Categorias
Esportes

Basquete 3×3: Brasil perde para França no VAR e dá adeus a Tóquio 2020

A estreia do basquete 3×3 este ano na Olimpíada de Tóquio (Japão) não terá a presença do Brasil. O país deu adeus neste domingo (30) à última chance de garantir a vaga nos Jogos, ao perder para a França, por 21 a 19, em duelo eletrizante pelas quartas de final do Pré-Olímpico da modalidade, na cidade de Graz (Áustria). 

A seleção chegou a estar na frente do marcador no início do embate, mas permitiu a virada dos franceses, que aproveitaram bem os espaços para acertar vários arremessos de longa distância. Quando faltava apenas 1min50 para o término da partida, Socas marcou para o Brasil, o que igualaria o placar em 20 a 20. No entanto, a França pediu desafio – revisão da jogada com o auxílio do árbitro de vídeo (VAR) – e a análise mostrou que a cesta do brasileiro ocorrera após o estouro da posse de bola, e o ponto foi retirado. A França voltou a liderar o placar por 20 a 19, e ainda marcou mais uma vez antes de selar a vitória por 21 a 19.

O basquete 3×3 do Brasil, comandado por Douglas Lorite, se despede do Pré-Olímpico após três vitórias e duas derrotas. O quarteto brasileiro, formado por Jonatas Mello, André Ferros, Jefferson Socas e Fabrício Veríssimo começou ganhando da Turquia (21 a 6) e República Tcheca (21 a 14), na quarta (26), no primeiro dia de disputas. 

Na última sexta (28), o Brasil perdeu o primeiro jogo para a Polônia (13 a 12), mas se recuperou na sequência com triunfo sobre a Mongólia (18 a 10), que lhe garantiu nas quartas de final. 

Categorias
Esportes

Eliminatórias: Tite convoca Rodrigo Caio para substituir Thiago Silva

Poucas horas após a vitória do Flamengo em cima do Palmeiras, na estreia do Campeonato Brasileiro, o zagueiro rubro-negro Rodrigo Caio teve mais um motivo para comemorar neste domingo (30): a convocação para os próximos dos jogos da seleção brasileira pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar 2020. O técnico Tite chamou o jogador para o lugar de Thiago Silva, do Manchester City (Inglaterra), cortado do escrete canarinho após confirmação de lesão muscular na coxa esquerda. O zagueiro se machucou no último sábado (29), no primeiro tempo da final da Liga do Campeões, vencida pelo Chelsea, por 1 a 0. 

Na próxima sexta-feira (5 de junho) o Brasil encara o Equador, às 21h30, no Estádio Beira Rio, em Porto Alegre, pela quinta rodada das Eliminatórias. Na semana que vem, dia 8 de junho, a seleção visita o Paraguai, na capital Assunção. 

A previsão é de que Rodrigo Caio se apresente nesta segunda-feira (31) à Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde ocorrem os treinos preparatórios, junto com os companheiros rubro-negros Everton Ribeiro e Gabriel Barbosa, o Gabigol, também chamados Tite.

Desde a convocação da seleção brasileira para as Eliminatórias no ultimo dia 14, há houve outros dois cortes: do lateral-direitoDaniel Alves, do São Paulo, e do zagueiro Lucas Veríssimo, do Benfica (Portugal). Para as respectivas posições foram chamados Emerson, do Betis (Espanha) e Felipe, do Atlético de Madrid (Espanha).  

A seleção segue invicta nas Eliminatórias Sul-Americanas: lidera a classificação geral, com 12 pontos (quatro vitórias, com 12 gols), seguida por Argentina (10) e Equador (9).

Categorias
Esportes

Brasileiro Feminino: Palmeiras bate Flamengo em noite de Bia Zaneratto

O Palmeiras segue à caça do Corinthians na briga pela liderança da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Neste domingo (30), o Verdão derrotou o Flamengo por 3 a 1 em noite inspirada da atacante Bia Zaneratto, autora dos três gols alviverdes no Canindé, em São Paulo.

Na segunda posição, as Palestrinas foram a 27 pontos, um a menos que o Timão, permanecendo como única equipe invicta após 11 rodadas. As rubro-negras, com 11 pontos, ocupam o décimo lugar, a três pontos do Avaí/Kindermann, oitavo colocado e último clube na zona de classificação às oitavas de final, e três à frente do São José, primeira equipe no Z4, em 13º.

