Categorias
Esportes

Paralimpíada: Brasil classifica quatro esgrimistas para Tóquio

A Confederação Brasileira de Esgrima (CBE) informou nesta quinta-feira (1) que o Brasil tem quatro atletas da esgrima em cadeira de rodas classificados para a Paralimpíada de Tóquio (Japão). As vagas, definidas pelo ranking mundial da modalidade, serão oficializadas pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) em junho.

Os representantes em Tóquio serão Carminha Oliveira na categoria A (amputados ou com limitação de movimento, mas com mobilidade no tronco) e Jovane Guissone, Mônica Santos e Vanderson Chaves na categoria B (esgrimistas com menor mobilidade no tronco e equilíbrio). Segundo a CBE, mais três brasileiros podem se classificar de acordo com as variáveis para preenchimento de vagas restantes para equipes nos Jogos: Alex Sandro Souza, Fabiana Soares e Moacir Ribeiro, todos na categoria A.

A situação dos brasileiros foi definida após a Federação Internacional de Esportes para Cadeirantes e Amputados (IWASF, na sigla em inglês) cancelar a Copa do Mundo (marcada para São Paulo, em abril) e decidir que os Campeonatos Regionais das Américas (também cancelado, seria na capital paulista, em maio), da Europa e da Ásia não contariam na classificação paralímpica. Segundo a entidade, as incertezas causadas pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) foram determinantes. O ranking mundial, que fecha em 31 de maio, não será mais alterado.

“Estou um pouco ansioso, devido a essa pandemia, que não passa. Treino todos os dias, tentando, cada vez mais, deixar a minha esgrima mais madura. Nesse ano, é diferente do Rio [de Janeiro, em 2016]. Estou muito bem preparado, sem lesões. Só estou esperando os Jogos para fazer o meu melhor”, disse Jovane, medalhista de ouro na Paralimpíada de Londres (Reino Unido), em 2012, em depoimento ao site da CBE.

O campeão paralímpico competirá nas provas de florete e espada em Tóquio, assim como Carminha, que estará nos Jogos pela primeira vez na carreira. Mônica e Vanderson, por sua vez, classificaram-se nas disputas de florete e sabre. Ambos representaram o país em 2016, no Rio.

“É uma honra representar o Brasil novamente no maior evento paralímpico do mundo. Fico muito feliz por conseguir a vaga. Na minha primeira Paralimpíada, fui um dos atletas convidados após a Rússia ser banida. Ir para os Jogos de Tóquio com a minha própria vaga garantida é uma sensação de dever cumprido”, destacou Vanderson, também à CBE.

Com as classificações da esgrima, o Brasil chega a 113 lugares paralímpicos em Tóquio, entre modalidades individuais e coletivas. Na semana passada, o país obteve quatro vagas no tiro com arco durante o Parapan-Americano de Monterrey (México).

Categorias
Esportes

Coluna – Tokyo Game Show volta a adotar formato digital

A capital japonesa, que segue confirmando a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio a partir de 23 de julho, deixará de sediar por mais um ano a maior feira de games da Ásia. Melhor dizendo, pela segunda vez consecutiva a Tokyo Game Show (TGS) acontecerá no formato on-line entre os dias 30 de setembro e 3 de outubro. A novidade foi revelada esta semana, e os motivos todos já sabem, a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

O evento, que comemora 25 anos em 2021, tem como tema na próxima edição: “Nós sempre temos os jogos”. No ano passado, em meio à crise sanitária causada pelo novo coronavírus, a TGS precisou mudar os planos e realizar uma apresentação on-line, com direito a uma série de programas especiais nos quais as principais publicadoras anunciaram seus novos lançamentos. Foi assim que vimos as primeiras imagens de gameplay de Hyrule Warriors: Age of Calamity (Switch), Monster Hunter Rise (Switch e PC) e Resident Evil Village (multiplataforma).

