Categorias
Esportes

Brasiliense derrota Gama em clássico pelo Campeonato Candango

O Brasiliense levou a melhor sobre o Gama no primeiro clássico distrital da temporada 2021 e o 65º da história. Nesta quarta-feira (31), o Jacaré venceu o Periquito por 2 a 1 no estádio Defelê, em Brasília, pela terceira rodada do Campeonato Brasiliense. O duelo, a princípio, seria no Bezerrão, no Gama (DF), mas mudou de lugar porque o estádio receberá um hospital de campanha para atender pacientes vítimas do novo coronavírus (covid-19).

Com a vitória, o Brasiliense manteve os 100% de aproveitamento e chegou aos mesmos nove pontos do Capital, ficando à frente do rival, na liderança do Grupo B do Candangão, por ter um saldo de gols melhor (sete a cinco). O Gama aparece em quarto lugar no Grupo A, com três pontos e duas derrotas em três partidas.

Os gols saíram todos no segundo tempo. Aos 20 minutos, o zagueiro Gustavo Henrique afastou a bola do campo defensivo do Brasiliense, a defesa do Gama parou e o atacante Zé Love apareceu às costas da marcação para tocar na saída do goleiro Matheus. No lance seguinte, o meia Peninha dominou na intermediária pela esquerda e cruzou para o volante Sandy, de cabeça, fazer o segundo do Jacaré. O Periquito descontou aos 43 com o atacante Caíque, de pênalti.

O duelo encerrou a terceira rodada do torneio, iniciada em 6 de março com a derrota do Unaí para o Ceilândia por 1 a 0. No último dia 12, o Luziânia derrotou o Formosa por 2 a 1. A competição ficou 18 dias paralisada devido a um lockdown, decretado pelo Governo do Distrito Federal para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19), sendo retomada na última terça-feira (30) com o empate de 1 a 1 entre Real Brasília e Santa Maria e a vitória do Capital sobre o Samambaia por 1 a 0.

Pela tabela do Candangão, os rivais voltam a campo neste sábado (3), às 15h30 (horário de Brasília). O Brasiliense recebe o Real Brasília no estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF). O Gama visita o Santa Maria no estádio Rorizão, em Samambaia (DF).

Categorias
Esportes

Botafogo e Madureira empatam em 1 a 1 no Carioca

O Botafogo empatou em 1 a 1 com o Madureira, na tarde desta quarta-feira (31) no estádio Giulite Coutinho, em partida válida pela 7ª rodada da Taça Guanabara do Campeonato Carioca.

Com este resultado, o Glorioso chega aos 10 pontos, na 6ª posição da classificação. Já o Tricolor Suburbano fica na 3ª posição, com 11 pontos.

As equipes fizeram uma partida muito parelha no primeiro tempo, com o Botafogo tendo uma leve superioridade na posse de bola (51% a 49%) e nas finalizações (4 a 3). Porém, foi o Madureira que abriu o marcador na etapa inicial. Aos 26 minutos, o atacante Luiz Paulo aproveitou falha da defesa do Alvinegro e fez o seu.

O empate do time de General Severiano veio apenas no segundo tempo, aos 29 minutos, quando o jovem atacante Matheus Babi marcou após receber passe de Felipe Lacerda.

O Glorioso volta a jogar pelo Carioca no próximo domingo (4), quando medirá forças com a Portuguesa. Um dia depois o Madureira encara o Flamengo.

Categorias
Esportes

Roger reconhece dificuldades do Fluminense e espera por reforços

O empate em 1 a 1 no clássico com o Vasco, na última terça-feira (30), expôs as dificuldades do Fluminense para a temporada de 2021. Após um primeiro tempo mal tecnicamente, porém equilibrado em relação ao adversário, o Tricolor voltou melhor para a segunda etapa. Empatou o jogo e chegou a ter certo domínio da partida.

Após as primeiras alterações do Vasco, o panorama do confronto mudou. Desorganizado, o Fluminense não conseguia assustar e ainda sofreu um bombardeio cruzmaltino nos últimos minutos. A trave e o goleiro Marcos Felipe evitaram a derrota.

