quarta-feira (29) no estádio Hernando Siles, em La Paz, em jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Agora as equipes decidem quem fica com a vaga para as quartas de final da competição na próxima quarta-feira (6) no estádio do Castelão.

Ainda tentando se adaptar aos mais de 3.600 metros de La Paz, a defesa do Vozão acabou falhando após cobrança de escanteio aos 4 minutos do primeiro tempo e Ursino não perdoou.

Porém o Ceará melhorou com o passar do tempo, e chegou ao empate aos 30 minutos da etapa final. Após Geovane mandar a bola na área, Ursino desviou para Erick, que finalizou para superar o goleiro Viscarra.

A igualdade no marcador animou de vez o Vozão, que pressionou mais e foi premiado nos acréscimos da partida. Já aos 47 minutos, Nino Paraíba ficou com a bola após Arrascaita vacilar e tocou para o atacante Zé Roberto garantir a vitória da equipe brasileira.

O Vozão agora se concentra no Brasileiro, competição na qual enfrenta o Internacional no próximo sábado (2) no Castelão.

Categorias
Esportes

Corinthians anuncia contratação por empréstimo de Yuri Alberto

O Corinthians anunciou no final da tarde desta quarta-feira (29) a contratação do atacante Yuri Alberto. O jogador, que estava no Zenit (Rússia), chega por empréstimo de um ano.

Segundo a assessoria de imprensa do Timão, “na negociação o goleiro Ivan e o meia-atacante Gustavo Mantuan irão para o clube russo também por empréstimo e pelo mesmo período de tempo”.

Yuri Alberto, que teve o Internacional como último time no Brasil, estava no clube russo desde o início de 2022, marcando seis gols em 11 partidas e ajudando o Zenit a conquistar o Campeonato Russo da temporada 2021/2022.

Categorias
Esportes

Coluna – Marina Dias e o sonho paralímpico da paraescalada

Os últimos 30 dias foram intensos para Marina Dias. A paulista de 39 anos, que nunca havia competido fora do país, participou de duas etapas da Copa do Mundo de paraescalada, sendo a primeira brasileira a disputar um torneio internacional da modalidade. A estreia, no fim de maio, veio com uma medalha de ouro em Salt Lake City (Estados Unidos). Na semana passada, em Innsbruck (Áustria), ela conquistou o bronze.

Marina Dias - paraescalada - esclerose múltipla
Marina Dias - paraescalada - esclerose múltipla

Após descobrir a paraescalada em 2009, Marina Dias já coleciona duas medalhas em competições fora do país, a última delas indoor em Innsbruck (Áustria) – Slobodan Miskovic/Direitos Reservados

Para competir em Salt Lake City e Innsbruck, Marina teve licenças e inscrições pagas pela Associação Brasileira de Escalada Esportiva (ABEE) e obteve parte da verba de viagem por meio de um programa de amparo ao esporte amador da prefeitura de Taubaté (SP), onde vive. A outra parcela foi custeada com recursos próprios. Antes da ida à Áustria, ela chegou a fazer uma “vaquinha online” para auxílio nas despesas (passagem aérea, transporte terrestre, alimentação e estadia), avaliadas em quase R$ 16 mil, arrecadando cerca de R$ 3,5 mil.

Diferentemente da escalada, que entrou no programa olímpico nos Jogos de Tóquio (Japão) e foi mantida para Paris (França), em 2024, a paraescalada (ainda) não faz parte do movimento paralímpico, o que atrapalha a busca por suporte financeiro. A modalidade é cotada para ingressar na Paralimpíada somente a partir de 2028, em Los Angeles (Estados Unidos).

“Acho que a partir do momento que [a paraescalada] virar paralímpica, a gente terá mais visibilidade e suporte. Dependerá muito da quantidade de atletas que disputam o circuito mundial. Especialmente nos últimos [dois] anos, por causa da covid-19, não houve um número muito grande de atletas. Espero que isso seja levado em conta. A minha ida para as competições têm esse lado, também. Sei que, com mais atletas competindo, aumentam as chances da paraescalada se tornar uma modalidade paralímpica e contribui para a consolidação da escalada na Olimpíada”, afirmou Marina, à Agência Brasil.

