Categorias
Esportes

São Paulo e Grêmio decidem vaga na final da Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira (30), o Morumbi será palco de um dos maiores clássicos do futebol brasileiro pelo jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil. A partir das 21h30 (horário de Brasília), São Paulo e Grêmio decidem quem será um dos finalistas do torneio. A Rádio Nacional transmite ao vivo esse grande confronto a partir das 21h, com a narração de Felipe Rangel, os comentários de André Marques, as reportagens de Rafael Monteiro e o plantão de Luiz Ferreira.

Ouça São Paulo x Grêmio na Rádio Nacional:

Apesar da derrota na semana passada por 1 a 0, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, os donos da casa chegam para o confronto em um bom momento. O Tricolor paulista lidera o Campeonato Brasileiro com sete pontos de vantagem sobre o rival mais próximo. É dono da melhor defesa, tendo sofrido 22 gols, e do melhor ataque, com 47 gols, em 27 jogos. Mas, na Copa do Brasil, o time do Morumbi corre atrás do título inédito. E, para voltar à decisão depois de 20 anos, precisa de uma vitória por no mínimo dois gols para avançar nos 90 minutos ou por uma diferença mínima para levar o jogo aos pênaltis.

O técnico Fernando Diniz terá o desfalque do lateral-esquerdo Reinaldo, com três cartões amarelos. A opção natural para a posição é Léo. Assim, a tendência é que o São Paulo vá a campo com Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Léo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Luciano e Brenner. Uma das principais esperanças dos paulistas para sair da fila de conquistas que já dura oito anos, desde a Sul-Americana de 2012, é o jovem centroavante Brenner. Aos 20 anos, ele é uma das apostas do técnico Fernando Diniz, além de ser o artilheiro do time na temporada, com 22 gols.

Depois de poupar grande parte do grupo considerado titular na vitória de domingo (27) contra o Atlético Goianiense por 2 a 1 pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Renato Gaúcho tem poucas dúvidas em relação à equipe do Grêmio que deve começar a partida. O zagueiro Geromel sentiu um desconforto muscular na coxa esquerda durante a partida da semana passada e foi substituído ainda no primeiro tempo. Ele está na delegação que viajou à capital paulista e pode jogar. Só que a tendência é que o defensor fique de fora, dando lugar a Rodrigues. No meio de campo, outra dúvida é o jogador que vai ocupar a posição de extrema pelo lado direito. Alisson, que voltou a jogar no final de semana depois de dois meses fora, disputa o posto com Ferreira. O provável Grêmio terá: Vanderlei, Victor Ferraz, Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Darlan, Alisson (Ferreira), Jean Pyerre e Pepê e Diego Souza.

Se a esperança pelos lados do Morumbi é o garoto Brenner, o Grêmio coloca as suas fichas num veterano goleador para seguir em busca do hexacampeonato da Copa do Brasil. Aos 35 anos, Diego Souza tem uma marca igual ao jovem são-paulino: marcou 22 gols neste ano.

Além de todo caráter decisivo do duelo desta noite, o jogo também será o 100º entre as duas equipes na história. Até agora, são 37 vitórias dos paulistas, com 123 gols marcados. Os gaúchos triunfaram 33 vezes, fazendo 107 gols. Ocorreram 29 empates. Em mata-matas, o São Paulo já teve sucesso seis vezes e foi eliminado em quatro oportunidades pelo Grêmio em diversas competições. O histórico dos duelos entre os tricolores pela Copa do Brasil mostra equilíbrio. São duas classificações para cada um dos times.

Categorias
Esportes

Rio Branco de Venda Nova é campeão capixaba de 2020

O estádio Olímpio Perim, em Venda Nova do Imigrante, no interior do Espírito Santo, foi palco, na noite desta terça-feira (29), da final do campeonato capixaba de 2020. Depois do empate em 0 a 0 na semana passada, Rio Branco local e o Rio Branco de Vitória precisavam vencer para erguer a taça de campeão estadual de 2020.