Segundo o técnico Roger Machado, que falou após o jogo em entrevista coletiva, o time precisa de mudanças: “Ao retomar a bola no ataque, não finalizávamos a jogada e sofríamos o contra-ataque, muitas vezes, em inferioridade numérica. O que precisamos corrigir é que tenho que buscar o equilíbrio defensivo na hora que estou atacando, ou pela troca do sistema ou pela alteração de característica de alguns jogadores. O que vejo é que, sobretudo nos momentos mais contundentes que estamos quase dentro da área do adversário, nós estamos um pouco desprotegidos também pelo número de jogadores que colocamos à frente da linha da bola. Esse equilíbrio, é que precisa ser buscado a partir deste momento”.

O grande desafio do Fluminense no ano de 2021 será a Libertadores. Faltando menos de um mês para a estreia do Tricolor na competição, o técnico Roger Machado sabe que o elenco precisa de reforços: “Temos feito de duas a três reuniões por semana. Não é tão fácil a questão de acerto e prospecção de jogadores no mercado. Nós já estamos com jogadores mapeados e discutindo algumas questões. Algumas delas em um estágio relativamente avançado, esperando resposta completa. O fato é que o mercado está muito agitado, procuramos pontualmente algumas posições para elevar o nível do nosso time, do nosso elenco. O que posso dizer, de concreto, é que estamos trabalhando muito para definir algumas questões para que os reforços cheguem e nós tenhamos tempo hábil para poder trabalhar os jogadores para encorpar o grupo para o Campeonato Estadual e para a Libertadores, que se inicia daqui a pouco”.

Enquanto a torcida aguarda os reforços, o Fluminense tem compromisso marcado na próxima terça-feira, quando enfrenta o Macaé pela oitava rodada do Campeonato Carioca.

Ouça na Rádio Nacional
Categorias
Esportes

Com caso de covid-19 na seleção, judocas são isolados na Turquia

Os 15 atletas brasileiros que disputaram o Grand Slam de Tbilisi (Geórgia) de judô no último fim de semana estão fora do Grand Slam de Antalya (Turquia), que começa na próxima quinta-feira (1º). Eles foram afastados após Eduardo Yudi Santos, da categoria até 81 quilos, testar positivo para o novo coronavírus (covid-19) no exame que antecede a entrada na bolha sanitária da competição.

O protocolo local prevê que todos que tiveram contato com a pessoa infectada sejam isolados, mesmo que testem negativo para o coronavírus. Segundo a Confederação Brasileira de Judô (CBJ), os atletas são acompanhados pelo médico da seleção nacional, Rafael Sugino. Eduardo já não tinha competido na Geórgia (de forma preventiva) por ter estado próximo a Eduardo Katsuhiro (da categoria até 73 quilos), cujo exame feito em Tbilisi, antes do torneio, deu positivo para covid-19.

Com isso, o país será representado por quatro judocas que não competiram em Tbilisi e viajaram direto do Brasil: Eric Takabatake (até 60 quilos), William Lima, Daniel Cargnin (ambos até 66 quilos) e David Moura (acima de cem quilos). A competição em Antalya garante ao campeão mil pontos no ranking de classificação da Olimpíada de Tóquio (Japão). Eric, William e Daniel combatem nesta quinta, enquanto David vai ao tatame no sábado (3), último dia do evento.

“É um momento, realmente, de muito cuidado e precaução e que exige um esforço conjunto de toda a comunidade do judô para minimizar os riscos de contaminação e para que as competições aconteçam em ambiente seguro para todos os participantes. Nossos atletas estão frustrados, mas entendem que a saúde e a segurança de todos é prioridade”, afirmou Ney Wilson, gestor de Alto Rendimento da CBJ, ao site oficial da entidade.

Após o torneio na Turquia, a seleção brasileira de judô terá pela frente o Campeonato Pan-Americano da modalidade, em Guadalajara (México), entre os dias 15 e 18 de abril. De 5 a 7 de maio, o desafio será o Grand Slam de Kazan (Rússia). Por fim, entre 6 e 13 de julho, os judocas disputam o Mundial de Budapeste (Hungria), que encerra a classificação olímpica.

Categorias
Esportes

Fifa anuncia cidades-sede e estádios da Copa Feminina de 2023

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) anunciou nesta quarta-feira (31) as cidades e estádios que sediarão as partidas da Copa do Mundo feminina de 2023, na Austrália e na Nova Zelândia. O jogo de abertura será no Eden Park, em Auckland (Nova Zelândia), e a decisão foi confirmada para o Stadium Austrália, em Sydney (Austrália).

