Categorias
Esportes

Fluminense vence Goiás e sobe na tabela do Brasileiro

O Fluminense venceu o Goiás por 3 a 0 na noite de domingo (31) no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Com os três pontos na partida válida pela 33ª rodada, o Tricolor carioca chegou aos 53 e pulou para a 5ª posição, subindo duas posições e se colocando dentro da zona de classificação à próxima Copa Libertadores da América. Já o Goiás continua em uma situação desesperadora na briga contra o rebaixamento à Série B. Atualmente, o clube está em 18º com apenas 29 pontos, sendo seis a menos do que o Sport que é a primeira equipe fora do Z-4 atualmente.

Os três gols foram marcados na etapa inicial. Período de domínio total do Tricolor carioca. Aos 16, o zagueiro Nino fez de cabeça depois do escanteio cobrado pelo Nenê. Aos 24, em novo escanteio, o experiente meia quase marcou um gol olímpico para o Fluminense. Já no minuto 25 a rede do goleiro Tadeu balançou novamente. O volante Martinelli pegou um rebote na entrada da área e soltou uma bomba para ampliar em um belíssimo gol. Antes de entrar, a bola bateu na trave e nas costas do goleiro. Aos 30, Nenê bateu muito bem uma falta e a bola explodiu no travessão. Cinco minutos depois, Fred recebeu do Nenê e bateu firme obrigando o goleiro Tadeu a trabalhar mais uma vez. Aos 36, Martinelli marcou o segundo dele e o terceiro do Tricolor. A jogada começou com o lateral Egídio aproveitando um escanteio para colocar a bola novamente na área. O volante dominou e bateu colocado e pôde comemorar depois do desvio na zaga. Aos 40, Nenê tentou bater de antes do meio de campo, aproveitando que o goleiro Tadeu estava no ataque para uma cobrança de falta. A bola até foi na direção do gol, mas acabou quicando na entrada da pequena área e passando por cima do travessão. Quase no último lance da primeira etapa, o atacante Lucca perdeu grande chance de ampliar para os cariocas.

Luiz Henrique disputa bola na vitória sobre o Goiás.Luiz Henrique disputa bola na vitória sobre o Goiás.

Luiz Henrique disputa bola na vitória sobre o Goiás. – Mailson Santana/Fluminense FC

No segundo tempo, o ritmo do jogo caiu bastante. Mas, as melhores chances ainda foram do time do Rio de Janeiro. Aos quatro, depois de uma boa troca de passes, Lucca cabeceou para fora. Os atletas chegaram a reclamar de um possível pênalti. Mas nada foi marcado. Outra bela possibilidade do Fluminese fazer o quarto gol veio aos 15 minutos. O jovem atacante Luiz Henrique bateu forte cruzado, mas o chute saiu longe do gol. O Fluminense volta a jogar na quarta-feira (3) contra o Bahia, em Salvador, na Fonte Nova. O Goiás, também na quarta, vai receber o Atlético Mineiro na Serrinha.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Categorias
Esportes

No sufoco, Internacional vence e mantém diferença na liderança

O Inter sofreu bastante, mas conseguiu o mais importante ao final da noite de futebol neste domingo (31), no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Venceu o Bragantino por 2 a 1 em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato brasileiro. Com o resultado, o Colorado chegou aos 65 pontos, se manteve na liderança e garantiu que, ao final da rodada, a diferença será de no mínimo quatro pontos para o 2º colocado faltando apenas cinco jogos para o final do torneio. A próxima partida da equipe gaúcha será na quinta-feira (4) contra o Athletico Paranaense em Curitiba. O Bragantino, que está na 13ª posição com 44 pontos, volta a jogar na quarta (3) contra o Atlético Goianiense no interior paulista.

Inter segue líder e consegue recorde de vitórias seguidas, na reta final do campeonato.Inter segue líder e consegue recorde de vitórias seguidas, na reta final do campeonato.

