Categorias
Esportes

Série C: Tombense derrota Ferroviário, líder do Grupo A

Em Tombos, no interior mineiro, o Tombense bateu o Ferroviário por 3 a 0 na abertura da 4ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o revés, a equipe cearense permaneceu na liderança do Grupo A com sete pontos. Já o Gavião Carcará venceu a primeira, alcançando seis pontos e ocupando provisoriamente a 4ª posição da chave.

Jogando dentro de casa e precisando do resultado, a equipe mineira partiu para cima. Aos oito minutos, o goleiro Rafael apareceu muito bem para evitar o primeiro gol do Tombense. E, aos 13, as redes balançaram. O camisa 11 do Carcará, Everton Galdino, roubou a bola do adversário e finalizou muito bem para abrir o placar em Tombos. Aos 22, só não saiu o segundo gol porque o atacante David, que é destro, bateu de perna canhota e mandou para longe uma bela oportunidade.

Aos 31, Amarildo recebeu de Everton Galdino e forçou o goleiro Rafael a fazer uma grande defesa. A bola ainda bateu na trave. O Ferrão escapou de levar mais um gol. Ainda no primeiro tempo, as redes balançaram mais uma vez. Aos 41, Everton Galdino fez mais um para o Carcará. Após rebote do goleiro, Amarildo cruzou na cabeça do artilheiro, que finalizou.

No segundo tempo, quando o jogo havia caído de ritmo e o time visitante tentava criar alguma coisa, o Tombense fez mais um. Aos 24, o volante Rodrigo bateu bem da entrada da área e depois do desvio viu a bola ir para o fundo do gol do Ferrão. Depois o jogo foi marcado por várias alterações e por uma grande chance de cada um dos times. Mas o placar continuou em 3 a 0 para o Tombense.

Os dois times voltam a jogar no próximo final de semana. Na Arena da Amazônia, o Tombense pega o Manaus no sábado (26). No mesmo dia, o Ferroviário visita a Jacuipense.

Categorias
Esportes

Eurocopa: Inglaterra e Escócia empatam sem gols em Wembley

A Inglaterra empatou em 0 a 0 com a Escócia, em partida válida pelo Grupo D da Eurocopa, no estádio de Wembley nesta sexta-feira (18), no clássico do futebol britânico.

O zagueiro John Stones acertou a trave em um cabeceio aos 12 minutos, mas a Escócia respondeu quando Stephen O’Donnell chutou e o goleiro inglês Jordan Pickford defendeu.

Após o intervalo, o goleiro escocês David Marshall evitou o gol após um chute rasteiro de Mason Mount, enquanto o atacante escocês Che Adams perdeu uma boa oportunidade aos 33 minutos.

O resultado deixa a Inglaterra em boa posição para se classificar às oitavas de final, empatada com quatro pontos com a líder do grupo, a República Tcheca, adversária da partida da próxima terça-feira (22), enquanto Escócia e Croácia têm um ponto cada antes de se enfrentarem no mesmo dia.

Mais cedo, na outra partida do grupo, a República Tcheca empatou por 1 a 1 com a Croácia.

Triunfo da Suécia

Pelo Grupo E, a Suécia superou a Eslováquia por 1 a 0, graças a gol em cobrança de pênalti do camisa 10 Forsberg. O resultado deixou a seleção sueca na liderança da chave com 4 pontos. Pelo mesmo grupo, a Espanha e a Polônia medem forças no próximo sábado (19).

* Com informações da agência de notícias Reuters.

Categorias
Esportes

Chile supera Bolívia e consegue primeira vitória na Copa América

O Chile derrotou a Bolívia por 1 a 0, no final da tarde desta sexta-feira (18) na Arena Pantanal, em jogo válido pela 2ª rodada do Grupo A da Copa América.

Com este triunfo, alcançado graças a gol do atacante Brereton, o Chile fica na liderança provisória da chave com quatro pontos. Já a Bolívia é a lanterna da chave com zero pontos em dois jogos.

Agora, os chilenos torcem para um empate do jogo das 21h (horário de Brasília) entre Argentina, com um ponto até agora, e Uruguai, que estreia no torneio. Os dois times da Bacia do Rio da Prata fazem o clássico sul-americano no fechamento da rodada no Mané Garrincha, em Brasília.