A finalização da atacante Darlene, na área, rente à meta da goleira Jully, aos cinco minutos, foi o susto que acordou o Palmeiras. Daí em diante, só deu Verdão. Aos 15, a zagueira Thaís teve um gol anulado por impedimento. Aos 18, Kaká salvou, no ângulo, um arremate da lateral Katrine. Na sequência, porem, a goleira rubro-negra se afobou na saída do gol e derrubou Thaís na área. A penalidade foi convertida por Bia Zaneratto, que colocou as anfitriãs à frente.

As alviverdes continuaram pressionando após o gol. Aos 37, Kaká se redimiu do pênalti ao defender um chute cruzado da meia Duda Santos (que atuou como atacante), pela esquerda, quase na pequena área. Dois minutos depois, Ary Borges balançou as redes, mas o tento foi anulado por impedimento da meia palmeirense.

A etapa final iniciou em ritmo menos intenso que a inicial. Quando conseguiram acelerar as ações, as Palestrinas chegaram ao segundo gol. Aos 17 minutos, Bia Zaneratto e Ary Borges tabelaram e a Imperatriz – como é conhecida a centroavante alviverde – ampliou a vantagem.

Com o duelo aparentemente sob controle, as palmeirenses recuaram as linhas e o Flamengo passou a marcar mais presença no ataque. Principal nome rubro-negro na partida, Darlene chutou no travessão e quase diminuiu. Cinco minutos depois, a defesa carioca deu espaços e Maria Alves, recém-contratada da Juventus (Itália) e que tinha acabado de entrar, recebeu da também atacante Ottília na pequena área, livre, frente a frente com Kaká, mas errou a finalização.

Depois, foi a defesa alviverde que entrou em pane. Aos 34 minutos, Jully se enrolou com a bola recuada pela meia Rafa Andrade e foi salva pela zagueira Agustina, que mandou pela linha de fundo. Após a cobrança do escanteio pela direita, a zagueira Cida ficou com a sobra e finalizou com categoria, no canto da goleira palmeirense.

O gol acordou a equipe palestrina, que retomou o controle da partida e ainda aumentou a fatura nos acréscimos. Aos 46 minutos, a atacante Chú dividiu com a zaga e rolou para Bia Zaneratto na direita. A Imperatriz dominou e chutou no canto direito de Kaká, dando números finais ao duelo. Foi o décimo gol da artilheira do Brasileiro. Somadas as cinco assistências que distribuiu, a camisa 10 teve envolvimento direto em metade das 30 vezes que o Verdão balançou as redes no campeonato.

O Flamengo busca a reabilitação na quarta-feira (2), às 17h (horário de Brasília), contra o Cruzeiro, no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte. Na quinta-feira (3), às 15h, o Palmeiras visita o Internacional no Sesc Campestre, em Porto Alegre. Os duelos valem pela 12ª rodada do Brasileiro.

Categorias
Esportes

Série D: Tocantinópolis, Rio Branco-ES e GAS-RR vão à fase de grupos

Depois do Brasiliense-DF, mais três clubes avançaram neste domingo (30) à fase de grupos da Série D do Campeonato Brasileiro. As classificações de Rio Branco-ES, Tocantinópolis-TO e Grêmio Atlético Sampaio (GAS-RR) definiram os 64 times que disputarão quatro vagas à Série C de 2022.

A missão mais difícil foi a do Tocantinópolis, que vencera o primiero jogo contra o Picos-PI em casa por 2 a 0., na última quarta-feira (26). Mas neste domingo (30), a equipe piauiense ganhou por 3 a 1 no estádio estádio Helvídio Nunes, em Picos (PI) e deixou tudo igual no placar agregado (3 a 3). O Zangão abriu três gols de vantagem com os atacantes Raphael Freitas, Rhuann e Caíque, mas o gol contra do zagueiro Marcondi manteve o Verdão do Norte na disputa.

A decisão foi para os pênaltis, e aí brilhou a estrela de Paulo Henrique, goleiro do Tocantins. Ele defendeu as cobranças de Raphael Freitas e do meia David Rocha, classificando o Verdão à fase de grupos. O Tocantinópolis integra o Grupo 2, ao lado de 4 de Julho-PI, Guarany de Sobral-CE, Imperatriz-MA, Juventude Samas-MA, Moto Club-MA, Palmas-TO e Paragominas-PA. Na próxima fase o Tocantinópolis encara o Moto Club-MA, em data, local e horário a serem definidos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), será diante do Moto.

