Categorias
Esportes

Ana Carolina quer vaga olímpica nos 200 m e no revezamento 4×100 m

Ana Carolina de Jesus Azevedo (Orcampi) é uma das velocistas brasileiras que vai brigar por vaga olímpica em prova individual e no revezamento 4×100 m verde e amarela. A atleta participou do Camping Nacional de Treinamento de Provas de Revezamento, no fim de janeiro,  no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP), como integrante do 4×100 m. Foi o seu quarto camping com a equipe nacional de velocidade. “Quanto mais meninas correrem abaixo dos 11seg30, 11seg20 melhor. Vai ser um excelente revezamento. A gente tem chance de se qualificar, de final olímpica e de medalha. Quanto mais sincronia a gente tiver melhor vai ser”, disse Ana Carolina. Acrescentou que seu foco principal está nos 200 m, prova que tem bastante resistência. “Venho pensando no índice olímpico dos 200 m – estou mais perto da tão sonhada marca de 22seg80. Vai sair este ano se Deus quiser. O meu objetivo para 2021 é buscar o índice olímpico na prova ou a vaga pelo ranking de pontos.”

A velocista fez uma excelente temporada em 2020. Em dezembro, foi campeã do Troféu Brasil Caixa de Atletismo nos 200 m, com 23seg01 (0.0), no pódio que teve também Vitória Rosa (Pinheiros), com 23seg06, e Gabriela Silva Mourão (Futuro Olímpico Arnaldo de Oliveira), com 23seg73. Nos 100 m, Ana Carolina ficou com a medalha de prata, mas numa final eletrizante e decidida na fotografia de chegada. Vitória Rosa, ouro, e Ana Carolina completaram os 100 m em 11seg41 (-0.7).

Ana (E) e Vitória, chegada no Troféu BrasilAna (E) e Vitória, chegada no Troféu Brasil

Ana (E) e Vitória, chegada no Troféu Brasil – WAGNER CARMO/CBAt

 

No Brasileiro Caixa Sub-23, também em dezembro de 2020, Ana Carolina foi eleita a melhor atleta da competição ao lado de Felipe Bardi dos Santos (SESI). A velocista venceu os 100 m, com 11seg33 (0.8), superando o recorde do campeonato que era de Vanusa dos Santos, obtido em 2012. Nos 200 m, ela melhorou duas vezes o recorde do campeonato. Na semifinal, completou a prova em 23seg45 e depois completou a final em 23seg08 (0.1), recorde pessoal. Ana Carolina ainda integrou os revezamentos campeões do 4×100 m e do 4×400 m.

Ana Carolina treina com o grupo de Katsuhico Nakaya, técnico e ex-atleta olímpico, no Núcleo de Alto Rendimento (NAR), em São Paulo, e disse que se inspira na colega Ana Claudia Lemos da Silva desde que era adolescente. “Muito bom estar no mesmo grupo que ela, me passa experiência.” Nakaya acredita que Ana Carolina pode correr os 200 m abaixo dos 23 segundos e também melhorar nos 100 m. Disse que o importante para formar um bom revezamento 4×100 do Brasil é justamente investir na performance individual de cada atleta. “O nosso foco é no que cada uma pode fazer. Nem estou preocupado com a vaga olímpica porque sei que temos todas as condições de qualificação, mas sim em melhorar cada atleta individualmente”, disse o treinador, velocista nos Jogos Olímpicos de Moscou-1980 e Los Angeles-1984.

A seleção feminina do revezamento ainda não tem qualificação assegurada nos Jogos Olímpicos. Para conquistar a vaga, precisa se colocar entre as 16 melhores do mundo até junho. Mas essa posição pode mudar, se algum país colocar dois ou mais times dentro desse grupo, até o fechamento do ranking.  Outra possibilidade de classificação da equipe nacional é ficar entre as 8 finalistas do Mundial de Revezamentos da Polônia.

Categorias
Esportes

Hamilton chega a acordo com a Mercedes para temporada de 2021 na F1

O heptacampeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton continuará na Mercedes nesta temporada depois de chegar a um novo acordo com a equipe, informou a Mercedes nesta segunda-feira (8).

A equipe disse que o novo contrato, que manterá Hamilton na Mercedes pela nona temporada, inclui um compromisso conjunto por maior diversidade e inclusão.

