Categorias
Esportes

Tóquio: oitavas do surfe começam neste domingo com quatro brasileiros

A brasileira Silvana Lima abre as oitavas de final do surfe da Olimpíada de Tóquio 2020 às 22h (horário de Brasília) deste domingo (25) contra a portuguesa Teresa Bonvalot. Logo na sequência, às 22h36, Tatiana Weston-Webb enfrentará a japonesa Amuro Tsuzuki. Os confrontos serão eliminatórios na praia de Tsurigasaki. 

Silvana se classificou na noite deste sábado na vice-liderança da bateria 3, na primeira rodada. Com 12.13 pontos, ela só ficou atrás da australiana Stephanie Gilmore, que somou 14.50. Tatiana Weston-Webb venceu a bateria da primeira fase, com 11.33.

No masculino, o primeiro brasileiro a entrar na água nas oitavas será Gabriel Medina. Ele enfrenta Julian Wilson, da Austrália, à 01h36. Ítalo Ferreira terá pela frente nas oitavas de final Billy Stairman, da Nova Zelândia, às 02h12, da madrugada desta segunda-feira (26).

Para chegar nas fases eliminatórias, Ítalo Ferreira confirmou o favoritismo e venceu a bateria na primeira fase com 12.9. O outro brasileiro, Gabriel Medina, também passou com líder da chave, somando 12.23.

Categorias
Esportes

Skate e judô conquistam primeiras medalhas para o Brasil em Tóquio

No segundo dia de competições na Olimpíada, o Brasil subiu ao pódio em duas oportunidades. A primeira medalha nos Jogos veio nas disputas do street masculino no skate, modalidade estreante em Tóquio. Na madrugada deste domingo, o paulista Kelvin Hoefler ficou com a prata somando 36,15 pontos, atrás do japonês Yuto Horigomi, que totalizou 37,18.

A outra medalha verde e amarela saiu no judô. Na categoria até 66 kg, Daniel Cargnin, da Sogipa, ficou com o bronze ao vencer o israelense Barush Shmailov. Também no judô, Larissa Pimenta, na categoria até 52 kg, foi eliminada na segunda luta ao levar um ippon da japonesa Uta Abe, bicampeã mundial.

No handebol feminino, as brasileiras empataram com a equipe do Comitê Olímpico Russo, atual campeã olímpica, na noite deste sábado (24), em 24 a 24.

Em outra modalidade coletiva, o futebol masculino, os representantes brasileiros tiveram outro empate. Depois da expulsão do volante Douglas Luiz logo no começo do jogo, o time do técnico André Jardine ficou no 0 a 0 com a Costa do Marfim.

No vôlei de quadra, a seleção feminina começou com uma vitória tranquila por 3 sets a 0 sobre a Coreia do Sul. Ainda na primeira rodada do vôlei de praia, Evandro e Bruno Schmidt passaram pelos chilenos Marco e Esteban Grimalt por 2 a 1.

No surfe, o Brasil conseguiu colocar nas oitavas de final os quatro representantes, Ítalo Ferreira, Gabriel Medina, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima.

Vamos falar agora de natação e começar em ordem cronológica. Ontem a noite, aconteceram as semifinais dos 100m nado peito com Felipe Lima na piscina. O brasileiro até tentou, mas não rolou. Os destaques foram as classificações de Fernando Scheffer, nos 200 metros livre, e Guilherme Guido, nos 100 m costas, às semifinais. Além deles, o revezamento 4×100 m livre masculino também se classificou. Com Breno Correia, Pedro Spajari, Gabriel Santos e Marcelo Chierighini, o Brasil vai brigar pela medalha.

Na ginástica artística, Rebeca Andrade conseguiu se classificar para três finais individuais. Enquanto isso, Flávia Saraiva, apesar de ter se machucado no tornozelo, chegou na final da trave.

O peso leve Wanderson de Oliveira chegou às oitavas de final do boxe. E Gustavo Tsuboi conseguiu uma conquista pessoal, avançando para a terceira rodada do torneio de tênis de mesa masculino. Com tantos atletas avançando em Tóquio, os próximos dias olímpicos prometem novas conquistas brasileiras.

Categorias
Esportes

Tóquio: Gustavo Tsuboi avança à terceira rodada do tênis de mesa

Gustavo Tsuboi (37° do mundo) venceu o romeno Ovidiu Ionescu por 4 sets a 1 (com parciais de 11/6, 9/11, 13/11, 11/9 e 11/9) pela segunda rodada do torneio olímpico de tênis de mesa. O jogo ocorreu na madrugada deste domingo (25), no Ginásio Metropolitano de Tóquio.