Em busca do primeiro título na elite em 75 anos, os donos da casa partiram para cima com tudo contra o time da grande Vitória, que é o maior vencedor do Estadual com 37 troféus. A pressão da equipe do interior deu resultado logo no minuto inicial do jogo. O centroavante Rafael Castro aproveitou uma excelente enfiada de bola de Arthur Faria para abrir o placar na decisão. Este foi o oitavo gol de Rafael no Capixaba 2020, que terminou o campeonato como artilheiro.

Aos 20 minutos, quase o segundo gol. Depois de uma cobrança de falta, a zaga do Capa-Preta cortou mal e Daniel matou no peito antes de finalizar para excelente defesa do goleiro Diogo. Mesmo em vantagem, a equipe da casa seguia em cima. Dez minutos depois, mandou uma bola na trave com o artilheiro Rafael Castro. Aos 34, seguia o bombardeio. Geancarlo mandou uma bomba de cabeça. O goleiro Diogo salvou milagrosamente. No rebote, Gustavo Tonoli dividiu com a zaga e perdeu a chance de ampliar com o gol vazio. No primeiro tempo, o jogo ficou assim, com a vantagem parcial dos donos da casa por 1 a 0.

Na abertura da segunda etapa, o Capa-Preta partiu em busca do empate. E quase conseguiu logo aos seis minutos. Nildo fez boa jogada antes de concluir forte para belíssima defesa de Giovani Perim. A bola ainda bateu no travessão antes de sair. Mas a força dos visitantes durou pouco. Aos 15 e 16 minutos, o Brancão Polenteiro, como a dona da casa é conhecida, desperdiçou duas boas oportunidades. Precisando do gol, o time de Vitória perdeu uma chance clara. A zaga da equipe da casa cortou mal e Gil Mineiro mandou uma bomba só que sem direção. Aos 29, teve reclamação de pênalti para o Rio Branco de Venda Nova. Wendell tentou o gol de cabeça, mas a bola bateu nas costas do Arthur. A arbitragem mandou seguir.

Os visitantes seguiram a pressão, mas novamente foi o time da casa que quase marcou. O zagueiro Daniel driblou na área adversária e só não fez o segundo gol aos 38 minutos porque dois jogadores do Capa-Preta apareceram para mandar a bola para escanteio. Já na reta final, teve chance clara de um lado, com Petróleo quase marcando para o Rio Branco de Vitória. E, na sequência, Ivan quase fez mais um para os donos da casa em um chutaço que explodiu no travessão. Aos 46, Petróleo tentou uma bicicleta e o goleiro do Brancão Giovani Perim salvou. No rebote, Ronicley ia empatar. Mas o goleiro evitou o gol mais uma vez. Veio o apito final e o placar ficou mesmo no 1 a 0. A festa foi toda do Rio Branco de Venda Nova do Imigrante, campeão capixaba pela primeira vez na história.

Com a conquista inédita, o Rio Branco vai direto à fase de grupos da Série D do Campeonato Brasileiro 2021. O Rio Branco de Vitória vai ter que disputar a fase preliminar do torneio nacional. As duas equipes vão jogar também a Copa Verde e a Copa do Brasil em 2021.

Categorias
Esportes

Série B: Em Florianópolis, CRB vence Avaí e se distancia do Z-4

A noite desta terça-feira (29), na Ressacada, em Florianópolis, foi de abertura da 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com objetivos diferentes na tabela de classificação, Avaí e CRB entraram em campo pensando apenas na vitória. Os catarinenses, na 9ª posição e a cinco pontos do G4, não poderiam mais tropeçar para manter vivo o sonho de voltar à elite do futebol brasileiro. Os alagoanos, na 14ª colocação, chegaram com apenas dois pontos de vantagem do Z4. Uma vitória seria fundamental para a equipe de Maceió encerrar o ano com mais tranquilidade.