Categorias
Esportes

Cria do Inter, campeão da Série D torce por título colorado

Campeão brasileiro da Série D pelo Mirassol-SP e autor de um dos gols decisivos para a conquista inédita. Pode a primeira temporada da carreira profissional de Netto terminar de forma ainda mais perfeita? Sim, e o ex-clube do atacante de 22 anos pode ajudar.

O Internacional, que disputa ponto a ponto o título da Série A com o Flamengo, revelou Netto durante o último Campeonato Gaúcho. Em 30 de janeiro do ano passado, o jogador foi alçado a campo pelo então técnico Eduardo Coudet na vitória por 4 a 3 sobre o São Luiz-RS, em Ijuí (RS), no lugar do meia Thiago Galhardo aos 37 minutos da etapa final. Na rodada seguinte, ele ainda substituiu o também atacante Marcos Guilherme, nos acréscimos do segundo tempo, no empate por 1 a 1 com o Ypiranga-RS, em Erechim (RS).

“Tenho muitas amizades [no Inter] e um carinho imenso pelo clube, que me subiu para o profissional. Acredito que pode ser campeão sim. Estou torcendo e desejando boas energias para que sejam campeões como a gente foi aqui no Mirassol. E ainda mais por ter feito parte do elenco no começo da temporada, pode ser que seja um meio [título] brasileiro meu também [risos]”, diz Netto, que chegou ao sub-20 do Inter em 2018 e, no ano seguinte, foi campeão nacional de aspirantes vestindo a braçadeira de capitão.

Apesar da oportunidade de atuar durante o Gauchão, o atacante não se firmou no Inter, com quem tinha contrato até dezembro, e foi liberado para o Mirassol em julho. Ele esteve em campo na reta final do Campeonato Paulista, onde o Leão foi a grande surpresa ao chegar à semifinal. Passado o Estadual, o jogador foi emprestado ao CSA, mas, pouco aproveitado na Série B, retornou ao time do interior de São Paulo, desta vez para ser titular na campanha do acesso à Série C. Foi de Netto o gol da vitória por 1 a 0 no jogo de ida da final, contra o Floresta-CE, há uma semana, em Fortaleza. O primeiro tento como profissional.

“[O gol trouxe] uma sensação de felicidade e importância, pois conseguimos um bom resultado para o segundo jogo. Graças a Deus, fizemos uma boa partida e fomos coroados com o título”, destaca o atacante, fazendo menção à vitória por 1 a 0 no duelo de volta, em Mirassol (SP), no último sábado (6), transmitida ao vivo pela TV Brasil.

“Quando se trata de Campeonato Brasileiro, independente da série, é sempre bom ganhar. Foi um título difícil, envolveu 64 equipes [a partir da primeira fase]. Para mim e para o clube, fica marcado na história. O primeiro [título] a gente nunca esquece. Veio na hora certa, com um gosto muito bom”, completa Netto.

Após a conquista da Série D, o Mirassol volta a campo somente no próximo dia 28 de fevereiro, na estreia da edição 2021 do Campeonato Paulista contra o São Bento no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP). A Federação Paulista de Futebol (FPF) ainda confirma o horário da partida.

Categorias
Esportes

Empate com Bragantino frustra Flamengo, e Inter pode abrir distância

O Flamengo tinha a chance de assumir temporariamente a ponta da Série A do Campeonato Brasileiro e pressionar o Internacional, que ainda jogará pela 35ª rodada da competição. O Red Bull Bragantino, porém, frustrou as pretensões cariocas. Neste domingo (7), as equipes empataram por 1 a 1 no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). O resultado, porém, não foi o ideal para nenhum dos lados.

Os atuais campeões foram a 65 pontos, um atrás do Inter, que joga nesta quarta-feira (10), às 19h (horário de Brasília), contra o Sport, no Beira-Rio. Se o Colorado vencer, abre quatro pontos de vantagem para o Rubro-Negro, que voltaria a depender de um tropeço gaúcho para ter chances de levar o bicampeonato nacional. Lembrando que os flamenguistas enfrentam o time de Porto Alegre na penúltima rodada.

O Massa Bruta, que ainda sonha ir à próxima Libertadores, perdeu a chance de encostar no Grêmio, sétimo colocado (53 pontos) e última equipe na zona de classificação à edição 2021 do torneio sul-americano. Os paulistas somam 48 pontos e ocupam o nono lugar, mas podem ser ultrapassados pelo Athletico-PR (46 pontos), que enfrenta o Corinthians na quarta-feira, às 21h30, na Neo Química Arena, em São Paulo.