Nos outros confrontos, os times que já estavam em vantagem ganharam novamente. No estádio Canarinho, em Boa Vista, o GAS superou o Santana-AP por 3 a 0. Os atacante Edinho Canutama (duas vezes) e Fred balançaram as redes para o Leão Dourado, que havia vencido o jogo de ida na quarta por 2 a 1 no Zerão, em Macapá. O time de Caracaraí (RR) está no Grupo 1, com Ypiranga-AP, Fast Clube-AM, Penarol-AM, Castanhal-PA, Galvez-AC, Atlético-AC e São Raimundo-RR. O primeiro adversário será o Penarol.

Já o Rio Branco-ES voltou a superar a Aquidauanense-MS, desta vez no estádio Kleber Andrade, por 2 a 0. O meia Marcus Vinícius e o zagueiro Jaime (contra) marcaram os gols em Cariacica (ES). Na partida de ida, no estádio Mário Pinto de Souza, o Noroeste, em Aquidauana (MS), o Capa Preta goleou por 4 a 1. Os capixabas entraram no Grupo 6, com Águia Negra-MS, Boa Esporte-MG, Caldense-MG, Patrocinense-MG, Uberlândia-MG, Ferroviária-SP e Rio Branco de Venda Nova-ES. A estreia será diante da Caldense.

Categorias
Esportes

Fernando Miguel brilha e Atlético-GO bate Corinthians no Brasileiro

O Atlético-GO superou o Corinthians por 1 a 0 na Neo Química Arena, em São Paulo, pela primeira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O goleiro Fernando Miguel, do Dragão, teve uma noite de domingo (30) inspirada, com grandes defesas. Entre elas, a do pênalti cobrado por Mateus Vital e a do rebote, em tentativa do próprio atacante.

Na estreia do técnico Sylvinho, o Timão subiu as linhas de marcação para dificultar a saída de bola do Atlético. Apesar de o time goiano ter começado o jogo melhor, a ponto de ter um gol (bem) anulado logo aos nove minutos, do meia João Paulo, por impedimento, os anfitriões logo tomaram o controle das ações ofensivas. Exigido, Fernando Miguel se saiu bem, mesmo debaixo de chuva, salvando finalizações do volante Ramiro e do lateral Lucas Piton. O Dragão, que não havia abdicado de atacar, reequilibrou a partida na reta final do primeiro tempo e chegou ao gol aos 44 minutos, com o atacante Zé Roberto marcando após tabela com João Paulo.

Na etapa final, a primeira chance foi justamente um pênalti do lateral Natanael em cima do atacante Gustavo Mosquito, aos 15 minutos. Fernando Miguel, porém, agigantou-se contra Mateus Vital tanto na cobrança como no rebote. O duelo ficou truncado, com divididas ríspidas e nervosismo evidente. Melhor para o Atlético, que soube administrar o ambiente e garantir os primeiros três pontos na tabela.

Rubro-negros e alvinegros se reencontram na quarta-feira (2), às 21h30 (horário de Brasília), outra vez na Neo Química Arena, mas pela terceira fase da Copa do Brasil. Pelo Brasileiro, o Dragão volta a campo no sábado (5) contra o São Paulo, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, às 19h. No domingo (6), às 16h, o Timão busca a reabilitação diante do América-MG no Independência, em Belo Horizonte.

O único time paulista a vencer na primeira rodada foi o Red Bull Bragantino, que derrotou a Chapecoense por 3 a 0 na Arena Condá, em Chapecó (SC). O atacante Ytalo, na área, após lançamento do zagueiro Fabrício Bruno, abriu o placar aos 32 minutos do primeiro tempo. Na sequência, aos 34, o volante Lucas Evangelista ampliou de cabeça. Na etapa final, aos 28 minutos, o atacante Helinho recebeu de Lucas Evangelista na área e definiu o placar para o Massa Bruta, que só não aumentou a fatura porque o meia Claudinho acertou o travessão e teve um gol anulado por impedimento.

