Categorias
Esportes

Sonhando com vaga na Libertadores, Fluminense enfrenta Atlético-MG

O Fluminense recebe o Atlético-MG no estádio do Maracanã nesta quarta-feira (10), a partir das 21h30 (horário de Brasília), em jogo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor das Laranjeiras (atual quinto colocado com 56 pontos) chega ao confronto buscando uma vitória que lhe aproxime ainda mais de uma vaga para a fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores.

Já o Galo (que está em 3º com 60 pontos) busca um triunfo que lhe permita continuar na briga pelo título, objetivo que parece cada vez mais distante após tropeços nos últimos compromissos.

Libertadores é o objetivo

A equipe comandada pelo técnico Marcão vive um ótimo momento na competição. Após a derrota de 5 a 0 para o Corinthians na 29ª rodada, o Tricolor soma cinco partidas sem derrotas (4 vitórias e 1 empate), o que lhe permitiu entrar de vez na luta por uma vaga para a fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores.

Uma das explicações para esta mudança de trajetória do Fluminense na competição é a presença cada vez maior de jogadores da categoria de base no time titular. Um deles é o atacante Luiz Henrique, que, em entrevista coletiva, diz que espera fazer um bom jogo contra o Altético-MG e, “se Deus quiser, sair com a vitória”.

Para tentar somar os 3 pontos, o time das Laranjeiras tem apenas uma dúvida, o zagueiro Luccas Claro, que ficou fora dos últimos treinamentos após perder o pai. Desta forma, Marcão deve escalar a seguinte equipe: Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro (Matheus Ferraz) e Egídio; Martinelli, Yago Felipe e Nenê; Lucca, Luiz Henrique e Fred.

Vencer para continuar sonhando com título

Já o Atlético-MG tem que vencer a qualquer custo para continuar sonhando com a conquista do título Brasileiro. Faltando quatro rodadas para o final da competição, o Galo está a seis pontos do líder Internacional. Assim, um tropeço nesta noite praticamente tira a equipe mineira da luta pelo campeonato.

Porém, o time comandado pelo técnico argentino Jorge Sampaoli terá três desfalques para este compromisso: o volante Jair (suspenso), o atacante Keno (que se recupera de lesão no cotovelo esquerdo) e o argentino Matías Zaracho (em processo de recondicionamento físico após recuperação de lesão).

A Rádio Nacional transmite Fluminense e Atlético-MG nesta quarta com locução de Rodrigo Campos, comentários de Mário Silva, reportagem de Mauricio Costa e plantão de Bruno Mendes. Você acompanha o Show de Bola Nacional, que começa às 21h, aqui:

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Categorias
Esportes

Esquiva Falcão treina nos EUA para enfrentar russo Artur Akavov

O próximo combate do pugilista brasileiro Esquiva Falcão está marcado para 20 de fevereiro. O adversário será o russo Artur Akavov, que tem 23 lutas na carreira (com 20 vitórias, sendo nove por nocaute). A luta, na categoria dos médios, será em Las Vegas (Estados Unidos), com todo o protocolo de segurança contra o novo coronavírus (covid-19) exigido pelas autoridades locais.

Para chegar bem ao combate, o medalhista de prata nos Jogos de Londres (2012), que tem um cartel de 27 lutas e 27 vitórias (sendo 19 por nocaute) no boxe profissional, segue com treinos intensivos em Riverside (Estados Unidos). A preparação segue intensa, com uma rotina de dois treinos diários, incluindo atividades aeróbicas e de musculação. O atleta está próximo de alcançar o peso para o combate, que será no máximo combinado de 162 libras (73,48 kg).

“Está sendo muito puxado, muito bom! Porque meu adversário é o melhor até hoje no profissional. Ele lutou duas vezes pelo título mundial do peso médio na Organização Mundial. Perdeu em 2016 para o inglês Billy Joe Saunders e, em 2019, para o americano Demetrius Andrade. Acredito que vai ser uma boa luta, estou preparando muito bem! Meu adversário teve chances de cinturão mundial e agora é a minha vez. Então acredito que uma vitória por nocaute vai me deixar bem próximo do meu objetivo”, declarou Esquiva Falcão em nota divulgada por sua assessoria.