Agora, na rodada 3 do torneio, o atleta, que esta na quarta participação em Jogos, terá pela frente o nigeriano Quadri Aruna (21° do mundo), na noite desta segunda-feira 926). Se avançar, o brasileiro, que já garantiu a melhor colocação pessoal na história olímpica, igualará Hugo Calderano e Hugo Hoyama, com a melhor campanha de um atleta brasileiro em Jogos Olímpicos.

“Ainda não pensei muito no jogo de amanhã. Tenho um probleminha no ombro, preciso me recuperar. Já enfrentei ele há muito tempo atrás, mas ele evoluiu muito, não por acaso está entre os 20 melhores do mundo. É um atleta muito experiente, muito forte, vou fazer o meu melhor. Me dediquei muito para estar aqui e ganhar essa vaga. Foram muitos sacrifícios e quero desfrutar deste momento. E, com certeza, a luta e raça não vão faltar”, disse o atleta à assessoria da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM).

No torneio individual feminino, Bruna Takahashi foi superada pela a francesa Yuan Jia Nan por 4 a 0 (8/11, 7/11, 6/11 e 8/11), também na madrugada deste domingo. “Eu entrei um pouco mais lenta do que o normal. É Olimpíada, bem ou mal dá aquele frio na barriga. Mas estava me sentindo bem, tentei dar o meu máximo. Só que ela já teve dois ou três jogos anteriores e não estranhou quase nada. Eu estava estranhando a luz, o ambiente. Mas isso não é desculpa, apenas demorei um pouco mais para me adaptar por conta disso. Nos dois últimos sets, estava me sentindo melhor, mas já tinha passado metade do jogo. Tenho ainda a disputa por equipes, tenho que continuar treinando”. comentou a mesatenista.

Categorias
Esportes

LNF: Campo Mourão goleia Brasília e assume liderança do Grupo C

O Campo Mourão Futsal goleou o Brasília por 5 a 1 na manhã deste domingo (25) na Arena UTFPR, em Campo Mourão, no interior do Paraná, pela 11ª rodada da Liga Nacional de Futsal. A partida foi transmitida ao vivo pela TV Brasil.

O resultado deixou o time paranaense na liderança do grupo C com 19 pontos. O Brasília está na 7ª posição no mesmo grupo com 10 pontos.

O pivô Caio Júnior, artilheiro do Campo Mourão, fez os dois primeiros gols do jogo ainda na etapa inicial. Depois do intervalo, o ala/pivô Tom ampliou o placar para 3 a 0. Nino fez o gol de honra dos visitantes. Só que Fabinho ainda teve tempo de ampliar para 4 a 1 com um chute no ângulo do goleiro adversário. Caio Barros fechou o placar roubando a bola do goleiro linha.

Na quarta-feira (28), o Campo Mourão recebe o Pato às 19h na Arena UTFPR. O Brasília volta a jogar no dia 5 de agosto contra o Marechal Cândido Rondon no interior do Paraná.

Categorias
Esportes

Wanderson de Oliveira avança às oitavas de final do boxe em Tóquio

O pugilista Wanderson de Oliveira, no peso leve (até 63 kg), venceu na estreia do boxe na Olimpíada. Contra Wessan Salamana, do time dos refugiados olímpicos, o brasileiro foi superior após três assaltos, em decisão unânime dos cinco jurados.

Ele retorna ao ringue na Arena Kokugikan no próximo sábado (31) pelas oitavas de final. O adversário será da Bielorrússia, Dzmitry Asanau.

A seleção nacional na modalidade conta com sete atletas, quatro homens e três mulheres. Nesta segunda-feira (26), Jucielen Romeu, peso pena (até 57 kg), enfrentará a britânica Karriss Artingstall.

Categorias
Esportes

Rebeca Andrade dá show em Tóquio e se classifica para três finais

A ginasta brasileira Rebeca Andrade, de 22 anos, se garantiu na manhã deste domingo (25) em três finais no Centro de Ginástica de Ariake, em Tóquio.

A atleta estará na disputa da medalha no individual geral da Olimpíada, competição na qual passou na segunda posição, com 57,399 pontos, atrás apenas da super favorita Simone Biles. No salto, Rebeca foi a terceira melhor com a média de 15,100 pontos nos dois saltos. No solo, com a apresentação embalada pela música do Baile de Favela, ela obteve a nota 14,066 pontos, ficando somente um décimo atrás da líder, a italiana Vanessa Ferrari.

A primeira final da Rebeca será na quinta-feira (29), às 07h50 (horário de Brasília), no individual geral. As medalhistas no salto serão conhecidas no próximo domingo (1º de agosto) e as melhores do solo brigarão pelas medalhas no dia 2 de agosto.

Flávia Saraiva conseguiu a vaga na final na trave. Mas acabou torcendo o tornozelo direito no solo e teve que abandonar as disputas seguintes. A ideia da atleta é buscar a recuperação física para participar da final da trave prevista para o dia 3 de agosto, às 5h48.