Desde 2009, Marina tem o lado esquerdo do corpo afetado pela esclerose múltipla, uma doença degenerativa. Ela costumava correr, mas as dores a fizeram buscar outra atividade física e a levaram à escalada. A paixão foi imediata.

“Eu sei como pode ser difícil, às vezes, você criar coragem para ter uma vida ativa quando seu corpo não está obedecendo. Existem vários estudos que mostram que a prática de uma atividade física faz bem a pessoas com esclerose múltipla e tendem a diminuir a progressão da doença. Então, a escalada não é só um esporte, é um estilo de vida. A gente escala, treina no ginásio, mas também escala na natureza. Com a escalada, consigo ter esse estilo de vida mais saudável, que me leva a lugares lindos e fazem bem à saúde”, explicou.

Marina começou a competir em 2020, pouco antes da pandemia, passando a conciliar treinos mais intensos com o trabalho. Ela também é professora do Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em São José dos Campos (SP), município vizinho a Taubaté.

“Eu trabalho [na universidade] o dia inteiro e só treino à noite, o que, se você comparar com um atleta profissional, não é suficiente. Se a escalada virar paralímpica, acho que terei que negociar uma redução de jornada, alguma coisa assim, para me dedicar mais aos treinos [risos]. Tenho bastante persistência, acho que é um ponto positivo para mim”, disse a paulista, que é doutora em Engenharia Química.

Marina Dias - paraescalada - medalha Áustria - esclerose múltipla
Marina Dias - paraescalada - medalha Áustria - esclerose múltipla

“Com a escalada, consigo ter esse estilo de vida mais saudável, que me leva a lugares lindos e fazem bem à saúde”, revelou Marina Dias, com o bronze indoor em Innsbruck (Áustria) – Andrew Oliveira/Direitos Reservados

A participação em torneios nacionais credenciou Marina a representar o Brasil em competições fora do país. Além da oportunidade inédita de enfrentar rivais do exterior, ela teria o desafio de encarar paredes maiores do que as que estava acostumava a escalar. A do ginásio onde treina, por exemplo, tem nove metros, metade da altura que teve que subir em Salt Lake City.

“A gente quase não tem ginásios assim no Brasil, então treinei para ganhar resistência e conseguir chegar ao fim. Acredito que as atletas que enfrento estejam acostumadas a esse tipo de parede. Quando cheguei lá, procurei treinar em algum ginásio para, ao menos, por a mão nas agarras [peças fixas que escalador utiliza para subir], pois elas são diferentes das que estamos acostumados. A gente precisa saber onde ela é boa e terá segurança. No fim, acho que os preparativos deram certo e ganhei a medalha”, recordou.

A competição em Innsbruck foi a última de Marina em 2022. Ela ainda pretendia disputar a etapa de Villars (Suíça) da Copa do Mundo, em julho, aproveitando que estava na Europa, mas a questão financeira pesou. O calendário do ano que vem ainda não foi divulgado, mas o principal evento da paraescalada será o Campeonato Mundial, em Berna (Suiça), entre 1º e 12 de agosto. A paulista espera estar lá para, quem sabe, repetir o feito de Raphael Nishimura, atual presidente da ABEE e primeiro brasileiro a subir ao pódio na competição com a medalha de prata na edição de 2012, em Paris.

Modalidade

A paraescalada tem quatro classes, todas com subcategorias em que os atletas são distribuídos pelo grau da comorbidade – quanto menor o número, maior o comprometimento. A classe RP reúne escaladores com deficiências que impactam alcance e força e é dividida em RP1, RP2 e RP3 (na qual Marina compete). Na classe B (do inglês blind), estão os atletas com deficiência visual, que podem contar com o apoio de um guia (que os orienta por meio de um fone), separados em B1, B2 e B3. Já as classes AL e AU, respectivamente voltadas a esportistas com limitações nos membros inferiores e superiores, possuem duas subcategorias cada.