Categorias
Esportes

Igualando recorde pessoal, Rosangela Santos é prata na França

A velocista Rosangela Santos foi o grande destaque brasileiro no Aberto de Liévin, na França. Na tarde desta terça-feira (9), a corredora foi a segunda mais veloz na prova dos 60 metros rasos. Com a marca de 7s17, ela faturou a prata e igualou a melhor marca da carreira na prova, o recorde sul-americano conquistado em Berlim, em 2016. Ela chegou atrás somente da americana Javianne Oliver, que fechou a prova com o tempo de 7s10.

Nas eliminatórias, a brasileira ficou na segunda posição de sua bateria cravando 7s24, marca que a levou à final com o terceiro melhor tempo. Há dez dias, Rosangela já havia conquistado a medalha de ouro na mesma prova no meeting de Mondeville, também na França. Na ocasião ela correu a prova em 7s23.

Além de Rosangela Santos, o Brasil contou com outros três atletas no aberto indoor. No salto em distância, Alexsandro de Melo, que já está classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio na prova do salto triplo, estreou na temporada europeia e ficou em quarto lugar no salto em distância com a marca de 7,46 metros.

Já o campeão olímpico na prova do salto com vara nos Jogos do Rio de Janeiro (2016), Thiago Braz, foi outro que fez a primeira aparição na temporada de competições na Europa. Ele ficou apenas em quinto, saltando 5,60 metros. E Gabriel Constantino, que foi bronze no final de semana, ficou em 10º nos 60 metros com barreiras.

Categorias
Esportes

Athletic Club Futebol apresenta Loco Abreu oficialmente

O Athletic Club Futebol apresentou oficialmente nesta terça-feira (9) o atacante uruguaio Loco Abreu. Aos 44 anos de idade, o centroavante soma agora o 30º clube de sua carreira. No Brasil ele já defendeu Grêmio, Figueirense, Bangu, Rio Branco-ES e Botafogo, onde se tornou ídolo.

Pela seleção de seu país ele disputou uma Copa do Mundo, a de 2010, na África do Sul. Naquela oportunidade o Uruguai ficou com a terceira posição da classificação.

A contratação de Loco Abreu pode ser considerada a cereja do bolo do time de São João Del Rei, que em 2021 disputa a primeira divisão do Campeonato Mineiro pela primeira vez desde o ano de 1970.

Hora de desfrutar

Na primeira entrevista após a sua apresentação, o artilheito uruguaio expressou toda a sua empolgação com a chegada ao Athletic Club Futebol, e afirmou que o momento é de desfrutar: “Acho que, na verdade, todos do Athletic devem curtir este ano de maneira especial, independentemente do que acontecer: vencer, perder, empatar. Obviamente que temos a responsabilidade de treinar para ganhar […]. Tem pessoas que nunca viram o Athletic na primeira divisão. Então, vamos desfrutar muito desse momento e vou ser parte desse momento especial”.

Agora a expectativa fica por conta da estreia do uruguaio pelo time de São João Del Rei. O primeiro jogo do Athletic Club Futebol pelo Campeonato Mineiro será no dia 28 de fevereiro, contra o Patrocinense, no estádio Pedro Alves do Nascimento, a partir das 16h (horário de Brasília).

Categorias
Esportes

CBF sorteia mandos de campo de semifinais e final da Copa Verde

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sorteou nesta terça-feira (9) os mandos de campo das semifinais e da final da edição 2020 da Copa Verde. As datas e os horários dos jogos ainda serão anunciados pela entidade.

Conforme o sorteio, Remo e Brasiliense serão mandantes no segundo jogo nos confrontos contra Manaus e Vila Nova, respectivamente. A previsão, segundo a tabela disponível no site da CBF, é que os duelos de ida ocorram neste sábado (13) e os de volta no próximo dia 17.

Também de acordo com o sorteio, quem avançar no duelo entre Leão Azul e Gavião terá o mando de campo da segunda partida da final, marcado até o momento para 24 de fevereiro, uma quarta-feira. O jogo de ida, por enquanto, está agendado para dia 21.

