Categorias
Esportes

Primeiro Clássico dos Milhões do ano é crucial para Flamengo e Vasco

O primeiro Clássico dos Milhões de 2021 – mas que ainda vale pela temporada 2020 – tem caráter decisivo para Flamengo e Vasco, que se enfrentam nesta quinta-feira (4), a partir das 21h (horário de Brasília), no estádio do Maracanã, pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A partida será transmitida ao vivo pela Rádio Nacional, com narração de André Luiz Mendes, comentários de Mário Silva e plantão de Bruno Mendes.

O Rubro-Negro estará em campo de olho na Arena da Baixada, na torcida por um tropeço do Internacional contra o Athletico-PR – a bola também começa a rolar em Curitiba às 21h. Com 61 pontos, o time carioca está a quatro pontos do Colorado, líder do Brasileiro. Se vencer o Vasco e os gaúchos empatarem ou perderem, o Flamengo passará a depender só de si para ser bicampeão, pois terá um confronto direto com o próprio Inter na penúltima rodada.

Já o Cruzmaltino, que iniciou a rodada na 14ª posição, com 37 pontos, mira o fim do jejum de vitórias contra o rival (16 jogos, sendo sete derrotas e nove empates) para manter distância da zona do rebaixamento. O Gigante da Colina entrará em campo sabendo o resultado de concorrentes diretos, como o Fortaleza, que recebe o Coritiba às 18h30, na Arena Castelão, ou o Bahia – que encarou o Fluminense na última quarta-feira (3), na Arena Fonte Nova.

Em relação ao time que derrotou o Sport por 3 a 0 na última segunda-feira (1), na Ilha do Retiro, a única ausência certa é Diego Alves. O goleiro sentiu a coxa direira na segunda etapa da partida em Recife e foi substituído por Hugo Souza. Já o volante Gerson, que se recupera de uma entorse no pé direito, foi relacionado, mas é dúvida. No Vasco, o zagueiro Leandro Castan, expulso no empate sem gols com o Bahia em São Januário no domingo passado (31), dará lugar a Ricardo Graça.

O Flamengo de Rogério Ceni deve atuar com Hugo Souza; Maurício Isla, William Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego, Gerson (Pepê), Everton Ribeiro e Giorgian De Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel. Já o provável Vasco de Vanderleu Luxemburgo terá Fernando Miguel; Léo Matos, Marcelo Alves, Ricardo Graça e Henrique; Bruno Gomes, Léo Gil, Martín Benítez e Yago Pikachu; Talles Magno (Gabriel Pec) e Germán Cano.

O duelo desta quinta-feira é o terceiro entre Flamengo e Vasco pela temporada 2020. Em janeiro do ano passado, pela Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca), o Rubro-Negro venceu por 1 a 0 no Maracanã, em jogo no qual os dois times foram à campo com garotos e reservas. O atacante Lucas Silva – que trocou o clube da Gávea pelo Paços de Ferreira, de Portugal – balançou as redes.

O reencontro foi em outubro, pela 15ª rodada da atual edição do Brasileiro, em São Januário. O atacante Talles Magno abriu o marcador para o Cruzmaltino, mas o zagueiro Léo Pereira e o atacante Bruno Henrique garantiram a vitória flamenguista por 2 a 1, de virada. O último triunfo vascaíno foi em abril de 2016: 2 a 0, pela semifinal do Carioca, em partida realizada na Arena da Amazônia, em Manaus.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Acompanhe a trasmissão ao vivo na Rádio Nacional:

Categorias
Esportes

Fluminense vence Bahia e fica perto do G-4 do Campeonato Brasileiro

O Fluminense está cada vez mais vivo e forte na briga por uma vaga na próxima Libertadores. Nesta quarta-feira (3), o Tricolor das Laranjeiras derrotou o Bahia por 1 a 0 na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado levou os cariocas aos 56 pontos, na 5ª posição, somente dois pontos atrás do São Paulo, quarto colocado e que, no momento, ocupa a última vaga direta à fase de grupos do torneio continental. A equipe paulista tem um jogo a menos.