Categorias
Esportes

Daniel Cargnin fatura primeiro bronze do judô brasileiro na Olimpíada

O gaúcho Daniel Cargnin conquistou na madrugada deste domingo (25) a medalha de bronze na categoria até 66 kg na Olimpíada de Tóquio 2020. No lendário ginásio Budokan, a 23ª medalha da modalidade para o país na história dos Jogos foi conquistada com a vitória do atleta da Sogipa sobre o israelense Baruch Shmailov. A luta foi bastante tensa, o brasileiro precisou ser atendido pelos médicos depois de sofrer um corte após uma entrada do adversário. Mas o jovem atleta de 23 anos conseguiu confirmar a medalha com um wazari.

O japonês Hifumi Abe, que passou por Cargnin na semifinal, ficou com a medalha de ouro, a prata ficou com o georgiano Vazha Margvelashvili. A outra medalha de bronze foi do sul-coreano Baul An.

Antes de chegar na disputa do bronze, Daniel Cargnin bateu o egípcio Mohamed Abdelmawgoud e Denis Vieru, da Moldávia. Nas quartas de final, ele passou pelo líder do ranking mundial, o italiano Manuel Lombardo, com um lindo wazari no final do combate.

Na categoria até 52 kg, a brasileira Larissa Pimenta acabou eliminada na segunda rodada pela japonesa Uta Abe. Na luta inicial, a atleta do Esporte Clube Pinheiros bateu a polonesa Agata Perenc.

Na noite deste domingo (25), será a vez da estreia do judoca Eduardo Barbosa, do Clube Paineiras de São Paulo. Pela categoria até 73 kg, o brasileiro enfrentará o francês Guillaume Chaine às 23h14 (horário de Brasília).

Categorias
Esportes

No vôlei feminino, Brasil vence Coreia do Sul na estreia olímpica

A seleção brasileira feminina de vôlei venceu a Coreia do Sul na estreia da modalidade na Olimpíada de Tóquio 2020 por 3 sets a 0, com parciais de 25/10, 25/22, 25/19. O jogo foi disputado na manhã deste domingo (25) na Arena Ariake.

O primeiro set foi de domínio completo da equipe nacional. O time logo pulou na frente e pôde até errar alguns lances e mesmo assim vencer sem dificuldades por 25 a 10. Na segunda parcial, a equipe apresentou alguns problemas na recepção e teve dificuldades para vencer por 25 a 22. No último set, a seleção entrou desatenta e chegou a estar perdendo por 8 a 3. Mas o treinador Zé Roberto apostou na inversão do 5×1, colocando Roberta e Rosamaria em quadra na maior parte da parcial. No final, o Brasil impôs a maior qualidade e venceu por 25 a 19.

A equipe verde e amarela joga novamente na próxima terça-feira (27), contra a República Dominicana, pelo grupo A, às 07h40 (horário de Brasília).

Categorias
Esportes

Olimpíada: Brasil chega a uma final e em duas semifinais na natação

O revezamento 4×100 metros livre do Brasil foi o grande destaque da equipe nacional nas disputas da manhã deste domingo (25) na Olimpíada, no Centro Aquático de Tóquio. O time formado por Breno Correia, Pedro Spajari, Gabriel Santos e Marcelo Chierighini fez o quinto tempo com 03min12seg59 e está na briga por medalha.

Nas provas individuais, os brasileiros conseguiram duas vagas às semifinais. Fernando Scheffer, nos 200 m livre, fez o segundo melhor tempo (01min45seg05). Nos 100 m costas, Guilherme Guido avançou com 11º melhor tempo (53seg65).

Ainda na prova dos 200 m livre, Murilo Sartori fechou a bateria em último, com 01min47seg11, e não conseguiu se classificar. Nos 100 m costas, Guilherme Basseto fez 53seg84 e acabou eliminado. As provas decisivas ocorrem na noite deste domingo (25).

Categorias
Esportes

Prata de Kelvin Hoefler é a primeira medalha brasileira em Tóquio

A primeira medalha brasileira na Olimpíada de Tóquio 2020 veio do skate, modalidade estreante nos Jogos Olímpicos nesta edição, na madrugada deste domingo (25), no Parque de Esportes Urbanos de Ariake. No street masculino, Kelvin Hoefler ficou com a prata somando 36,15 pontos. O ouro foi do japonês Yuto Horigomi (com 37,18 pontos) e o bronze ficou com o americano Jagger Eaton somando 35,35.

O brasileiro chegou a liderar boa parte da final, mas acabou sendo ultrapassado pelo representante do Japão durante a prova das manobras individuais. Em alguns momentos, inclusive, ele estava fora da zona de medalhas, mas se recuperou de forma espetacular e fazendo a melhor nota na última manobra, garantiu a medalha.

O outro brasileiro na competição, Felipe Gustavo, o Bochecha, acabou eliminado na fase inicial.