No último domingo (14), o Remo se classificou ao eliminar o Independente-PA nos pênaltis, após perder por 3 a 1 no tempo normal (na partida de ida, os azulinos venceram por 2 a 0). No mesmo dia, o Manaus bateu o Paysandu por 2 a 1 e o Brasiliense superou o Atlético-GO por 3 a 1. Na última segunda-feira (8), o Vila Nova derrotou o Cuiabá por 3 a 0 e também se garantiu nas semifinais.

A competição reúne clubes das regiões Norte e Centro-Oeste e do Espírito Santo e dá ao campeão vaga direta à terceira fase da Copa do Brasil de 2021, o que garante uma premiação de R$ 1,5 milhão. Paysandu e Cuiabá, com dois títulos, são os maiores vencedores do torneio, que também já foi conquistado por Brasília e Luverdense-MT. A edição 2020 da Copa Verde, portanto, terá um campeão inédito.

Veja a tabela da Copa Verde.

Categorias
Esportes

Real Sociedad x Manchester United é transferido para Turim, na Itália

A partida de ida do Manchester United no campo da Real Sociedad pela Liga Europa foi transferida de San Sebastián a Turim em resultado das restrições de viagem da Espanha para combater a disseminação de variantes da covid-19, disse a Uefa em um comunicado nesta terça-feira (9).

A partida será no Estádio da Juventus no horário agendado de 18h55 no dia 18 de fevereiro. O jogo foi transferido devido à proibição espanhola à entrada de viajantes do Reino Unido, com exceção de passageiros que são moradores ou cidadãos da Espanha ou Andorra.

A proibição foi ampliada nesta terça-feira (9) e irá até 2 de março, ameaçando a partida das oitavas de final da Liga dos Campeões do Atlético de Madri em casa contra o Chelsea, que deveria acontecer no Estádio Wanda Metropolitano em 23 de fevereiro, mas não pode mais ser realizada na Espanha.

O Atlético de Madri não quis comentar como a proibição afeta a partida, mas o jornal espanhol Marca disse que o jogo pode ser transferido para Budapeste, a mais de três mil quilômetros de Madri.

O confronto não pode ocorrer na França, Alemanha, Bélgica ou Portugal, já que estes países também estão restringindo viagens de e para o Reino Unido.

A partida de ida do Liverpool no campo do Leipzig no dia 16 de fevereiro foi realocada para Budapeste em resultado das restrições na Alemanha, assim como a partida de ida do Manchester City no gramado do Borussia Moenchengladbach em 24 de fevereiro.

Categorias
Esportes

Coluna – Como decidir um campeonato empatado em pontos?

O regulamento do Campeonato Brasileiro diz que, em caso de empate no número de pontos conquistados, a posição na tabela de classificação deve ser definida, pela ordem, pelo maior número de vitórias, pelo melhor saldo de gols, pelo maior número de gols pró, pelo confronto direto, pelo menor número de cartões vermelhos recebidos, pelo menor número de cartões amarelos recebidos e por sorteio. Em outros campeonatos pelo mundo, o saldo de gols ou o confronto direto aparecem como principais critérios, mudando a ordem.

O assunto foi tema de debate no programa No Mundo da Bola do último domingo (7), na TV Brasil, e dividiu as opiniões. Seis jornalistas estrangeiros participaram e, como se fossem duplas, votaram no confronto direto (o inglês Tim Vickery e o francês Eric Frosio), no saldo de gols (o chileno Patricio de la Barra e o uruguaio Martin Gomez de Freitas) e no número de vitórias (a catalã Paula Muriel e a japonesa Kiyomi Nakamura). Um forte sinal de que não há um consenso sobre qual seria a melhor escolha.

Você pode até achar exagerada a posição da CBF de colocar tantos critérios para definir uma posição na tabela, mas em 2005, na nona rodada do Brasileirão, São Paulo e Fluminense estavam empatados em quase todos os números, e o Tricolor paulista só ficou na frente do carioca porque havia recebido menos cartões vermelhos até aquele momento. Isso foi no meio do campeonato, mas já pensaram se decidisse um título?