Os baianos, por sua vez, não só perderam a chance de se distanciarem da zona de rebaixamento como podem encerrar a rodada no Z-4. Em 15º lugar, com 36 pontos, o Tricolor de Aço pode ser ultrapassado por Fortaleza – que joga nesta quinta-feira (4) – e Sport – que vai a campo na sexta-feira (5). O Leão do Pici encabeça o grupo dos clubes que estariam caindo à Série B de 2021, um ponto atrás do Bahia.

Com postura mais aguda que o rival, o Fluminense chegou a ter um gol (bem) anulado do atacante Fred logo aos sete minutos. O Bahia só respondeu aos 27 minutos, em finalização do meia Índio Ramírez de fora da área, defendida pelo goleiro Marcos Felipe. O Tricolor que balançou as redes, porém, foi o do Rio de Janeiro. Aos 32 minutos, o meia Nenê cruzou e o atacante Luiz Henrique completou para o gol. Os cariocas quase ampliaram aos 43, em chute cruzado do lateral Egídio, salvo pelo goleiro Anderson.

Experiente Nenê ajudou o Flu a encostar no G-4.Experiente Nenê ajudou o Flu a encostar no G-4.

Experiente Nenê ajudou o Flu a encostar no G-4. – Mailson Santana/Fluminense FC

O segundo tempo foi disputado em ritmo lento. Marcos Felipe e Anderson apareceram nos primeiros dez minutos, com boas defesas, e demoraram a ser exigidos novamente. Nos minutos finais, porém, o goleiro do Fluminense brilhou e foi decisivo. Aos 43, salvou uma cabeçada do zagueiro Ernando, no canto. Aos 47, evitou o gol em outra escorada de cabeça, desta vez do meia Alesson.

O Bahia volta a campo neste sábado (6), às 19h (horário de Brasília), contra o Goiás, novamente na Arena Fonte Nova. O Fluminense joga na próxima quarta-feira (10), no Maracanã, no Rio de Janeiro, diante do Atlético-MG, às 21h30. Os duelos valem pela 35ª rodada do Brasileirão.

Timão vira na Arena

Também na disputa por vaga na Libertadores, o Corinthians venceu o Ceará por 2 a 1, de virada, na Neo Química Arena, em São Paulo. Em oitavo lugar, o Timão foi a 48 pontos, a cinco pontos do Grêmio, sétimo colocado e último time na zona de classificação à fase preliminar do torneio continental. De quebra, complicou o Vozão na mesma briga. Os cearenses caíram para a 12ª posição, com 45 pontos.

Apesar de o Corinthians iniciar o jogo com as linhas avançadas e assustar em dois chutes de fora da área do meia Ángelo Araos, foi o Ceará quem abriu o placar. Aos 15 minutos, o meia Vina bateu escanteio pela esquerda e o volante Fabinho, na primeira trave, desviou de cabeça para as redes. A resposta do Timão demorou dois minutos: o zagueiro Klaus derrubou o volante Gabriel na grande área, na saída do goleiro Richard, e o árbitro Heber Roberto Lopes, com auxílio do árbitro de vídeo (VAR), deu pênalti. O lateral Fábio Santos cobrou e igualou.

A virada não veio aos 24 minutos, novamente em chute de longe de Araos, defendido por Richard. Mas veio três minutos depois: Gustavo Mosquito subiu pela direita e cruzou rasteiro. O também atacante Léo Natel desviou no canto para colocar o Corinthians à frente.

Corinthians vira pra cima do Ceará e aumenta chances de vaga na Libertadores.Corinthians vira pra cima do Ceará e aumenta chances de vaga na Libertadores.