Apesar da derrota boliviana, o grande nome da partida foi o goleiro Carlos Lampe. Ele fez no mínimo cinco grandes defesas, evitando que o placar fosse ainda mais elástico nos 45 minutos iniciais. A primeira delas foi aos três minutos. Após cobrança de escanteio de Aranguiz, Meneses bateu de primeira e Lampe voou no canto direito para salvar a Bolívia.

Porém, aos nove minutos o Chile abriu o placar, quando Brereton aproveitou a dividida entre Vargas e a zaga boliviana para chutar forte rasteiro da entrada da área. Aos 14, o camisa 22 voltou a finalizar com perigo, ao se antecipar e cabecear forte para o gol. Seria o segundo chileno, mas Lampe entrou em ação novamente para fazer outra grande defesa.

Aos 15, Pulgar bateu colocado no ângulo. O goleiro boliviano, atento, fez outra bela defesa. No minuto seguinte, ele salvou conclusão de Meneses. Aos 22, Brereton ficou novamente perto de marcar após passe de Eduardo Vargas. O jogador do Atlético-MG teve duas oportunidades aos 35. Às costas do zagueiro Justino, Vargas fica cara a cara com Lampe e chutou forte para bela defesa do boliviano. Na volta, sozinho, ele chutou para fora. Dois minutos depois, foi a vez de Meneses desperdiçar mais uma chance.

No retorno do intervalo, o cenário do jogo mudou um pouco. Com o placar favorável, o Chile reduziu o ritmo e a Bolívia conseguiu chegar com algum perigo. Logo no primeiro minuto, Saavedra bateu de fora da área, mas o goleiro Bravo encaixou. Aos 10, Saavedra chegou com perigo de novo, quando, após jogada pela direita, bateu forte de perna direita para defesa de Bravo.

Aos 27 minutos, o lateral Bejarano finalizou de dentro da área e o goleiro chileno ficou só na torcida acompanhando a bola passar raspando a trave. Aos 34, mais uma vez Cláudio Bravo só torceu, quando Bejarano teve nova oportunidade. Já na reta final da partida, aos 47, o Chile marcou o segundo gol com Eduardo Vargas, mas o lance foi corretamente anulado por impedimento.

O próximo jogo do Chile será na próxima segunda-feira (21), contra o Uruguai, na Arena Pantanal. A Bolívia volta a atuar apenas na quinta-feira (24), contra o Uruguai, também em Cuiabá.

Categorias
Esportes

Seleção feminina de vôlei se garante na semifinal da Liga das Nações

A seleção feminina de vôlei está garantida por antecipação nas semifinais da Liga das Nações. Nesta sexta-feira (18), o Brasil derrotou a Coreia do Sul por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/23 e 25/18, pela 13ª rodada da competição, realizada em Rimini (Itália). O resultado assegura à equipe do técnico José Roberto Guimarães um lugar entre as quatro melhores, independente do que ocorrer nas duas próximas rodadas – as últimas da primeira fase.

As brasileiras estão na vice-liderança da Liga das Nações, com 11 vitórias em 13 jogos e 34 pontos, dois a menos que os Estados Unidos. Japão (27 pontos) e Turquia (24) completam o G4 de momento, com as turcas (que ainda jogam nesta sexta, contra os Países Baixos) superando a China, quinta colocada com a mesma pontuação, na média dos sets ganhos.

Diante das sul-coreanas, a oposta Tandara – que teve a renovação de contrato com o Osasco confirmada nesta sexta-feira – e a central Fernanda Garay, ambas com 13 pontos, foram os principais nomes da seleção nacional. As centrais Carol Gattaz e Bia, com oito pontos cada, também se destacaram.

“Enfrentamos um time da escola asiática, que sempre é muito difícil de jogar contra. Tivemos que ter muita paciência e a Coréia do Sul jogou muito bem. No segundo set, tivemos um pouco mais de dificuldade em algumas passagens, mas nos recuperamos no final. Jogamos bem com nosso contra-ataque e, principalmente, jogamos juntas”, comentou a ponteira Gabi, ao site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

O Brasil volta a quadra neste sábado (19), às 14h30 (horário de Brasília), contra os Países Baixos, pela 14ª rodada. A seleção conclui a participação na primeira fase no domingo (20), às 16h, diante da Turquia. As semifinais estão previstas para o próximo dia 24 e a decisão para o dia 25.

