Categorias
Esportes

Copa América: Argentina derrota Paraguai e assume ponta do Grupo A

No estádio Mané Garrincha, em Brasília, a Argentina derrotou o Paraguai por 1 a 0 na noite desta segunda-feira (21). A vitória no jogo válido pela 3ª rodada do Grupo A da Copa América deixou a equipe de Lionel Messi na liderança isolada da chave com sete pontos e a classificação antecipada às quartas de final da competição. Já o time paraguaio fica na 3ª posição com três pontos.

Além disso, o jogo marcou também a chegada de Messi a 147 partidas com a camisa argentina. Desta forma, o craque do Barcelona se tornou, ao lado de Mascherano, um dos jogadores com mais jogos pela Argentina.

O único gol da partida foi marcado pelo meia Papu Gómez, aos nove minutos da primeira etapa. O jogador do Sevilla aproveitou bela jogada coletiva para superar o goleiro Antony Silva. Aos 16 minutos, Messi quase deixou o seu, em cobrança de falta que terminou com a bola raspando a trave. Na sequência, o jogo seguiu bastante equilibrado, com poucas chances de lado a lado.

Na segunda etapa, em desvantagem, o Paraguai tentou forçar mais o ritmo. Porém, foram poucas as oportunidades de gol. No primeiro minuto, Arzamendia, de dentro da área, finalizou forte, mas ele acabou travado pela zaga argentina. Aos 30, o Paraguai teve uma boa falta dentro da meia-lua, mas Ángel Romero cobrou mal.

Na próxima rodada a Argentina folga e o Paraguai enfrenta o Chile na quinta-feira (24), às 21h (horário de Brasília). O próximo jogo da Argentina será na próxima segunda-feira (28) contra a Bolívia.

Categorias
Esportes

Dinamarca goleia Rússia e se garante nas oitavas da Eurocopa

Com uma goleada de 4 a 1 sobre a Rússia nesta segunda-feira (21) no estádio Parken, em Copenhagen, a Dinamarca garantiu a classificação para as oitavas de final da Eurocopa. Também pelo Grupo B, a Bélgica superou a Finlândia por 2 a 0 para manter a invencibilidade na competição.

Com os resultados desta segunda, os belgas conseguiram a liderança no grupo com três vitórias em três jogos e a Dinamarca ficou em segundo lugar com três pontos. A Finlândia terminou em terceiro pelo saldo de gols.

Mikkel Damsgaard abriu o placar para os dinamarqueses com um chute impressionante aos 38 minutos, e Yussuf Poulsen aproveitou um passe ruim de Roman Zobnin para marcar o segundo aos 14 minutos da segunda etapa.

Artyom Dzyuba diminuiu em cobrança de pênalti para a Rússia aos 25 minutos, mas um chute muito forte da entrada da área de Andreas Christensen e um quarto gol de Joakim Maehle completaram o resultado. A Dinamarca enfrentará o País de Gales nas oitavas de final em Amsterdã (Holanda), no dia 26 de junho.

Já a Bélgica, que triunfou graças a gols de Lukaku e Hradecky (contra), enfrenta na próxima fase um dos terceiros colocados em Sevilha (Espanha) no dia 27.

* Com informações da agência de notícias Reuters.

Categorias
Esportes

Chile e Uruguai empatam em 1 a 1 pela Copa América

Chile e Paraguai empataram em 1 a 1, na noite desta segunda-feira (21) na Arena Pantanal, em Cuiabá, na partida que abriu a 3ª rodada do Grupo A da Copa América. Eduardo Vargas abriu o placar, mas Luis Suárez garantiu a igualdade dos uruguaios.

Com o resultado, o Chile lidera a chave com cinco pontos. Agora, a La Roja torce por um revés da Argentina, que, com quatro pontos, enfrenta o Paraguai a partir das 21h (horário de Brasília). Já a Celeste é a 4ª colocada com um ponto em dois jogos.

