Categorias
Esportes

Brasil encerra Pan de Ginástica de Trampolim com nove medalhas

O Brasil encerrou nesta terça-feira (28) a participação no Campeonato Pan-Americano de Ginástica de Trampolim, realizado na Arena 1 do Parque Olímpico da Barra, no  Rio de Janeiro, com a conquista de nove medalhas, sendo três de ouro.

O grande destaque da equipe brasileira foi Camilla Gomes, que garantiu duas medalhas douradas, uma no trampolim individual e outra no trampolim sincronizado ao lado de Alice Hellen. A terceira atleta do país a ficar no lugar mais alto do pódio foi Gabriela Cordeiro, campeã no trampolim individual categoria juvenil.

“Estou muito feliz. Minha primeira vez em um Pan-Americano, uma competição assim como essa, e é muito legal. Hoje contamos com o apoio da torcida, teve bastante gente aqui torcendo, eu até fiquei um pouquinho nervosa, mas estou super feliz”, declarou Gabriela à assessoria da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG).

Além das três medalhas douradas o Brasil terminou a competição com mais quatro pratas – no trampolim por equipes feminino (com Camilla Gomes, Alice Hellen, Ana Luiza Pereira Soares e Maria Luiza França Lopes Oliveira), no trampolim individual feminino (com Alice Hellen), no trampolim individual masculino juvenil (com Arthur Antunes Ferreira) e no trampolim individual feminino juvenil (com Alice Reis Albuquerque) – e dois bronzes – no trampolim individual masculino juvenil (com Marcos Paulo) e duplo-mini juvenil (com João Guilherme Silva).

Na opinião do coordenador geral da CBG, Henrique Motta, o evento foi de grande importância para o desenvolvimento da modalidade no país: “Esse evento é fundamental para o desenvolvimento esportivo da ginástica brasileira. É o segundo ano seguindo que a gente faz no Brasil e é muito importante para a modalidade dar a oportunidade desses jovens atletas e também aos mais experientes de estarem competindo em casa e ao mesmo tempo com porte internacional. Eles conseguem se preparar para as principais competições que têm ao longo da temporada de 2022 e do ciclo olímpico de Paris. O saldo esportivo, sem dúvida, é 100%”.

Categorias
Esportes

Liga das Nações: seleção feminina bate China em abertura da 3ª etapa

A seleção brasileira feminina de vôlei ficou perto da classificação para a disputa do título inédito da Liga das Nações, após derrotar a China por 3 sets a 2 (parciais de (25/20, 25/23, 18/25, 21/25 e 15/11), nesta terça-feira (28), na partida de abertura da terceira etapa da competição em Sofia (Bulgária).  O próximo compromisso da equipe brasileira, terceira colocada (20 pontos), será contra a Coreia do Sul (lantena, com oito pontos), às 14h (horário de Brasília) de quinta-feira (30).

As brasileiras, comandadas pelo técnico Zé Roberto Guimarães. Controlaram a partida no início, e chegar a abrir 2 sets a 0 de vantagem.  Mas a partir da terceira parcial, o Brasil errou muito e as chinesas aproveitaram e empataram o duelo. No tie-break, as brasileiras fizeram valer sua superioridade em quadra e selaram a vitória.

Principal destaque da partida foi a ponteira Gabi, capitã da seleção, que anotou 27 pontos (24 deles no ataque, dois de bloqueio e um de saque). Quem também brilhou foi a oposta Kisy que somou 24 (22 pontos de ataque e dois de bloqueio). O resultado deixou Zér Roberto confiante para selar a vaga já no “Foi uma vitória importante para essa nova geração, um jogo difícil como sempre são as partidas entre Brasil e China. Abrimos dois a zero e depois paramos de ter eficiência no saque e na defesa. O importante foi a nossa recuperação no quinto set. Continuamos a nossa trajetória e vamos pensar na partida contra a Coréia do Sul”, disse o técnico, em depoimento à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

O triunfo de hoje (28) foi o quinto seguido do Brasil, terceiro colocado na classificação geral, com 20 pontos, atrás apenas das líderes japonesas (23) e das norte-americanas (21), em segundo lugar. A Liga das Nações reúne 16 seleções e apena as oito melhores seguem para a fase de decisão do título. A equipe comandada pelo técnico Zé Roberto soma até agora sete vitórias e apenas uma derrota.