Apesar do placar fechado na primeira etapa, os dois times tiveram boas oportunidades. As melhores, inclusive, foram dos visitantes. Na primeira, Régis bateu forte e forçou o goleiro Glédson a trabalhar. Teve Luidy batendo bem de dentro da área do Avaí e a bola saindo raspando a trave direita do gol depois de desviar na zaga catarinense. Reginaldo também tentou pela direita. Depois de boa jogada, ele tocou para Luidy que só não marcou porque o goleiro Glédson foi muito bem no lance. O lateral-esquerdo Igor também arriscou de fora da área. Pablo Dyego, cara a cara com Glédson, tentou por cobertura e o goleiro avaiano salvou mais uma.

Pelo lado do Avaí, teve Valdívia cobrando falta. O lance só não teve mais perigo porque a bola bateu no próprio companheiro Ronaldo Silva. Mas Renatinho e Pedro Castro, com dois chutes fortes de longe, obrigaram o goleiro Edson Mardden do CRB a trabalhar para manter o 0 a 0 no placar. Aos 11 minutos da segunda etapa, veio a melhor chance do jogo. O atacante Pablo Dyego recebeu belo lançamento de Régis, dominou sozinho dentro da área, chutou firme e a bola explodiu na trave. Aos 12, só não saiu o gol dos visitantes porque o zagueiro Alemão apareceu para cortar o cruzamento na última hora. Depois do escanteio, Igor mandou outro belo chute e o goleiro avaiano Glédson foi o salvador da hora. Depois de tanto tentar, veio o gol do CRB. Aos 41, depois do escanteio, Gum mandou de cabeça para o meio da área e Lucão fez o gol do jogo. Vitória dos visitantes por 1 a 0.

O Avaí segue na 9ª posição com 44 pontos. O CRB subiu para a 13ª posição com 40 abrindo cinco pontos para o Z4 no início da rodada. O time de Maceió volta a campo apenas na sexta-feira (8 de janeiro) para receber o Confiança no Rei Pelé. No mesmo dia, o Avaí vai até o Rio Grande do Sul para enfrentar o Brasil de Pelotas.

Categorias
Esportes

Vasco demite técnico Sá Pinto, com menos de três meses no cargo

O técnico Ricardo Sá Pinto teve passagem curta no Vasco. Com pouco mais de dois meses no comando da equipe cruz-maltina, o clube demitiu o treinador português nesta terça-feira (29). Sá Pinto se despede da equipe de São Januário, na 17ª posição na classificação – zona de rebaixamento – da Série A do Campeonato Brasileiro. 

Em nota, o Vasco confirmou que a saída do treinador estrangeiro foi decidida em conjunto, pelo presidente Alexandre Campello, o vice-presidente de futebol, José Luiz Moreira, e o próximo presidente Jorge Salgado, eleito para dirigir o clube no triênio 2021/2022/2023.

“Tomei a decisão de fazer a mudança na comissão técnica a partir também de um entendimento com o Vice de Futebol e com o novo Presidente, já que só estarei no cargo por mais aproximadamente 20 dias. Um novo treinador será anunciado em breve” – disse o Presidente Alexandre Campello.

Levando em consideração o Brasileirão e a Copa Sul-Americana, o treinador comandou a equipe carioca em 15 oportunidades, tendo obtido três vitórias, seis empates e seis derrotas. Na competição internacional, o time de São Januário foi eliminado para o argentino Defensa y Justicia, nas oitavas de final.

O técnico português chegou ao Vasco, em 14 de outubro, para substituir Ramon Menezes, com o principal desafio de afastar o clube da zona de rebaixamento. A pressão do torcedor em cima da diretoria cruzmaltina para demitir Sá Pinto aumentou após a derrota para o Athletico-PR por 3 a 0 no último domingo (27), na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Outros três portugueses também foram demitidos do departamento de futebol: o auxiliar técnico Rui Mota, o preparador físico Miguel Moreira e o analista de desempenho Igor Dias.

