Categorias
Esportes

Basquete: Brasil supera Canadá e leva bronze na Copa América feminina

A seleção brasileira feminina de basquete conquistou neste sábado (19) a medalha de bronze na AmeriCup, a Copa América da modalidade, ao derrotar o Canadá por 87 a 82 em San Juan (Porto Rico). A armadora Tainá Paixão e a pivô Clarissa anotaram 19 pontos cada e foram os destaques da equipe do técnico José Neto, que repetiu a campanha de 2019.

Depois de ir para o intervalo cinco pontos atrás, o Brasil voltou soberano para o segundo tempo, ganhando o terceiro quarto por 29 a 9 e abrindo 15 pontos de vantagem antes do quarto e último período. As brasileiras, porém, caíram de produção nos dez minutos finais e permitiram às canadenses empatarem em 68 a 68, levando o duelo para a prorrogação. A igualdade prevaleceu no primeiro tempo extra (77 a 77). No segundo, a seleção nacional, enfim, conseguiu descolar das rivais no marcador para garantir a vitória e a medalha de bronze.

As brasileiras encerraram a competição com cinco vitórias e duas derrotas. Um dos tropeços, na primeira fase, foi justamente para as canadenses, por 71 a 67. O outro foi na semifinal, diante dos Estados Unidos, por 71 a 60.

A classificação à semifinal já havia garantido o Brasil no torneio classificatório para o Mundial do ano que vem, na Austrália. A competição ainda não foi agendada.

Categorias
Esportes

Líder Corinthians atropela Minas Brasília no Brasileiro Feminino

A melhor campanha da primeira fase da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino é do Corinthians. Neste sábado (19), as Alvinegras golearam o Minas Brasília por 5 a 0 no Parque São Jorge, em São Paulo, pela 14ª e penúltima rodada.

O Timão foi a 37 pontos e não tem mais como ser alcançado pelo Palmeiras, segundo colocado com 31 pontos e que ainda vai a campo na rodada. O Minas permanece com 11 pontos, na 11ª posição, e ainda não garantiu a permanência na primeira divisão. As brasilienses, porém, dependem apenas de si para assegurar mais um ano na elite.

A atacante Gabi Nunes comandou o show alvinegro com três gols. Aos três minutos da primeira etapa, ela aproveitou o cruzamento da atacante Gabi Portilho pela direita e abriu o placar de cabeça. Cinco minutos depois, a lateral Yasmin bateu escanteio da direita, a zagueira Pardal desviou na primeira trave, a goleira Karen deixou escapar e a camisa 11 não perdoou. Aos 23, a zagueira Giovana Campiolo lançou Vic Albuquerque nas costas da defesa. Na saída de Karen, a atacante rolou na esquerda para Gabi Nunes completar o hat trick.

Antes do intervalo, aos 47, a lateral Katiuscia cruzou pela direita e a meia Gabi Zanotti não conseguiu finalizar, mas a bola sobrou para Vic Albuquerque arriscar da entrada da área e balançar as redes do ex-clube, fazendo o quarto do Timão. Na etapa final, o Corinthians seguiu pressionando, parando em defesas de Karen até os 36 minutos, quando Vic lançou Gabi Portilho na área. A atacante viu a goleira sair da meta e a encobriu, fechando o placar com um golaço.

Os duelos da 15ª e última rodada da primeira fase ocorrem nesta quinta-feira (24), às 15h (horário de Brasília). O Corinthians vai a Caçador (SC) encarar o Avaí/Kindermann, na reedição da final do último Brasileiro, no estádio Carlos Alberto Costa Neves. O Minas Brasília decide a permanência na primeira divisão em confronto com o Palmeiras no Abadião, em Ceilândia (DF).

Categorias
Esportes

Bragantino supera Flamengo no Maracanã e dorme na ponta do Brasileiro

A quinta rodada do Campeonato Brasileiro foi inaugurada com golaços e uma partida decidida aos 52 minutos do segundo tempo. Neste sábado (19), o Red Bull Bragantino superou o Flamengo por 3 a 2 no Maracanã, no Rio de Janeiro, em duelo marcado pelas obras de arte do lateral Aderlan, do Massa Bruta, e do atacante rubro-negro Rodrigo Muniz.