Categorias
Esportes

Olimpíada sem público é opção “menos arriscada”, dizem especialistas

Especialistas médicos do Japão disseram nesta sexta-feira (18) que proibir espectadores na Olimpíada é a opção menos arriscada para se realizar os Jogos, apesar de parecerem resignados com a possibilidade da presença de torcedores nos locais de competição em plena pandemia de covid-19.

Há meses o governo e os organizadores da Tóquio 2020 postergam uma decisão sobre a permissão para espectadores locais – os torcedores estrangeiros já estão proibidos -, sublinhando seu desejo de salvar o evento em meio a uma oposição pública profunda.

O Japão tem evitado o tipo de surtos de coronavírus explosivos que abalaram muitos outros países, mas a distribuição de vacinas está lenta e o sistema médico está no limite em partes do país.

A insistência do governo em sediar os Jogos é criticada por hospitais e por sindicatos de médicos.

“Existe um risco de a movimentação das pessoas e as oportunidades de interagir durante a Olimpíada disseminarem infecções e pressionarem o sistema médico”, disseram os especialistas, liderados pelo principal conselheiro de saúde, Shigeru Omi, em um relatório divulgado nesta sexta-feira (18).

Eles disseram que realizar os Jogos sem espectadores é a opção “menos arriscada” e a desejável.

Mas os especialistas de Omi já aventam a possibilidade de os locais de competição receberem até 10 mil torcedores em áreas nas quais medidas de “quase-emergência”, como horários reduzidos de funcionamento de restaurantes, foram suspensas – o que aumentou a percepção de que a Olimpíada pode muito bem acontecer com público.

A decisão final é esperada após uma reunião entre organizadores, como a Tóquio 2020 e o Comitê Olímpico Internacional (COI), e representantes dos governos nacional e de Tóquio marcada para segunda-feira (21).

A presidente da Tóquio 2020, Seiko Hashimoto, disse que, embora admita que a Olimpíada seria mais segura sem espectadores, os organizadores continuam procurando maneiras de receber torcedores com segurança nos locais de competição, assim como em outros eventos.

“Dado que outros eventos esportivos estão sendo realizados com espectadores, acho que também é trabalho da Tóquio 2020 continuar procurando maneiras de entender e diminuir os riscos de infecções na Olimpíada até termos esgotado todas as possibilidades”, disse ela em uma coletiva de imprensa após a divulgação do relatório de Omi.

Os Jogos foram adiados no ano passado por causa da pandemia. Um cancelamento definitivo custaria caro aos organizadores, ao governo de Tóquio, a patrocinadores e seguradoras.

* Reportagem adicional de Antoni Slodkowski

Categorias
Esportes

Pia convoca seleção feminina para Tóquio apostando em time experiente

A técnica Pia Sundhage convocou nesta sexta-feira (18) a seleção brasileira feminina de futebol para a Olimpíada de Tóquio (Japão). A equipe viaja para Portland (Estados Unidos) no próximo dia 25, onde passará três semanas em treinamento antes do embarque para a cidade japonesa de Rifu, palco da estreia nos Jogos, diante da China, dia 21 de julho, no estádio Miyagi.

A lista com 18 jogadoras possui 11 remanescentes do grupo da Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016: a goleira Bárbara, as zagueiras Rafaelle, Érika, Bruna Benites e Poliana, a lateral Tamires, a volante Formiga, as meias Andressinha e Marta e as atacantes Bia Zaneratto e Debinha (chamada como meia). A goleira Letícia Izidoro, a lateral Jucinara, a meia Júlia Bianchi e as atacantes Adriana, Duda (ambas convocadas como meias), Geyse e Ludmilla disputarão os Jogos pela primeira vez.

A técnica também chamou quatro atletas suplentes: a goleira Aline Reis, a lateral Letícia Santos, a meia Andressa Alves e a atacante Giovana Queiroz. Delas, Aline e Andressa estiveram na Rio 2016.

“Foram 18 jogos necessários para chegarmos aqui. Deparei-me com muitas excelentes jogadoras brasileiras. É importante dizer que todas fizeram a diferença. Estamos preparadas para fazer o nosso melhor. A experiência será única e espero que todos sintam que vai dar certo”, disse Pia, em entrevista coletiva.