Se a arma do Bragantino é pressionar a saída de bola e forçar o adversário ao erro, desta vez o time paulista sentiu os efeitos da estratégia na própria pele, já que o Flamengo subiu as linhas primeiro. O Massa Bruta até teve oportunidades, como o chute de Artur, da entrada da área, aos 13 minutos, ou a cabeçada do também atacante Ytalo após cobrança de falta, aos 36. Mas o Rubro-Negro criou mais.

Aos 17 minutos, o meia Giorgian De Arrascaeta assustou em uma bomba de fora da área, na sobra de um rebote da defesa bragantina. Aos 25 minutos, o meia Everton Ribeiro recebeu o cruzamento do lateral Mauricio Isla e cabeceou próximo à trave. Quatro minutos depois, Everton Ribeiro deu uma bicicleta na área e o zagueiro Gustavo Henrique completou, mas o goleiro Cleiton fez uma grande defesa.

A rede só balançou aos 32 minutos, Gustavo Henrique teve a camisa puxada na área e a arbitragem assinalou pênalti, que o atacante Gabriel cobrou e converteu. O Flamengo quase ampliou aos 40 minutos, mas o atacante Bruno Henrique, depois de uma boa jogada individual na área, demorou para finalizar e Cleiton, que havia sido driblado, conseguiu se recuperar e evitou o segundo gol carioca.

O Flamengo manteve as linhas adiantadas no segundo tempo, mas o Bragantino voltou melhor, equilibrou as ações e chegou ao empate. Aos 17 minutos, o atacante Helinho recebeu a bola nas costas de Isla e cruzou rasteiro para Ytalo concluir para o gol. O Rubro-Negro ainda respondeu com Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabriel, que pararam em defesas de Cleiton. Os visitantes pressionaram, mas o placar não se alterou mais.

Os rubro-negros voltam a campo no próximo domingo (14), às 16h, diante do Corinthians, no Maracanã. Na outra segunda-feira (15), será a vez de o Bragantino atuar. Os paulistas visitam o Sport na Ilha do Retiro, em Recife, às 20h. Os duelos são válidos pela 36ª rodada do Brasileirão.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Categorias
Esportes

Ex-treinador e ídolo no Ceará, Lula Pereira falece aos 64 anos

O ex-jogador e técnico Lula Pereira faleceu neste domingo (7), aos 64 anos, devido a problemas cardíacos em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC) sofrido em agosto de 2019. Ele vivia em Fortaleza, deixa três filhos (Luiz Eduardo, Priscila e Bárbara) e estava ausente do futebol desde 2016, quando foi dirigente do Ferroviário.

Nascido em Olinda (PE), Luiz Carlos Bezerra Pereira iniciou a carreira nos gramados pelo Sport, em 1973. Dois anos depois foi para o rival Santa Cruz, onde ficou até 1980, quando se transferiu para o Ceará. Vestindo a camisa alvinegra, o ex-zagueiro realizou 235 jogos e marcou seis gols, tornando-se ídolo da torcida.

Como técnico, Lula Pereira trabalhou em 16 clubes. O principal deles foi justamente o Vozão, onde é o quarto profissional que mais vezes treinou a equipe (162 jogos). A última das cinco passagens foi em 2012, quando encerrou a carreira. Pelo Alvinegro, conquistou três títulos cearenses, em 1989, 1990 e 1998. Ele também foi campeão estadual por Figueirense (1994), América-MG (2001) e Brasiliense (2006). Em 1996, conduziu o União São João-SP (atualmente licenciado) ao título da Série B do Campeonato Brasileiro.

Em 2002, o treinador dirigiu o Flamengo por quatro meses. Os aposentados Júlio César (ex-goleiro) e Caio Ribeiro (ex-atacante) e o volante Felipe Melo (atualmente no Palmeiras) estão entre os atletas comandados pelo pernambucano, um dos primeiros técnicos negros a ganharem projeção no futebol brasileiro.