Ainda em busca dos primeiros pontos no torneio, o Uruguai começou a partida no campo de ataque. Aos oito, De La Cruz lançou para Arrascaeta, que ajeitou para o meio e achou Cavani de frente para Cláudio Bravo. O atacante do Manchester United concluiu de muito perto e obrigou o goleiro do Betis a fazer uma belíssima defesa.

No minuto seguinte, Arrascaeta pegou uma sobra de Suárez e chutou forte de direita para mais uma defesa de Bravo. Aos 26, veio o gol da La Roja. Eduardo Vargas tabelou com Brereton e entrou livre na área pelo lado direito. O atleta do Atlético-MG chutou cruzado para superar Muslera. Esse foi o 14º gol de Vargas em edições de Copa América. Assim ele ficou a apenas três dos maiores artilheiros do torneio, o argentino Norberto Mendéz e o brasileiro Zizinho.

Aos vinte minutos do segundo tempo, Suárez foi decisivo. Após cobrança de escanteio de Facundo Torres, Vecino desviou e o camisa 9 do Uruguai dividiu com Vidal para mandar para o fundo do gol.

Aos 33, o Chile perdeu uma grande chance. Mena cruzou da esquerda, Meneses desviou e a bola sobrou para Arriagada. Na frente do gol, o atacante desviou com um tapinha no canto esquerdo, mas a bola passou raspando. Aos 39, foi a vez de o Uruguai chegar muito perto de balançar as redes. O lateral Viña colocou a bola com perfeição na cabeça de Cavani. O atacante se antecipou e finalizou muito perto do gol de Bravo.

Os dois times voltam a jogar pela competição na próxima quinta-feira (24). Uruguai e Bolívia medem forças, a partir das 18h (horário de Brasília) na Arena Pantanal, e Chile e Paraguai se enfrentam, às 21h, no estádio Mané Garrincha.

Categorias
Esportes

Copa América: após folga, seleção treina para enfrentar Colômbia

A seleção brasileira voltou a treinar, nesta segunda-feira (21) na Granja Comary, em Teresópolis (Rio de Janeiro), após o técnico Tite conceder folga no último domingo. O objetivo é preparar a equipe para o jogo da próxima quarta-feira (23), contra a Colômbia e válido pela 4ª rodada da fase de grupos da Copa América.

O Brasil chega à partida em uma situação muito confortável, liderando o Grupo B com duas vitórias em duas partidas. Na atividade desta segunda, o comandante da seleção aproveitou para esboçar algumas possíveis formações. Além disso, realizou um trabalho de movimentação defensiva com ênfase nas jogadas de bolas paradas. O treino acabou com um complemento técnico de finalização.

Também nesta segunda, o lateral Alex Sandro, da Juventus (Itália), concedeu uma entrevista coletiva na qual valorizou o tempo maior que a seleção teve para trabalhar desde a última partida da competição (vitória de 4 a 0 sobre o Peru na última quinta). Como folgou na terceira rodada, o Brasil teve uma folga maior que a habitual: “Durante o calendário anual, é muito difícil ter todo esse tempo e esse espaço para treinar, como estamos tendo. É muito importante ter esses dias, esse período mais longo, porque prepara melhor a equipe e nos entrosa também”.

Além disso, o jogador da Juventus falou sobre a disputa com Renan Lodi, do Atlético de Madri (Espanha), por espaço na lateral-esquerda: “Está sendo o nosso diferencial a preparação de todos os jogadores. É muito difícil em algumas posições dizer quem é o titular absoluto. Todos nós nos sentimos titulares. O Tite passa para nós que todos somos importantes, que todos têm que estar preparados. Em vários jogos, aqueles que estão entrando estão decidindo as partidas”.

Na próxima terça-feira (22), o Brasil realiza o último trabalho antes de seguir para o Rio de Janeiro (RJ), onde mede forças com a Colômbia, na quarta no estádio Nilton Santos a partir das 21h (horário de Brasília).