Corinthians vira pra cima do Ceará e aumenta chances de vaga na Libertadores. – Rodrigo Coca/Agência Corinthians

A etapa final começou menos intensa que a inicial, mas ficou agitada a partir dos 25 minutos, quando Fabinho perdeu a chance do empate na pequena área. Cinco minutos depois, o atacante Jô – que havia acabado de entrar – girou na grande área, ao receber do lateral Fagner, e obrigou Richard a uma grande defesa. O goleiro voltou a salvar o Vozão aos 46 minutos, em finalização de primeira do meia Ramiro, na sequência de uma cobrança de escanteio do meia Romulo Otero. Apesar de não balançar mais as redes, o Timão conseguiu assegurar a vitória.

Os dois times voltam a jogar na próxima quarta-feira, pela 35ª rodada. O Corinthians recebe o Athletico-PR às 21h30, enquanto o Ceará visita o São Paulo no Morumbi, às 21h.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

 

Categorias
Esportes

Basquete: Flamengo bate Minas em estreia na Champions das Américas

Os dois melhores times da atual temporada do Novo Basquete Brasil (NBB) se enfrentaram nesta quarta-feira (3) na estreia deles na edição 2021 da Champions League das Américas – o equivalente à Libertadores no basquete masculino. No ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, que é a sede do primeiro turno do Grupo A da competição, o Flamengo superou o Minas Tênis Clube por 79 a 69.

O ala Marquinhos, com 16 pontos, foi o destaque rubro-negro, sendo o único jogador da equipe com 50% ou mais de aproveitamento nos arremessos. O armador argentino Franco Balbi se destacou como garçom: nove assistências, a uma de atingir o duplo-duplo – ele também anotou 11 pontos. O cestinha da noite foi o ala norte-americano Shaquille Johnson, do Minas, com 25 pontos, 23 deles nos dois quartos finais, quando comandou a tardia reação dos mineiros.

O primeiro tempo foi de muita marcação – e baixo aproveitamento – de ambos os lados. Com Marquinhos (11 pontos) e o ala-pivô Olivinha (oito pontos) liderando a produção ofensiva, o Rubro-Negro foi melhor nos dois quartos (19 a 10 no primeiro, 17 a 12 no segundo) e conseguiu ir para o intervalo à frente, apesar do placar magro (36 a 22).

Nos dois últimos períodos, as equipes foram mais eficientes no ataque, especialmente no terceiro, vencido pelo Flamengo por 26 a 21. A diferença no placar, faltando dez minutos para o fim, estava em 19 pontos. O Minas, por sua vez, comandou as ações do quarto final, chegando a diminuir a vantagem carioca para nove pontos. Insuficiente, porém, para buscar a virada ou forçar a prorrogação. A bola de três do ala-armador Chuzito González, a um minuto do término, foi uma ducha de água fria na reação dos minastenistas.

O próximo adversário de ambos é o Instituto. O clube argentino – que também está no Grupo A – será o rival do Minas nesta quinta-feira (4), às 19h40 (horário de Brasília), e do Flamengo na sexta-feira (5), às 21h10. O Rubro-Negro é o atual vice-campeão da Champions, tendo perdido a decisão da edição 2020 para o Quimsa (Argentina).

O armador argentino Franco Balbi se destacou como garçomO armador argentino Franco Balbi se destacou como garçom

O armador argentino Franco Balbi (Direita) se destacou como garçom – Marcelo Cortes/CRF/Direitos Reservados

O campeonato

Na primeira fase, os 12 participantes estão divididos em quatro grupos, com três equipes em cada. Os times jogam três vezes entre si, dentro das respectivas chaves. Cada turno será disputado em ginásios diferentes, sem presença de público e com acesso restrito de pessoas, conforme o protocolo de combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

O segundo turno está marcado para 4 a 9 de março e o terceiro para os dias 24 a 29 do mesmo mês. A Federação Internacional de Basquete (FIBA) não divulgou os próximos ginásios a receberem partidas. O campeão de cada grupo vai à fase final, que será disputada entre 8 e 13 de abril, sem sede definida.

