Categorias
Esportes

Série B: Chapecoense empata com América-MG e mantém a liderança

O duelo entre os melhores times da Série B do Campeonato Brasileiro terminou empatado. Neste domingo (20), América-MG e Chapecoense ficaram no 2 a 2 no estádio Independência, em Belo Horizonte. O resultado mantém as duas equipes na posição em que iniciaram a 30ª rodada da competição. O Verdão do Oeste lidera com 59 pontos, dois a mais que o Coelho, segundo colocado. Ambos têm encaminhado o retorno à elite do futebol nacional.

América-MG e Chapecoense mostraram porque são os principais candidatos ao acesso. A dupla alviverde apresentou bom volume de jogo e marcação alta, dando trabalho um ao outro. Pouco melhor, a Chape teve as duas primeiras boas chances da partida, ambas no jogo aéreo. Aos oito minutos, o volante Ronei cabeceou à direita da meta. Aos 30, o zagueiro Joilson escorou e Matheus Cavichioli defendeu. Nove minutos depois, porém, o goleiro nada pôde fazer quando o atacante Aylon desviou o chute do lateral Alan Ruschel e abriu o marcador.

O Coelho respondeu aos 40, forçando João Ricardo a uma grande defesa em batida de Felipe Azevedo, dentro da área. Aos 47, o goleiro do time catarinense levou novamente a melhor na disputa com o atacante. Na etapa final, aos oito minutos, Felipe Azevedo enfim venceu o duelo com João Ricardo ao chutar e contar com um desvio no volante William Oliveira. O atacante Rodolfo quase virou aos 17 minutos, mas foi a Chape quem marcou, aos 29, com Bruno Silva, depois de tabela com o também atacante Anselmo Ramon.

O América pressionou e teve duas boas chances. Primeiro com o zagueiro Anderson Jesus, aos 32 minutos, que cabeceou por cima do gol. Depois com Felipe Azevedo, na sequência, em batida de primeira. A insistência foi recompensada aos 43, com Anderson Jesus completando desvio do atacante Marcelo Toscano. Nos acréscimos, Ademir aproveitou escorada de Léo Passos e mandou para as redes, mas a arbitragem viu impedimento do atacante no momento da cabeçada do meia, anulando o que seria a virada do Coelho.

Os mineiros voltam a campo na quarta-feira (23), às 21h30 (horário de Brasília), para encarar o Palmeiras no Allianz Parque, em São Paulo, no primeiro jogo das semifinais da Copa do Brasil. Pela Série B, o Coelho só tem compromisso no próximo sábado (26), contra o CRB, às 18h30, novamente em casa. Na outra segunda-feira (28), a Chapecoense recebe o Paraná às 20h, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

Confira a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro.

Categorias
Esportes

Final da Liga Nacional de Handebol é suspensa após casos de covid-19

A Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) suspendeu a final e da disputa pelo terceiro lugar da Liga Nacional de Handebol, categoria masculina, que seriam disputadas neste domingo (20). Em nota oficial, a entidade informou que sete atletas de uma das equipes finalistas (que não foi revelada) testaram positivo para o novo coronavírus (covid-19). A decisão envolve os times paulistas Pinheiros e Taubaté. Ainda segundo o comunicado, não há definição de uma nova data para os jogos.

O torneio vinha sendo realizado desde o último domingo (13) na cidade de Arujá (SP), com atletas, membros de comissão técnica, árbitros, mesários, voluntários e demais profissionais ligados à competição hospedados no complexo esportivo local. A nota explica que os jogadores infectados foram identificados na manhã deste domingo e que “imediatamente, foram solicitados novos exames, considerados por autoridades sanitárias como exames padrão ouro para identificação do vírus”. Os testes confirmaram os casos.

O comunicado afirma que a suspensão das partidas “visa a segurança” de quem estava no torneio e que os atletas cujos exames deram positivo “estão sendo mantidos em isolamento e monitoramento e apresentam, até o momento, bom estado geral de saúde”. Segundo a confederação, foram adotados protocolos de saúde como a obrigatoriedade de apresentação dos laudos do exame RT-PCR feito até 72 horas antes da entrada no complexo e uso de máscaras em locais públicos e durante os jogos (exceto quem estivesse atuando).