O atual bicampeão nacional passa a noite em nono lugar, com seis pontos em três jogos, mas deve perder posições no fim de semana. Os paulistas, com 11 pontos, assumiram provisoriamente a liderança do Brasileiro, um ponto a frente do Fortaleza e dois de Athletico-PR e Atlético-MG, que ainda têm compromissos pela rodada.

Os times foram a campo desfalcados. No Flamengo, são quatro ausências devido à Copa América: o lateral Mauricio Isla, os meias Giorgian de Arrascaeta e Everton Ribeiro e o atacante Gabriel Barbosa. Já o atacante Pedro, que havia testado positivo para o novo coronavírus (covid-19), segue os protocolos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

No Bragantino, o meia Claudinho, principal nome da equipe, foi novamente poupado por desgaste físico, enquanto o lateral Luan Cândido se recupera de uma lesão no adutor da coxa esquerda. Com o técnico Maurício Barbieri suspenso, o Massa Bruta foi dirigido pelo auxiliar Claudio Maldonado. Ex-volante, o chileno foi campeão nacional pelo Flamengo em 2009.

Fazendo jus ao perfil ofensivo de ambas as equipes, o duelo foi movimentado do início ao fim. Aos 11 minutos, o primeiro golaço da noite: o atacante Helinho cobrou falta pela direita e Aderlan completou de chaleira, no ângulo do goleiro Diego Alves. Dois minutos depois, o lateral quase faz outra pintura, acertando a trave em desvio de calcanhar, após escanteio batido pelo atacante Artur.

Em seguida, aos 14 minutos, o goleiro Cleiton evitou o empate em finalização de Rodrigo Muniz dentro da área. O atacante, porém, levaria a melhor aos 26 minutos, desviando para as redes um chute torto do atacante Michael, depois de um bate-rebate. O duelo particular entre Muniz e Cleiton não terminou aí. Aos 35, o arqueiro se esticou todo para salvar o arremate de fora da área do rival. Na sequência, o camisa 43 teve a chance da virada na sobra de um escanteio, na cara do gol, mas chutou por cima.

A partida seguiu intensa depois do intervalo. Aos 14 minutos, Rodrigo Muniz cabeceou perto da pequena área e Cleiton defendeu. Quatro minutos depois, foi a vez do jovem rubro-negro se dar bem, fazendo o segundo golaço da noite. Após cruzamento pela direita do lateral Matheuzinho, o atacante acertou uma bicicleta da marca do pênalti e virou para o Flamengo. Mas aos 23, depois de um chute de Artur desviar no lateral Filipe Luís e no volante Gerson, a zaga parou e o meia Eric Ramires, substituto de Claudinho, deixou tudo igual de cabeça.

As equipes sentiram o desgaste e os minutos finais da partida não tiveram a mesma intensidade, mas foram emocionantes. Aos 44 minutos, o atacante Bruno Henrique teve a chance da vitória em cabeçada na pequena área, mas mandou por cima da meta de Cleiton. Quando o empate parecia decretado, Artur puxou contra-ataque na esquerda e cruzou para o atacante Chrigor, de cabeça, garantir a vitória dos paulistas aos 52 minutos.

Os dois times voltam a campo na quarta-feira (23), às 19h (horário de Brasília), pela sexta rodada do Brasileiro. O Flamengo recebe o Fortaleza no Maracanã, enquanto o Bragantino tem outra pedreira pela frente: o Palmeiras, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Categorias
Esportes

Operário-PR vence com golaços e recoloca Cruzeiro no Z4 da Série B

O Operário-PR entrou no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (19), o Fantasma derrotou o Cruzeiro por 2 a 1 no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), pela quinta rodada da competição. Os alvinegros foram a dez pontos e assumiram o segundo lugar de forma provisória, dois pontos atrás do líder Náutico.

O tropeço recolocou a Raposa na zona de rebaixamento. Os mineiros tinham saído do Z4 graças à vitória da última quarta-feira (16), sobre a Ponte Preta, por 1 a 0, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), mas sucumbiram novamente à irregularidade. O time celeste segue com quatro pontos e caiu para 17º lugar, mas descerá para 18º neste domingo (20), ultrapassado por CSA ou Londrina, que se enfrentam às 20h30 (horário de Brasília) no Rei Pelé, em Maceió.