Mesmo com o início da vacinação pelo mundo, eventos digitais ainda devem ser a norma no ano de 2021. Foi assim com o Consumer Electronis Show (CES) 2021, maior feira de tecnologia do mundo, em janeiro, normalmente sediada em Las Vegas (Estados Unidos). A Game Developers Conference, congresso voltado a desenvolvedores de games, também será inteiramente on-line, e acontece entre os dias 19 e 23 de julho. Já a Gamescom, feira de games sediada normalmente em Colônia (Alemanha), planeja um formato híbrido, parte presencial e parte on-line.

A E3, que até pouco tempo atrás era considerada o maior evento do mundo dos games, foi cancelada no ano passado. Esse ano, deve voltar em formato digital. Porém, discordâncias do mercado em relação às exigências da feira, que tem cobrado pela participação das produtoras na apresentação on-line, devem contribuir para o seu esvaziamento, em uma perda de relevância cada vez mais evidente no atual mundo hiperconectado. Mesmo sem a E3, estima-se que o mercado de games tenha crescido 20% no ano passado, atingindo a marca recorde de US$ 179,7 bilhões. Na falta da E3, tradicional palco de anúncio de novidades, muitas publicadoras adotaram apresentações exclusivas inteiramente on-line, formato que a própria Nintendo já vinha fazendo na última década.

No mundo do esporte eletrônico, a situação não é muito diferente. Competições inteiramente de forma remota tem sido uma norma no cenário. Tem sido assim no CBLoL, no Brasileirão de Rainbow Six e na Liga Brasileira de Free Fire. Para campeonatos internacionais, as organizações têm buscado realizar partidas presenciais, ainda que sem a presença de torcida.

Será assim no MSI de League of Legends, previsto para começar no dia 6 de maio em Reykjavík (Islândia), e também no mundial de Free Fire, World Series, com início no dia 22 de maio em Singapura. Dono das maiores premiações da história do esporte eletrônico, o The Internacional, o mundial do game Dota 2, ainda não revelou o que vai acontecer com a edição deste ano, após o torneio de 2020 ser cancelado. O mesmo pode ser dito da Copa do Mundo de Fortnite deste ano, apesar de a Epic Games já ter revelado que não pretende promover competições presenciais em 2021.

Outra incógnita é o Six Invitational 2021. O principal torneio internacional de Rainbow Six, normalmente sediado em Montreal (Canadá), aconteceria em fevereiro, em Paris (França). Mas dias antes de começar, o campeonato foi adiado, e até hoje a desenvolvedora Ubisoft não revelou uma nova data ou local para o evento. No cenário de Counter Strike, desde setembro de 2019 não acontece um Major, como são chamadas as competições mundiais promovidas pela desenvolvedora Valve. A edição do Rio de Janeiro, que seria a primeira sediada no Brasil, foi adiada do primeiro para o segundo semestre, até ser finalmente cancelada. O próximo Major deve acontecer só em outubro, em Estocolmo (Suécia) se nada mudar até lá.

Com o mundo ainda muito distante de zerar os casos de covid-19, mesmo nos países onde o processo da vacinação está avançado, é de se supor que este cenário de restrições, que coloca em risco até mesmo a realização dos Jogos Olímpicos, deve continuar pelo resto do ano, e possivelmente no primeiro semestre do ano que vem.

Categorias
Esportes

Brasília recebe reta final da primeira fase do Novo Basquete Brasil

O duelo entre Minas Tênis Clube e Fortaleza Basquete Cearense, às 16h (horário de Brasília) desta quinta-feira (1º), é o primeiro dos 30 marcados para o ginásio da Associação dos Empregados da Companhia Energética de Brasília (Asceb), na capital federal, pelo Novo Basquete Brasil (NBB). Os jogos concluem a primeira fase da temporada 2020/2021.