Categorias
Esportes

Brasil passa pela Itália e se garante na semifinal da Liga das Nações

Na tarde desta segunda-feira (21), a seleção brasileira masculina de vôlei venceu a Itália por 3 sets a 1 (25/19, 32/30, 22/25 e 25/20) na abertura da quinta e última semana da fase classificatória da Liga das Nações, realizada na cidade de Rimini, na Itália. Com o resultado, a equipe obteve a 12ª vitória em 13 jogos, se manteve na liderança e se garantiu na semifinal do torneio com duas rodadas de antecedência.

Essa foi a primeira partida do central Lucão na Liga das Nações desta temporada. “Estou feliz de ter voltado. Tinha muito tempo que não jogava uma partida oficial e é bom saber que o grupo cresce em momentos difíceis como tivemos na partida de hoje. Sentimos algumas dificuldades, principalmente na transição de contra-ataques, começamos errando muito saques, mas conseguirmos nos recuperar e apresentamos um bom voleibol. Agora vamos com tudo jogar essa fase final”, disse o campeão olímpico à assessoria da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

Mesmo com a volta de Lucão, que retornou após cumprir suspensão, o destaque da equipe foi o ponteiro Lucarelli. O atacante marcou 21 pontos. Logo na sequência, apareceu o também ponteiro Leal, com 20 acertos.
O time verde e amarelo volta à quadra nesta terça-feira (22) para enfrentar a Alemanha, às 14h30 (horário de Brasília). Na quarta (23), o adversário será a Rússia, às 16h.

Categorias
Esportes

Vasco busca equilíbrio para embalar na Série B

Depois da vitória sobre o Brasil de Pelotas, fora de casa, pela terceira rodada, a expectativa era de que o Vasco decolasse na Série B. Porém, no jogo seguinte, veio a derrota por 2 a 0 para o então lanterna Avaí, em São Januário. A permanência do técnico Marcelo Cabo começou a ser questionada, carros de jogadores foram apedrejados na saída do estádio e a pressão pelos três pontos diante do CRB era enorme.

O placar de 3 a 0 do último sábado (19) foi o suficiente para o time dar um salto na tabela, chegar à 9ª posição, com sete pontos conquistados e passar a pensar no G4. Contudo, o que ocorreu na quarta-feira diante da equipe catarinense ainda não saiu da cabeça do treinador. 

O próximo compromisso do Vasco é contra o Cruzeiro, quinta-feira (24), no Mineirão. As duas equipes com mais títulos nacionais e internacionais nesta edição da Série B se enfrentam em uma situação inesperada. Apesar de o Cruzmaltino não fazer uma boa campanha, a Raposa está em um momento pior. São três derrotas, uma vitória e um empate. Apenas quatro pontos em cinco jogos e na 18ª colocação, na zona do rebaixamento para a Série C. Rômulo quer o Gigante da Colina com equilíbrio.

Para a partida contra o Cruzeiro, a tendência é que o técnico Marcelo Cabo mantenha a escalação que utilizou no confronto com o CRB. O goleiro Vanderlei continua de fora por ter testado positivo para Covid-19.

Categorias
Esportes

Liderado por Fabi Simões, Inter vence Gre-Nal no Brasileiro Feminino

A lateral Fabi Simões, que atua como atacante no Internacional, mostrou na noite deste domingo (20) porque é chamada de “Mulher Gre-Nal”. A camisa 7 foi o destaque da vitória por 2 a 1 no clássico com o Grêmio, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 14ª e penúltima rodada da primeira fase da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino.

Foi dela o gol abriu o placar do sétimo triunfo das Gurias Coloradas sobre as rivais gremistas em 11 confrontos desde 2017, quando o Inter reativou o departamento de futebol feminino. As tricolores venceram somente uma vez. Fabi Simões esteve presente em quatro destes clássicos e chegou a significativos seis gols. A jogadora de 31 anos foi também a principal peça ofensiva da equipe da casa, revezando-se pelos dois lados do campo.

A vitória levou o Inter ao quarto lugar do Brasileiro, com os mesmos 27 pontos do Santos, que fica à frente pelo saldo de gols (11 a quatro). O Grêmio desceu para sexto lugar, com 24 pontos, superando a Ferroviária (que tem a mesma pontuação) por ter um gol a mais de saldo (seis a cinco).