A competição em Arujá reuniu 12 times, que foram divididos em três grupos na primeira fase. Os dois primeiros de cada chave e os dois melhores terceiros avançaram às quartas de final. É a sétima vez seguida que Pinheiros e Taubaté chegam à decisão. Nas outras seis decisões, cada um venceu três vezes. Os pinheirenses buscam o nono título para se isolarem como maiores campeões da Liga Nacional, posto que dividem com a também paulista Metodista. Os taubateanos, ganhadores em 2019, miram o quarto troféu.

A decisão estava marcada para 20h15 (horário de Brasília) deste domingo. A disputa do terceiro lugar seria disputada mais cedo, às 18h, entre Avaí-SC e Carajás-PA.

Categorias
Esportes

Nadadora paulista de 14 anos morre em decorrência da covid-19

A nadadora Mariana Franklin Ferreira Silva, de 14 anos, morreu na noite de ontem (19), devido a complicações da covid-19, informou neste domingo  (20) a Federação Aquática Paulista (FAP), em nota de pesar. A adolescente estava internada há dias no Hospital Regional de Presidente Prudente, no interior paulista.

Atleta da Associação de Pais e Amigos da Natação (Apan) de Presidente Prudente, Mariana Franklin disputou, nos últimos dias 9 e 10, provas do Campeonato Nacional Virtual de Integração, realizado em Santos (SP). Depois da disputa em Santos (SP), a equipe Apan Presidente Prudente ainda participou do Paulistão FAP, em Bauru (SP).

Mariana Franklin Ferreira Silva, de 14 anos, morre vítima de covid-19, em Presidente Prudente (SP)Mariana Franklin Ferreira Silva, de 14 anos, morre vítima de covid-19, em Presidente Prudente (SP)

Nadadora, de 14 anos, era atleta da Apan Presidente Prudente, no interior paulista – Reprodução/Federação Aquática Paulista-FAP

Em nota, a FAP lamentou a morte da alteta e afirmou que “todas as medidas de segurança foram tomadas e constantemente relembradas, orientadas e cobradas pela FAP em ambas as competições”. 

Categorias
Esportes

Série D: Salgueiro-PE e Altos-PI empatam no jogo de ida das oitavas

Os primeiros 90 minutos do confronto entre Salgueiro-PE e Altos-PI pelas oitavas de final da Série D terminaram sem vencedor. Neste domingo (20), as equipes ficaram no 1 a 1 no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro (PE), em partida transmitida ao vivo pela TV Brasil. Os dois times se reencontram no próximo domingo (27), às 15h45 (horário de Brasília), no estádio Felipe Raulino, o Felipão, em Altos (PI). Um novo empate leva a decisão da vaga às quartas de final para os pênaltis.

A temperatura na casa dos 34ºC impactou diretamente na postura das equipes, que pouco aceleravam o jogo. Cenário que não se modificou mesmo depois da paralisação para hidratação, por volta dos 23 minutos. Ao longo da primeira etapa, tanto Salgueiro como Altos apostaram nos jogadores de lado de campo, mas insistiram demais em cruzamentos sem êxito. Principalmente o Carcará, que apesar de se arriscar mais, encontrava dificuldades para localizar brechas na defesa do Jacaré.

Salgueiro (PE) e Alto (PI) ficaram no empate na primeira partida das oitavas de final da Série D 2020.Salgueiro (PE) e Alto (PI) ficaram no empate na primeira partida das oitavas de final da Série D 2020.

Salgueiro (PE) e Alto (PI) ficaram no empate na primeira partida das oitavas de final da Série D 2020. – Rodrigo Avelar/SAC/Direitos Reservados

A bola só balançou as redes quando os times começaram a finalizar de fora da área. Os piauienses saíram na frente aos 12 minutos. O volante Ray chutou e a bola desviou no atacante Betinho, que a tirou do alcance do goleiro Lucas. A resposta do Salgueiro veio aos 36. Ao invés de avançar pela esquerda e cruzar, o lateral Daniel cortou para dentro e arrematou da intermediária, no canto do goleiro Marcelo, que nada pôde fazer.

A etapa final começou completamente diferente, com uma sucessão de lances perigosos. Com menos de um minuto, o atacante Manoel fez o pivô e rolou para o meia Arcanjo finalizar rente à meta do Salgueiro. O time da casa respondeu aos dois, em chute do meia Renato que foi na trave. Aos seis, o Altos também parou no poste, após Lucas espalmar outra batida perigosa de Arcanjo. O goleiro do Carcará foi bem novamente aos oito, esticando-se para salvar um arremate de Manoel. 