A convocação confirmou a presença da experiente Formiga, de 43 anos, na sétima Olimpíada da carreira. Marta, de 35 anos, disputará os Jogos pela quinta vez. Por sua vez, a atacante Cristiane, de 36 anos e maior artilheira do torneio olímpico de futebol (entre homens e mulheres) com 14 gols, ficou fora. Seria, também, a quinta participação da centroavante no evento.

“A Cristiane jogou diversas partidas com a seleção, fez muita diferença e é importante. Anteriormente, ela ajudou muito a equipe e hoje acredito que haja outras jogadoras que podem ajudar. Nós examinamos de perto os jogos em que ela atuou recentemente pelo clube [Santos] e temos jogadoras que também farão muito bem [em Tóquio]”, justificou a técnica.

Formiga, seleção Feminina brasleira - futebol 
Formiga se despede dos gramados na Final do Torneio Internacional de Manaus - 2016
Formiga, seleção Feminina brasleira - futebol 
Formiga se despede dos gramados na Final do Torneio Internacional de Manaus - 2016

A meia Formiga, atualmente no São Paulo, disputará a sétima Olimpíada da carreira.  – Lucas Figueiredo/CBF/Direitos Reservados

Pia assumiu a seleção em 2019. A estreia foi em 29 de agosto, na goleada por 5 a 0 sobre a Argentina, no Pacaembu, em São Paulo. Em 18 jogos, são 11 vitórias, cinco empates e duas derrotas, com 49 gols marcados e oito sofridos. A sueca realizou 12 convocações e chamou 73 jogadoras diferentes.

Devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), quatro das convocações foram somente para treinamentos: dois na Granja Comary, em Teresópolis (RJ); um em Portimão (Portugal) e um em Viamão (RS). Este último foi o único fora da data Fifa, período destinado a jogos entre seleções.

“Todas as convocações, muito embora não tenhamos jogado [em algumas], foram cruciais. Tentamos fazer com que [os treinamentos] se parecessem com um jogo real. É diferente você estar em campo, escutar o hino nacional e jogar, se comparado a um treino. Mas tentamos fazer o melhor e falar sobre situações específicas de jogo. Acho que os dias que teremos pela frente tornarão as coisas ainda melhores. Estou contente com as possibilidades que tivemos”, destacou Pia.

O Brasil está no Grupo F do torneio olímpico, ao lado de China, Zâmbia e Países Baixos. Após a estreia contra as asiáticas, as brasileiras encaram as europeias no dia 24, outra vez em Rifu. Três dias depois, duelam com as africanas na cidade de Saitama. As duas equipes mais bem colocadas avançam às quartas de final. Outra possibilidade de classificação é encerrar a primeira fase como um dos dois melhores terceiros colocados.

“Nas quartas de final, qualquer coisa pode acontecer. Os Estados Unidos [bicampeões olímpicos] têm um bom histórico e há seleções como Países Baixos ou Suécia. Acho importante estarmos preparados para enfrentar qualquer adversário. Ninguém é imparável. Temos dois observadores que estão fazendo um ótimo trabalho para sabermos tudo sobre os rivais. Não importa contra quem jogarmos, estaremos prontas. Acredito sim, que temos chances e preparadas para o próximo passo”, concluiu a técnica.

Convocadas

Goleiras: Bárbara (Avaí/Kindermann) e Letícia Izidoro (Benfica, de Portugal)

Defensoras: Tamires, Erika, Poliana (todas Corinthians), Bruna Benites (Internacional), Rafaelle (Palmeiras) e Jucinara (Levante, da Espanha)

Meias: Marta (Orlando Pride, dos EUA), Debinha (North Carolina Courage, dos EUA), Adriana, Andressinha (ambas Corinthians), Julia Bianchi (Palmeiras), Duda e Formiga (ambas São Paulo)

Atacantes: Ludmilla (Atlético de Madri, da Espanha), Bia Zaneratto (Palmeiras), Geyse (Madrid CFF, da Espanha)

Suplentes: Aline Reis (Tenerife, da Espanha), Letícia Santos (Eintracht Frankfurt, da Alemanha), Andressa Alves (Roma, da Itália) e Giovana Queiroz (Barcelona, da Espanha)

 

Categorias
Esportes

Série B: em jogo de quatro gols, Londrina e Botafogo empatam

Londrina e Botafogo empataram em 2 a 2, na noite desta quinta-feira (17) no estádio do Café, no interior do Paraná. Após a partida, válida pela 4ª rodada da Série B, o Alvinegro assumiu a 3ª posição da classificação com oito pontos, enquanto o Tubarão ficou no 16º lugar com três.   