Categorias
Esportes

Copa Verde: Remo e Manaus avançam e se enfrentam nas semifinais

Um dos confrontos semifinais da edição 2020 da Copa Verde está decidido: Remo e Manaus. Neste domingo (8), o Leão Azul foi derrotado pelo Independente-PA por 3 a 1 no estádio Navegantão, em Tucuruí (PA), mas levou a melhor nos pênaltis, ao ganhar por 3 a 0. No jogo de ida, na última quarta-feira (4), os remistas venceram por 2 a 0 no estádio Mangueirão, em Belém. O Gavião, por sua vez, superou o Paysandu por 2 a 1 na capital paraense, no duelo entre os dois maiores campeões do torneio.

A outra semifinal será definida nesta segunda-feira (8). Às 16h (horário de Brasília), Vila Nova e Cuiabá fazem o jogo de volta do confronto no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia. No jogo de ida, realizado na sexta-feira passada (5) na Arena Pantanal, em Cuiabá, o Dourado venceu por 1 a 0. Quem avançar, terá pela frente o Brasiliense, que eliminou o Atlético-GO neste domingo. Os dias e horários das próximas partidas ainda serão anunciados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Eficiência nos pênaltis salva Leão

A classificação do Remo em Tucuruí foi sofrida, com gols apenas no segundo tempo. Aos seis minutos, após um bate-rebate na área, o meia Fagner levantou de bicicleta para cabeçada do atacante Joãozinho, que colocou o Independente na frente. Aos 13 minutos, o atacante Augusto chutou na trave e o meia Felipe Gedoz empatou no rebote. A resposta do Galo Elétrico foi imediata: no lance seguinte, o lateral Paulinho dominou na área pela direita, bateu cruzado e marcou o segundo gol do time da casa.

Precisando de mais um gol para forçar a decisão nos pênaltis, o Independente passou a levantar bolas na área. Aos 45 minutos, a estratégia deu certo. A zaga remista afastou mal e a bola sobrou nos pés do atacante Marcus, que finalizou livre, próximo à pequena área, e fez o terceiro do Galo. A reação, porém, terminou aí. Nas penalidades, a equipe de Tucuruí perdeu as três cobranças. O Remo, ao contrário, converteu os três chutes com Felipe Gedoz, o lateral Wellington Silva e o zagueiro Rafael Jansen.

Gavião derruba Papão em Belém

No Mangueirão, o chute na trave do meia Marlon, aos 26 minutos, foi a única chance real do Paysandu no primeiro tempo. Bem postado na marcação, o Manaus assustou com jogadas pelos lados, em velocidade, mas balançou as redes com uma mãozinha rival. Aos 33 minutos, após cobrança de escanteio, o atacante Flávio cabeceou para o próprio gol, colocando o Gavião à frente.

Aos 13 minutos da etapa final, o atacante Gabriel Davis dominou na entrada da área e finalizou sem chances para o goleiro Paulo Ricardo, aumentando a vantagem manauara. Nove minutos depois, o zagueiro Luís Fernando deu bobeira na área e Marlon aproveitou, descontando para o Papão. Aos 34 minutos, o atacante Debu perdeu o empate na cara do goleiro Rafael, chutando por cima da meta. Foi a última oportunidade real do time bicolor, que pressionou, mas não conseguiu alterar o marcador.

Na partida de ida, disputada na última quarta-feira, no estádio Bezerrão, no Gama (DF), Manaus e Paysandu haviam empatado por 1 a 1. O tento amazonense foi polêmico, originado de um chute do atacante Jackie Chan em que a bola bate no travessão e quica no chão, antes da linha. O auxiliar Paulo Cesar Ferreira de Almeida, porém, entendeu que a bola havia entrado e correu para o centro do campo. O árbitro Eduardo Tomaz de Aquino Valadão validou o lance e gerou muita reclamação dos bicolores.

Veja a tabela da Copa Verde.

Categorias
Esportes

Brasiliense vira sobre Atlético-GO e vai às semifinais da Copa Verde

O Brasiliense está classificado às semifinais da edição 2020 da Copa Verde. Na tarde deste domingo (7), o Jacaré derrotou o Atlético-GO por 3 a 1, de virada, no estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF), com transmissão ao vivo da TV Brasil. No jogo de ida do confronto das quartas de final, realizado na última quinta-feira (4) na capital goiana, a equipe distrital havia vencido por 2 a 1.