As duas equipes têm compromissos na quarta pela Copa do Brasil. Às 16h30, a Chapecoense recebe o ABC na Arena Condá. Mais tarde, às 21h30, o Bragantino visita o Fluminense no Maracanã, no Rio de Janeiro. No sábado, às 21h, os paulistas voltam a campo pelo Brasileiro contra o Bahia, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). No dia seguinte, às 18h15, também pela Série A, o Verdão do Oeste mede forças com o Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo.

Em duelo simultâneo aos de São Paulo e Chapecó, o Athletico-PR venceu o América-MG por 1 a 0 na Arena da Baixada, em Curitiba. Aos 41 minutos da etapa final, Carlos Eduardo cruzou buscando o também atacante Matheus Babi na área, mas a bola foi direto para as redes.

Os times mudam a chave para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, às 21h30, o Coelho recebe o Criciúma. Na quinta-feira (3), às 19h, o Furacão duela com o Avaí na Ressacada, em Florianópolis. O foco volta a ser a Série A no domingo que vem. O América encara o Corinthians, enquanto o Athletico visita o Juventude às 18h15, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Categorias
Esportes

Com Pedro decisivo, Flamengo vence Palmeiras na estreia do Brasileiro

No confronto entre o atual bicampeão nacional e o detentor dos últimos títulos da Copa do Brasil e da Libertadores, melhor para o primeiro. Neste domingo (30), o Flamengo derrotou o Palmeiras por 1 a 0 no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela primeira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

A partida foi movimentada durante os 90 minutos, como era esperado no duelo entre as duas equipes mais caras do futebol brasileiro, segundo o site Transfermarkt. O Palmeiras, cujo elenco vale 145 milhões de euros (R$ 925,57 milhões, na cotação atual), teve mais chances no primeiro tempo. Aos 17 minutos, Luiz Adriano dominou livre na área, após cruzamento do também atacante Rony da direita, mas o arremate do camisa 10 desviou no pé do goleiro Diego Alves, saindo da trajetória do gol.

Aos 25, o Verdão assustou novamente, desta vez com o meia Raphael Veiga, em chute cruzado que o camisa 1 rubro-negro salvou com a ponta dos dedos. Onze minutos depois, o arqueiro flamenguista brilhou novamente, evitando o gol na finalização de Rony, da entrada da área. A melhor oportunidade dos anfitriões foi aos 45 minutos, em batida cruzada do atacante Pedro, dentro da área, que passou rente à trave direita defendida por Weverton. O centroavante foi escalado no lugar do titular Gabigol, com indisposição gástrica.

Elenco mais caro do Brasil, valendo quase 152 milhões de euros (R$ 967,65 milhões), o Flamengo teve mais iniciativa na etapa final. No primeiro minuto, o atacante Bruno Henrique foi lançado pelo meia Giorgian De Arrascaeta na cara de Weverton, mas arrematou por cima. Cinco minutos depois, o goleiro alviverde levou a melhor novamente contra Bruno Henrique, salvando um chute cruzado que ainda quicou no gramado. Aos 24, o camisa 21 palmeirense fez grande defesa em cabeçada do zagueiro Rodrigo Caio, na segunda trave.

Aos 29 minutos, enfim, a pressão rubro-negra deu resultado: Bruno Henrique disparou pela esquerda e cruzou para Pedro, de carrinho, mandar para as redes. O duelo continuou aberto, com as duas equipes buscando o gol, mas o placar não se alterou mais.

Como teve o duelo contra o Grêmio, pela segunda rodada do Brasileiro, adiado devido aos jogadores convocados às seleções nacionais para as eliminatórias da Copa do Mundo, o Flamengo só retorna a campo pela Série A no dia 13 de junho (domingo), às 20h30 (horário de Brasília), no Maracanã, contra o América-MG. Três dias antes, o Rubro-Negro pega o Coritiba no Couto Pereira, na capital paranaense, às 21h30, pela terceira fase da Copa do Brasil.

O Palmeiras tem compromisso nesta quinta-feira (3), também pela terceira fase da Copa do Brasil, às 21h30, diante do CRB, no Rei Pelé, em Maceió. Em seguida, no domingo que vem (6), o Verdão atua pela segunda rodada do Brasileiro, contra a Chapecoense, no Allianz Parque, em São Paulo, às 18h15.