As partidas, a princípio, seriam realizadas na cidade do Rio de Janeiro, no ginásio do Maracanãzinho, mas tiveram de ser readequadas após o município proibir eventos esportivos por causa do combate ao novo coronavírus (covid-19). A capital fluminense já tinha sido escolhida para substituir a cidade de São Paulo, também impossibilitada de realizar os jogos por conta da pandemia, como sede da reta final da primeira fase.

A sequência em Brasília segue até o dia 13 de abril e será encerrada com a partida entre Fortaleza Basquete Cearense e Paulistano, às 19h30. O calendário readequado foi anunciado pela Liga Nacional de Basquete (LNB), responsável pelo NBB, na última segunda-feira (29).

O Flamengo lidera a competição, seguido por Minas, São Paulo e Paulistano. Os quatro primeiros avançam diretamente às quartas de final. Apenas cariocas e mineiros estão garantidos no G4 até o fim da primeira fase. Os times situados do 5º ao 12º lugar disputam um playoff. No momento, os classificados seriam Bauru, Corinthians, Fortaleza Basquete Cearense, Sesi Franca, Unifacisa, Mogi das Cruzes, Pato e Caxias do Sul.

O NBB conta com um protocolo de saúde que levou à realização de 8.264 testes da covid-19 em 194 partidas, realizadas durante 121 dias, no primeiro turno. Foram examinados atletas, integrantes de comissões técnicas e árbitros, com 96 casos positivos ao todo.

Categorias
Esportes

Copa do Nordeste: Sport bate Santa Cruz com gol de pênalti no fim

O Sport, enfim, conquistou a primeira vitória na Copa do Nordeste, e logo em um Clássico das Multidões. Nesta quarta-feira (31), com um gol de pênalti nos acréscimos da etapa final, o Leão venceu o Santa Cruz por 2 a 1 no Arruda, em Recife, pela sexta rodada da competição regional.

O Rubro-Negro chegou aos cinco pontos e deixou, temporariamente, a lanterna do Grupo B, ficando com um ponto de vantagem sobre o Botafogo-PB, que encara o Treze nesta quinta-feira (1º) na Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF). O Tricolor é o último colocado do Grupo A, com apenas três pontos, e tem a pior campanha entre os 16 participantes.

Aos 18 minutos, o Santa Cruz teve um pênalti a favor, cometido pelo zagueiro Adryelson em cima do lateral Alan Cardoso, mas o atacante Pipico acertou o travessão. Aos 25, a equipe coral balançou as redes com o zagueiro William Alves, de cabeça. O lance, porém, foi anulado por impedimento. Aos 35, na primeira oportunidade do Sport, em meio a um bate-rebate, o zagueiro Rafael Tyhere mandou para as redes, inaugurando o marcador.

O Leão voltou melhor para o segundo tempo, obrigando o goleiro Jordan a duas boas defesas em menos de quatro minutos, em tentativas do meia Thiago Neves e do lateral Patric. Aos nove e aos dez, o atacante Neilton pecou na finalização dentro da área. Os papeis, então, inverteram-se: na primeira investida do Santa Cruz, o atacante Madson foi derrubado na área após dividida com Patric. O meia Chiquinho bateu e converteu o pênalti.

Entre os 28 e 29 minutos, o Sport teve duas chances claras para voltar a ficar em vantagem. Primeiro, o zagueiro Júnior Sergipano quase fez contra ao tentar afastar a bola da área. Na sequência, Jordan defendeu a cabeçada de Adryelson e, na sobra, Rafael Thyere mandou na trave. O goleiro do Santa Cruz apareceu novamente aos 39 e aos 44, salvando chutes venenosos de fora da área do volante Betinho e do volante Ricardinho, respectivamente.

O duelo seguiu tenso, com uma expulsão para cada lado (o lateral Marcel, do Santa Cruz, e Rafael Thyere, do Sport). De tanto insistir, o Leão chegou ao gol nos acréscimos. Aos 49 minutos, o árbitro Wagner Reway viu a bola escorada por Adryelson tocar na mão do lateral Ítalo Melo na área. De pênalti, o atacante Toró garantiu os três pontos ao time rubro-negro.