Ao todo, cinco cidades australianas (Sydney, Adelaide, Brisbane, Melbourne e Perth) e quatro neozelandesas (Auckland, Dunedin, Hamilton e Wellington) receberão partidas da Copa, a primeira feminina em dois países simultâneos. Em Sydney, serão utilizados dois estádios. Além do Stadium Austrália (o maior do Mundial, com 83,5 mil lugares), também será usado o Sydney Football Stadium, que está em construção e terá capacidade para 45 mil torcedores.

Segundo a Fifa, cada nação abrigará um duelo pelas semifinais. A tabela com a distribuição dos jogos pelas cidades será divulgada ainda este ano. É a primeira vez que o Mundial feminino terá 32 seleções, tal qual a Copa masculina. A última edição, em 2019, reuniu 24 equipes na França e foi vencida pelos Estados Unidos, que chegaram ao quarto título.

“Com base no incrível sucesso do Mundial da França, dentro e fora de campo, a Copa do Mundo de 2023 não apresentará apenas as melhores jogadoras do planeta, mas também será uma poderosa plataforma para unir e inspirar pessoas, transformar vidas e criar um legado para o futebol feminino na Austrália, na Nova Zelândia e ao redor do mundo”, disse o presidente da Fifa, Gianni Infantino, durante a cerimônia em que a entidade anunciou as cidades-sede.

Categorias
Esportes

Com time titular, Flamengo enfrenta Bangu nesta quarta pelo Carioca

O Flamengo entra em campo com seu time titular pela primeira vez na temporada de 2021 nesta quarta-feira (31), contra o Bangu, às 21h (horário de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Depois de duas semanas de folga e treinamento pesado desde a reapresentação, no dia 15 de março, o elenco principal do Rubro-Negro começa a mostrar sua cara à torcida. A Rádio Nacional começa às 20h30 a cobertura esportiva do duelo, que terá narração de André Luiz Mendes, comentários de Mário Silva e plantão de notícias de Bruno Mendes.

Foram 16 dias de trabalho para corrigir erros de 2020, em busca de um ano ainda melhor. Em entrevista coletiva nesta terça-feira (30), o capitão da equipe, Diego Ribas, revelou o que o torcedor pode esperar do Flamengo.

“Pode esperar um Flamengo bem organizado, dedicado, com sede de vitórias, de títulos. É isso que a gente quer fazer. Durante esses dias de treinamento trabalhamos não só o físico, mas também o tático, uma procura pela perfeição constante. É isso que todos podem esperar: um time que tem uma exigência muito alta e sede de vitória”.

O confronto com o Bangu não deve mudar muito a situação do Flamengo no Campeonato Carioca. Afinal, o time é líder da Taça Guanabara, com 13 pontos, quatro pontos a mais que o Fluminense, que está na quinta posição. Desta forma, mesmo se perder, o Rubro-Negro não deixa o G4. Por outro lado, o encontro já serve de preparação para a Supercopa do Brasil, marcada para o dia 11 de abril, contra o Palmeiras. Diego quer atenção total.

“Todo jogo serve para nos testar. Nos testando a gente evolui. Então nosso pensamento é sempre vencer, independente do campeonato que participamos. Temos que ir por etapas. Esse próximo jogo teremos concentração total, colocar em prática tudo aquilo que a gente vem treinando e que nós continuemos a ser uma equipe equilibrada e competitiva, como sempre”.

Ouça na Rádio Nacional

Com Rogério Ceni, Diego voltou a ser titular, só que em uma posição diferente da que estava habituado. Aos 36 anos, sendo 20 anos de carreira no futebol, o capitão rubro-negro precisou se readaptar, e ele comenta o início de temporada como volante.

“Eu me sinto muito à vontade no meio-campo, às vezes mais ofensivo, como fazia com o Jorge Jesus, às vezes mais defensivo, como tenho feito agora. Estou muito à vontade nessa posição. É algo que me motiva, ter que me reinventar para continuar correspondendo e performando. Eu tenho vivido o momento, depende muito do treinador, mas o que estiver ao meu alcance eu vou fazer para ajudar a equipe e sentir o prazer em jogar, como eu tenho sentido”.

O Flamengo deve entrar em campo contra o Bangu com Diego Alves, Isla, Willian Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Gérson, Diego e Arrascaeta; Bruno Henrique, Éverton Ribeiro e Gabigol.