Inter segue líder e consegue recorde de vitórias seguidas, na reta final do campeonato. – Ricardo Duarte/Internacional/Direitos Reservados

Os gols foram marcados pelos meias Patrick, logo aos três minutos da primeira etapa, e Edenílson, aos 12 do segundo tempo. Pelo Bragantino, quem marcou foi o atacante Helinho aos 14 minutos da etapa inicial. Mas, para chegar na 9ª vitória seguida no Campeonato, o time de Porto Alegre teve que suar. Depois de pular na frente com o gol de voleio do Patrick, o Inter viu o Bragantino dominar o jogo. Aos 12, o goleiro Marcelo Lomba teve que trabalhar para evitar o empate em chute de fora da área do meia Claudinho que desviou no meio do caminho. Logo na sequência, Helinho aproveitou o vacilo do lateral-esquerdo Moisés e o rebote do goleiro para empatar o jogo. Aos 19, o domínio do time paulista era total. Artur cruzou da direita e Helinho, sozinho na frente do gol, se atrapalhou e perdeu grande chance. Aos 36, o Massa Bruta teve um gol anulado. O volante gaúcho Rodrigo Dourado afastou, mas a bola desviou na mão do atacante Ryller que marcou. O árbitro, com auxílio do VAR, anulou.

Na etapa final, o Colorado tentou partir para cima tentando confirmar os três pontos e conseguiu um pênalti aos sete minutos. Depois do cruzamento do Patrick, a bola desviou na mão do zagueiro. O árbitro foi ao VAR e confirmou a penalidade. Endenílson bateu aos 12 minutos e marcou o segundo do líder do Brasileiro. Depois o panorama foi o mesmo da etapa inicial. O Bragantino partiu para cima e o Inter se retraiu. Os paulista tiveram chances aos 26, aos 33 e aos 44, quando Marcelo Lomba fez um verdadeiro milagre para evitar o empate. O meia Claudinho deu um belo toque de calcanhar e deixou Raul cara a cara com o goleiro colorado. Ele saiu muito bem e salvou o Inter. Com o resultado, além de seguir líder, o Inter chegou à 9ª vitória seguida. Número que representa um recorde na era dos pontos corridos, que começou em 2003, e um recorde na história do clube, que havia vencido oito jogos seguidos no Brasileiro de 1978.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Categorias
Esportes

Vôlei de Praia: André e George vencem etapa de abertura de 2021

A dupla André e George (ES/PB) venceu Guto e Arthur Mariano (RJ/MS) por 2 sets a 0 (21/14 e 21/14) na decisão da sexta etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia desta temporada 20/21. A decisão ocorreu na tarde deste domingo (31) no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ). O ouro da primeira parada de 2021 foi o quinto da dupla André/George em torneios Open. A primeira colocação deu à parceria mais 400 pontos no ranking da temporada, e eles somam agora 2160, pontuação que os deixa na liderança da corrida pelo título geral. Em segundo estão Alison e Álvaro Filho (ES/PB) com 1920, seguidos de Evandro e Bruno Schmidt (RJ/DF), que têm 1860.

O capixaba André chegou a 11 títulos de Open na carreira. E este foi o quinto pódio em seis etapas disputadas na temporada 20/21 – três ouros, uma prata e um bronze – o que deixa a parceria em vantagem na busca pelo bicampeonato brasileiro. “Esses resultados é o que estamos buscando. Manter-se no topo é muito mais difícil do que chegar lá e nós trabalhamos com foco em continuar entre os melhores. Temos o objetivo de conquistar o Circuito Brasileiro mais uma vez, sermos bicampeões, e o segredo é manter a constância. Nós treinamos com essa pressão de estarmos na frente, de usarmos a camisa dourada (de líder do ranking), buscar o campeonato. Nós estamos sabendo lidar bem com essas condições, o Ernesto (Vogado, técnico da dupla) cobra isso também. Ele cobra seriedade e atenção”, disse André.