O trauma deve ser grande, e recentemente tivemos essa situação, aqui mesmo no Brasil, na definição do título da Série B. O América-MG era o campeão até os 50 minutos do segundo tempo da partida entre Chapecoense e Confiança, mas o time catarinense marcou mais um gol e ficou com o troféu. E o critério usado para definir a competição foi o saldo de gols, pois até então os mineiros estavam levando o título no maior número de gols marcados, valendo-se, no caso, do terceiro critério de desempate.

Na história das principais ligas europeias há registros de desempates de várias formas, na definição de um título nacional. Em Portugal, o Porto foi campeão da temporada 1958/1959 no saldo de gols, superando o Benfica. Na França, o Stade de Reims venceu em 1961/1962 por ter sofrido menos gols que o Racing Club de Paris. Na Inglaterra, em 1988/1989, o Arsenal marcou mais gols que o Liverpool e ficou com o título. Há outros, mas aqui estão três resultados distintos na definição de um campeonato.

Os argumentos para definir o melhor critério são bons e ruins. De verdade. O maior número de vitórias mostra quem mais venceu, é óbvio, mas também indica quem mais perdeu. Na 34ª rodada do Brasileirão, por exemplo, Sport e Fortaleza somam 38 pontos, mas o time pernambucano está à frente porque venceu 11 vezes. Mas o Rubro-Negro perdeu 18, enquanto o Tricolor cearense perdeu 14. Quem teve melhor desempenho?

Quando falamos de gols marcados, ou saldo de gols, usamos critérios técnicos, que indicam quem mais buscou a vitória. Mas, por outro lado, sempre poderá haver a suspeição de um resultado “diferente”. Quem não lembra da Copa de 78, Argentina 6, Peru 0 (resultado que eliminou o Brasil da competição e classificou os argentinos para a grande decisão)?

E quanto ao confronto direto? Os dois jogos entre os empatados nos pontos podem, também, ter terminado empatados. Além disso, restringir todo um campeonato a apenas dois jogos não me parece muito justo. Seria como transformar a disputa de pontos corridos num mata-mata.

Juntando tudo isso, deixo minha opinião: eu prefiro o número de vitórias. Mas, e você?

* Sergio du Bocage é apresentador do programa No Mundo da Bola, da TV Brasil.

Categorias
Esportes

Polo aquático: seleção já está na Europa para o Pré-Olímpico

A seleção brasileira masculina de polo aquático chegou aos Países Baixos na tarde desta terça-feira (9) para a reta final de preparação visando o Pré-Olímpico da modalidade. A estreia no classificatório para os Jogos de Tóquio acontece no domingo (14) contra o Canadá. Até lá, a equipe verde e amarela ficará sediada na cidade de Zeist, onde fará quatro jogos-treino com a seleção dos Países Baixos. Na sequência, irá para Roterdã, sede do torneio.

Inicialmente, a viagem do time nacional estava prevista para o dia 30 de janeiro. A ideia era fazer a parte final da preparação na Alemanha, com o voo tendo ainda uma escala em Portugal. Mas, com as restrições impostas aos brasileiros pelos europeus por causa da pandemia da covid-19, o grupo foi barrado já no aeroporto internacional do Galeão. A permissão para a viagem só foi obtida na sexta-feira (5), quando a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) conseguiram uma autorização especial do governo dos Países Baixos.

O plantel brasileiro tem 15 jogadores e conta mais uma vez com a mescla da experiência de atletas como Slobodan Soro e Rudá Franco, com os mais jovens como o goleiro João Pedro e o atacante Rafael Vergara. “A expectativa é a melhor possível. Tivemos todo o apoio da CBDA e do COB para fazer toda a nossa preparação. Claro que tivemos esse impedimento de ir para a Europa, não conseguimos juntar toda a nossa equipe. Em contrapartida, tivemos a oportunidade de avaliarmos mais jogadores aqui no Brasil. Fizemos todos os testes no Laboratório Olímpico e, nesta oportunidade, vimos jovens aparecer muito bem e compor a seleção brasileira”, disse o treinador André Avallone.