Terceira etapa – Liga das Nações

30/06 (quinta-feira) – Brasil x Coréia do Sul, às 14h 

01/07 (sexta-feira)  – Brasil x Bulgária, às 14h

02/07 (sábado) – Brasil x Tailândia, às 10h30  

Categorias
Esportes

Brasil perde da Suécia, no último jogo antes da Copa América Feminina

A seleção feminina de futebol foi superada pela Suécia no segundo e último amistoso europeu de preparação para a Copa América. Nesta terça-feira (28), as brasileiras saíram na frente, mas não suportaram a pressão das anfitriãs e perderam de virada, por 3 a 1, na Friends Arena, em Estocolmo.

A técnica Pia Sundhage (que é sueca) fez mudanças em relação ao time superado pela Dinamarca, por 2 a 1, na última quinta-feira (24), em Copenhague. A lateral Fê Palermo, que atuou pela esquerda na capital dinamarquesa, foi para a lateral direita (antes ocupada por Letícia Santos), com Tamires assumindo o lado oposto. A volante Duda Santos deu lugar a Angelina, enquanto a meia Ary Borges entrou na vaga da atacante Bia Zaneratto.

Os primeiros 45 minutos foram de bastante equilíbrio, com o Brasil tendo as oportunidades mais claras. Aos 25, Tamires cruzou pela esquerda e acertou a trave. Nos acréscimos, aos 47 minutos, Adriana chutou da entrada da área, a goleira Hedvig Lindahl deixou a bola escapar e a também meia Kerolin quase completou para as redes.

As brasileiras mantiveram a postura na volta do intervalo e não demoraram a abrir o placar. Aos quatro minutos, Angelina lançou Fê Palermo pela direita. A lateral esticou para Debinha, que invadiu a área e bateu no canto de Lindahl.

O gol modificou o cenário da partida, com o Brasil se fechando para sair nos contra-ataques e dando campo à Suécia, que passou a pressionar. O recuo brasileiro se mostrou excessivo e as anfitriãs tomaram a dianteira no marcador. Aos 19 minutos, a meia Johanna Kaneryd tomou a bola próxima à área, driblou a zagueira Rafaelle e bateu na diagonal para empatar o jogo. Dois minutos depois, a lateral Jonna Andersson cruzou pela direita e a atacante Lina Hurtig cabeceou sem chances para Lorena.

Mais inteiras, as suecas continuaram a comandar as ações ofensivas e ampliaram aos 43 minutos. A atacante Stina Blackstenius recebeu nas costas da zaga e tocou por cobertura, na saída de Lorena, fazendo um golaço. As europeias quase marcaram o quarto nos acréscimos, com a zagueira Magdalena Ericsson finalizando na pequena área, para grande defesa da goleira brasileira.

O próximo compromisso do Brasil será a Copa América, na Colômbia. A estreia será no próximo dia 9 de julho, contra a Argentina. As brasileiras estão no Grupo A, com sede na cidade de Armenia, ao lado de Uruguai, Venezuela e Peru. As três melhores equipes da competição vão à Copa do Mundo do ano que vem, em Austrália e Nova Zelândia. O campeão assegura vaga na Olimpíada de Paris (França), em 2024.

Categorias
Esportes

Coluna – Brasileirão está mais difícil do que nunca

Se fizermos uma pesquisa agora perguntando quem é o favorito ao título da Série A do Brasileirão é muito provável, muito mesmo, que o Palmeiras apareça com a grande maioria dos votos. E isso é plenamente justificável, pois o time, bicampeão da Copa Libertadores, fez a melhor campanha na primeira fase do torneio continental deste ano e, na Série A, segue líder já há algumas rodadas. E com certeza na próxima também será.