A partida praticamente começou com o Botafogo na frente. Logo aos oito minutos, o atacante Rafael Navarro aproveitou boa cobrança de Chay para mandar de cabeça para o fundo das redes.

Depois, o Londrina até forçou o ritmo e chegou a criar boas oportunidades, mas não foi o suficiente para empatar a partida, o que só ocorreu aos oito minutos da etapa final. O volante Tárik finalizou de cabeça um escanteio cobrado por Ricardo Luz e igualou o marcador.

A partir daí o Alvinegro voltou a dominar a partida e criou três grandes chances até pular novamente na frente do placar. Aos 26 minutos, o volante Luís Oyama recebeu bom passe de Marco Antônio e, de frente para o gol, mandou para o fundo das redes.

Porém, na reta final, o Tubarão mostrou força para evitar outra derrota em casa e se deu bem. Aos 41, o goleiro botafoguense Douglas Borges fez defesa quase em cima da linha. No minuto seguinte, o atacante Júnior Pirambu aproveitou rebote do goleiro para estufar as redes e fechar o placar.

Na próxima rodada, o Botafogo visita o Náutico nos Aflitos no domingo (20). Na mesma data o Londrina vai até o estádio Rei Pelé para enfrentar o CSA.

Categorias
Esportes

Brasileiro: empate com Atlético-GO mantém Fortaleza na liderança

Em partida realizada na noite desta quinta-feira (17) no estádio Antônio Accioly, o Fortaleza empatou sem gols com o Atlético-GO e manteve a liderança do Campeonato Brasileiro com 10 pontos. O resultado da partida realizada na 4ª rodada da competição tirou o 100% de aproveitamento das duas equipes.

Apesar de não contar com gols, a partida teve bons momentos. Aos 11, o Dragão (que terminou a rodada na 8ª posição com sete pontos) chegou bem com o atacante Janderson. Aos 13, o Fortaleza respondeu com o lateral Tinga. Seis minutos depois, Tinga criou outra chance para o Fortaleza, mas o goleiro Fernando Miguel salvou. Depois do intervalo, foi a vez de o lateral Natanael quase balançar as redes do Fortaleza. Ele bateu de longe e, após desvio, a bola passou raspando a trave. Aos quatro minutos, Romarinho, do Fortaleza, chegou a ser derrubado dentro da área e o árbitro apontou para a marca da cal. Só que, após ser orientado pelo assistente, voltou atrás e marcou impedimento na jogada. Aos 23, Janderson desperdiçou uma grande chance para o Dragão batendo de esquerda em cima do goleiro Felipe Alves.

Na próxima rodada, o Fortaleza recebe o Fluminense no Castelão no domingo (20). No mesmo dia o Atlético-GO vai até Curitiba enfrentar o Athletico-PR.

Nenê marca e Fluminense vence

Quem conseguiu vencer nesta rodada foi o Fluminense, que, jogando no Maracanã, superou o Santos por 1 a 0 e assumiu a 5ª posição da classificação com oito pontos. Com o resultado, o Peixe é o 13º com quatro pontos.

E quem garantiu a vitória foi o veterano Nenê, que completou 100 jogos defendendo o time das Laranjeiras. O gol do camisa 77 saiu aos cinco minutos, quando o meia aproveitou bola mal afastada para pegar de primeira.

O Santos volta a campo domingo, quando faz clássico com o São Paulo

Grêmio perde na reestreia de Douglas Costa

Apesar de ter marcado a reestreia do atacante Douglas Costa com a camisa do Grêmio após 11 anos, a noite desta quinta foi muito ruim para a torcida tricolor gaúcha. O Grêmio perdeu para o Sport por 1 a 0 na Ilha do Retiro, graças a um gol de Sander em cobrança de falta ainda no primeiro tempo.