O Pré-Olímpico de Polo Aquático está previsto para ocorrer entre os dias 14 e 21 de fevereiro em Roterdã, nos Países Baixos. Doze seleções participarão do torneio, que dará três vagas à Olimpíada de Tóquio. O grupo da equipe nacional tem Turquia, Geórgia, Montenegro, Grécia e Canadá. Os quatro primeiros da chave avançam às quartas de final. Nesta fase, os confrontos serão contra seleções do outro grupo, que tem Países Baixos, Alemanha, Croácia, Romênia, França e Rússia.

“Nós tivemos de fazer várias alterações, por conta da pandemia mesmo, mas isso tivemos todo o cuidado com os nossos atletas. Quanto mais treinos e jogos na Europa, mais ficaríamos expostos ao vírus também. Então nós com certeza saímos fortalecidos do Brasil e focados no nosso objetivo que é conquistar essa vaga olímpica”, completou.

Categorias
Esportes

Ainda pendente, Campeonato Amazonense de 2020 tem recomeço adiado

Único torneio estadual do país cancelado no ano passado, o Campeonato Amazonense de 2020 recomeçaria do zero nesta quarta-feira (10). No entanto, o colapso no sistema de saúde do estado devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19) e a campanha do Manaus na Copa Verde – classificado às semifinais – levaram a Federação Amazonense de Futebol (FAF) a postergar a primeira rodada para a próxima segunda-feira (15).

Segundo o boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) do Amazonas, divulgado ontem (8), o estado tem 336 pacientes infectados pela covid-19 no aguardo de transferência para leitos hospitalares. A taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) é de 93,8%. Em janeiro, foram registradas mais de 2,5 mil mortes pelo novo coronavírus, com episódios de falta de oxigênio nos hospitais locais.

Paralelo a isso, o Manaus está na semifinal da Copa Verde – também referente a 2020 – após eliminar o Paysandu nas quartas de final. Na semifinal, o Gavião terá pela frente mais um time paraense, o Remo. Os manauaras podem ter de duas a quatro datas (se chegarem à final) voltadas às competição regional. A FAF, por sua vez, reservou cinco datas para o novo Amazonense, com intuito de realizá-lo rapidamente: três para a fase de grupos, uma para as semifinais e outra para a decisão.

Por avaliar que o clube da capital “inevitavelmente teria a programação de seus jogos afetada por conta do conflito de datas”, a federação estabeleceu que a programação das partidas será definida “de acordo com a caminhada do Gavião do Norte na Copa Verde”. Conforme a entidade, “a decisão foi tomada em consenso” com os sete clubes participantes do Estadual.

Atual tricampeão, o Manaus está no Grupo A do Amazonense, com Amazonas, Nacional e Penarol. Já o Grupo B tem Fast Clube, Iranduba e São Raimundo. Os times de mesma chave jogam entre si e os dois primeiros avançando às semifinais. No mata-mata e na decisão, as equipes classificadas se enfrentam em partida única.

Imbróglio na Justiça

Originalmente, a edição 2020 do Barezão – como é conhecido o Estadual do Amazonas – teve início em janeiro do ano passado. Em meio à pandemia, o torneio foi suspenso em março, durante o segundo turno, e posteriormente encerrado. Isso gerou um imbróglio para definição das vagas em competições nacionais, pois a FAF indicou os times de melhor campanha até aquele momento para representar o estado na Série D do Campeonato Brasileiro (Amazonas e Penarol) e na Copa do Brasil (Manaus e Amazonas) de 2021.

Os critérios não foram aceitos por Fast e Nacional, que acionaram o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD-AM). O caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que determinou a anulação do Estadual. Em dezembro, a federação convocou uma reunião com os oito times envolvidos no Amazonense para organizar um novo Barezão 2020, sem rebaixamento. A única ausência será do Princesa do Solimões, que desistiu alegando preocupação com o estágio da pandemia da covid-19 no estado.