A primeira oportunidade foi do Grêmio. No primeiro giro do ponteiro, a atacante Rafa Levis cabeceou na pequena área, rente à trave da goleira Vivi. As Gurias Gremistas se mantiveram no campo de ataque, mas foram as coloradas que balançaram as redes. Aos 22, Fabi Simões girou na entrada da área, escapou da marcação da volante Pri Back (que atuou na lateral) e da zagueira Andressa e chutou entre as pernas da goleira Raíssa. As visitantes se lançaram à frente pelo empate, mas o placar se manteve igual até o intervalo.

O Inter voltou melhor para o segundo tempo, comandando as ações ofensivas, ainda que sem oportunidades tão claras. Aos 11 minutos, Fabi Simões foi lançada nas costas da zaga e ficaria na cara de Raíssa, mas foi marcado impedimento (que não existiu). A entrada da atacante Gabizinha no lugar da volante Tchula recolocou o Grêmio no jogo. A reação tricolor teve êxito. Aos 32 minutos, a lateral Gisseli avançou pela esquerda e cruzou para Laís Estevam, quase em cima da linha, completar para as redes.

Quando o momento parecia ser mais favorável às tricolores, o Inter chegou ao gol da vitória, com participação de duas jogadoras que saíram do banco. Aos 42 minutos, Grabias acionou a atacante Mileninha, que finalizou frente a frente com Raíssa para decretar o triunfo colorado.

A última rodada da primeira fase será disputada nesta quinta-feira (24), às 15h (horário de Brasília). O Inter visita o Real Brasília no estádio Serra do Lago, em Luziânia (GO). O Grêmio recebe o Botafogo no Vieirão, em Cerâmica (RS). Já classificadas ao mata-mata, as equipes gaúchas miram um posto entre os quatro primeiros para disputarem o jogo de volta das quartas de final em casa.

Goleadas decretam rebaixamentos

Os demais jogos deste domingo sentenciaram os rebaixamentos de Bahia e Napoli-SC à Série A2 (segunda divisão). As Mulheres de Aço foram derrotadas por 4 a 0 pelo Cruzeiro no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte. As catarinenses sofreram 8 a 0 do Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo. Foi a maior goleada da competição, superando o 8 a 2 do Corinthians sobre o São José, na sétima rodada.

Único time que ainda não venceu no Brasileiro, o Bahia é o lanterna, com quatro pontos. A despedida da Série A1 será diante do São Paulo, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA). O Napoli, três pontos e uma posição a frente das baianas, não pode mais alcançar o Minas Brasília, 12º colocado e primeira equipe fora do Z4. Pela última rodada, as catarinenses recebem o São José no Centro de Treinamento Água Amarela, em Chapecó (SC).

No Sesc Alterosas, o Cruzeiro abriu o placar aos seis minutos. A meia Vanessinha cruzou pela direita e a lateral Eskerdinha mandou de cabeça para as redes. Aos 29, Vanessinha foi lançada nas costas da zaga do Bahia e finalizou na saída da goleira Anna Bia. Na etapa final, a atacante Mariana Santos ficou com a sobra de um bate-rebate na área e marcou o terceiro, aos 18 minutos. Aos 44, a lateral Thalita bateu da intermediária e fez um golaço, no ângulo, definindo o placar.

As mineiras subiram para 12 pontos e deixaram a zona de rebaixamento. Na última rodada, as Cabulosas visitam o Santos na Vila Belmiro, em Santos (SP), e dependem somente de si para evitar a queda à segunda divisão.

Na capital paulista, o Palmeiras abriu 4 a 0 para cima do Napoli ainda no primeiro tempo. Aos dez minutos, a atacante Bia Zaneratto, artilheira do Brasileiro, driblou a goleira Gaby e fez o primeiro. Aos 13, a atacante Maria Alves cruzou pela direita e a volante Thaís concluiu para as redes. Aos 43, a lateral Bruna Calderan arriscou da intermediária, Gaby deu rebote na pequena área e a meia Duda Santos aproveitou para marcar o terceiro. Três minutos depois, Calderan levantou a bola pela direita e Thais, de cabeça, assinalou o segundo dela no jogo.