Na semifinal, o Brasiliense terá pela frente quem avançar entre Cuiabá e Vila Nova. No primeiro duelo, disputado na última sexta-feira (5), na Arena Pantanal, também com transmissão da emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o Dourado venceu por 1 a 0. O jogo de volta será nesta segunda-feira (8), às 16h (horário de Brasília), no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia. Vale lembrar que o campeão da Copa Verde, que reúne clubes do Norte, Centro-Oeste e Espírito Santo, ganha vaga direta à terceira fase da Copa do Brasil de 2021, o que garante uma premiação de R$ 1,5 milhão.

Envolvido simultaneamente com a reta final da Série A do Campeonato Brasileiro, onde disputa vaga na Copa Sul-Americana e, quem sabe, Libertadores, o Atlético vinha utilizando um time alternativo na Copa Verde, com reservas e atletas do sub-20. Não foi diferente neste domingo, menos de 24 horas após o empate por 1 a 1 com o Santos no estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Cinco titulares contra o Brasiliense também atuaram diante do Peixe, entrando no segundo tempo: os zagueiros Gilvan e Oliveira e os atacantes Danilo Gomes, Vitor Leque e Chico.

Presentes no primeiro jogo, o lateral Arnaldo, o volante Pereira e o Meia Rithely, além de Vitor Leque, também estiveram em campo na derrota rubro-negra por 2 a 0 para o Red Bull Bragantino, um dia antes, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). O Brasiliense chegou a acionar o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pedindo a eliminação do Dragão, por ter supostamente desrespeitado o artigo 25 do Regulamento Geral das Competições, sobre o intervalo mínimo de 66 horas na participação dos atletas entre uma partida e outra.

Tempos distintos

Os primeiros 45 minutos foram de domínio total do Atlético, que adiantou as linhas de marcação e sufocou o Brasiliense. Aos sete minutos, Chico bateu cruzado pela direita e o zagueiro Badhuga, em cima da linha e desatento, desviou para a própria rede. O goleiro Edmar Sucuri, em pelo menos três ocasiões, todas em finalizações de dentro da área, evitou que o Rubro-Negro ampliasse. Aos 30, na sequência de uma dividida, o lateral Peu e o meia Ronald discutiram e foram expulsos. Envolvido pelo adversário, o Jacaré exagerou no jogo aéreo e pouco assustou a meta goiana.

Só que o Brasiliense voltou completamente reorganizado após o intervalo e soube aproveitar o desgaste do Atlético. Aos 12 minutos, o atacante Zé Love cobrou falta da intermediária e mandou no ângulo direito. Um golaço. Aos 22 minutos, o meia Tobinha – que havia acabado de entrar – recebeu na direita, na área, e cruzou à meia altura para o também meia Luquinhas concluir de cabeça. O terceiro gol também começou nos pés de Tobinha. Desta vez pela esquerda, o camisa 22 tocou na área e o meia Sandy, outro a entrar em campo na etapa final, desviou para as redes.

Apesar de ficar fora da Copa Verde, o Atlético ainda tem a fase final do Campeonato Goiano (referente a 2020) para dividir atenções com o Brasileiro. Na quarta-feira (10), o Dragão recebe o Anápolis às 17h, em jogo único. Pela Série A, o próximo compromisso é no outro domingo (14), às 18h15, diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 36ª rodada.

O Brasiliense, por sua vez, aguarda a definição do próximo adversário na Copa Verde. A previsão é que o primeiro jogo da semifinal seja no próximo sábado (13) e o da volta ocorra uma semana depois. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda definirá datas e horários dos próximos compromissos da competição regional.

Veja a tabela da Copa Verde.

Categorias
Esportes

Palmeiras perde para Tigres e dá adeus ao Mundial de Clubes

O Palmeiras viu o sonho de conquistar o Mundial de Clubes da Fifa chegar ao final neste domingo (7) ao ser derrotado por 1 a 0 pelo Tigres (México) pelas semifinais da competição em partida realizada no estádio Cidade da Educação, em Doha (Catar).

Agora, o Tigres encara na grande decisão quem levar a melhor na outra semifinal, que será disputada entre o campeão da Liga dos Campeões da Europa, o Bayern de Munique (Alemanha), e o campeão da Liga dos Campeões Africana, Al-Ahly (Egito). Alemães e egípcios se enfrentam na próxima segunda (8), a partir das 15h (horário de Brasília).