O resultado deixou o time de Porto Alegre na lanterna do Brasileiro, sem ponto algum em três jogos disputados. O Leão da Ilha do Retiro é o 11º com quatro pontos em quatro jogos.

Categorias
Esportes

Brasil goleia seleção peruana e segue 100% na Copa América

Com gols do lateral Alex Sandro, do meia Everton Ribeiro e dos atacantes Neymar e Richarlison, o Brasil goleou a seleção peruana por 4 a 0, na noite desta quinta-feira (17) no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 2ª rodada da Copa América. O resultado deixou o time do técnico Tite na liderança do Grupo B com seis pontos e 100% de aproveitamento.

A seleção brasileira dominou o confronto, e não demorou a abrir o marcador. Logo aos 11 minutos, Alex Sandro recebeu passe de Gabriel Jesus, após bom cruzamento de Everton Cebolinha, e mandou para o fundo das redes peruanas. Aos 24, o volante Fabinho chutou forte de fora da área, aproveitando rebote após a zaga afastar cruzamento de Neymar, e a bola passou perto do gol defendido por Gallese.

Após o intervalo, o ritmo continuou o mesmo, com o Brasil comandando as ações. Aos 14 foi marcado pênalti de Tapia em Neymar. Mas, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), o juiz acabou voltando atrás.

Porém, aos 22 Neymar deixou o seu. O camisa 10 recebeu na entrada da área, girou para se livrar da marcação e bateu cruzado. Quatro minutos depois o atacante do PSG (França) assumiu o papel de garçom e tocou para Richarlison, que bateu de chapa para forçar o goleiro a defender.

 Aos 32, o Peru criou sua chance mais perigosa, quando o atacante Valera, dentro da pequena área sozinho, perdeu um gol incrível.

Dez minutos depois o Brasil conseguiu o gol que sacramentou a vitória. Após boa tabela entre Neymar e Everton Ribeiro, o camisa 10 tocou para Richarlison, que mandou para Everton, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Mas a equipe do técnico Tite queria mais, e conseguiu aos 46, com Richarlison.

Na próxima rodada, o Brasil folga na competição. O time de Tite volta a entrar em campo na próxima quarta-feira (23), quando mede forças com a Colômbia.

Categorias
Esportes

Com gols de Gilberto, Bahia bate Ceará no Castelão

O Bahia derrotou o Ceará por 2 a 1, na tarde desta quinta-feira (17) no Castelão, em Fortaleza, em partida da 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. E o grande destaque da partida foi o atacante Gilberto, que marcou duas vezes para o Tricolor Baiano.

Com a vitória, o time comandado pelo técnico Dado Cavalcanti alcançou a 6ª posição com sete pontos. O Vozão, que não vence desde a estreia na competição nacional, caiu para a 12ª posição com quatro pontos.

A partida começou muito agitada. Logo no primeiro minuto, Saulo Mineiro caiu na área após dividida. Houve muita reclamação de pênalti. Mas, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), o juiz mandou a partida seguir. Depois, aos 14, o atacante Mendonza fez bela jogada e chutou forte, obrigando o goleiro Matheus Teixeira a trabalhar.

Aos 15 saiu o gol do Vozão, quando o atacante Saulo Mineiro aproveitou um contra-ataque muito rápido para girar em cima da zaga e bater rasteiro na saída do goleiro. Mas, aos 28, o Bahia teve um pênalti marcado com influência decisiva do VAR. O árbitro Marcelo de Lima Henrique revisou o lance no vídeo e viu o puxão de Gabriel Dias em Luiz Otávio. O artilheiro Gilberto cobrou a penalidade com força e deixou tudo igual no placar.

E a aos 34 veio a virada baiana. Thaciano tocou para Matheus Bahia, que cruzou rasteiro, e Gilberto apareceu para mandar para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, o Ceará teve um pênalti marcado a seu favor aos 19 minutos. Porém, analisar o VAR, Marcelo de Lima Henrique entendeu que Jorginho forçou a queda e não foi derrubado por Daniel dentro da área. Dessa forma, a infração foi desmarcada. Aos 26, o atacante cearense Vina não alcançou por muito pouco o cruzamento e perdeu a chance de empatar o jogo.

O Bahia volta a jogar no próximo domingo (20), quando pega o Corinthians em Salvador. No mesmo dia, o Ceará pega o Internacional em Porto Alegre.