Categorias
Esportes

Atlético Mineiro perde para Goiás e vê mais distante sonho do título

O Goiás venceu o Atlético Mineiro por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (3), no Estádio da Serrinha, em Goiânia. A partida foi válida pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A derrota complicou a vida do Galo mineiro na briga pelo título. O time do técnico argentino Jorge Sampaoli segue no 3º lugar, com 60 pontos. Mas, vai precisar torcer por resultados negativos dos rivais que jogam nesta quinta (4). O líder Internacional, que tem 65, enfrenta o Athletico Paranaense em Curitiba. O Flamengo, vice-líder, com 61, pega o Vasco no Maracanã. Enquanto isso, o Esmeraldino somou mais três pontos e chegou aos 32. Na 18ª posição, a equipe ainda precisa de pelo menos mais três vitórias nos quatro jogos restantes.

Esmeraldino segurou Galo e ainda respira na luta contra rebaixamento.Esmeraldino segurou Galo e ainda respira na luta contra rebaixamento.

Esmeraldino segurou Galo e ainda respira na luta contra rebaixamento. – Pedro Souza/Atlético/Direitos Reservados

O artilheiro da noite em Goiânia foi do lateral-direito Índio. Aos 27 da etapa inicial, ele aproveitou o cruzamento da esquerda e a falha da zaga mineira para mandar de cabeça para o fundo da rede. Mas, apesar da derrota, o jogo foi praticamente todo do Atlético Mineiro. Aos 11 do primeiro tempo, o Galo chegou a marcar. Mas, com o auxílio do VAR, o árbitro Bruno Arleu de Araújo marcou impedimento do atacante venezuelano Savarino. Aos 10 da etapa final, mandou a bola no poste duas vezes no mesmo lance. Na primeira, o volante Jair cabeceou na trave. Na volta, o meia equatoriano Alan Franco mandou uma bomba no travessão. Aos 17, o atacante Diego Tardelli, que voltou a campo depois de quase um ano se recuperando de lesão, achou bem o volante Jair na entrada da área. Ele bateu firme de primeira, mas o goleiro Marcelo Rangel salvou.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Goiás abre a 35ª rodada enfrentando o Bahia, na Fonte Nova, no sábado (6). Enquanto isso, o Galo volta a jogar na quarta-feira (10) contra o Fluminense no Maracanã.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Categorias
Esportes

Bragantino vence Atlético-GO e sobe na tabela do Brasileiro

O Bragantino fez 1 a 0 no Atlético Goianiense na noite desta quarta-feira (3), no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). Com os três pontos obtidos na partida válida pela 34ª rodada do Brasileiro, a equipe do técnico Maurício Barbieri chegou aos 47, alcançou quatro vitórias nos últimos cinco jogos e pulou para o 8º lugar. Enquanto isso, o Dragão ficou na 13ª posição com 45 pontos. Os gols da noite foram marcados pelo atacante Ytalo, aos 10 da etapa final, e pelo meia Claudinho, que completou 100 jogos pela equipe do interior de São Paulo, aos 48 minutos de pênalti.

No primeiro tempo, o Atlético Goianiense chegou a marcar aos 35. Depois do escanteio, Éder cabeceou e o volante Marlons Freitas mandou para a rede. Mas estava impedido. Com auxílio do VAR, o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior confirmou a irregularidade. Aos 45, o centroavante Ytalo já poderia ter marcado para o Bragantino. Ele dominou, girou em cima do zagueiro João Victor e bateu forte. Jean defendeu.

No segundo tempo, o jogo foi ainda mais aberto. Logo aos quatro, Welligton Rato ia ficar de frente para o gol depois de rápido contra-ataque do Dragão. Mas o goleiro Cleiton estava atento, se antecipou ao lance e salvou o Bragantino. Depois, aos 10 minutos, veio o gol dos donos da casa. Aos 12, Welligton Rato por muito pouco não empatou. Depois foi a vez dos paulistas enfileirarem chances. Aos 14 e aos 23, o atacante Arthur perdeu boas oportunidades. Aos 24, o lateral-esquerdo Edimar isolou em chute bem próximo ao gol dos goianos. Aos 25, foi a vez do volante Ricardo Ryller mandar para fora e perder grande chance. Aos 27, Arthur desperdiçou outra bela chance. Na sequência desse bombardeio do Bragantino, o Atlético conseguiu chegar. Welligton Rato pegou bem de fora da área e a bola passou raspando a trave. Aos 41, o meia argentino Cuello quase marcou o segundo do Massa Bruto e, aos 44, Bruno Tubarão obrigou o goleiro Jean a fazer um milagre. Para fechar o jogo, o árbitro marcou pênalti quando a bola bateu na mão do volante Rithely do Atlético Goianiense dentro da área. Cláudinho bateu muito bem e fechou o placar aos 48. Com mais esse, o meia chegou aos 17 gols marcados no campeonato e se isolou na artilharia.