As equipes voltam a jogar pela Copa do Nordeste no fim de semana. No sábado (3), o Sport recebe o Ceará na Ilha do Retiro, em Recife. No domingo (4), o Santa Cruz visita o Altos no estádio Albertão, em Teresina, às 15h45.

Categorias
Esportes

Surfe: Brasil tem bom início na 2ª etapa do Circuito Mundial

O Brasil começou muito bem a disputa da segunda etapa do Circuito Mundial de Surfe, realizada na praia de Merewether, em Newcastle (Austrália). Dos 11 surfistas do país que iniciaram a competição, nove garantiram a passagem direta da primeira para a terceira fase.

Seis brasileiros venceram suas baterias e garantiram a vaga na terceira fase: o atual campeão mundial Ítalo Ferreira, Filipe Toledo, Deivid Silva, Miguel Pupo, Peterson Crisanto e Caio Ibelli. Também garantiram a classificação, mas como segundos colocados, o bicampeão mundial Gabriel Medina, Yago Dora e Alex Ribeiro.

Já o campeão mundial Adriano de Souza (que disputa sua última temporada) e Jadson André ficaram na terceira posição em suas respectivas baterias e terão que enfrentar a repescagem para tentarem continuarem vivos na competição.

Etapa durante pandemia

A competição em Newcastle marca o retorno do Circuito Mundial, que teve apenas uma etapa até agora da temporada 2021, a realizada em Pipeline, na Ilha de Oahu, no Havaí, no final de dezembro de 2020. A vitória naquela oportunidade ficou com o havaiano John John Florence, que superou o brasileiro Gabriel Medina na grande decisão.

Após uma longa parada causada pelo avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19), o Circuito Mundial finalmente realiza sua segunda etapa, em território australiano e seguindo um rígido protocolo de segurança sanitário, que inclui uma quarentena obrigatória de 14 dias dos atletas no hotel.

Categorias
Esportes

São Luiz é melhor, mas Grêmio busca empate pelo Campeonato Gaúcho

O Grêmio ficou no 2 a 2 com o São Luiz pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho. O empate desta quarta-feira (31) saiu barato para o Tricolor, que poupou os titulares e até o técnico Renato Portaluppi, pensando no clássico com o Internacional. O goleiro Brenno, com defesas importantes, evitou a vitória da equipe do interior no estádio Vermelhão da Serra, em Passo Fundo (RS).

Com o empate, o Grêmio foi a 14 pontos, na vice-liderança do Gauchão, três pontos atrás do Inter e ficando à frente do Ypiranga (que também soma 14 pontos) pelo saldo de gols (dez a seis). O São Luiz está em quinto, com 12 pontos, mas pode ser ultrapassado na sequência da rodada por Juventude ou Aimoré, que se enfrentam na quinta-feira (1º), às 20h (horário de Brasília), no estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS).

O próximo compromisso gremista é justamente o Gre-Nal, neste sábado (3), às 22h15, em Porto Alegre. O Rubro de Ijuí (RS), que levou a partida com o Tricolor para Passo Fundo após perder o mando de campo, enfrenta o São José no domingo (4), às 20h, no estádio Francisco Noveletto, também na capital gaúcha. Os duelos valem pela nona rodada do Gauchão.

Apesar de recheado de reservas e dirigido pelo auxiliar Alexandre Mendes, o Tricolor teve a iniciativa e quase abriu o placar aos três minutos, com Léo Pereira. O atacante foi lançado pelo volante Darlan, mas chutou em cima do goleiro Renan Rocha. Sete minutos depois, o camisa 38 recebeu novamente de Darlan e, desta vez, não desperdiçou. Aos 17, porém, a defesa gremista bateu cabeça, o atacante Hugo Almeida ajeitou e o meia Gustavo Xuxa deixou tudo igual para o São Luiz.