Guto tenta passar pelo bloqueio de André na sexta etapa do Circuito Brasileiro.Guto tenta passar pelo bloqueio de André na sexta etapa do Circuito Brasileiro.

Guto tenta passar pelo bloqueio de André na sexta etapa do Circuito Brasileiro. – Ana Patrícia/Inovafoto/CBV

George agora tem seis conquistas de Open, cinco delas ao lado de André. “Acho que (a explicação) é trabalho. A gente tem uma equipe que acredita muito na gente, e a gente acredita muito na equipe. Porque isso é um trabalho não só nosso, não só de nós com o Ernesto (Vogado, técnico da dupla) e o Ricele (Waske, preparador físico), que são quem vem para a etapa, mas tem muita gente por trás disso. E acho que é algo recíproco, a gente confia no trabalho deles, eles confiam no nosso e não tem como dar errado. Obviamente você não vai conseguir manter essa constância para sempre mas, enquanto você trabalhar para isso, acho que você vai se manter lá em cima”, contou George.

Renato e Adrielson levam o bronze

A tarde de disputas por medalhas começou com o jogo que valia o bronze. Renato e Adrielson (PB/PR) superaram Oscar/Thiago (RJ/SC) por 2 sets a 1 (16/21, 21/13 e 15/10) e ficaram com a terceira posição. Este é o segundo pódio da dupla na temporada, que repetiu esta colocação na etapa que abriu o Circuito, em setembro. “É muito importante para a nossa dupla começar o ano bem. No final do ano passado nós continuamos a treinar com muita intensidade, e o Adrielson foi para João Pessoa treinar comigo. Este período junto fez nosso jogo melhorar muito. Lá tivemos a oportunidade de treinar ao lado de atletas de alto nível. Nosso intuito é continuar crescendo e ir melhorando a cada etapa”, disse Renato.

O próximo compromisso no calendário do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia 20/21 será a sétima etapa Open, que acontecerá em fevereiro, novamente no CDV. O torneio feminino será entre os dias 18 e 21, enquanto o masculino será realizado de 25 a 28.

Categorias
Esportes

Brasileiro Feminino: Napoli-SC vence de novo Botafogo e conquista A-2

O Brasileiro Feminino A-2 é do Napoli de Santa Catarina. Depois de confirmar o acesso à Série A-1 da próxima temporada, o time da cidade de Caçador coroou a temporada espetacular com o título invicto da competição. Na tarde deste domingo (31), no Nilton Santos, no Rio de Janeiro, o Napoli repetiu o placar do jogo de ida em Santa Catarina e voltou a vencer o Botafogo por 2 a 1. 

Com um minuto de bola rolando, Soraya fez grande jogada pela direita e tocou para Aninha pegar de primeira e estufar a rede do Nilton Santos fazendo 1 a 0 para o Napoli. Com a vantagem no placar, o time controlou o jogo. O domínio foi quase total até os 25 minutos. Mas, aos poucos, o Botafogo passou a equilibrar as ações. Na marca dos 43, depois de cruzamento na área, Pepê aproveitou a sobra para empatar o jogo para o Botafogo com um golaço.

Na etapa final, precisando de pelo menos mais um gol, a equipe carioca voltou melhor. Mas, vendo que o adversário não conseguia criar grandes oportunidades, o Napoli esperou pelo momento certo para definir o jogo. A chance chegou aos 38 minutos, quando Larissa lançou Soraya, que invadiu a área e com extrema categoria mandou para o fundo do gol: 2 a 1. Na base do tudo ou nada, o Botafogo foi para cima e chegou a levar perigo em finalizações de Juliana, Vivian e Driely, mas Dida brilhou debaixo das traves e segurou o resultado. Com o placar definido, o Nilton Santos foi palco para uma grande festa da equipe catarinense.