Categorias
Esportes

Fluminense e Vasco empatam pelo Carioca após segundo tempo movimentado

O primeiro Clássico dos Gigantes da temporada 2021 terminou sem vencedor. Nesta quarta-feira (30), Fluminense e Vasco ficaram no 1 a 1 no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), na abertura da sétima rodada do Campeonato Carioca. O duelo foi disputado no interior do estado do Rio de Janeiro devido à restrição aos jogos de futebol na capital, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

O empate não foi bom para ninguém. O Tricolor é o décimo colocado, com dez pontos, podendo ser ultrapassado por Botafogo ou Madureira e Resende na sequência da rodada. O Cruzmaltino está em oitavo, com sete pontos, mas, até quinta-feira (1º de abril), pode cair para 11º e penúltimo lugar se Nova Iguaçu, Boavista e Bangu vencerem seus compromissos.

O primeiro tempo foi de poucas emoções e muitos erros de passe e na criação de jogadas. Apesar de ter mais volume que o rival, a melhor oportunidade do Fluminense foi logo aos três minutos, quando o meia Nenê quase fez um gol olímpico. O Vasco, na primeira vez que conseguiu chegar, balançou a rede. Aos 36 minutos, Léo Matos abriu para o também meia Andrey cruzar da direita e o atacante Germán Cano mandar para o gol.

Os 45 minutos seguintes foram bem mais interessantes. O Tricolor precisou de um minuto para deixar tudo igual: Nenê cobrou escanteio e o atacante Fred marcou de cabeça. O camisa 9 quase virou aos sete, em chute por cima da meta, após um erro do zagueiro Leandro Castan na saída de bola. O Vasco respondeu aos 20 em cabeçada do atacante Figueiredo que o goleiro Marcos Felipe quase rebateu no pé de Cano.

Daí em diante, o Cruzmaltino dominou as ações. Aos 29 e aos 33, Andrey assustou em cobranças perigosas de falta. A primeira parou na trave direita. Aos 39 minutos, o meia iniciou a jogada que culminou em finalização cruzada do também meia Gabriel Pec, defendida por Marcos Felipe. O goleiro brilhou de novo aos 45, salvando um chute cara a cara de Laranjeira, após cruzamento de Léo Matos. Nos acréscimos, o Vasco teve uma última chance em cobrança de escanteio do lateral Zeca, que o zagueiro Ricardo Graça cabeceou rente à meta.

O Vasco volta a jogar no sábado (3), às 21h05 (horário de Brasília), contra o Bangu, novamente no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). O Fluminense só tem novo compromisso pelo Carioca na próxima terça-feira (6), às 21h35, diante do Macaé, ainda sem local definido.

Categorias
Esportes

Além de Recopa, Brasília também recebe jogo do Santos na Libertadores

A partida de volta entre Santos e San Lorenzo (Argentina), pela terceira fase preliminar da Libertadores, será realizado no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, no próximo dia 13 de abril, às 21h30 (horário de Brasília). O Peixe recebeu nesta terça-feira (30) a confirmação de mudança do local pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

A transferência para Brasília se deve ao impedimento a jogos de futebol em São Paulo em meio à Fase Emergencial, a mais restritiva no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (covid-19), vigente até 11 de abril e que pode ser prorrogada. Pelo mesmo motivo, o duelo de volta entre Palmeiras e Defensa y Justicia (Argentina), da Recopa Sul-Americana, também mudou para a capital federal e será disputado um dia após a partida do Santos.

Além disso, a Baixada Santista, onde fica a cidade de Santos (SP), está em lockdown, também para controle de casos e internações pelo vírus, até domingo (4), mas a medida pode ser estendida pelos prefeitos da região. O Alvinegro sequer está podendo treinar no município e tem se preparado em Atibaia (SP).

O regulamento da Conmebol prevê que os clubes informem eventual mudança no local em que atuarão como mandantes com, ao menos, 15 dias de antecedência. O jogo de ida será na terça-feira (6), também às 21h30, no estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires (Argentina). O confronto vale uma vaga na fase de grupos do torneio continental.

Categorias
Esportes

CRB vence ABC e reassume liderança do Grupo A da Copa do Nordeste

O CRB está de volta à liderança do Grupo A da Copa do Nordeste. Nesta quarta-feira (30), o Galo de Campina derrotou o ABC por 2 a 0 no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela sexta rodada do torneio.