O Rubro, então, passou a controlar o jogo. Aos 30 minutos, o lateral Lucas Carvalho, dando muito trabalho à marcação tricolor, entrou na área pela direita e finalizou cruzado, forçando o goleiro Brenno a espalmar. Aos 35 e aos 38 o Grêmio tentou responder com chutes do atacante Elias e do volante Lucas Silva, ambos defendidos por Renan Rocha.

O São Luiz seguiu melhor na volta do intervalo. Logo aos dois minutos, Lucas Carvalho escapou da marcação na área e parou em Brenno. Aos 12, após batida de escanteio do meia Gabriel Araújo, o volante Leandro Leite quase fez um golaço de letra. No lance seguinte, nova bola alçada na área tricolor, e o volante Paulinho Santos, livre, virou para o Rubro.

Aos 23, Gustavo Xuxa foi lançado nas costas da defesa e quase fez o terceiro, mas o chute foi defendido por Brenno. Três minutos depois, o Grêmio conseguiu o empate com o atacante Léo Chu, após (mais um) lançamento preciso de Darlan. Mesmo assim, o São Luiz seguiu perigoso. Aos 35 minutos, Brenno fez grande defesa em cobrança de falta de Gabriel Araújo. Na sequência, a defesa tricolor parou (de novo) e o zagueiro Jadson, sem marcação, cabeceou ao lado do gol. O Rubro pressionou, mas o terceiro gol não saiu.

Categorias
Esportes

Flamengo derrota Bangu e amplia vantagem na liderança do Carioca

Jogando no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Flamengo derrotou o Bangu por 3 a 0 na noite desta quarta-feira (31) e ampliou sua vantagem na liderança da Taça Rio do Campeonato Carioca (com 16 pontos).

Em seu primeiro jogo contando com sua equipe titular, o time do Gávea encontrou um adversário muito fechado na defesa, que não deu muitos espaços.

Diante de um Bangu que não se aventurava no ataque, o Flamengo passou a somar oportunidades, com Bruno Henrique, Filipe Luís e Gabriel Barbosa, que chegou a ter um gol anulado 32 minutos por estar em posição irregular.

Mas, de tanto insistir, o Rubro-Negro conseguiu abrir o placar apenas nos acréscimos da etapa inicial, quando o meia Diego cruzou para Bruno Henrique marcar de cabeça.

A etapa final começou na mesma dinâmica, com o Flamengo atacando um Bangu que apenas se segurava na defesa. Assim, o Rubro-Negro só conseguiu chegar ao segundo gol em lance no qual a superioridade técnica de seu elenco ficou evidenciada. Aos 21 minutos Diego tocou para o uruguaio Arrascaeta, que se livrou da marcação adversária e bateu colocado para vencer o goleiro Paulo Henrique.

Mas o time da Gávea queria mais, e conseguiu marcar novamente aos 39, quando Gabriel Barbosa chutou com categoria após receber passe de Vitinho. Placar final, Flamengo 3, Bangu 0.

Com o revés, o Alvirrubro ficou na 11ª posição com 5 pontos.

Vitória do Nova Iguaçu

Outra equipe a vencer nesta quarta pelo Carioca foi o Nova Iguaçu, que bateu o Macaé por 3 a 1. Os gols do Orgulho da Baixada saíram dos pés de Anderson Künzel, Vandinho e Raphael Carioca. Wagner Carioca descontou para o Leão.

Categorias
Esportes

Ceará volta a vencer e CSA perde invencibilidade na Copa do Nordeste

Após três empates seguidos, Ceará voltou a vencer na Copa do Nordeste. Nesta quarta-feira (31), o Vozão bateu o CSA por 2 a 0 na Arena Castelão, em Fortaleza, pela sexta rodada da competição.