Simultaneamente à partida no Maracanã, Ceará e Grêmio fizeram um duelo emocionante na Arena Castelão, em Fortaleza, com vitória suada dos anfitriões por 3 a 2. Aos 35 minutos do primeiro tempo, o atacante Cléber inaugurou o marcador em um chute de fora da área que desviou na zaga e saiu do alcance do goleiro Brenno. Seis minutos depois, o também atacante Rick ampliou. Nos acréscimos, o lateral Vanderson tabelou com o meia Matheus Henrique e diminuiu o prejuízo.

No segundo tempo, aos quatro minutos, Ricardinho, de cabeça, após cruzamento do também atacante Léo Chú pela esquerda, igualou o placar. Aos 39 minutos, o lateral Bruno Cortez caiu na área em disputa de bola com o lateral Buiú. O pênalti foi inicialmente assinalado, mas cancelado com auxílio do árbitro de vídeo (VAR). Quando o duelo caminhava para o empate, o meia Jorginho ficou com a sobra de uma bola que rebateu na trave e decretou o triunfo alvinegro, aos 48 minutos.

Arquirrival do Ceará, o Fortaleza também venceu na estreia do Brasileiro. Mais cedo neste domingo, o Leão do Pici superou o Atlético-MG por 2 a 1, de virada, no Mineirão, em Belo Horizonte. O Galo até saiu na frente aos 39 minutos da etapa inicial, com o atacante Hulk cobrando pênalti. No segundo tempo, o lateral Yago Pikachu, que saiu do banco de reservas, brilhou com dois gols. Um aos 14 minutos e outro aos 48 minutos, sentenciando a virada do Tricolor.

Fortaleza e Ceará, aliás, disputam mais uma edição do Clássico-Rei na próxima quarta-feira (2), às 19h, no Castelão. No mesmo dia e horário, o Atlético-MG visita o Remo no Baenão, em Belém. Também na quarta (2), só que mais cedo, às 16h30, o Grêmio pega o Brasiliense na Arena, em Porto Alegre. Os duelos são válidos pela terceira fase da Copa do Brasil.

Pelo Brasileirão, Leão do Pici e Galo voltam a campo no domingo (6). Os cearenses recebem o Internacional às 16h, enquanto os mineiros visitam o Sport às 20h30, na Ilha do Retiro, em Recife. Um dia antes, no sábado (5), o Ceará visita o Santos, às 19h, na Vila Belmiro, no litoral paulista. O Grêmio só torna a atuar pela Série A dia 13, contra o Athletico-PR, em casa, às 16h.

Categorias
Esportes

Helio Castroneves vence 500 milhas de Indianápolis pela quarta vez

O brasileiro Helio Castroneves venceu as 500 Milhas de Indianápolis pela quarta vez neste domingo (30), diante do maior público a participar de um evento esportivo nos Estados Unidos desde o início da pandemia de covid-19.

O piloto de 46 anos avançou para a frente a duas voltas do fim e resistiu ao ataque do espanhol Alex Palou para reivindicar a vitória e se juntar a AJ Foyt, Rick Mears e Al Unser como os únicos a vencer quatro vezes o “Maior Espetáculo da Corrida”.

Foi a 21ª partida da Indy 500 para Castroneves, mas a primeira com a Meyer Shank Racing – as vitórias em 2001, 2002 e 2009 foram com a poderosa equipe Team Penske.

Com a corrida voltando a ocorrer no tradicional feriado norte-americano de Memorial Day, depois que o evento do ano passado foi transferido para agosto e realizado em uma pista vazia devido à pandemia, 135 mil fãs empolgados esgotaram os ingressos para acompanhar a corrida no Indianapolis Motor Speedway (IMS).

Categorias
Esportes

Brasileiro Feminino: Corinthians lidera e deixa Bahia na lanterna

O Corinthians assegurou, por mais uma rodada, a liderança da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Neste domingo (30), as alvinegras superaram o Bahia por 2 a 0 no Parque São Jorge, em São Paulo.

O Timão controlou as ações do início ao fim do jogo. Aos 11 minutos, Tamires (que é lateral de ofício, mas que atuou como meia) cruzou da esquerda e a atacante Gabi Portilho acertou o travessão. A pressão deu resultado aos 38 minutos. A volante Ingryd escapou da marcação pela esquerda e cruzou rasteiro. A meia Gabi Zanotti fez o corta luz e a zagueira Poliana, na marca do pênalti, bateu de primeira e abriu o placar. As baianas tiveram a chance do empate aos 42 minutos, mas a atacante Verena cobrou um pênalti por cima da meta.