No entanto, afirmar que ele é mesmo o favorito, se olharmos o andamento do atual campeonato, não será possível. O Palmeiras tem apenas três pontos a mais que o Corinthians, um saldo de gols bem superior, mas nada impede que, em duas rodadas, as posições estejam invertidas.

E mais: que campeonato acirrado o deste ano, em que vemos nove equipes entre 19 a 17 pontos. No alto, três somam 24; e mais uma esquisitice: o Fortaleza, que está nas oitavas-de-final da Copa Libertadores, é o último colocado, já tendo vencido o Flamengo no Maracanã.

Aliás, o Rubro-Negro carioca é um exemplo dessa gangorra no Brasileirão. O time já perdeu seis jogos (quando Jorge Jesus era o técnico foram quatro em toda a temporada), mas quando vence uma chega a pular sete posições na tabela. Com campanha irregular, basta perder um jogo para se ver ameaçado pelo Z4. E no momento está ali, no meio da tabela, a três pontos do Fluminense, que abre o G6.

Fazer uma estimativa do que vai acontecer para o fim do campeonato é missão impossível. E não faltam motivos para isso neste ano de Copa do Mundo em novembro. Nesta semana e na próxima teremos jogos pelas Copas Libertadores e Sul-Americana, envolvendo 11 equipes, mais da metade das que disputam a Série A. Em julho, os jogos da volta da Copa do Brasil, com a participação de outros três times, além de outros dez que estão nas copas continentais. Nesses dois torneios, muito dinheiro em jogo, o que faz com que haja uma prioridade para eles, em detrimento do Brasileirão em algumas rodadas.

Além disso, a janela de transferência para a Europa vai abrir, permitindo a chegada de jogadores e, pior, a saída de outros. De que forma isso vai afetar, para o bem e o mal, o desempenho de cada um? Como vão se comportar as equipes eliminadas de alguma (ou das) Copa(s)?

Pensou nisso tudo? E aí, continua achando que o Palmeiras é favorito? Eu também acho, ainda. Até porque a qualidade do futebol que temos visto está bem abaixo da dos últimos anos. Mas eu não arriscaria dinheiro nesse palpite.

* Sergio du Bocage é apresentador do programa No Mundo da Bola, da TV Brasil

Categorias
Esportes

Filipinho é tetra e estreante Samuel Pupo vice na etapa Rio Pro da WSL

O paulista de Ubatuba Filipe Toledo, líder do ranking, faturou o tetracampeonato do Rio Pro, etapa da Liga Mundial de Surfe (WSL, sigla em inglês), disputada na Praia de Itaúna, em Saquarema (RJ). Filipinho levou nota 10 durante a bateria final, valendo o título, contra o conterrêo Samuel Pupo, as estreante na elite do surfe mundial, que chegou pela primeira vez à uma final na temporada. Filipinho totalizou 18.67 contra 10.73, de Pupo, também do litoral paulista, da cidade de São Sebastião.

Com o triunfo em Saquarema, Filipinho chegou aos 50.040 pontos, e se distanciou ainda mais na liderança da classificação geral.  Na última etapa, em El Salvador, o paulista já havia assegurado presença no WSL Finals, em setembro, final do circuito mundial que reúne os cinco surfistas com maior pontuação na temporada.

Para chegar à final contra Pupo, Filipinho venceu a semi contra o Yago Dora, com nota 17.36 a 15.34. Pela primeira na etapa brasileira as semifinais reuniram quatro brasileiros. A outra disputa foi entre Pupo e o campeão olímpico Ítalo Ferreira. O surfista de São Sebastião (SP)  bateu o potiguar por 11.44 a 10.83.

A brasileira Tatiana Weston-Webb encerrou sua participação em terceiro lugar, ao perder a semifinal para a havaiana Carissa Moore, por 14.60 a 11.77.  Na sequência,  Moore se sagrou campeã em Saquarema após superar na final a compatriota Gabriela Bryan, por 12.67 a 9.67.