Categorias
Esportes

Chapecoense vence mais uma e mantém liderança na Série B

Na noite desta segunda-feira (28), a Arena Condá foi o palco do último jogo da Chapecoense na temporada de 2020 e da 17ª vitória do time na Série B do Campeonato Brasileiro. Contra o Paraná, em partida válida pela 31ª rodada do torneio, a equipe de Santa Catarina não teve maiores dificuldades para conquistar os três pontos e retomar a liderança, perdida depois da vitória do América (MG) sobre o CRB (AL) no sábado (26).

Antes dos dez minutos, o Verdão do Oeste já tinha criado duas grandes chances. A primeira, aos cinco, com Mike pegando um belo chute no rebote de um escanteio. Aos oito, a rede até balançou. O atacante Paulinho Moccelin fez. Só que o árbitro Grazianni Maciel Rocha deu falta do meia Anderson Leite no volante paranaense Philipe Maia. 

O lance gerou muitas reclamações dos catarinenses. Mas a Chapecoense não baixou o ritmo e abriu o placar logo na sequência. Aos 14, Busanello recuperou uma bola quase perdida no lado esquerdo e Anderson Leite não perdeu a chance já quase dentro da pequena área. Aos 34, quase outro dos anfitriões. De novo pela esquerda, Paulinho Moccelin cruzou, mas dessa vez Anderson Leite chegou atrasado. A próxima chance, três minutos depois, foi bem concluída. O lateral-direito Matheus Ribeiro bateu cruzado. O goleiro Alisson deu rebote e o atacante Mike não perdoou.

Na etapa final, o time da casa administrou a vantagem e diminuiu um pouco o ritmo. E o Paraná até que tentou. Aos cinco, o volante Karl bateu firme da entrada da área e, depois do desvio, a bola passou muito perto. No escanteio, o zagueiro Rafael Lima mandou de cabeça mais uma bola que passou raspando o travessão. A terceira chance talvez tenha sido a melhor. Aos 22, o atacante Bruno Gomes achou Andrey na área. Ele chutou forte, mas a bola passou forte por cima do gol. Depois, os visitantes não tiveram mais forças para ameaçar. E as poucas esperanças que o Paraná ainda tinha acabaram com a expulsão do volante Kaio. 

Com o resultado, a Chapecoense retomou a ponta da tabela ao chegar nos 62 pontos. Enquanto isso, o Paraná se manteve no Z4, no 18º lugar com apenas 32 pontos, a 3 do Figueirense (16º). O próximo jogo dos catarinenses será em casa no domingo (3 de janeiro) contra o Brasil de Pelotas. O Paraná também joga em casa, mas contra o Botafogo de Ribeirão Preto na segunda-feira (4).

Categorias
Esportes

Retrospectiva esportes: Timão brilha em ano ímpar do futebol feminino

O ano iniciou repleto de expectativas pela forma como 2019 terminou, e mesmo impactado pela pandemia de covid-19, foram muitos os avanços ao longo desses 12 meses. Esse foi o 2020 do futebol feminino brasileiro, marcado pelo aumento de relevância da modalidade na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e pelo domínio de um Corinthians novamente histórico.

A referência ao Timão se explica pela forma como a equipe encerrou a temporada do ano passado, levando quase 29 mil pessoas à Arena Corinthians – hoje Neo Química Arena – na final do Campeonato Paulista, contra o São Paulo. O maior público da história da modalidade em jogos entre clubes no Brasil.  Neste 2020, o Alvinegro manteve a base que estava invicta há 45 partidas e voltou a brilhar: conquistou os títulos estadual e da Libertadores. Os reforços de atletas de seleção brasileira, como a lateral Poliana e a meia Andressinha contribuíram para o Timão seguir em alta. Além disso, profissionalizou o vínculo das jogadoras e praticamente dobrou o investimento na equipe feminina.