No segundo tempo, a meia Julia Bianchi bateu escanteio e a zagueira Agustina Barroso aumentou a vantagem alviverde. Aos 31, Maria Alves recebeu passe rasteiro da atacante Chu pela direita e mandou de primeira para o gol. Aos 35, a lateral Katrine cobrou o tiro de canto, Agustina desviou e a zagueira Tainara fez o sétimo. Nos acréscimos, Bia Zaneratto marcou o oitavo após tabelar com Chu. Foi o 13º gol da Imperatriz na competição.

As Palestrinas foram a 34 pontos, com a vice-liderança da primeira fase assegurada, mas sem chances de alcançar o Corinthians, primeiro colocado com 37 pontos e duas vitórias a mais. Na última rodada, o time alviverde visita o Minas Brasília no Abadião, em Ceilândia (DF).

Tricolor elimina Real Brasília

No primeiro jogo do dia, o São Paulo superou o Real Brasília por 2 a 0 no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia (SP). As Soberanas, já asseguradas na próxima fase do Brasileiro, foram a 26 pontos, na quinta posição, enquanto as Leoas do Planalto, estacionadas nos 15 pontos, em décimo, não têm mais chances de classificação às quartas de final.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Duda tabelou na intermediária e lançou a também meia Naná, que dominou na área, girou e mandou para as redes. Na etapa final, aos 26 minutos, Naná acertou a trave direita em batida de fora da área. A meia Carol ficou com o rebote e definiu o marcador para as tricolores.

Categorias
Esportes

Copa América: Peru vence Colômbia e mantém Brasil na ponta do Grupo B

O Brasil folgou neste domingo (20) pela terceira rodada da Copa América, mas permaneceu na liderança do Grupo B. A Colômbia, única seleção que poderia ultrapassar o escrete nacional, foi superada por 2 a 1 pela seleção do Peru, no estádio Olímpico de Goiânia.

Os colombianos permanecem na segunda posição da chave, com quatro pontos, enquanto os peruanos somaram os primeiros três pontos na competição e subiram para o terceiro lugar. Os quatro primeiros colocados se classificam às quartas de final.

O Peru saiu na frente aos 16 minutos do primeiro tempo. Sergio Peña aproveitou o rebote de um chute de fora da área do também meia Yoshimar Yotún (ex-Vasco) que parou na trave, e mandou para as redes. Na etapa final, aos cinco minutos, o atacante Miguel Borja entrou na área e foi derrubado pelo goleiro Pedro Gallese. O próprio Borja – vinculado ao Palmeiras – converteu a penalidade e deixou tudo igual.

O gol da vitória peruana também teve participação de jogadores com histórico no futebol brasileiro. Aos 19 minutos, o meia Cristian Cueva (ex-São Paulo e Santos) bateu escanteio e o zagueiro Yerry Mina (ex-Palmeiras) desviou contra a própria meta. Os colombianos pressionaram atrás do empate, mas pecaram na finalização e pararam em defesas de Gallese.

Ambas as seleções voltam a campo na quarta-feira (23). Às 18h (horário de Brasília), o Peru enfrenta o Equador, novamente em Goiânia. Em seguida, às 21h, a Colômbia encerra a participação na primeira fase contra o Brasil, no estádio Nilton Santos, na zona norte do Rio de Janeiro.

Também neste domingo (20), no Nilton Santos, a Venezuela ficou no 2 a 2 com o Equador. A seleção vinotinto, que disputa a Copa América desfalcada de 13 jogadores infectados pelo novo coronavírus (covid-19), ficou duas vezes atrás no placar, buscou o empate e contou com outra atuação decisiva do goleiro Wuilker Fariñez, herói da igualdade sem gols com a Colômbia, na sexta-feira passada (18), em Goiânia.

Com um ponto em dois jogos, o Equador é o último do Grupo B. A Venezuela, que folgará na quarta rodada, aparece uma posição à frente, em quarto, com dois pontos em três partidas. 