Categorias
Esportes

Série B: Operário bate Chapecoense por 2 a 1 na abertura da 15ª rodada

O Operário-PR derrotou a Chapecoense por 2 a 1, na noite desta segunda-feira (27) no estádio Germano Krüger, em uma das partidas que abriram a 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com este resultado, o Fantasma subiu para a 8ª posição da classificação com 19 pontos, enquanto o Verdão do Oeste ficou na 14ª colocação com 15 pontos.

Jogando em casa, o Operário foi melhor no primeiro tempo e abriu o placar com Willian Machado e ampliou com Júnior Brandão. Na etapa final Chrystian descontou para a Chapecoense, mas o placar ficou mesmo em 2 a 1.

Vitória no Castelão

No outro jogo que abriu a rodada, o Sampaio Corrêa bateu o CSA no Castelão com gols de Ygor Catatau e Gabriel Poveda.

Categorias
Esportes

Athletico-PR apresenta oficialmente o volante Fernandinho

O Athletico-PR apresentou oficialmente nesta segunda-feira (27) o volante Fernandinho. E o meio-campista, que estava no Manchester City (Inglaterra), chegou afirmando que pretende encerrar a carreira no Furacão.

“É uma tarde especial para a nossa instituição. O Fernandinho está realizando um sonho do Athletico-PR. Mantivamos contato por todos estes anos, desde que ele foi muito cedo, vendido para o Shakhtar [Ucrânia]. Acompanhamos a sua carreira espetacular”, disse o presidente do Furacão, Mario Celso Petraglia.

“Estou realizando um sonho, um desejo pessoal, de voltar ao Athletico-PR. Encerrarei minha carreira jogando apenas por três clubes, dois na Europa e um no Brasil. O coração falou mais forte neste momento. Tivemos propostas de muitos clubes de todo o mundo, mas a decisão mais sensata era voltar para casa”, disse Fernandinho, que vestirá a camisa 5 da equipe do Paraná.

Carreira

O Athletico-PR foi a primeira equipe profissional de Fernandinho. Pelo Furacão o jogador disputou 105 jogos como profissional, marcando 22 gols e conquistando o título do Campeonato Paranaense de 2005.

Depois o meio-campista defendeu o Shakhtar Donetsk, entre 2005 e 2013, e o Manchester City, entre 2013 e 2022. Além disso, defendeu a seleção brasileira principal em 53 partidas, conquistando a Copa América de 2019.

Categorias
Esportes

Pan de Ginástica de Trampolim: Brasil alcança finais no sincronizado

O Brasil se classificou nesta segunda-feira (27) para as finais do trampolim sincronizado do Campeonato Pan-Americano de Ginástica de Trampolim, que começou no último domingo (26) na Arena 1 do Parque Olímpico da Barra, no  Rio de Janeiro.

O destaque foi a dupla formada por Camilla Gomes e Alice Hellen, que se credenciou para a decisão na primeira colocação com a nota de 47.780 pontos. As brasileiras, que já foram medalhistas na Copa do Mundo e líderes do ranking da FIG (Federação Internacional de Ginástica), chegam com amplo favoritismo para a disputa.

“Viemos fazer o nosso melhor e conseguimos, tanto ontem quanto hoje. Para amanhã [terça-feira] esperamos o mesmo: fazer o nosso melhor para conseguir uma medalha para o Brasil. Sabemos o quanto esse resultado é importante para todos”, declarou Alice.

Já no masculino o Brasil alcançou a final com a quinta melhor nota (46.420 pontos), obtida por Lucas Junio Tobias e Gabriel Miranda.

As finais do Campeonato Pan-Americano de Ginástica de Trampolim serão disputadas a partir das 9h (horário de Brasília) da próxima terça-feira (28). A competição pode ser acompanhada pelo Canal Olímpico do Brasil.