Também não acabou

Outros dois estaduais de 2020 ainda não conheceram os campeões – Goiano e Tocantinense – e retornarão a partir desta quarta-feira (10). O estádio Antônio Accioly, na capital, será palco das quartas de final do Estadual Goiano, entre Atlético-GO e Anápolis, às 17h (horário de Brasília). Às 21h, Goiás e Aparecidense se enfrentam no estádio da Serrinha  Na quinta-feira (11), o Vila Nova visita o Jaraguá no estádio Amintas de Freitas, em Jaraguá (GO), às 15h30, enquanto Goianésia e Crac se enfrentam às 16h no estádio Valdeir Oliveira, em Goianésia (GO).

Goiás e Atlético-GO disputam a reta final do Goiano ainda envolvidos com a Série A do Campeonato Brasileiro (também de 2020). O Verdão tenta escapar do rebaixamento à Série B, enquanto o Dragão sonha com vaga em competições sul-americanas. O Vila Nova se divide entre o Estadual e a Copa Verde, onde é semifinalista e terá como adversário o Brasiliense. A competição regional dá vaga direta à terceira fase da Copa do Brasil, o que já garante uma premiação de R$ 1,5 milhão.

Também amanhã (10), ocorre o jogo de ida da final do pelo Campeonato Tocantinense: às 16h,  Tocantinópolis e Palmas jogam no estádio João Ribeiro, o Ribeirão, em Tocantinópolis (TO). A volta será no domingo (14), no estádio Nilton Santos, em Palmas.

Categorias
Esportes

Paysandu pede anulação de partida contra Manaus após gol polêmico

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anunciou que o Paysandu entrou com ação para anular a partida de ida do confronto com o Manaus, realizada na última quarta-feira (3), no estádio Bezerrão, no Gama (DF), pelas quartas de final da Copa Verde de 2020. O duelo terminou empatado em 1 a 1. Segundo o STJD, o pedido paraense, recebido na última sexta-feira (5), alega que a arbitragem “cometeu um erro de direito ao marcar um gol inexistente” do time do Amazonas. À Agência Brasil, a assessoria de imprensa do clube manauara informou que a instituição “vai se pronunciar em momento oportuno”.

A polêmica ocorreu aos 26 minutos do segundo tempo, quando o Papão vencia por 1 a 0. O atacante Jackie Chan, do Manaus, recebeu a bola na esquerda e finalizou de fora da área. A bola bateu no travessão e quicou fora do gol. O auxiliar Paulo Cesar Ferreira de Almeida, porém, entendeu que a bola havia entrado e o árbitro Eduardo Tomaz de Aquino Valadão validou o lance. No jogo de volta, disputado no último domingo (7), o Gavião venceu por 2 a 1 no estádio Mangueirão, em Belém, e se classificou à semifinal para enfrentar o Remo.

Papão alega erro da arbitragem para pedir anulação da partida de ida das quartas de final da Copa Verde.Papão alega erro da arbitragem para pedir anulação da partida de ida das quartas de final da Copa Verde.

Papão alega erro da arbitragem para pedir anulação da partida de ida das quartas de final da Copa Verde. – Fernando Torres / Manaus FC

“Ao ver do impugnante, configurada a ocorrência de um erro de direito, pois, estando o árbitro DE FRENTE para o lance, há que se questionar se é razoável que o mesmo tenha visto a bola ultrapassar por completo a linha do gol, apesar de nenhum dos outros personagens presentes em campo ter feito a mesma, ERRÔNEA, interpretação. O erro de direito no futebol se dá quando um juiz mostra total desconhecimento das regras ou as aplica de maneira equivocada, e é justamente o caso de um árbitro que não sabe que a bola precisa transpor completamente a linha de meta para que o gol seja marcado”, destaca o pedido do Paysandu, segundo o STJD.

Com transmissão da TV Brasil, a Copa Verde reúne equipes das regiões Norte e Centro-Oeste e do Espírito Santo. O campeão ganha vaga direta à terceira fase da Copa do Brasil de 2021, o que já garante uma premiação de R$ 1,5 milhão. As datas e os horários dos confrontos das semifinais ainda serão divulgados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Confira a tabela da Copa Verde.