Categorias
Esportes

Torcedores do Boca são presos em São Paulo por racismo e injúria

Três torcedores do time do Boca Juniors, da Argentina, foram presos na noite de ontem (28) após o jogo em que a equipe empatou – 0x0 – com o Corinthians, na Neo Química Arena, em Itaquera. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, dois deles foram presos por injúria racial e outro por racismo. 

Durante a partida, válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores, dois torcedores foram filmados imitando macaco. O terceiro foi flagrado fazendo uma saudação nazista. 

Em suas redes sociais, o Corinthians se manifestou sobre os atos dos torcedores. “Esses comportamentos não serão tolerados”, escreveu o clube. “Fiel à sua história de luta, o Corinthians procederá novamente às queixas cabíveis, o que faremos sempre, até que não seja mais necessário”, acrescentou.

Fiança

Segundo a equipe brasileira, foi aplicada fiança para a liberação dos dois torcedores enquadrados por injúria racial. A Secretaria de Segurança não informou se os torcedores pagaram a fiança. 

Os três torcedores foram levados para a 6ª Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade), onde o caso foi registrado. De acordo com a secretaria, eles se encontram agora na carceragem do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope), à disposição da Justiça. 

Corinthians e Boca Juniors fizeram ontem a primeira partida das oitavas da Libertadores. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 5 de julho, na Argentina.

Categorias
Esportes

Mundial: Ana Marcela leva bronze nos 10 km, sua 2ª medalha na Hungria

Pouco mais e um segundo fez a diferença para a campeã olímpica Ana Marcela Cunha na busca do ouro inédito na maratona de 10 quilômetros em águas abertas. Na manhã desta quarta-feira (29), ela foi bronze, com o tempo de 2h02min30s70, ao ser superada no sprint (arrancada) final da prova no Mundial de Águas Abertas em Budapeste (Hungria).  A brasileira foi ultrapassada pela holandesa Sharon Van Rowendaal, primeira colocada (2h20min29s20), e pela alemã Leonie Beck (2h02min29s70), que chegou na segunda posição. Foi a segunda conquista da baiana de 30 anos na edição deste ano, após o ouro na última segunda nos 5 km. Ana Marcela coleciona 14 medalhas em mundiais.

“Foi uma prova difícil, com várias medalhistas olímpicas. Adotei uma estratégia diferente, aumentei um pouco o ritmo, foi uma prova muito difícil e muito boa, mas estou feliz com o meu resultado. É a minha 14ª medalha em Mundiais”, disse Ana Marcela à Confederação Brasileira de Esportes Aquáticos (CBDA).

A gaúcha Vivi Jungblut também disputou os 10 km, mas terminou em 16º lugar. Na prova masculina, o país contou com o paulista Bruce Hanson Almeida (25º lugar colocado), e Guilherme Costa, que abandonou a competição na quinta volta por desgaste físico.

Ana Marcela, Cibelle Jungblut e Bruce Hanson voltam a competir nesta quinta (30), na maratona dor 25 km, a última prova deles no Mundial.

Categorias
Esportes

Internacional perde para Colo-Colo e se complica na Sul-Americana

O Internacional ficou em situação muito complicada na Copa Sul-Americana após ser derrotado por 2 a 0 pelo Colo-Colo (Chile), na noite desta terça-feira (28) no estádio Monumental de Santiago, no jogo de ida das oitavas de final.

Com isso, o Colorado precisará de ao menos uma vitória por três gols de vantagem daqui a uma semana no estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre, para avançar para as quartas de final nos 90 minutos. Em caso de vitória do Inter por dois gols de vantagem a definição será na disputa de pênaltis.

A vitória do Colo-Colo foi construída com gols de Lucero, aos 11 minutos do primeiro tempo, e de Solari, aos 9 da etapa final.

Antes da partida decisiva pela Sul-Americana, o Internacional pega o Ceará no próximo sábado (2) no Castelão.