Os equatorianos abriram o marcador aos 38 minutos do primeiro tempo, com o meia Ayrton Preciado, no bate-rebate na área. Na etapa final, o volante Edson Castillo empatou de cabeça aos cinco minutos.

Aos 24, o meia Cristian Cásseres Jr. acertou a trave e quase virou o placar. Na sequência, aos 25, o meia Gonzalo Plata insistiu duas vezes para vencer Fariñez e recolocar o Equador à frente. A Venezuela não desistiu e igualou novamente aos 45 minutos, em cabeçada do lateral Ronald Hernández. Nos acréscimos, Fariñez ainda salvou a equipe vinotinto em tentativa de cabeça do atacante Fidel Martínez (ex-Cruzeiro).

Categorias
Esportes

Athletico-PR vira para cima do Atlético-GO e lidera o Brasileirão

Mesmo com um jogo a menos, Athletico-PR é o novo líder do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (20), o Furacão superou o Atlético-GO por 2 a 1 na Arena da Baixada, em Curitiba, pela quinta rodada. Trata-se do único clube com 100% de aproveitamento na competição.

O Rubro-Negro paranaense foi a 12 pontos, um a frente de Fortaleza – que, também neste domingo, empatou por 1 a 1 com o Fluminense na Arena Castelão, na capital cearense – e de Red Bull Bragantino, que tinha dormido na ponta ao derrotar o Flamengo por 3 a 2 no sábado (19), no Maracanã, no Rio de Janeiro. O Dragão sofreu a primeira derrota no Brasileiro e permanece na oitava posição, com sete pontos.

Os goianos até saíram na frente. Aos 12 minutos, Baralhas se antecipou ao também volante Richard na intermediária, interceptou o passe do zagueiro Thiago Heleno, entrou na área e mandou para as redes. O Athletico pressionou e chegou ao empate com Matheus Babi, aos 42 minutos. O atacante aproveitou cruzamento pela direita do lateral Marcinho e concluiu de cabeça para o gol.

Na volta do intervalo, o Atlético-GO teve duas grandes chances para retomar a dianteira. Aos sete minutos, o atacante Natanael, na área e sem goleiro, acertou o poste. Cinco minutos depois, o atacante Zé Roberto mandou a bola no travessão. A punição pelos gols perdidos veio aos 26 minutos, com o volante Christian completando de cabeça o cruzamento do lateral Abner, pela esquerda, virando o marcador para os anfitriões. A partir daí, o Athletico controlou as ações e administrou o resultado.

Os paranaenses voltam a campo na quinta-feira (24), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Bahia, no estádio de Pituaçu, em Salvador. Também pela sexta rodada, o Atlético-GO busca a reabilitação na quarta-feira (23), às 19h, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, diante do Fluminense.

Empate na Arena Castelão

O Tricolor carioca, que “ajudou” o Athletico a assumir a liderança ao empatar com o Fortaleza, perdeu a chance de entrar no G4 e caiu para o sexto lugar, com nove pontos. O duelo na Arena Castelão foi movimentado, com maior presença ofensiva do Leão do Pici e boa marcação executada pelos visitantes.

Pressionando a saída de bola, o Fluminense teve a primeira chance do jogo, aos 14 minutos, em finalização do atacante Fred na área, para defesa do goleiro Felipe Alves. Aos poucos, o Fortaleza impôs maior velocidade nas investidas e tomou conta do campo de ataque, mas pecou nas finalizações, sem obrigar o goleiro Marcos Felipe a intervenções no primeiro tempo.

Os cariocas voltaram melhor para a etapa final e abriram o placar aos dez minutos. O meia Nenê cobrou escanteio, o zagueiro Nino desviou e o atacante Caio Paulista completou para as redes. O Leão retomou a postura ofensiva e desencantou aos 23 minutos. O lateral Tinga lançou Yago Pikachu na direita. O meia cruzou e o atacante Robson concluiu, deixando tudo igual. Os anfitriões buscaram a virada, sem êxito. Na quarta, às 19h, a equipe cearense tenta retomar a liderança diante do Flamengo, no Maracanã.