A equipe alagoana foi aos 11 pontos e ultrapassou o Bahia, que havia assumido temporariamente a ponta no último domingo (28) ao golear o Altos-PI por 5 a 0 no estádio de Pituaçu, em Salvador. O Alvinegro, por sua vez, viu sucumbir a invencibilidade na competição regional e segue com oito pontos, na quarta colocação do Grupo B.

O próximo compromisso do CRB é no próximo domingo (4), às 16h (horário de Brasília), diante do Salgueiro, no estádio Cornélio de Barros, na cidade de Salgueiro (PE). Um dia antes, no sábado (3), o ABC recebe o Sampaio Corrêa no estádio Frasqueirão, em Natal, às 18h15.

O protagonista alvirrubro no Rei Pelé foi Lucão do Break. Aos três minutos, o camisa 9 recebeu cruzamento pela direita do também atacante Calyson e precisou tentar duas vezes para, enfim, vencer o goleiro Wellington e abrir o placar. Aos 11 minutos da etapa final, o atacante Luidy foi derrubado pelo lateral Allef na área e Lucão, de pênalti, ampliou para o Galo.

Os goleiros também tiveram momentos de destaque na partida. Wellington, do ABC, fez pelo menos duas grandes defesas – uma no primeiro tempo, em nova tentativa de Lucão do Break, e outra no segundo, em finalização do atacante Ewandro, cara a cara.

Edson Mardden, do CRB, também brilhou duas vezes. Com 27 minutos de jogo, ele salvou uma cabeçada perigosa do atacante William Anicete. Já aos 23 da segunda etapa, o camisa 1 desviou para escanteio a finalização do atacante Maycon Douglas, da entrada da área.

Categorias
Esportes

Franquia brasileira ganha a primeira na Superliga Americana de Rugby

O Cobras, franquia que representa o Brasil na Superliga Americana de Rugby (SLAR), conquistou a primeira vitória na competição, que é disputada no Chile e no Uruguai. Nesta terça-feira (30), os brasileiros derrotaram os colombianos do Cafeteros Pro por 30 a 14 no Estádio Nacional, na capital chilena Santiago, pela quarta rodada do primeiro turno.

O triunfo manteve a franquia brasileira na quinta posição entre seis participantes, com cinco pontos – quatro da vitória sobre o Cafeteros e um da derrota para o Peñarol (Uruguai), pela equipe ter feito pelo menos quatro tries no jogo. O próximo duelo será domingo (4), às 16h30 (horário de Brasília), contra o Selknan (Chile), novamente no estádio Nacional de Santiago. O compromisso encerra a participação do Cobras no primeiro turno. O segundo, que será disputado no Uruguai, vai de 11 de abril a 1º de maio.

Lucas “Zé” Tranquez, André “Buda” Arruda e Franco Giudice assinalaram os três tries (jogadas em que o atleta cruza a linha final do campo com a bola e a coloca no chão, anotando cinco pontos) do Cobras. A equipe brasileira ainda pontuou com três conversões (chute entre as traves, com têm formato de H, que a equipe tem direito após o try, com valor de dois pontos) : duas de Moisés Duque e uma de Josh Reeves. Os dois ainda converteram dois dois penais (um ponto cada) e o time ainda contou com um drop goal (quando o jogador deixa a bola tocar o chão e a chuta em seguida entre as traves) de Duque, que garantiu mais três pontos.

Após a derrota para o Peñarol, por 33 a 24, o Cobras foi superado pelo Olimpia Lions (Paraguai) por 44 a 8. A estreia na competição, à princípio, seria contra o Jaguares XV (Argentina) no último dia 16, mas o surto de casos do novo coronavírus (covid-19) que atingiu o elenco brasileiro antes da viagem para o Chile fez o jogo ser adiado. Como não foi possível remarcar o duelo, a franquia argentina foi declarada vencedora por 20 a 0, conforme prevê o regulamento do torneio em situações em que um dos times não atua por “problemas sanitários”.

A Superliga é a principal entre clubes da América do Sul e faz parte da preparação dos jogadores que integram a seleção brasileira masculina de rugby e disputarão a Eliminatória para a Copa do Mundo da modalidade, na França, em 2023. A previsão é que o classificatório ocorra na sequência do SLAR, em junho.