A missão cruzeirense ficou difícil aos 28 minutos do primeiro tempo, com a expulsão do zagueiro Weverton, por falta dura no volante Leandro Vilela. Na sequência, após a cobrança do tiro livre, o meia Pedro Ken acertou o travessão. No rebote, o atacante Paulo Sérgio marcou um golaço de bicicleta para o Operário. Pouco antes do intervalo, porém, Felipe Augusto aproveitou a sobra de uma finalização do também atacante Bruno José e deixou tudo igual.

Na etapa final, o Fantasma fez valer a superioridade numérica e martelou atrás do segundo gol. A insistência foi recompensada no fim da partida. Aos 39 minutos, o lateral Djalma Silva arriscou da intermediária pela esquerda e a curva da bola surpreendeu o goleiro Fábio, dando números finais à partida.

Na sexta rodada da Série B, o Cruzeiro tentará a reabilitação contra o Vasco na quinta-feira (24), às 21h30 (horário de Brasília), no Mineirão. Antes, na terça-feira (22), o Operário medirá forças com a Ponte Preta, em Campinas.

A Macaca, aliás, vive péssimo momento. Também neste sábado, a Alvinegra foi superada pelo arquirrival Guarani na edição 200 do Dérbi Campineiro, disputado no Brinco de Ouro. Além de seguir na lanterna, com um ponto, a Ponte chegou a nove jogos sem vitórias. O Bugre, com os mesmos oito pontos do Botafogo, ocupa temporariamente a quinta posição, superado pelo Glorioso no saldo de gols (cinco a dois).

O gol bugrino saiu aos 41 minutos da primeira etapa. O zagueiro Carlão avançou com liberdade pela intermediária e lançou o meia Régis, que dominou na área, girou e finalizou no canto do goleiro Ygor. A equipe alviverde volta a jogar na terça, às 21h30, contra o Remo, no Baenão, em Belém, pela sexta rodada.

Em outro duelo deste sábado, o Vitória desencantou na Série B e derrotou o Brusque por 3 a 1 no Barradão, em Salvador. O atacante Edu colocou os visitantes na frente, mas o meia Soares e os atacantes Ygor Catatau e David, na segunda etapa, decretaram o primeiro triunfo rubro-negro e o fim da invencibilidade da equipe catarinense.

O Leão baiano foi a seis pontos, no meio da tabela, enquanto o Quadricolor estacionou nos nove pontos – ainda no G4, mas caindo do segundo para o terceiro lugar. Na próxima rodada, na terça, o Brusque recebe o Sampaio Corrêa no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC), às 16h30. Mais tarde, às 21h30, o Vitória enfrenta o Coritiba no Couto Pereira, em Curitiba.

Categorias
Esportes

Diego Aguirre volta ao comando técnico do Internacional após seis anos

Diego Aguirre está de volta ao Internacional. O técnico uruguaio foi anunciado neste sábado (19) pelo Colorado como o substituto do espanhol Miguel Angel Ramirez, demitido no último dia 11. Segundo o clube, o treinador assinou contrato até dezembro de 2022.

Será a segunda passagem de Aguirre pelo Inter. Na primeira, em 2015, ele dirigiu a equipe por 50 partidas, com 25 vitórias, 15 empates e dez derrotas. Na ocasião, foi campeão gaúcho e chegou à semifinal da Libertadores, superado pelo Tigres (México). Na campanha sul-americana, teve 100% de aproveitamento nas partidas realizadas no Beira-Rio, em Porto Alegre. Entre 1988 e 1989, o uruguaio defendeu o Colorado como jogador.

“Felicidade e orgulho de representar essa camisa mais uma vez. Como jogador e treinador ganhamos grandes jogos e ficou o sentimento que essa história deve continuar”, destacou o treinador, em vídeo divulgado pelo Inter no Twitter.

O auxiliar Juan Verzeri e o preparador físico Fernando Piñatares integram a comissão técnica de Aguirre, que trabalhou pela última vez no Brasil em 2018, no São Paulo. A coordenação de preparação física fica a cargo de Paulo Paixão, que inicia a terceira passagem pelo time gaúcho. Profissional que integrou a comissão das seleções brasileiras campeãs mundiais em 1994 e 2002, Paixão esteve no Colorado entre 2005 e 2006 (com os técnicos Muricy Ramalho e Abel Braga) e em 2013 (com Dunga).