O cenário não se alterou na etapa final. O Corinthians empilhou chances e conseguiu o segundo aos 25 minutos. A meia Andressinha bateu escanteio pela esquerda, na primeira trave, e a atacante Jhennifer escorou de cabeça para definir o marcador. Daí em diante, as alvinegras administraram a vantagem e garantiram mais uma vitória no Brasileiro.

Com 28 pontos, o Corinthians não perde a liderança mesmo que o Palmeiras, segundo colocado, vença o Flamengo no duelo que finaliza a 11ª rodada, às 20h (horário de Brasília) deste domingo, no Canindé, também na capital paulista. As Palestrinas têm 24 pontos. O Bahia, por sua vez, caiu para último, estacionado nos quatro pontos.

As Mulheres de Aço foram ultrapassadas pelo Napoli, que venceu o Avaí/Kindermann por 1 a 0, com gol da atacante Pâmela, no primeiro dérbi de Caçador (SC) na história da Série A1. O Napoli foi para seis pontos, subindo para o 15º lugar, ainda na zona de rebaixamento. As Leoas Avaianas seguem com 14 pontos, na oitava posição, mas podendo deixar o G8 caso Flamengo e (ou) Real Brasília ganhem seus compromissos na sequência da rodada.

Outro time que segue no Z4, junto de Napoli e Bahia, é o São José. O time paulista, tricampeão da Libertadores Feminina, foi derrotado pelo Grêmio no Centro de Treinamento Hélio Dourado, em Eldorado do Sul (RS), por 2 a 1. As joseenses permanecem com oito pontos, na 13ª posição. As Gurias Gremistas continuam em sétimo lugar, no G8, agora com 18 pontos.

Aos 34 minutos da etapa inicial, após bela jogada da também atacante Rafa Levis pela direita, Laís Estevam completou para as redes na pequena área. Aos 46, a camisa 9 balançou as redes novamente, aproveitando o rebote da goleira Jéssica para ampliar. A atacante Fernanda Tipa ainda descontou aos quatro do segundo tempo, dividindo com a goleira Raíssa.

A Ferroviária, por sua vez, manteve-se uma posição e dois pontos à frente do Grêmio ao superar o Botafogo por 2 a 1, de virada, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP). Apesar do tropeço, as Gloriosas continuam fora do Z4, no 12º lugar, com os mesmos oito pontos do São José, superando as joseenses no saldo de gols.

Os gols saíram no segundo tempo. As cariocas saíram na frente aos nove minutos, com gol da atacante Brenda. As Guerreiras Grenás igualaram aos 18 com Leidiane, após cruzamento da lateral Carol Tavares pela direita. A atacante também decretou a virada paulista em chute cruzado aos 41 minutos.

No sábado (29) à noite, outro anfitrião que venceu na rodada foi o Internacional, que bateu o Cruzeiro por 1 a 0 no Sesc Campestre, em Porto Alegre. A lateral-direita Leidi, completando um cruzamento pela esquerda da atacante Mari Pires, fez o gol da vitória gaúcha aos dez minutos do segundo tempo.

As Gurias Coloradas, com 21 pontos, ocupam a quinta posição do Brasileiro. As Cabulosas seguem com nove pontos, na 11ª posição, um ponto a frente do Z4 e a cinco do G8.

Categorias
Esportes

Brusque supera Ponte Preta e vence na volta à Série B após 32 anos

O atacante Edu, apelidado de “Imperador do Vale”, foi o protagonista da estreia vitoriosa do Brusque na Série B do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (30), o Quadricolor venceu a Ponte Preta por 2 a 1 no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC), com dois gols do camisa 9, que atuou pela primeira vez após nove meses se recuperando de uma lesão no joelho.

Os catarinenses tiveram mais chances ao longo da etapa inicial, mas só conseguiram balançar as redes na bola parada. Aos 45 minutos, o atacante Bruno Alves foi derrubado na área. Edu cobrou e fez o primeiro gol do Brusque na volta à Série B após 32 anos. O centroavante voltou a brilhar aos quatro minutos do segundo tempo, ao marcar de cabeça, aproveitando um cruzamento pela esquerda do lateral Airton.