O Corinthians não foi o único. Na esteira do sucesso alvinegro em 2019, outras camisas pesadas olharam com mais carinho para a modalidade neste ano. Recém-promovidos à Série A1 (primeira divisão) do Brasileiro Feminino, São Paulo e Palmeiras investiram nos respectivos elencos, também com reforços da seleção. Se, por um lado, perdeu a atacante Cristiane para o Santos, o Tricolor contratou Duda, atacante que havia acabado de ser convocada pela técnica Pia Sundhage e que atuava na Noruega. O Verdão trouxe a atacante Bia Zaneratto em um empréstimo de seis meses do Wuhan Xinjiyuan (China). Ao longo do ano, o Palmeiras acertou com a meia Camilinha, ex-Orlando Pride (Estados Unidos), time atual da meia-atacante Marta, da seleção.

O Brasileirão começou animado, a ponto de o Santos, em fevereiro, ter levado mais torcedores (7,7 mil) à Vila Belmiro no duelo contra o Cruzeiro, pela terceira rodada, que a média das partidas da equipe masculina no ano, até aquele momento. Naquela mesma rodada, o forte Corinthians viu a invencibilidade histórica – que havia passado para 48 jogos – cair para o reforçado São Paulo.

Covid-19

Em março veio, então, a pandemia do novo coronavírus (covid-19), escancarando que, apesar dos avanços, a modalidade no Brasil ainda tem muito o que caminhar rumo ao profissionalismo. Em meio à paralisação dos torneios, a CBF anunciou um repasse de R$ 3,72 milhões aos clubes com times nas duas divisões do futebol feminino nacional,  para que eles pudessem “cumprir seus compromissos com jogadores e jogadoras”. A entidade, porém, foi procurada por atletas das Séries A1 e – principalmente – A2 (segunda divisão). que reclamaram de algumas equipes não usarem os recursos para os devidos fins. Parte dos impasses foi resolvido. Outra, não.

Foram cinco meses e meio sem a bola rolar, até que Santos e Audax dessem o pontapé de reinício da Série A1, em 26 de agosto. Se os principais clubes não tiveram sobressaltos na paralisação, os de menor investimento sofreram muito. O caso mais delicado foi o do Iranduba-AM, um dos times mais tradicionais do futebol feminino brasileiro, que viu a pandemia impulsionar uma crise financeira: o time amazonense não recebeu o repasse financeiro prometido, segundo a agremiação, pela empresa britânica VeganNation. Sem dinheiro, o Hulk, como o time também é conhecido, ficou praticamente sem elenco e só conseguiu ir à campo porque o maior rival, o 3B da Amazônia (da Série A2), cedeu as jogadoras.

2ª Rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A-1: Iranduba x Santos. Por 3x0, Santos venceu o Iranduba no Estádio Ismael Benigno
Créditos: Iranduba/Divulgação2ª Rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A-1: Iranduba x Santos. Por 3x0, Santos venceu o Iranduba no Estádio Ismael Benigno
Créditos: Iranduba/Divulgação

O Iranduba, também conhecido com Hulk, afundou em crise financeira e só entrou em campo este ano graças ao rival amazonense 3B (da Série A2), que cedeu as jogadoras. Iranduba/Divulgação – Divulgação/Iranduba

Consolidação

Em campo, o Corinthians reforçou o status de favorito no Brasileiro com vitórias em sequência, encerrando a primeira fase com 14 triunfos em 15 jogos, seguido na tabela pelos também classificados Santos, Internacional, Ferroviária, Palmeiras, Avaí/Kindermann, São Paulo e Grêmio, que obteve a vaga na última rodada, superando a apertada concorrência de Flamengo e Cruzeiro. Na parte de baixo, não deu para o Iranduba, rebaixado pela primeira vez à Série A2. Audax, Vitória e Ponte Preta também caíram.

No mata-mata, o Timão eliminou Grêmio e o rival Verdão, chegando à quarta final seguida, desta vez contra o Avaí/Kindermann. Após um agitado empate sem gols na Ressacada, em Florianópolis (apesar de o Kindermann ser de Caçador, município catarinense), as corintianas venceram em casa por 4 a 2, em uma decisão que coroou a superação da atacante Gabi Nunes – recuperada após três lesões graves no joelho –  e teve como destaque a meia Gabi Zanotti, protagonista do jogo do título com dois gols.