Categorias
Esportes

Surfe: Brasil garante título do Rio Pro de forma antecipada

O Brasil garantiu de forma antecipada o título do Rio Pro, etapa brasileira da Liga Mundial de Surfe (WSL), com a definição, nesta segunda-feira (27), de semifinais formadas apenas por atletas do país (Filipe Toledo, Italo Ferreira, Samuel Pupo e Yago Dora).

O dia na praia de Itaúna (Saquarema) começou com as disputas das oitavas de final, fase na qual o atual líder do ranking mundial Filipe Toledo superou o peruano Miguel Tudela por 13,56 a 9,44. Se nas oitavas o atual dono da lycra amarela foi bem, nas quartas ele brilhou para derrotar o australiano Connor O’Leary por 15,10 a 8,94.

Nas semifinais Filipinho medirá forças com Yago Dora, que venceu os australianos Ethan Ewing (por 14,10 a 14,00 nas oitavas) e Callum Robson (por 14,17 a 7,00 nas quartas).

Já Italo Ferreira começou o dia deixando pelo caminho outro representante do Brasil, Michael Rodrigues. O potiguar venceu a bateria das oitavas por 14,17 a 8,10. Nas quartas o campeão olímpico protagonizou a disputa mais emocionante do dia com Miguel Pupo. Os dois terminaram empatados em 13,34 a 13,34. Mas Italo avançou por ter conseguido a melhor onda da bateria (pela qual recebeu a nota 8,17).

Agora o potiguar pega na semifinal Samuel Pupo, que deixou pelo caminho dois brasileiros, Caio Ibelli (por 17,00 a 8,50 nas oitavas) e Mateus Herdy (por 12,80 a 8,83 nas quartas).

Categorias
Esportes

Após sequência história, Bia Haddad Maia cai na estreia em Wimbledon

A participação de Beatriz Haddad Maia na chave de simples do Torneio de Wimbledon, em Londres (Grã-Bretanha), chegou ao fim na primeira rodada. Nesta segunda-feira (27), a paulista de 26 anos, 28ª do ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA, sigla em inglês), perdeu da eslovena Kaja Juvan (62ª) por dois sets a um (4/6, 6/4 e 2/6), em uma hora e 56 minutos de partida.

Bia chegou em Wimbledon embalada pelos dois títulos conquistados em torneios nível WTA 250 (Birmingham e Nottingham) e uma semifinal no WTA 500 de Eastbourne, todos em solo britânico. A brasileira teve uma sequência de 12 vitórias seguidas, a maior em torneios femininos na grama desde 2018, quando a norte-americana Serena Williams viu chegar ao fim uma série de 20 triunfos consecutivos.

Apesar da eliminação precoce, a brasileira não deverá ser afetada no ranking, pois a edição deste ano de Wimbledon não vale pontos. Tanto a WTA como a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), que gere o naipe masculino da modalidade, tomaram essa decisão devido à não liberação, por parte dos organizadores da competição, da presença de jogadores de Rússia e Belarus, em razão da invasão russa à Ucrânia.

A paulista ainda disputará a chave de duplas femininas (onde é a 26ª do ranking mundial), ao lado da polonesa Magdalena Frech (92ª em simples, 191ª em duplas). Elas estreiam nesta quarta-feira (29), em horário a ser definido, contra a indiana Sania Mirza (24ª) e a tcheca Lucie Hradecka (20ª).

Entre os homens, o representante brasileiro na chave de simples também foi eliminado nesta segunda-feira. O cearense Thiago Monteiro, 89º do ranking da ATP, não resistiu ao espanhol Jaume Munar (71º), que venceu por três a zero (2/6, 4/6 e 5/7) em duas horas e 13 minutos.

Nesta terça-feira (28), quem estará em quadra pela chave feminina de simples é Laura Pigossi. A paulista de 27 anos, número 124 do mundo, terá pela frente a eslovaca Kristina Kucova (90ª). A partida está prevista para começar às 12h15 (horário de Brasília). É a primeira vez que a brasileira, bronze em duplas na Olimpíada de Tóquio (Japão), no ano passado, disputa a fase principal de um Grand Slam (como são conhecidos os quatro principais torneios do tênis mundial).