O Jacaré seguiu pressionando o Salgueiro, mas parando nas intervenções de Lucas e na falta de precisão nos chutes e no último passe. A equipe pernambucana, aos poucos, conseguiu sair mais para o ataque, mas sem a velocidade para aproveitar os espaços no sistema defensivo do Altos. Nos minutos finais o time piauiense retomou o comando das ações ofensivas, mas o placar não se alterou.

Outros resultados

O Globo-RN recebeu o Fast Clube-AM no estádio Manoel Barreto, em Ceará-Mirim (RN), e venceu por 2 a 1, de virada, em outro confronto pelas oitavas de final. O lateral Bernardo abriu o marcador para o Rolo Compressor, mas o atacante Edson Kapa e o meia Aurélio garantiram a vitória da Águia. O time potiguar tem a vantagem do empate na partida de volta, que será no próximo sábado (26), às 17h, na Arena da Amazônia, em Manaus, com transmissão ao vivo da TV Brasil. Se o Fast ganhar por um gol, a decisão será nas penalidades.

Dono da melhor campanha geral da Série D, o Brasiliense-DF foi superado pelo Mirassol-SP por 4 a 0, no estádio José Maria de Campos Maia, o Maião, em Mirassol (SP). O atacante Fabrício Daniel (três vezes) e o lateral Moraes marcaram para o Leão, que leva vantagem para o duelo de volta, no domingo que vem, às 15h, no estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF), também com transmissão ao vivo da TV Brasil. O time paulista pode ser superado por três gols de diferença. Se o Jacaré devolver os quatro gols, a vaga sairá nos pênaltis.

Categorias
Esportes

Brasileirão: Vasco segura Santos e vence em São Januário por 1 a 0

Depois de quatro rodadas sem triunfar na Série A do Campeonato Brasileiro, o Vasco voltou a vencer em São Januário: 1 a 0 sobre o Santos.  Com o resultado, o Gigante da Colina chegou a 28 pontos, mas ainda não saiu da zona do rebaixamento (Z4), ocupando a 17ª posição. Já o Peixe perdeu a segunda partida consecutiva e estacionou nos 38 pontos.

O Vasco jogou sem Martín Benítez, lesionado. O time santista entrou um time misto, e Cuca deixou seus principais jogadores, Marinho e Soteldo, no banco de reservas. A estratégia dos donos da casa era bem clara: esperar o adversário em seu campo de defesa e sair para o contra-ataque. Deu certo. Logo aos oito minutos, Germán Cano recebeu bola pela esquerda, girou e tocou para Vinícius. Ele encontrou Léo Matos pela direita, que avançou com liberdade e cruzou na medida para Carlinhos finalizar, de primeira, sem chances para o goleiro John Victor.

Mesmo com o gol, o Cruzmaltino não mudou a forma de jogar e, por pouco, não ampliou. Aos 20 minutos, Juninho pegou a bola no meio de campo, passou por três jogadores, invadiu a área mas, na hora do chute, preferiu tocar para Germán Cano, e Luiz Felipe cortou.

O Santos quase empatou aos 32 minutos. Bola alçada na área e Alex desviou de cabeça. Fernando Miguel salvou no cantinho. A bola sobrou para Madson, que finalizou, mas Léo Matos tirou em cima da linha. Cinco minutos depois, Madson foi lançado por Kaio Jorge e chutou forte, mas a bola foi por cima do gol.

Na volta do intervalo, o técnico Cuca colocou Soteldo no lugar de Luiz Felipe e substituiu Fernando Pileggi por Bruninho na tentativa de chegar mais ao ataque. Aos oito minutos, Bruninho teve sua primeira chance. Ele dominou após passe de Kaio Jorge, dividiu com Léo Matos e chutou firme para a defesa de Fernando Miguel.

O goleiro salvou o Vasco aos 14 minutos. Boa triangulação do Santos pela esquerda de ataque até o chute de Felipe Jonatan, no cantinho, para a boa defesa de Fernando Miguel. Aos 28 minutos, Cuca decidiu colocar Marinho em campo, tirando Madson.

Mesmo com o craque em campo e com nove minutos de acréscimos, o Santos não assustou mais o Vasco e acabou saindo com a derrota de São Januário.

Na próxima rodada, o Santos recebe o Ceará, domingo (27), às 18h15min (horário de Brasília), na Vila Belmiro. No mesmo dia e no mesmo horário, o Vasco enfrenta o Athletico-PR, na Arena da Baixada.