Dias depois, as alvinegras arrebataram o Campeonato Paulista pelo segundo ano consecutivo. Para não deixarem dúvidas, ganharam as duas partidas da final contra a Ferroviária-SP, com direito à goleada por 5 a 0 no jogo de volta, fora de casa, em Araraquara (SP). Na temporada, foram 98 gols em 32 partidas, média superior a três gols a cada 90 minutos. O detalhe é que as duas artilheiras do time – Gabi Nunes e a também atacante Victória Albuquerque, ambas com 12 gols – não foram titulares durante todo o ano, o que mostra a força do elenco comandado pelo técnico Arthur Elias.

Atletas do Corinthians comemoram o bicampeonato paulista feminino de futebol.Atletas do Corinthians comemoram o bicampeonato paulista feminino de futebol.

Dias após conquistarem o Brasileirão Feminino, a equipe do Timão faturou o bicampeonato paulista – Marco Galvão/Agência Corinthians

Outros destaques 

Não foi só o Corinthians que se consolidou na modalidade em 2020. Apesar da cair nas quartas de final do Brasileiro, o Internacional brigou até as rodadas finais da primeira fase pela vice-liderança, sagrou-se bicampeão gaúcho em cima do Grêmio e, mais uma vez, mostrou força na base. Campeãs nacionais sub-18 no ano passado, as Gurias Coloradas levantaram, desta vez, o Brasileiro sub-16.

Na Série A2, Bahia (que encerrou a parceria com a Lusaca e passou a gerir o futebol feminino por conta própria) e Botafogo apagaram as frustrações de 2019 e obtiveram o acesso à elite, junto de Real Brasília-DF e Napoli-SC. Já o Atlético-MG, eliminado na fase de grupos da segunda divisão, terminou a temporada em alta ao conquistar o título do Campeonato Mineiro em cima do Cruzeiro (que está na Série A1) na decisão.

Crescimento

O ano de 2020 foi também aquele em que as mulheres assumiram o comando da modalidade em nível nacional. Em setembro, a CBF anunciou Duda Luizelli, ex-diretora do Inter, como coordenadora de seleções femininas, em substituição a Marco Aurélio Cunha. Para a recém-criada coordenação de competições nacionais femininas, a escolhida foi a ex-zagueira e capitã brasileira Aline Pellegrino, que estava na Federação Paulista de Futebol (FPF).

A entidade também revelou em setembro que as seleções masculinas e femininas passaram a receber valores iguais de premiações e diárias desde março deste ano. Segundo o presidente Rogério Caboclo, a medida começou a valer já na primeira convocação de Pia em 2020 para o Torneio Internacional da França. “O que eles recebem por convocação, elas também receberão. O que elas ganharem de premiação por conquistas ou por etapas da Olimpíada no ano que vem, será o mesmo para os homens. Não há mais diferença de gênero em relação à remuneração [na CBF]”, declarou o dirigente na ocasião. 

Brasil e Holanda disputam jogo no Torneio da França de futebol femininoBrasil e Holanda disputam jogo no Torneio da França de futebol feminino

Brasil e Holanda empataram em 0 a 0 no segundo jogo do Torneio Internacional da França, competição amistosa realizada em março – A2M/CBF/Direitos Reservados

Os duelos na França foram os primeiros da seleção feminina em uma temporada reduzida pela pandemia. Na competição amistosa, o Brasil conheceu a primeira derrota sob o comando de Pia (1 a 0 para as anfitriãs), empatando os outros dois jogos (2 a 2 com o Canadá e 0 a 0 com a Holanda). A técnica só reencontrou as brasileiras seis meses depois, em um período de treinos na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), reunindo jogadoras que atuam no país. Em outubro, foi a vez de reunir as atletas que jogam no exterior. na cidade de Portimão (Portugal).