Categorias
Esportes

Fórmula E: Lucas di Grassi vence primeira de duas etapas no México

O brasileiro Lucas di Grassi venceu a primeira das duas etapas da temporada 2021 da Fórmula E na cidade de Puebla (México). Neste sábado (19), o piloto cruzou a linha de chegada em segundo, atrás de Pascal Wehrlein, mas foi beneficiado por uma infração técnica cometida pela Porsche, escuderia do rival alemão, herdando a primeira colocação. A segunda das provas em Puebla será neste domingo (20), com treino de classificação às 14h (horário de Brasília) e largada às 18h. Faltam sete corridas para o término da temporada.

Foi o primeiro triunfo do paulista na categoria dos carros elétricos desde 25 de maio de 2019 e o terceiro dele no país norte-americano. As duas vitórias anteriores, porém, tinham sido na Cidade do México. Companheiro do brasileiro na equipe Audi, o alemão René Rast chegou na segunda posição, enquanto o suíço Edoardo Mortara, da Venturi, foi o terceiro. O mineiro Sérgio Sette Câmara, da Dragon, terminou em 15º e não somou pontos.

“Muitas vezes, parece que o automobilismo é um esporte individual, mas não é. Que esta vitória seja um ponto de virada para a equipe. Este é o primeiro pódio da Audi no ano, e junto com o René. A gente tinha ritmo, faltava acertar uma corrida”, celebrou Di Grassi, em comunicado à imprensa.

O resultado levou o paulista ao 11º lugar na classificação geral, com 39 pontos. Nas sete corridas anteriores da temporada, o melhor desempenho tinha sido o sétimo lugar na primeira de duas provas em Valencia (Espanha). Sette Câmara permanece com 12 pontos, na 21ª colocação.

A liderança é de Robin Frinjs, dos Países Baixos, com 62 pontos. Na prova deste sábado, Frinjs, que compete pela Virgin, envolveu-se em um acidente com o compatriota Nick de Vries, da Mercedes, e terminou apenas na 16ª posição, fora da zona de pontuação. Atual campeão, o português António Félix da Costa, da Techeetah, chegou em sexto e subiu para segundo na classificação, com 60 pontos.

Categorias
Esportes

Cristiane lidera Santos e complica Botafogo no Brasileiro Feminino

Um dia após ficar fora da convocação da técnica Pia Sundhage para a Olimpíada de Tóquio (Japão), Cristiane brilhou na vitória do Santos sobre o Botafogo por 3 a 2, neste sábado (19), pela 14ª rodada da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Maior artilheira do torneio olímpico de futebol (entre homens e mulheres), a atacante balançou as redes duas vezes e ainda deu uma assistência no estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, zona norte do Rio de Janeiro.

Já garantidas no mata-mata, as santistas ocupam o terceiro lugar, com 27 pontos, na briga para assegurarem um lugar entre os quatro primeiros e poderem decidir em casa o confronto das quartas de final. As Gloriosas, com dez pontos, aparecem na 12ª posição, uma a frente da zona de rebaixamento, mas podem encerrar a rodada no Z4 se o Cruzeiro derrotar o Bahia neste domingo (20), às 17h (horário de Brasília), no Sesc Alterosas, em Belo Horizonte.

O Santos saiu na frente aos 14 minutos do primeiro tempo, em pênalti cometido pela atacante Brenda, por mão na bola na grande área. Cristiane bateu e converteu. As Sereias seguiram com mais presença ofensiva e ampliaram aos 38. A goleira Rubi saiu jogando errado e deu a bola nos pés de Cristiane. A camisa 11 invadiu a área e marcou o segundo dela.

Na etapa final, a partida ficou aberta. Aos sete minutos, a lateral Bruninha derrubou a atacante Kamilla na área. A zagueira Karen cobrou a penalidade e descontou para o Botafogo. Aos 31, Cristiane lançou Sole Jaimes na área. A atacante argentina dominou e chutou na saída de Rubi, fazendo o terceiro do Santos. Aos 38, a atacante Kélen recebeu nas costas da zaga paulista e bateu no canto da goleira Camila, marcando o segundo das Gloriosas, que pressionaram, sem êxito, atrás do empate.