Athletico-PR 1 x 0 Bragantino

O Furacão também entrou em campo neste domingo e venceu o Bragantino por 1 a 0, no Nabi Abi Chedid e empatou com o próprio Massa Bruta em número de pontos, 31. Entretanto, o Furacão fica na frente por ter duas vitórias a mais.

O Athletico-PR abriu o placar aos 25 minutos. Thiago Heleno lançou do campo de defesa para Renato Kayzer. Léo Ortiz tentou o domínio e acabou entregando para o camisa 79, que invadiu a área e chutou forte.

No segundo tempo, o Bragantino tentou pressionar o Athletico, mas não conseguiu empatar. O Furacão até teve a oportunidade de ampliar, aos 17 minutos, em cabeçada de Renato Kayzer que explodiu na trave. Mesmo sufocando os visitantes no fim da partida, o Bragantino não conseguiu chegar ao empate.

Na próxima rodada, o Bragantino enfrenta o Palmeiras, no domingo (27), às 18h15min, no Allianz Parque.

Categorias
Esportes

Magnus vinga 2016, vence Corinthians e garante o bicampeonato na LNF

O Magnus Sorocaba é bicampeão da Liga Nacional de Futsal (LNF). Neste domingo (20), o time do interior paulista derrotou o Corinthians por 3 a 0 e assegurou o título que não vinha desde 2014, ano em que a franquia foi fundada. A partida foi realizada no ginásio Professor João Carlos de Camargo, em Votorantim (SP) – município vizinho a Sorocaba (SP), onde a equipe mandou os jogos em 2020 – e teve transmissão ao vivo da TV Brasil.

O título coroa uma campanha perfeita do Magnus, primeiro a vencer a LNF de forma invicta. O fixo Rodrigo, capitão da equipe, foi eleito o craque da competição, além de garantir a artilharia, com 15 gols, graças às duas vezes que balançou as redes neste domingo, superando o fixo corintiano Deives. A conquista ainda teve gosto de revanche, já que em 2016, os dois rivais decidiram o título da LNF, com o Timão levando a melhor na ocasião.

“O que fizemos esse ano, nada vai apagar. Estamos muito felizes. Entramos para história como único time campeão invicto. Não esperava por isso [ser eleito o melhor jogador da LNF]. O mais importante é o título. Estava com saudade dessa taça”, comemorou Rodrigo, em entrevista à TV Brasil após a partida.

O primeiro tempo foi movimentado, com muito trabalho para os goleiros Lucas Oliveira e Careca. O Timão ficou na bronca com a arbitragem por ter estourado o limite de cinco faltas em dez minutos, sendo impedido de formar barreira nos tiros livres diretos até o intervalo. Na primeira cobrança do Magnus, Obina defendeu o chute de Rodrigo, mas o lance foi anulado, pelo árbitro entender que o goleiro corintiano – que substituiu Careca somente para essa jogada – se adiantou. Na repetição da batida, Rodrigo teve melhor sorte e colocou o time da casa à frente.

O Magnus voltou do intervalo mais ligado e quase ampliou logo aos dois minutos, em chute na trave do ala Pedrinho. Os goleiros continuaram bastante exigidos. Aos poucos, o Corinthians melhorou e forçou o rival a cometer faltas em sequência. Em oito minutos, o cenário do primeiro tempo se inverteu, com o time sorocabano estourando o limite de infrações. O Alvinegro, porém, não aproveitou a vantagem. Para piorar, ainda teve o ala Murilo expulso aos 12, tendo que ficar com um jogador a menos por dois minutos – ou até sair um gol.

E o gol saiu quase em seguida, mas para o Magnus, em pênalti convertido por Rodrigo. O Timão teve a chance de descontar em tiro livre direto, mas a cobrança de Jackson Samurai parou em grande defesa de Lucas Oliveira. Com dois gols atrás e também tendo estourado o limite de faltas, o Corinthians foi para o tudo ou nada, com Jackson Samurai virando goleiro-linha. No contra-ataque, o ala Marinho tabelou com o ala Danilo Baron e bateu para o gol vazio, definindo o jogo e o título, faltando menos de dois minutos para o apito final.