Santos vence clássico

Se os tricolores cearense e carioca aparecem na parte de cima da tabela, o paulista vive péssimo momento. Também neste domingo, o São Paulo foi derrotado pelo Santos por 2 a 0 no clássico realizado na Vila Belmiro, em Santos (SP). O Peixe saltou quatro posições e aparece em nono lugar, com sete pontos, enquanto o rival entrou na zona de rebaixamento, em 17º, com os mesmos dois pontos de Cuiabá e Chapecoense, que estão fora do Z4 – o Dourado tem melhor saldo de gols (-1 a -5) e o Verdão do Oeste marcou mais gols (dois a um).

O Alvinegro foi melhor no primeiro tempo e saiu na frente aos 26 minutos. O atacante Marinho recebeu do meia Jean Mota, que apareceu pela direita, e concluiu no canto do goleiro Tiago Volpi. A missão tricolor ficou mais difícil aos 40 minutos, quando o atacante Luciano sentiu a coxa esquerda e teve que ser substituído, podendo aumentar a lista de desfalques por lesão (que tem o zagueiro Miranda, o volante Luan, os meias William e Hernanes e o lateral Daniel Alves). Três minutos depois, o volante Liziero recuou mal para Volpi e o atacante Kaio Jorge aproveitou, deixando o meia Gabriel Pirani livre para aumentar a vantagem.

Na etapa final, o São Paulo balançou as redes aos nove minutos, com o lateral Igor Vinícius, em bate-rebate na área, mas a arbitragem viu o impedimento do atacante Éder, confirmado após intervenção do árbitro de vídeo (VAR). O duelo transcorreu com mais equilíbrio que no primeiro tempo, mas sem lances de perigo.

Na sexta rodada, o Tricolor paulista recebe o Cuiabá na quarta-feira, às 19h, no Morumbi. No dia seguinte, às 21h30, o Santos visita o Grêmio na Arena do time gaúcho, em Porto Alegre.

Categorias
Esportes

Filipe Toledo supera Medina na final e fatura título do Surf Ranch Pro

O paulista Filipe Toledo, de 26 anos, faturou o título do Surf Ranch Pro ao derrotar na final o compatriota Gabriel Medina, bicampeão na piscina de ondas artificiais de Lemoore (Estados Unidos).  Foram dois vice-campeonatos seguidos perdendo a final para Medina, atual líder do ranking mundial, mas hoje quem reinou na piscina de Lemoore foi Filipinho, paulista de Ubatuba, com nota final 17,94, enquanto Medina somou 10,60. 

 A etapa na piscina de ondas de Leemore é a sexta da Liga Mundial de Surf (WSL, sigla em inglês), e a última antes da estreia da modalidade na Olimpíada de Tóquio (Japão). Além de Medina, o Brasil será representado em Tóquio 2020 por Ítalo Ferreira, Silvana Lima, e Tatiana Weston-Webb.  

Na disputa feminina no Surf Ranch Pro,  a francesa Johanne Defay (nota final 16,63) superou a atual líder do ranking, a havaiana Clarissa Moore (16,23).

A brasileira Tatiana Weston-Webb terminou em terceiro lugar na classificação final, ao lado da astraliana Sally Fistzgibbons. Tati perdeu a semifinal para Moore. 

Outros dois brasileiros chegaram às semifinais na piscina de Leemore: Yago Dora foi superado pelo japonês Kanoa Igarashi e Adriano de Souza, o Mineirinho. caiu para o australiano Ethan Ewing. O curitibano Yago Dora, de 25 anos,  protagonizou a melhor performance na etapa ao levar nota 9,50, a mais alta na edição deste ano do Surf Ranch Pro, garantindo a classificação para a semifinal. 

O Surf Ranch Pro contou ainda com a participação do numero dois do mundo, o potiguar Ítalo Ferreira, campeão mundial em 2019, Caio Ibelli, Miguel Pupo, Jadson André, Deivid Silva, Peterson Crisanto,  Alex Ribeiro e  Lucas Vicente, campeão mundial júnior Lucas Vicente, de 19 anos, que disputou como convidado.