A bola rolou mais duas vezes, em amistosos sem presença de público, nos dias 27 de novembro e 1º de dezembro, contra o Equador, em São Paulo. Se o ano da seleção feminina começou com tropeços, ele terminou com goleadas. Na Neo Química Arena, vitória verde e amarela por 6 a 0. No Morumbi, o massacre foi maior: 8 a 0. Apesar da fragilidade do adversário, destaque para as caras novas que Pia Sundhage pôde observar nas partidas, como as meias Valéria, Julia Bianchi e Duda e as atacantes Nycole e Giovanna.

“Melhoramos muito [ao longo do ano]. Todo mundo sabe como é difícil mudar, mas as jogadoras brasileiras abraçaram as mudanças. Fizemos algumas coisas diferentes na defesa e no ataque. Temos garra e organização como palavras-chave. Se as mantivermos em mente, teremos as melhores jogadoras do mundo. Precisamos jogar como um time para vencer os jogos e temos nos saído bem até agora, mas temos muito a fazer. O primeiro é encontrar as 18 jogadoras que disputarão a Olimpíada de Tóquio [Japão, em 2021], o que também é muito empolgante”, disse Pia, na última entrevista coletiva que concedeu em 2020, após a convocação para um período de treinos em Viamão (RS), em janeiro do ano que vem.

Categorias
Esportes

Brasil de Pelotas-RS supera Confiança-SE em casa e respira na Série B

O Brasil de Pelotas-RS manteve o bom momento na Série B do Campeonato Brasileiro ao vencer  em casa o Confiança-SE por 1 a 0, no último jogo das duas equipes este ano. Válida pela 31ª rodada, a partida foi disputada na tarde desta segunda-feira (27), no Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS).  Com a vitória, os donos da casa ingressaram na parte de cima da tabela: ocupam agora a 10ª posição, com com 43 pontos. Já os sergipanos perderam a quinta partida seguida e estão cada vez mais próximos da zona de rebaixamento (Z4). O Dragão sergipano é o 13º colocado, com 29 pontos, a apenas a quatro do Náutico-PE (17º), que abre o Z4.

O placar minguado não refletiu as boas chances de ambas as equipes.  Aos 20 minutos, o Confiança chegou com perigo quando o volante Rafael Vila pegou um rebote, deu um belo drible e concluiu de longe. Cinco minutos depois, os sergipanos chegaram mais uma vez. Em cobrança de falta, Guilherme Castilho bateu bem e a bola passou muito perto da trave do goleiro gaúcho. Na sequência, o Brasil de Pelotas perdeu duas chances no mesmo lance. Felipe Albuquerque pegou um rebote e chutou forte de fora da área, mas o goleiro Rafael Santos defendeu. Depois, Héverton pegou de primeira e Matheus Mancini salvou o Confiança.

Aos 44, Bruno Matias do Brasil ainda soltou uma bomba de longe. O goleiro Rafael do Dragão salvou. Na sobra, quase que Dellatorre fez. Mas, a arbitragem invalidou o lance por impedimento. E, na última jogada da etapa inicial, veio o gol. Em um contra-ataque muito bem feito, o Brasil de Pelotas balançou a rede com o meia Bruno José. Ele saiu com a bola dominada ainda do campo de defesa e, quando chegou na entrada da área do Confiança, bateu forte. A bola desviou na zaga e entrou.

O segundo tempo foi quase todo de pressão do Confiança em busca do empate. Aos dois minutos, Renan Gorne perdeu embaixo da trave. Aos seis, Guilherme Castilho chutou de longe: a bola desviou, bateu na trave e saiu. Aos 12, o Dragão sergipano não empatou por muito pouco. O atacante Ari Moura pegou um rebote de primeira e o zagueiro gaúcho salvou quase em cima da linha. Aos 37, o meia Alyson desperdiçou a melhor chance do Confiança. Ele roubou a bola do zagueiro do Brasil e ficou cara a cara com o goleiro Rafael Martins. Mas o meia afastou e mandou para fora. Houve muita reclamação sobre um possível pênalti. Só que o árbitro Thiago Duarte Peixoto confirmou apenas o tiro de meta. Depois, aos 44 minutos, o atacante Ari Moura tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Assim a equipe sergipana perdeu forças e não conseguiu mais ameaçar. Aos 49, o atacante Luiz Henrique do Brasil de Pelotas ainda perdeu grande chance chutando na trave.