O próximo compromisso do Bragantino será no domingo (7), quando a equipe paulista vai receber o Flamengo. Na quarta-feira (10), o Atlético visita o Corinthians em São Paulo.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Categorias
Esportes

Remo vence Independente em duelo paraense nas quartas da Copa Verde

O Remo largou com vitória nas quartas de final da Copa Verde. Nesta quarta-feira (3), o Leão Azul bateu o Independente-PA por 2 a 0, no jogo de ida realizado no estádio Mangueirão, em Belém. A TV Brasil reprisa amanhã (4) o triunfo remista, às 15h30 (horário de Brasília). A partida de volta será no próximoa domingo (7), às 16h, no estádio Navegantão, em Tucuruí (PA). Os azulinos têm a vantagem do empate, e podem até perder por um gol de diferença que mesmo assim asseguram a classificação às semifinais.

A forte chuva na capital paraense deixou o gramado do Mangueirão pesado e com pontos de alagamento. Mesmo em meio à dificuldade para trocar passes, o Remo conseguiu ter o controle do jogo desde o começo. Aos 27 minutos, o atacante Augusto encobriu o goleiro Gerson e acertou a trave. Já aos 33 minutos, o atacante Wallace aproveitou o rebote do arqueiro do Independente e bateu de “cavadinha”, balançando as redes.

A missão do Galo Elétrico ficou mais difícil no segundo tempo, com as expulsões do atacante Danrlei (herói da classificação às quartas de final, marcando dois gols contra o Rio Branco-AC) e do zagueiro Pedrão. Por fim, aos 44 minutos, o lateral Ronald cruzou e o volante Lailson, de cabeça, ampliou a vantagem remista, dando números finais à partida.

Em reformulação após o vice-campeonato da Série C do Campeonato Brasileiro, o Remo atuou sem dez jogadores da campanha que culminou na volta à Série B nacional. Entre os que não tiveram o contrato renovado, está o atacante Salatiel, autor do gol do acesso no clássico diante do Paysandu. A equipe azulina também não teve o técnico Paulo Bonamigo no banco de reservas. Ele e o auxiliar Edson Gonzaga se recuperam do novo coronavírus (covid-19). O coordenador técnico João Nasser Neto dirigiu o Leão contra o Independente.

Empate entre bicampeões

No outro duelo desta quarta-feira, Manaus e Paysandu empataram por 1 a 1 no estádio Bezerrão, no Gama (DF). O jogo de volta também será domingo, às 16h, mas no Mangueirão. Em caso de mais uma igualdade, a decisão da vaga às semifinais será nos pênaltis. O confronto opõe os dois maiores campeões da Copa Verde, com dois títulos cada.

O Papão saiu na frente aos 23 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio do lateral Bruno Collaço, o zagueiro Yan, com liberdade, cabeceou para as redes. O empate do Gavião veio aos 26 minutos em lance polêmico. O atacante Jackie Chan recebeu na entrada da área pela esquerda e chutou. A bola bateu no travessão e a arbitragem entendeu que a bola teria quicado dentro do gol, validando o empate – para revolta dos jogadores do Paysandu. Após longa paralisação, o jogo seguiu sem maiores emoções até o apito final.

Categorias
Esportes

Liga de Basquete Feminino confirma participantes da edição 2021

Oito clubes participarão da edição 2021 da Liga de Basquete Feminino (LBF), que começa em 8 de março, Dia Internacional da Mulher. O regulamento da competição e os protocolos de saúde a serem adotados em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19) serão definidos nesta quinta-feira (4).