Aos 20 minutos, o meia Camilo descontou para a Macaca batendo falta. No fim, aos 45, o volante Dawhan chegou a balanças as redes de cabeça, mas a arbitragem anulou o que seria o gol de empate da Alvinegra por falta do zagueiro Ruan Renato no lance.

Tanto Brusque como Ponte Preta têm a semana cheia para treinamentos e só voltam a campo pela Série B no próximo fim de semana. No sábado (5), às 11h (horário de Brasília), o Quadricolor visita o Londrina no estádio do Café, em Londrina (PR). No domingo que vem (6), a Ponte Preta mede forças com o Vasco no Moisés Lucarelli, em Campinas, às 16h.     

Categorias
Esportes

Brasiliense elimina Real Ariquemes e vai à fase de grupos da Série D

O Brasiliense-DF está classificado para a fase de grupos da Série D do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (30), o atual campeão do Distrito Federal superou o Real Ariquemes-RO por 3 a 1 na Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF), no duelo de volta do confronto pela fase preliminar. O jogo foi transmitido ao vivo pela TV Brasil. Os anfitriões já tinham vencido na ida por 2 a 0, na última quarta-feira (26), no estádio Gentil Valério, o Valerião, em Ariquemes (RO).

O Jacaré permanece na Série D e integra o Grupo 5 da próxima fase, ao lado de Aparecidense-GO, Gama-DF, Goianésia-GO, Jaraguá-GO, Nova Mutum-MT, Porto Velho-RO e União Rondonópolis-MT. O Real Ariquemes dá adeus à competição nacional e volta as atenções à decisão do Campeonato Rondoniense. À princípio, o Furacão do Vale do Jamari enfrenta o União Cacoalense na final, mas o Porto Velho, desclassificado na semifinal pela suposta escalação de um atleta irregular, recorreu ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Os rondonienses entraram em campo recheado de desfalques. Além de três infectados pelo novo coronavírus (covid-19), o técnico Odilon Júnior teve oito ausências por lesão. A última delas foi o atacante Alisson, que sentiu um desconforto muscular horas antes de a bola rolar. O Furacão teve de ir a campo com vários jogadores do sub-20 e o terceiro goleiro Rodrigo à disposição no banco para atuar como meio-campista. Ele, inclusive, entrou em campo aos 23 minutos do segundo tempo.

Do outro lado, o técnico Vilson Tadei, do Brasiliense, poupou titulares até da lista de relacionados, pensando no compromisso desta quarta-feira (2) contra o Grêmio, às 16h30, em Porto Alegre, pela terceira fase da Copa do Brasil. Casos do lateral Diogo, do zagueiro Keynan, do volante Lídio, dos meias Luquinhas e Peninha e do atacante Zé Love.

Uma cobrança de falta do meia Alex, que desviou na barreira e quase surpreendeu o goleiro Edmar Sucuri, aos dez minutos, foi a melhor chance do Real Ariquemes no primeiro tempo. Aos poucos, o Brasiliense tomou o controle das ações. Aos 24 minutos, Jefferson Maranhão cruzou da direita e o também atacante Jorge Henrique desviou com a ponta do pé, perto da pequena área, mas Evandrízio defendeu. Aos 42, Alex perdeu a bola para Sandy na intermediária. O volante arrematou de longe, com categoria, deslocando o goleiro para abrir o placar.

O Jacaré diminuiu o ritmo na etapa final, mas fez o suficiente para aumentar a vantagem e sacramentar a classificação. Aos 18 minutos, o volante Aldo (que atuou como lateral) cruzou rasteiro pela direita, a bola cruzou toda a pequena área e sobrou para o atacante Romarinho completar para as redes. Dois minutos depois, Aldo lançou novamente na área, o volante Douglas não conseguiu afastar e o meia Didira, na marca do pênalti, marcou o terceiro.

Apesar do placar praticamente definido a favor dos anfitriões, o Real Ariquemes não desistiu do jogo. Aos 30 minutos, o atacante Lucas Assis fez bela jogada individual, invadiu a área e foi derrubado pelo volante Radamés, que foi expulso pela infração. Alex deslocou Edmar Sucuri na cobrança da penalidade e marcou o gol de honra do Furacão.