Os jogos pela última rodada da primeira fase do Brasileiro ocorrem nesta quinta-feira (24), às 15h. O Santos recebe o Cruzeiro na Vila Belmiro, em Santos (SP), enquanto o Botafogo faz um duelo de vida ou morte contra o já classificado Grêmio no Vieirão, em Cerâmica (RS).

Categorias
Esportes

Vasco mostra eficiência, derrota CRB e vence a 1ª em casa na Série B

O Vasco foi eficiente e letal para conquistar a segunda vitória na edição 2021 da Série B do Campeonato Brasileiro, sendo a primeira em casa. Neste sábado (19), o Cruzmaltino superou o CRB por 3 a 0 em São Januário, no Rio de Janeiro, pela quinta rodada da competição.

O triunfo levou o Gigante da Colina provisoriamente para sétimo lugar, com os mesmos sete pontos de Operário-PR e do próprio CRB. Os paranaenses ficam à frente, na quinta posição, pelo saldo de gols (zero a -1), enquanto os alagoanos, apesar do saldo igual, superam os cariocas pelo número de gols marcados (nove a cinco) e ocupam o sexto posto.

Não fossem as duas chances – uma para cada lado – criadas entre os 19 e 20 minutos, daria para dizer que o primeiro tempo transcorreu em um marasmo completo até pouco antes do intervalo. Aos 43 minutos, o meia Marquinhos Gabriel ficou com a sobra de uma falta batida pelo lateral Zeca e levantou na área. O atacante Germán Cano, que tinha perdido um gol ao tentar uma cavadinha para cima do goleiro Diogo Silva, desta vez mandou de cabeça para as redes, colocando o Vasco à frente.

Na etapa final, o CRB tomou a iniciativa e pressionou atrás do empate, parando duas vezes na trave. Primeiro com Hyuri, aos cinco minutos. Depois em cabeçada do também atacante Ewandro, aos 23. O Cruzmaltino fez valer a máxima do “quem não faz, leva” e chegou ao segundo aos 38 minutos, com Léo Jabá. O atacante puxou contra-ataque pelo meio e tentou a tabela com Cano. A zaga tentou cortar, mas a bola sobrou nos pés do próprio Léo, que invadiu a área e bateu na saída do goleiro.

Com o time alagoano abatido, o Vasco cresceu nos minutos finais e aumentou a vantagem. Aos 45, Cano ficou no quase, acertou a trave. Três minutos depois, Léo Jabá fez boa jogada individual pela direita e rolou para Marquinhos Gabriel finalizar e fechar o marcador em São Januário.

O próximo compromisso do Vasco é diante do Cruzeiro, no Mineirão, na próxima quinta-feira (24), às 21h30 (horário de Brasília). Também pela sexta rodada e no mesmo horário, mas na terça-feira (22), o CRB recebe o Brasil de Pelotas no Rei Pelé, em Maceió.

Duelo adiado

O outro jogo da Série B previsto para começar às 16h30, entre Avaí e Remo, na Ressacada, foi suspenso devido às fortes chuvas que atingiram Florianópolis neste sábado. O adiamento da partida, que ainda será remarcada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), foi anunciado pelo árbitro Emerson Ricardo de Almeida Andrade em entrevista coletiva.

“Fizemos a última vistoria. Esgotamos os 30 [minutos de tolerância] e mais 30. O campo tem muita poça e nós não vamos colocar em risco a integridade física dos jogadores e também da arbitragem”, disse Andrade.

O Avaí soma quatro pontos em quatro jogos, enquanto o Remo tem um ponto a mais. Os catarinenses aparecem na 15ª posição, três atrás dos paraenses. As equipes atuam pela sexta rodada na terça-feira. Os avaianos encaram o Goiás na Serrinha, em Goiânia, às 19h. Mais tarde, às 21h, os remistas medem forças com o Guarani no Baenão, em Belém.