O Brasil de Pelotas volta a jogar no próximo domingo (3 de janeiro) contra a Chapecoense.na Arena Condá, em Chapecó (SC).  Já o Confiança encara o Náutico na segunda-feira (4), em um confronto direto para escapar do Z4. 

Categorias
Esportes

Clubes definem nova fórmula para o Campeonato Carioca 2021

Uma fase principal com 12 participantes. Todos se enfrentando em turno único no sistema de pontos corridos. E os quatro primeiros avançando às fases decisivas. A semifinal e a final serão decididas em dois jogos. Essa é a nova fórmula do Campeonato Estadual de Futebol para as duas próximas temporadas. O modelo foi aprovado por unanimidade pelos clubes presentes na sede da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), na tarde desta segunda-feira (28).

O título da tradicional Taça Guanabara vai ficar com o time que fizer mais pontos nas 11 rodadas iniciais. A Taça Rio será disputada entre os times que ficarem de 5º ao 8º lugar. Antes da fase principal, o torneio terá uma etapa preliminar prevista para começar em 16 de janeiro e seguir até 25 de fevereiro. Cabofriense, Friburguense, Americano, América, Nova Iguaçu e Sampaio Correa vão brigar pela única vaga para a etapa principal.

Categorias
Esportes

Cristiano Ronaldo é escolhido melhor jogador do século

Cristiano Ronaldo foi o grande vencedor individual do Globe Soccer Awards, premiação organizada pelo Conselho de Esportes de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O artilheiro recebeu neste domingo (27) o troféu de melhor jogador do século XXI. Dono do prêmio de melhor jogador do ano nas seis edições anteriores, em 2020, ele faturou também a categoria de “melhor do século” criada nesta edição.

 

Iker Casillas, goleiro aposentado desde o início deste ano, e Piqué, zagueiro do Barcelona, foram homenageados por suas longas e vitoriosas carreiras. O Real Madrid foi escolhido o maior clube desde 2001. O Bayern de Munique foi eleito o melhor desta temporada. O egípcio Al Ahly foi lembrado como o maior vencedor do Oriente Médio. Pep Guardiola, que colecionou títulos e fez história no Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City, recebeu a premiação de melhor técnico do século.

Os melhores de 2019, Robert Lewandowski, entre os jogadores, e Hansi Flick, entre os treinadores, também foram lembrados durante a cerimônia. O juri foi composto por personalidades do futebol, como Deco, Figo e Antonio Conte. 

Categorias
Esportes

Duelo entre Everton e City é adiado devido a mais casos de covid-19

O City teve uma série de exames positivos do novo coronavírus (covid-19 ) depois de confirmar quatro diagnósticos na semana passada, entre eles os do atacante Gabriel Jesus e do zagueiro Kyle Walker. A comissão da liga inglesa concordou em remarcar o jogo por precaução depois que o City apresentou um pedido na esteira da rodada de exames mais recente.

“A decisão foi tomada tendo a saúde de jogadores e funcionários como prioridade”, disse a liga. “O Campeonato Inglês continua tendo confiança plena em seus protocolos e regras, e na maneira como todos os clubes as estão implantando.”

O City decidiu fechar a instalação de treinamento de seu time principal por tempo indeterminado, e o elenco deve passar por exames antes de se tomar qualquer decisão sobre uma retomada dos treinos.

“Todos os casos positivos envolvendo jogadores e funcionários observarão um período de auto isolamento de acordo com os protocolos da Premier League e do governo do Reino Unido sobre a quarentena”, disse o time em um comunicado.

O adiamento é o segundo desta temporada – um surto no Newcastle United obrigou a liga a cancelar a disputa no campo do Aston Villa neste mês. O City, que está em sexto na tabela, deve viajar para enfrentar o Chelsea no domingo.