Categorias
Esportes

Corinthians atropela Ferroviária e leva o bi do Paulista Feminino

Campeão brasileiro há três semanas, o Corinthians coroou a temporada no futebol feminino com outro título. Neste domingo (20), as alvinegras atropelaram a Ferroviária por 5 a 0 na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), e garantiram o bicampeonato paulista. Como venceu a partida de ida por 3 a 1, na Arena Barueri (SP), o Timão definiu o confronto com um incrível 8 a 1 no placar agregado.

As corintianas encerram o ano com 27 vitórias em 32 jogos, com só duas derrotas – uma para o São Paulo, na primeira fase da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro, e outra para o Santos, nas quartas de final do Paulista. Foram 98 gols marcados e somente 18 sofridos. E não teria sido absurdo que a marca centenária fosse alcançada neste domingo, tantas foram as chances que acabaram não convertidas em gols, para além das cinco bolas que pararam nas redes da Ferroviária.

A goleada foi construída no primeiro tempo. Aos 12 minutos, a atacante Giovana Crivelari recebeu da meia Gabi Zanotti e bateu na saída da goleira Luciana para abrir o placar. Quatro minutos depois, a cabeçada da atacante Adriana parou no travessão. Já aos 20, a escorada da zagueira Érika foi para as redes. Aos 36, outra bola alçada na área e outro gol de cabeça: desta vez da lateral Tamires. Aos 39, Luciana saiu errado, Gabi Zanotti dominou e tocou para a volante Diany fazer o quarto. Aos 43, o travessão – de novo – salvou a Ferroviária, agora em chute da meia Andressinha.

O Timão diminuiu o ritmo na etapa final, mas manteve o controle do jogo, sem sustos. A primeira oportunidade do time da casa só apareceu aos 15 minutos, em cobrança de falta da lateral Daiane que a goleira Lelê defendeu. As alvinegras perderam várias chances em sequência, até que aos 31 minutos, a volante Grazi, de 39 anos, recebeu da atacante Gabi Nunes e fechou o marcador na Fonte Luminosa.

Inter garante bicampeonato gaúcho

Atletas do Internacional comemoram a vitória e o título sobre o principal rival, o Grêmio.Atletas do Internacional comemoram a vitória e o título sobre o principal rival, o Grêmio.

Atletas do Internacional comemoram a vitória e o título sobre o principal rival, o Grêmio. – Mariana Capra/Internacional/Direitos reservados

Outro clube a se consagrar bicampeão estadual feminino neste domingo foi o Internacional. As Gurias Coloradas superaram o rival Grêmio por 2 a 1 e asseguraram o título gaúcho da modalidade pela oitava vez. O Gre-Nal decisivo foi realizado na Arena Cruzeiro, em Cachoeirinha (RS), região metropolitana da capital Porto Alegre.

O duelo reuniu os dois representantes gaúchos na elite do Brasileiro Feminino. Tanto Inter como Grêmio chegaram às quartas de final da edição deste ano, mas foram eliminados pelos dois finalistas – Avaí/Kindermann e Corinthians, respectivamente. No embate anterior entre os rivais, pela Série A1, as coloradas venceram por 1 a 0 em Gravataí (RS).

Sem a goleira Raíssa, que contraiu o novo coronavírus (covid-19), o Grêmio teve a reserva Lorena como a protagonista, evitando que o Inter abrisse vantagem nos primeiros 15 minutos. O Tricolor esboçou reação, mas, aos 27, após cruzamento da atacante Rafa Travalão, a meia Djeni abriu o marcador, de cabeça. As coloradas mantiveram a intensidade no segundo tempo e ampliaram aos oito minutos, em golaço da atacante Byanca Brasil, que driblou Lorena antes de finalizar. 

As Gurias Gremistas se lançaram de vez ao ataque e quase descontaram aos 17 minutos, quando a lateral Naná salvou, em cima da linha, uma bola desviada pela atacante Ju Oliveira. Aos 41, a lateral Simeia foi derrubada na área. A meia Pri Back converteu e recolocou as tricolores na disputa, mas as coloradas fizeram valer a superioridade técnica e controlaram a vantagem até o apito final.

Categorias
Esportes

Vale o bi: Magnus e Corinthians decidem a Liga Nacional de Futsal

O grito de “bicampeão” da Liga Nacional de Futsal (LNF) ecoará pelo ginásio Professor João Carlos de Camargo, em Votorantim (SP), neste domingo (20). Resta saber se ele partirá dos jogadores de Magnus Sorocaba ou de Corinthians, que se enfrentam a partir das 13h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Brasil.