O torneio reunirá sete remanescentes da temporada passada, que teve apenas três jogos realizados antes de ser interrompida – e posteriormente cancelada – por conta da pandemia. Campeão da última edição finalizada, em 2019, o maranhense Sampaio Corrêa é único representante do Nordeste. O sul do Brasil marca presença com as catarinenses do Blumenau.

Liga feminina volta no dia 8 de março após edição de 2020 ser cancelada.Liga feminina volta no dia 8 de março após edição de 2020 ser cancelada.

Liga feminina volta no dia 8 de março após edição de 2020 ser cancelada. – Alvaro Jr / LBF / Direitos Reservados

Os outros seis clubes são da região Sudeste, sendo um do Rio de Janeiro (LSB/Sodiê Doces, da cidade de Mesquita) e cinco de São Paulo: Ituano, Santo André/Apaba, Sesi Araraquara, Vera Cruz Campinas e Bax Catanduva. Este último é a novidade, voltando à LBF após duas temporadas. Em relação a 2020, a ausência é o também paulista Pró Esporte/Sorocaba.

De olho na edição deste ano, que vai até 29 de agosto, os clubes participantes vêm se movimentando no mercado de transferências. Vice-campeão paulista em 2020, o Ituano acertou com a ala Patty, medalhista de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru), que estava no Vera Cruz. Outra jogadora que deixou o time campineiro é a ala/armadora Erika, que foi para o Sampaio. Antes, a equipe maranhense já havia anunciado a experiente pivô Gil, de 39 anos e bicampeã da LBF.

Campeã em 2019 pelo Sampaio, a pivô argentina Agustina Leiva foi confirmada como reforço do Blumenau, assim como a ala Luana, que veio do Ituano. Já o LSB/Sodiê Doces, que disputará a Liga Sul-Americana de basquete feminino em março, anunciou as contratações da ala/pivô francesa Jessy Gneneka e da ala/armadora norte-americana Marquita Daniels.

“As movimentações no mercado demonstram um campeonato que deverá ser bastante disputado. Ainda que sem um patrocinador master, estamos oferecendo praticamente a totalidade das passagens aéreas na fase de classificação, um custo pesado para as equipes”, resumiu Ricardo Molina, presidente da liga, em comunicado à imprensa.

Categorias
Esportes

Adriana Behar assumirá como diretoria-executiva da CBV em 1º de março

Pela primeira vez na história da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) um ex-atleta assumirá a diretoria-exectuiva da entidade. Aos 51 anos, a medalhista olímpica Adriana Behar foi anunciada hoje (3) pela CBV. Ela assumirá o posto no dia 1º de março no lugar de Radamés Lattari, que ocupou a função nos últimos três anos. O próprio Lattari convidou Behar a exercer o principal cargo executivo na CBV. A partir de março, ele passará a ser, exclusivamente, vice-presidente da entidade, posto para o qual foi eleito no mês passado.

“Tenho certeza de que tenho pela frente um desafio enorme, para o qual me preparei nos últimos anos. Me sinto pronta para ser um dos vetores de transformação para ajudar o presidente Toroca e o Radamés Lattari no processo de modernização e reestruturação da CBV”, disse  Behar, medalhista de prata no vôlei de praia nos Jogos Olímpicos de Sydney (Austrália) em 2000 e de Atenas (2004), em entrevista ao site da CBV.

Adriana Behar - vôlei de praia (foto só pode ser utilizado dentro da matéria, devido à baixa resoluçuão)Adriana Behar - vôlei de praia (foto só pode ser utilizado dentro da matéria, devido à baixa resoluçuão)

Adriana Behar, medalhista olímpica na Olimpíada de Sidney (Austrália) e Atenas (Grécia) assumirá o mais alto cargo executivo da CBV no dia 1º de março – CBV/Divulgação

A ex-atleta também será a primeira mulher a ocupar o principal cargo executivo da entidade máxima do vôlei nacional. Após deixar as quadras, Behar se especializou em Gestão de Negócios e atuou entre 2011 e 2018 como gerente-geral de planejamento esportivo do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

“É uma enorme alegria ter uma atleta do nível da Adriana na função de principal executiva da CBV. Tenho certeza de que ela se preparou para esta missão e terá todo o respaldo para realizar as transformações necessárias para que o vôlei brasileiro siga sua trajetória de sucesso”, afirmou o presidente da CBV Walter Pitombo Laranjeiras.