O time alvinegro continua na terceira posição do Grupo A, mas agora com dez pontos, um atrás do CRB, líder da chave. O Azulão perdeu a invencibilidade e a oportunidade de reassumir a ponta do Grupo B, encerrando a rodada na segunda colocação, com os mesmos nove pontos do Vitória, ficando à frente pelo número de gols marcados (oito a seis).

O Vozão comandou o primeiro tempo e abriu o placar aos 18 minutos, com um golaço do atacante Stiven Mendoza. O colombiano recebeu no meio de campo, avançou com liberdade e chutou forte e rasteiro, no canto direito do goleiro Darley.

O CSA chegou pela primeira vez aos cinco minutos da etapa final, em cabeçada do zagueiro Rodolfo Filemon, que passou rente ao gol. Na sequência, Mendoza cruzou pela esquerda e o meia Vina concluiu ao lado, também com perigo. O Azulão teve nova chance aos 24 minutos, em bomba do atacante Marco Túlio, da entrada da área, que parou na trave.

Nos minutos finais, o CSA pressionou atrás do empate, mas acabou sofrendo o segundo gol. Aos 42 minutos, o atacante Rick aproveitou a bobeira na saída de bola e achou Mendoza, que cruzou para o atacante Felipe Vizeu fechar o placar. Nos acréscimos, deu tempo de Rick levar o segundo cartão amarelo e ser expulso e do meia Iuri, do Azulão, acertar o travessão.

As equipes voltam a jogar pela Copa do Nordeste neste sábado (3). O Ceará visita o Sport na Ilha do Retiro, em Recife, às 16h (horário de Brasília). Mais tarde, às 18h15, o CSA recebe o 4 de Julho no estádio Rei Pelé, em Maceió. Os duelos valem pela sétima rodada da fase de grupos.

Categorias
Esportes

Gaúcho: Internacional para em goleiro e fica no zero com São José

O Internacional passou em branco pela primeira vez na temporada 2021. Nesta quarta-feira (31), o Colorado não saiu do zero com o São José no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho. Com grandes defesas, o goleiro Fábio, do Zequinha, foi o protagonista da noite.

Apesar do tropeço em casa, o atual vice-campeão brasileiro segue na liderança do Estadual, com 17 pontos. O São José está em nono, com oito pontos, mas pode cair duas posições e terminar a rodada na zona de rebaixamento se Novo Hamburgo e Pelotas vencerem os compromissos desta quinta-feira (1º) contra Caxias e Esportivo, respectivamente.

Com o rival atuando com duas linhas de três e uma de quatro jogadores atrás do círculo central, o Inter teve o controle das ações ofensivas, mas criou poucas chances. A primeira foi aos 28 minutos do primeiro tempo, em uma triangulação que envolveu o atacante Paolo Guerrero e os meias Edenilson e Rodrigo Lindoso. O último apareceu livre na área para finalizar, mas chutou à esquerda.

O Colorado só assustou novamente aos 44 minutos, em duas oportunidades em sequência, mas parou em Fábio. Primeiro, o zagueiro Victor Cuesta levantou na área, Edenilson desviou para a direita e o meia Caio Vidal soltou a bomba, dentro da área, para boa defesa do goleiro do Zequinha. Depois, Cuesta cabeceou e Fábio salvou novamente o São José.

Na etapa final, o técnico Miguel Angel Ramirez colocou os atacantes Thiago Galhardo e Carlos Palácios em campo (este último fazendo a estreia pelo Inter). Ambos tiveram chances, aos 24 e 30 minutos, mas não venceram Fábio. O goleiro coroou a noite inspirada salvando uma tentativa do volante Lucas Ramos, já nos acréscimos.

O próximo duelo do Inter é o clássico contra o Grêmio, no sábado (3), às 22h15 (horário de Brasília), que abre a nona rodada do Gauchão, na Arena do rival. O São José volta a campo no domingo (4), às 20h, no estádio Francisco Noveletto, em Porto Alegre, contra o São Luiz.