Categorias
Esportes

Série D: Portuguesa vence Santo André e sobe para 2º lugar do Grupo 7

A Portuguesa venceu a primeira na Série D do Campeonato Brasileiro e pulou para a vice-liderança do Grupo 7. A vitória por 1 a 0 sobre o Santo André, neste sábado (19), no Canindé, em São Paulo, deixou a Lusa com cinco pontos em três jogos disputados. Já o Ramalhão perdeu a segunda e estacionou nos três pontos, ocupando momentaneamente a quarta posição. O jogo foi transmitido ao vivo na TV Brasil.

A Lusa foi melhor desde o apito inicial do árbitro e quase abriu o placar nos primeiros minutos, com Cesinha. Ele recebeu pela esquerda e tentou o chute cruzado para Fabrício Araújo desviar para escanteio. Depois de quase fazer o primeiro, a Portuguesa manteve a posse de bola, mas acabou esbarrando na lentidão e não conseguiu chegar com perigo à área adversária.

Do lado do Santo André, a aposta era em contra-ataques, mas a equipe do ABC paulista encontrava muita dificuldade em trocar passes e sair com velocidade, virando presa fácil para a defesa dos donos da casa. A melhor chance do primeiro tempo veio nos minutos finais, para a Portuguesa, em uma cobrança de escanteio pela esquerda que terminou em uma cabeçada de dentro da pequena área de Raphael Luz para o goleiro Fabrício Araújo fazer um milagre e salvar o Santo André.

O técnico Fernando Marchiori fez uma substituição para o segundo tempo. Tirou Lucas Douglas e colocou Maykinho em campo. A Portuguesa ganhou dinamismo e velocidade. O jogo, que já era controlado, passou a ser ataque contra defesa. De tanto tentar, a Lusa conseguiu o gol da vitória. Aos 26 minutos, William Magrão completou de cabeça cobrança de falta pela esquerda e garantiu mais três pontos para o time do Canindé.

No fim, o Santo André tentou se lançar ao ataque para o empate, mas parou no sólido sistema defensivo adversário e nas próprias dificuldades de criação.

Na próxima rodada, a Portuguesa enfrenta fora de casa a Inter de Limeira, sábado (26), às 17h (horário de Brasília), no Major Levy Sobrinho. O Santo André recebe o São Bento, no domingo (27), às 15h, no Distrital do Inamar, em Diadema, região do ABC Paulista.

Categorias
Esportes

Vôlei: seleção feminina garante vice-liderança na Liga das Nações

O Brasil assegurou o segundo lugar na classificação da primeira fase da Liga das Nações de vôlei feminino, disputada em Rimini (Itália). Neste sábado (19), a seleção nacional derrotou a dos Países Baixos por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/19 e 25/20. Foi a 12ª vitória das comandadas de José Roberto Guimarães em 14 rodadas.

A ponteira Gabi, com 17 pontos, foi a principal arma ofensiva das brasileiras contra Países Baixos, além da oposto Tandara, que anotou 13 pontos. Destaque, ainda, à estreia de Natália, recuperada de uma fratura no dedo mindinho da mão esquerda que a deixou fora das partidas anteriores da competição. A ponteira entrou no fim de cada um dos sets e foi responsável pelo ponto de bloqueio que decidiu o duelo.

“Foi um jogo importante para nós e para mim, também. Quebrei meu dedo há seis semanas e passei por uma cirurgia, então foram tempos difíceis, pois ficar longe da quadra é a pior coisa do mundo. Mal podia esperar para voltar a jogar e ajudar minhas companheiras. Estou evoluindo devagar, dia a dia, então hoje [sábado] foi um bom dia e estou muito feliz. Espero ficar ainda melhor o quanto antes e jogar mais”, celebrou Natália, em depoimento à Federação Internacional de Vôlei (FIVB, sigla em inglês).

Com 37 pontos na Liga das Nações, as brasileiras só estão atrás dos Estados Unidos, que venceram os 14 jogos disputados na primeira fase. Nas semifinais, marcadas para o próximo dia 24, a seleção terá pela frente o terceiro melhor time da primeira fase. Turquia e Japão, que completam o G4, com 30 pontos cada, disputam o posto. A decisão será no dia 25.

As turcas, inclusive, serão as últimas adversárias do Brasil na primeira fase, neste domingo (20), às 16h (horário de Brasília).