No primeiro jogo, no domingo passado (13), as equipes ficaram no 1 a 1 no ginásio Wlamir Marques, em São Paulo. O pivô Charuto colocou o Magnus à frente, mas o pivô Deives deixou tudo igual. Em caso de nova igualdade no tempo normal, serão disputados dois tempos extras, de cinco minutos cada, no qual o time de Sorocaba (SP) possui a vantagem do empate, por ter feito melhor campanha.

Criado em 2014 com o nome Brasil Kirin (antigo patrocinador), o Magnus venceu a LNF na temporada de estreia. De lá para cá, bateu duas vezes na trave na busca do bicampeonato. A primeira foi em 2016, quando perdeu o título justamente para o Corinthians – que, por sua vez, sagrou-se campeão pela primeira vez. No ano passado, os sorocabanos voltaram à final, mas caíram para o Pato-PR.

Além da final da LNF em 2016, Magnus e Corinthians decidiram outros cinco títulos, com larga vantagem do time da capital paulista. O Alvinegro levou a melhor nas decisões das Ligas Paulistas de 2016, 2018 e 2019 (marcada por uma confusão generalizada dentro de quadra) e do Campeonato Paulista de de 2019. A equipe do interior só venceu o Timão na final da Liga Paulista de 2017.

Corinthians e Magnus vão se enfrentar no ginásio Professor João Carlos de Camargo.Corinthians e Magnus vão se enfrentar no ginásio Professor João Carlos de Camargo.

Corinthians e Magnus vão se enfrentar no ginásio Professor João Carlos de Camargo. – Guilherme Mansueto/Magnus Futsal/Direitos Reservados

O Corinthians também leva vantagem no confronto direto: são 16 vitórias, contra sete do rival e sete empates. Em 2020, porém, o Magnus têm 100% de aproveitamento no duelo, tendo vencido o Alvinegro nos dois jogos da primeira fase da LNF: 5 a 1 (em São Paulo) e 7 a 4 (em Votorantim). Os sorocabanos, aliás, podem ser os primeiros campeões invictos da história da Liga Nacional de Futsal.

“A gente fez um grande jogo [em São Paulo], não perdemos a vantagem. Ano passado, perdemos [a partida de ida] em Pato Branco [PR]. A gente sabe como é difícil reverter um placar, ainda mais contra uma equipe qualificada. Sempre falei que o Corinthians tem o melhor elenco do Brasil. Mas estamos focados, em um momento muito bom. Agora é acertar os detalhes que faltaram no outro jogo”, disse Ricardinho, técnico do Magnus, que mira o segundo título em quatro dias – na última quarta-feira (16), o time venceu o São José por 1 a 0 e conquistou o Campeonato Paulista.

O Timão também persegue a segunda conquista em 2020. No último dia 30 de novembro, a equipe da capital paulista levou a taça da Supercopa nacional, realizada em Erechim (RS). O Alvinegro aposta na grande fase de Deives, que chegou a 100 gols pelo clube ao balançar as redes no duelo anterior. Remanescente do título de 2016 ao lado do goleiro Careca, o pivô tem 100% de aproveitamento em finais: 11 disputadas e 11 vencidas. Com 14 gols, ele também briga pela artilharia da LNF, tendo um gol a mais que Rodrigo, fixo e capitão do Magnus.

Categorias
Esportes

Perseguindo líder São Paulo, Flamengo busca vitória diante do Bahia

O Flamengo recebe o Bahia neste domingo, a partir das 18h15 (horário de Brasília) no estádio do Maracanã, e busca uma vitória que lhe permita continuar a perseguição ao líder do Campeonato Brasileiro, o São Paulo.

O Rubro-Negro chega à partida válida pela 26ª rodada ocupando a 3ª posição, com 45 pontos, oito atrás do Tricolor do Morumbi (que venceu o Atlético-MG por 3 a 0 nesta rodada). Para o Bahia (16º com 28 pontos) é importante vencer para se afastar da zona do rebaixamento.

Renovação de Diego Alves

O time da Gávea tem um objetivo claro para este jogo, vencer para não deixar que o líder São Paulo abra uma vantagem muito grande na liderança. E o Flamengo ganhou um estímulo de última hora para partir em busca do triunfo, na última sexta-feira (18) a equipe anunciou a renovação com o goleiro Diego Alves por mais uma temporada.