O convite à ex-atleta foi feito por Radamés Lattari, que deixará de ocupar o cargo de CEO e passará a ser exclusivamente vice-presidente da CBV, posto para o qual foi eleito em janeiro passado.

Categorias
Esportes

Grêmio e Santos empatam em Porto Alegre em jogo com 3 pênaltis

O Grêmio empatou com o Santos em 3 a 3 na tarde desta quarta-feira (3) na Arena em Porto Alegre. Com o resultado da partida válida pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, o Tricolor gaúcho chegou aos 53 pontos, ficando na 7ª posição. Os gaúchos não vencem desde o dia seis de janeiro, quando fizeram 2 a 1 no Bahia, em Porto Alegre. A sequência negativa já tem sete jogos. Em toda campanha, o Grêmio alcançou a marca de 17 empates. Número que é um recorde na história do campeonato. Já o Peixe quebrou uma série de 3 derrotas seguida no Brasileiro. Atualmente, o time do técnico Cuca ocupa o 8º lugar com 46.

Os gols foram marcados pelo centroavante santista Kaio Jorge, aos sete da etapa inicial. O jovem atacante do Peixe aproveitou a boa jogada do zagueiro Luan Peres que veio com a bola dominada desde o campo de defesa, ganhou do gremista Rodrigues e tocou para o artilheiro abrir o placar. Mesmo em desvantagem no placar, o Grêmio seguiu melhor no jogo. Até que, aos 32, o atacante Pepê foi derrubado em lance disputado com o lateral-direito Pará e o goleiro John. O árbitro Wilton Pereira Sampaio confirmou a infração, que foi cobrada pelo veterano Diego Souza. O gremista marcou o 27º gol dele na temporada e empatou o jogo.

Madson faz valer lei do ex e marca gol do empate no fim do jogo.Madson faz valer lei do ex e marca gol do empate no fim do jogo.

Madson (Esquerda) faz valer lei do ex e marca gol do empate no fim do jogo. – Ivan Storti/Santos FC/Direitos Reservados

Na abertura da etapa final, o Grêmio partiu para cima e pulou na frente antes do primeiro minuto de jogo. Em belíssima jogada com vários toques de primeira, o meia Jean Pyerre concluiu deslocando o goleiro John para fazer o segundo do Tricolor. Logo depois, aos sete, o time do técnico Renato Gaúcho faz outra bela joga coletiva. O passe final para Pepê foi do volante Lucas Silva. O atacante livre na área não perdeu a chance e bateu firme para fazer mais um. Aos 18, os santistas até que tentaram uma reação. Depois do cruzamento, o volante Sandry cabeceou e a bola tocou no braço direito do meia Matheus Henrique dentro da área. Wilton Pereira Sampaio confirmou a penalidade e o atacante Arthur Gomes deslocou o goleiro Vanderlei para diminuir o placar, em Porto Alegre. Quando a partida se encaminhava para uma vitória do Grêmio, foi marcado mais um pênalti para o Santos. Aos 49 minutos, a bola bateu no braço do atacante Luiz Fernando dentro da área e o árbitro Wilton Pereira Sampaio, com auxílio do VAR, confirmou a penalidade. Aos 50, o lateral-direito Madson, ex-atleta do Grêmio, bateu bem e empatou o jogo.

O próximo compromisso do Santos será no sábado (6) contra o Atlético Goianiense, em Goiânia. Já o Grêmio volta a jogar na segunda-feira (8) contra o Botafogo no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

Confira a classificação da Série A do Cameponato Brasileiro.