Equilíbrio no 1º tempo

Palmeiras e Tigres fizeram um jogo muito equilibrado, em busca de uma vaga para a decisão da competição. Muito organizada, a equipe do México consegue a primeira oportunidade clara logo aos 3 minutos, quando Luis Rodríguez cruza para cabeçada perigosa de González. Mas o goleiro Weverton faz grande defesa.

Nos primeiros minutos do confronto, os campeões da Libertadores encontram muitas dificuldades de criar pelo meio, sofrendo demais com a forte marcação do Tigres. Assim, a melhor chance do Palmeiras só vem aos 17 minutos, quando Rony bate de muito longe, mas o goleiro Guzmán defende parcialmente, permitindo que Gabriel Menino chegue livre para chutar para fora. Mas o lance não valeu, pois o palmeirense estava impedido.

O confronto era equilibrado, e o time do México consegue outra boa oportunidade aos 33 minutos. O francês Gignac recebe na ponta esquerda e chuta forte, e cruzado. Mas Weverton volta a defender com segurança.

O Tigres se anima de vez na partida e, três minutos depois, chega novamente com perigo, com Gignac cabeceando com perigo para nova defesa do camisa 1 do Palmeiras.

Gignac decide

Logo no início da etapa final, o Tigres consegue abrir o placar. Aos 6 minutos, o zagueiro Luan derruba González dentro da área do Palmeiras. O juiz marca pênalti e Gignac vai para a cobrança. O artilheiro francês bate forte e rasteiro no canto direito de Weverton, que pula certo, mas não consegue defender.

 

Aos 11 minutos, Rony chega a balançar a rede do gol defendido pelo goleiro Guzmán, mas ele estava impedido. E o lance foi anulado.

Com a vantagem no placar, o Tigres se segura um pouco mais atrás e sai em velocidade no contra-ataque, especialmente pela esquerda, onde Quiñones tem muita liberdade e cria ótima jogada aos 17 minutos.

O time paulista sofre demais com a estratégia dos mexicanos de usar a linha de impedimento, perdendo boas oportunidades aos 21 e 23 minutos, quando Luiz Adriano e Rony ficam, respectivamente, em posição irregular.

Aos 31 minutos o Palmeiras quase consegue o empate. Mayke lança Willian na direita, o atacante avança em velocidade e cruza para Luiz Adriano, que, dentro da área, fura o chute.

Sete minutos depois, o camisa 10 tem outra chance de marcar, quando recebe nova bola de Willian e bate forte por cima do gol do Tigres.

De forma desorganizada, a equipe brasileira continua pressionando, e chega com perigo aos 43 minutos, quando Gustavo Scarpa lança Rony na área, mas o goleiro Guzmán se antecipa e fica com a bola.

O último suspiro do time brasileiro vem já nos acréscimos, quando Viña aproveita sobra de bola da entrada da área para chutar com perigo.

Mas o Tigres conseguiu segurar a vitória até o final e garantiu a vantagem até o final, se classificando para a grande decisão do Mundial de clubes.

Disputa pelo 5º lugar

Antes de o Tigres garantir a vaga na decisão da competição, o Al-Duhail (Catar) garantiu a 5ª posição da competição após derrotar o Ulsan Hyundai (Coreia do Sul) por 3 a 1. A vitória do time da casa começou a ser construída aos 21 minutos do primeiro tempo com gol do brasileiro Edmílson Júnior.

No início do segundo tempo, o Ulsan empatou graças a gol de Yoon Bit-Garam. Mas Mohammed Muntari e Almoez Ali marcaram para garantir a vitória final do Al-Duhail.

Categorias
Esportes

Bruno Soares coroa retomada de parceria com título em Melbourne

A parceria entre Bruno Soares e Jamie Murray foi retomada do mesmo jeito que havia sido interrompida há um ano: vitoriosa. Neste domingo (7), o mineiro e o britânico levaram o título do Great Ocean Road Open, torneio de nível ATP 250 realizado em Melbourne (Austrália) e que serviu de preparação para o Australian Open, que começa nesta segunda-feira (8). Na decisão, eles superaram os colombianos Juan Sebastian Cabral e Robert Farah – números um e dois do ranking de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) – por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (9/7).