Com isso, a equipe comandada por Rogério Ceni encerrou uma novela que vinha se alongando por muito tempo. A notícia ruim é a possível ausência do volante Willian Arão, que permanece sendo dúvida por causa de uma lesão na coxa direita. Se ele não entrar em campo, Gomes deve aparecer na equipe titular.

Eliminação na Sul-Americana

Para o Bahia a partida contra o Flamengo assumiu um significado especial. Após ser eliminado pelo Defensa Y Justicia (Argentina) da Copa Sul-Americana, o Tricolor concentra suas forças apenas no Brasileiro. E a caminhada no torneio nacional merece mesmo uma atenção maior.

Parado na primeira posição fora da zona do rebaixamento, o Bahia sabe que uma vitória diante do time da Gávea é importante para voltar a ganhar moral.

Em relação à escalação do Tricolor baiano há apenas uma certeza, o volante Ronaldo, emprestado pelo Flamengo, não estará à disposição.

Transmissão da Rádio Nacional

A Rádio Nacional transmite Flamengo e Bahia, com locução de André Luiz Mendes, comentários de Mario Silva e plantão de Bruno Mendes. Você escuta o Show de Bola Nacional, a partir das 18h15, aqui:

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Categorias
Esportes

Salgueiro e Altos opõem forças do interior nas oitavas da Série D

O estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro (PE), recebe neste domingo (20) o primeiro jogo entre Salgueiro-PE e Altos-PI, pelas oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. A bola rola às 16h (horário de Brasília), com transmissão da TV Brasil. A partida de volta será no outro domingo (27), às 15h45, no estádio Felipe Raulino, o Felipão, em Altos (PI).

O Salgueiro tenta repetir o feito de 2013, quando alcançou as semifinais e obteve o acesso à Série C. A temporada atual já é histórica para o Carcará, que levantou o troféu de campeão pernambucano de forma inédita, sendo o primeiro clube fora de Recife a realizar o feito. O Altos também ilustra a força do interior nordestino, com dois títulos e dois vice-campeonatos piauienses desde 2016, quando estreou na elite do estado (o clube foi fundado em 2013).

O desempenho em casa no ano é um dos trunfos do Salgueiro para o jogo deste domingo. Em 15 partidas como mandante, são 10 vitórias, três empates e duas derrotas. Foi no Cornélio de Barros que o Carcará sacramentou a classificação às oitavas com uma goleada por 4 a 0 sobre o Vitória da Conquista-BA no domingo passado (13). O atacante Ciel (ex-Fluminense), o meia Renato, o volante Raimundo Júnior e o zagueiro Ranieri balançaram as redes pelo time sertanejo.

O técnico Daniel Neri não tem desfalques por lesão ou suspensão. O treinador português deve repetir a base do último compromisso e escalar: Lucas; Sinho, Ranieri, Arthur e Daniel; Bruno Sena, Tarcísio, Moreilândia e Renato; Ciel e Alison Aroaçaba.

Se o Salgueiro deposita todas as atenções à Série D desde o início, o Altos passou um mês se dividindo com o Campeonato Piauiense. Na última quarta-feira (16), pela última rodada da primeira fase do Estadual, o Jacaré venceu o 4 de Julho-PI por 2 a 0, mas, por ter dois gols a menos de saldo que o rival, ficou fora da decisão pela primeira vez desde que subiu à primeira divisão. O acesso para a Série C é a única forma de o clube garantir uma série nacional em 2021.

“Aqui no Altos não priorizamos nenhuma competição. Ambas [Série D e Estadual] tinham a mesma importância para nós. Vamos com força total para os jogos que nos restam até o fim do ano”, afirmou o técnico Fernando Tonet, que não terá a semana livre para pensar no jogo de volta contra o Carcará. Isso porque na próxima quarta (23), os piauienses já voltam a campo pela etapa preliminar da Copa do Nordeste (de 2021) contra o Globo-RN, em casa.

O treinador não poderá escalar o zagueiro Reinaldo e o lateral Júlio Ferrari, suspensos pelo terceiro amarelo na vitória por 3 a 1 sobre o Rio Branco (AC), há uma semana, no Felipão, com gols do meia Alex Mineiro e dos atacantes Betinho (autor do gol do título do Palmeiras na Copa do Brasil de 2013) e Manoel. O provável Jacaré terá: Marcelo; Gean, Lucas do Carmo, Rafael Araújo e Tiaguinho; Dos Santos, Ray, Juninho e Klenisson; Betinho e Manoel.