Categorias
Esportes

Atletismo: CBAt anuncia mais dois campings de treinamento

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou nesta quarta-feira (3) a realização de mais dois campings de treinamento em parceria com o Comitê Olímpico do Brasil (COB). O primeiro será destinado aos atletas qualificados em provas individuais para os Jogos de Tóquio e ocorrerá entre os dias 16 a 20 de fevereiro, no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP).
Dessa atividade, participarão Almir Cunha dos Santos (Sogipa), do salto triplo; Augusto Dutra (Pinheiros), do salto com vara; Alison Brendom dos Santos (Pinheiros), 400 m c/barreiras; Eduardo de Deus (CT Maranhão), 110 m c/barreiras; Darlan Romani (Pinheiros), arremesso do peso; Felipe Vinícius dos Santos (AABLU), decatlo; Márcio Teles (Orcampi), 400 m c/barreiras e Andressa Oliveira de Morais (Pinheiros), do lançamento do disco.

Andressa Morais, lançamento de discoAndressa Morais, lançamento de disco

Andressa Morais, lançamento de disco – WAGNER CARMO/CBAt

Além deles, estarão presentes os treinadores Edemar Alves dos Santos (SP), Henrique Camargo Martins (SP), Evandro Lazari (SP), José Haroldo Loureiro Gomes (RS), Felipe de Siqueira (SP), Katsuhico Nakaya (SP) e Everton Luiz Ribeiro (SP).

O segundo camping, internacional, será dedicado aos revezamentos entre os dias 16 de março e 24 de abril , no Centro Olímpico dos Estados Unidos, em Chula Vista. A realização desse período de treinos depende da validação da CBAt/COB, considerando-se o inseguro cenário internacional no controle da pandemia global.

Pelos critérios adotados, que levam em conta o desempenho internacional dos revezamentos no atual ciclo olímpico, participarão das atividades atletas do 4×100 m masculino e feminino, de 16 de março a 24 de abril, e do 4×400 m misto, de 11 a 24 de abril.

Para o 4×100 m masculino, coordenado por Felipe Siqueira e Carlos Camilo de Oliveira, serão chamados oito atletas – sete pelo Ranking Brasileiro de 28 de agosto de 2019 a 31 de dezembro de 2020 e um escolhido pelos treinadores responsáveis. No 4×100 m feminino, orientado por Katsuhico Nakaya e Carlos Alberto Cavalheiro, participarão seis atletas (cinco pelo Ranking e uma indicada pelos treinadores). Essas equipes já têm as seguintes competições pré-programadas nos Estados Unidos: Aztec Invitational e Triton Invitational, La Jolla, em San Diego, Brian Clay Meet of Champions, em Azuza, Mt Sac Relays, em Walnut, e Oregon Relays (dependendo de confirmação).

O revezamento 4×400 m misto, coordenado por Evandro Lazari, terá oito atletas, quatro de cada gênero, sendo três pelo Ranking Brasileiro de 28 de agosto de 2019 a 28 de março de 2021, e um escolhido pelo treinador responsável. Está prevista também a participação de técnicos convidados. O time tem pré-programadas as seguintes competições: Brian Clay Meet of Champions, em Azuza, Mt Sac Relays, em Walnut, e Oregon Relays (dependendo de confirmação).

Os atletas passarão ainda por avaliações promovidas pelo Laboratório Olímpico nas áreas de Bioquímica, Fisiologia, Biomecânica, entre outras. Em Bragança Paulista, os participantes seguirão também com as atividades específicas desenvolvidas pelos treinadores pessoais. “Estamos nos planejando da melhor forma possível, tendo com objetivo os Jogos Olímpicos. Claro que todos estamos sujeitos aos acontecimentos causados pela pandemia”, comentou Carlos Cavalheiro, do COB, e coordenador geral dos revezamentos.

O primeiro período de treinamentos dessa temporada foi o Camping Nacional de Treinamento de Provas de Revezamento, realizado de 28 a 31 de janeiro, no CNDA.