Atualmente em sétimo lugar, Soares receberá 250 pontos pela conquista e subirá para quinto no ranking. Embalado pelos mesmos 250 pontos, Murray ganhará um posto e assumirá a 22º colocação. No Australian Open, a dupla buscará repetir o sucesso de 2016, no primeiro ano da parceria, quando foram campeões do primeiro Grand Slam da temporada. Juntos, eles ainda venceram o US Open (também em 2016), além de mais oito torneios. Em 2020, ao lado do croata Mate Pavic, o brasileiro levantou novamente a taça do US Open.

“Começamos bem o déjà vu, espero que continuemos assim. Foi um grande jogo, [uma vitória] no detalhe. Estou feliz de recomeçar a parceria assim. Eu e Jamie já nos conhecíamos, então era só retomar o ritmo de jogo mesmo. É importante ir assim para um Grand Slam, com confiança e ritmo. A gente já provou que pode ganhar torneios grandes e acho que estamos mais maduros, jogando até melhor”, comemorou o tenista mineiro, de 38 anos, que chegou à 34ª conquista da carreira profissional.

Além de Soares, o Brasil terá mais dois jogadores na chave masculina de duplas do Australian Open: Marcelo Melo, também mineiro, que atuará com o romeno Horia Tecau, e o gaúcho Marcelo Demoliner, que tem como parceiro o mexicano Santiago Gonzalez. Nas duplas femininas, o país será representado pela paulista Luisa Stefani, que joga com a norte-americana Hayley Carter. Nas disputas individuais, o Brasil só estará envolvido no torneio masculino, com a presença do cearense Thiago Monteiro.

Categorias
Esportes

Brasileiro: em busca da ponta, Flamengo encara Bragantino em Campinas

Em alta na reta final do Campeonato Brasileiro, Bragantino e Flamengo se enfrentam neste domingo (7) pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com transmissão da Rádio Nacional, o duelo será realizado no estádio Nabi Abi Chedid, em Campinas (SP), a partir das 20h30 (horário de Brasília). Do confronto desta noite pode sair o líder da competição. Na vice-liderança, com 64 pontos, os cariocas assumirão a ponta na tabela de classificação caso vençam fora de casa.

Contudo, para terminar a rodada como primeiro colocado, o Flamengo terá que torcer para que o atual líder Internacional não vença o Sport na próxima quarta-feira (10) no estádio Beira Rio, em Porto Alegre (RS). No Brasileirão de 2020, o Flamengo ainda não conseguiu encerrar uma rodada sequer na liderança.

Duelo em Bragança

As duas equipes fazem campanhas consistentes no segundo turno. O Massa Bruta trilha um caminho totalmente diferente em relação à primeira metade do Brasileirão. Após o término da 19ª rodada, o clube paulista era o vice-lanterna, com 19 pontos conquistados. Da 20ª à 34ª rodada, 15 partidas foram disputadas, e a equipe comanda pelo técnico Maurício Barbieri somou 28 pontos, se tornando a terceira melhor campanha deste período.

O momento positivo do Bragantino refletiu no ataque do time de Bragança Paulista, que conta com um dos artilheiros do Brasileirão, o meio-campista Claudinho, com 16 gols. O atacante Marinho, do Santos, e Thiago Galhardo, pelo Inter, também têm esta marca. Os gols de Claudinho ajudaram o Massa Bruta a ocupar a 9ª posição, zona de classificação da Copa Sul-Americana, com 47 pontos.

Já os rubro negros mostraram mais regularidade. Terminaram o primeiro turno na terceira posição, com 35 pontos. No segundo são os responsáveis pela segunda melhor campanha, tendo obtido 29 pontos na tabela. O único time que supera os cariocas é o Internacional, que já fez 31 pontos. Na primeira parte da competição, os colorados terminaram na vice-liderança, com 35 pontos.

A confiança para assumir a liderança hoje passa pelos números ofensivos do clube. O Flamengo conta com o ataque mais produtivo do campeonato. Ao todo, os rubro-negros balançaram 62 vezes as redes dos adversários. Os atacantes Pedro, com 13, e Gabigol, com 11, foram os responsáveis por mais de um terço deste total.

Transmissão da Rádio Nacional

A Rádio Nacional transmite Bragantino e Flamengo neste domingo com a narração de Felipe Rangel, comentários de Waldir Luiz, reportagem de Rafael Monteiro e plantão de Astrid Nick. Você acompanha o Show de Bola Nacional aqui:

Veja a classificação atualizada da Série A.