Categorias
Esportes

Corinthians fica no 0 a 0 com o Boca Juniors pela Libertadores

O Corinthians empatou sem gols com o Boca Juniors (Argentina), nesta terça-feira (28) na Neo Química Arena, em São Paulo, na partida de ida das oitavas de final da Taça Libertadores.

Com isso, tudo fica indefinido para a partida de volta das equipes, daqui a uma semana, no estádio de La Bombonera, em Buenos Aires, quando será definido o classificado para as quartas de final da competição continental.

O jogo disputado em São Paulo começou muito movimentado, com poucas oportunidades claras de lado a lado. A primeira do Timão saiu aos 36 minutos, quando Adson bateu muito perto do ângulo do gol defendido por Rossi.

Porém, a melhor oportunidade de o Corinthians abrir o marcador foi de Roger Guedes, que acabou tendo uma cobrança de pênalti defendida por Rossi aos 43 minutos. Quatro minutos depois o Boca chegou com perigo, com finalização de Benedetto que parou em defesa de mão trocada do goleiro Cássio.

Logo no início da segunda etapa o Timão criou uma ótima oportunidade, quando Willian fez fila na ponta esquerda e cruzou rasteiro para Giuliano, que bateu em cima da zaga argentina. Mantuan ainda aproveitou o rebote, mas os jogadores do Boca conseguiram afastar novamente.

A partida permaneceu com um roteiro muito parecido no restante da etapa final, o que fez com que a igualdade sem gols perdurasse até o apito final.

Agora, antes da partida decisiva pela Libertadores, o Corinthians tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro, no próximo sábado (2) contra o Fluminense no estádio do Maracanã.

Categorias
Esportes

Athletico-PR derrota Libertad por 2 a 1 na Arena da Baixada

O Athletico-PR superou o Libertad por 2 a 1, nesta terça-feira (28) na Arena da Baixada, em Curitiba, na partida de ida das oitavas de final da Taça Libertadores.

Agora, o Furacão decide com os paraguaios quem avança para as quartas da competição daqui a uma semana no estádio Defensores del Chaco, em Assunção.

Embalado por uma sequência de 11 jogos seguidos sem derrota, o Athletico-PR abriu o placar com cinco minutos de bola rolando, quando o uruguaio Terans tocou para Vitor Roque, que bateu forte para superar o goleiro Martín Silva.

Em desvantagem no placar, o Libertad melhorou e chegou ao empate aos 19 minutos com Villalba, após cruzamento de Samudio.

Mas aos 31 o Furacão voltou a ficar em vantagem. Cuello recebeu a bola após cobrança de falta e cruzou na área, onde o colombiano Nico Hernández escorou para o fundo das redes.

Depois da vitória na Libertadores o Athletico-PR tem um difícil compromisso pelo Brasileiro, pois enfrenta o Palmeiras no sábado (2) no Allianz Parque, em São Paulo.

Categorias
Esportes

Cruzeiro vence no Mineirão e amplia vantagem na liderança da Série B

O Cruzeiro fez o trabalho de casa e derrotou o Sport por 2 a 1, na noite desta terça-feira (28) no estádio do Mineirão, para ampliar a sua vantagem na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o triunfo, a Raposa chegou aos 34 pontos, quatro a mais do que o vice-líder Vasco, que mede forças com o Novorizontino na próxima quarta-feira (29). Já o Leão da Ilha do Retiro permanece na quarta posição da classificação, com 21 pontos.

Mesmo jogando fora de casa, o Sport abriu o placar aos 18 minutos, quando Kayke recebeu na esquerda, cortou para o meio e bateu com categoria. Mas o placar voltou a ficar empatado sete minutos depois, quando o zagueiro Sabino marcou contra.

E o Cruzeiro virou o placar aos 42 minutos. Daniel Júnior recebeu na esquerda, pedalou e chutou. A bola desviou na zaga e enganou o goleiro Maílson.

Outros resultados:

Guarani 0 x 2 Ituano
Vila Nova 1 x 1 Ponte Preta