Categorias
Esportes

Juventus anuncia empréstimo de Douglas Costa ao Grêmio

Na tarde desta sexta-feira (21), no horário de Brasília, a Juventus de Turim (Itália) confirmou através das redes sociais do clube o empréstimo do atacante Douglas Costa ao Grêmio até 30 de junho de 2022, quando acaba o atual vínculo dele. Na sequência, a expectativa é que o jogador assine novo contrato com o clube de Porto Alegre até o final de 2023.

O anúncio oficial do tricolor gaúcho ainda não aconteceu. Mas, no início da tarde desta sexta, um vídeo do próprio atleta vazou nas redes sociais. Nele, Costa lembra da relação com o Grêmio e do desejo de voltar ao clube. “Depois de 12 anos fora, acredito que é o momento justo de voltar para casa. Porque essa conversa se iniciou muito tempo atrás, estava na Copa da Rússia e o Pedro Geromel (zagueiro do Grêmio) ficava brincando, “e aí, vai voltar?” Falei daqui dois ou três anos me convoca que eu estou lá. E passou rápido, graças a Deus … Um retorno importante, venho com bagagem importante depois de anos fora e acredito que vamos colher muitos frutos agora”, disse o jogador.

O atacante, que fez parte do plantel brasileiro na Copa do Mundo da Rússia, havia chegado ao clube italiano em 2017 e, na última temporada, estava no Bayern de Munique. Ele não joga desde 11 de fevereiro. Desde então, trata uma lesão no pé direito. A expectativa do Grêmio é que o atleta esteja em condições de voltar a jogar em julho.

Categorias
Esportes

Halterofilismo: Brasil ganha 2º ouro e 1ª prata em evento paralímpico

O halterofilismo paralimpico brasileiro voltou a brilhar nesta sexta-feira (21), segundo dia de disputas da Copa do Mundo da modalidade, em Tbilisi, na Geórgia. A paulista Mariana D’Andrea, de 23 anos, faturou a medalha de ouro na categoria até 73 quilos e assumiu a liderança do ranking classificatório para os Jogos de Tóquio (Japão). A primeira prata para o país veio com Bruno Carra (até 54kg), que ergueu 160kg, e segue em sexto lugar no ranking. Ontem (20) o Brasil já havia conquistado um ouro e um bronze com Lara Aparecida, de 18 anos, na disputa adulta e júnior, respectivamente. 

Mariana D’Andrea foi o grande destaque desta sexta: abriu a disputa com 127kg na barra (marca superior aos 124 kg, antigo recorde continental) e, na segunda tentativa, conseguiu levantar 130kg, ficando entre as três primeiras do ranking. Mas a brasileira não parou por aí: no último levantamento, Mariana ergueu 135kg que lhe valeu a medalha de ouro e a primeira posição do ranking mundial, ao lado da francesa Souhad Ghazouani.

O país contou ainda com a participação nesta sexta (21) do potiguar João França Júnior (até 49kg), cujo desempenho não foi suficiente para subir ao pódio.  Atualmente, o atleta ocupa o nono lugar do ranking.

Neste sábado (22) serão mais três brasileiros estreando na competição: Tayana Medeiros (até 86kg), Mateus de Assis (até 107kg) e Evânio Rodrigues (até 88kg). No domingo (23), Ailton Souza (até 80kg) fecha a participação brasileira.

De acordo com o Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês), os oito primeiros colocados por categoria de peso estão classificados para os Jogos Paralímpicos. O ranqueamento será finalizado no dia 27 de junho.

Categorias
Esportes

Vôlei: Seleção masculina enfrenta Venezuela nesta sexta no RJ

Nesta sexta-feira (21), a partir das 19h (horário de Brasília), a seleção brasileira masculina de vôlei volta às quadras para o primeiro da série de três amistosos contra a Venezuela. Na Arena Carioca 3, no Rio de Janeiro (RJ), o duelo dá andamento a preparação da equipe nacional visando a participação na Ligas das Nações e nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Em reta final de recuperação depois de uma internação por covid-19, o técnico Renan Dal Zotto continua afastado do comando da equipe. O time será dirigido pelo assistente, Carlos Schwanke, nessa série de amistosos. Atualmente, o grupo conta com 18 atletas e a expectativa é que todos tenham oportunidades. “Nossa missão é preparar o time da melhor forma possível para as competições internacionais. Somos os atuais campeões olímpicos, então a responsabilidade é enorme”, disse Carlos Schwanke à assessoria da Confederação Brasileira da modalidade (CBV).  “Após um mês de treino em Saquarema, é claro que tem uma dose de ansiedade. Jogar contra a Venezuela, que vem em um momento muito bom, pode nos trazer muitos dados e informações que nos mostrarão onde estamos, e como cada atleta está”, completou.

Falando à CBV, o capitão Bruninho destacou a força do conjunto como trunfo da equipe brasileira. “Estou com um misto de ansiedade e motivação para voltar a jogar com a seleção. Queremos jogar bem, fazer acontecer, então o frio na barriga é natural. Nosso diferencial é a força do grupo, temos atletas que podem entrar a qualquer momento e mudar os rumos de uma partida”. Brasil e Venezuela voltam a se enfrentar no sábado (22), às 17h. No domingo (23), às 10h, acontece o último dos três amistosos.

A Liga das Nações dessa temporada ocorrerá em sistema de bolha na cidade de Rimini, na Itália, em ambos os naipes entre os dias 25 de maio e 27 de junho. O time masculino estreia na sexta-feira (28) contra a Argentina. No sábado (29), pega os Estados Unidos e no domingo (30) enfrenta o Canadá.

Categorias
Esportes

Surfe: cinco brasileiros alcançam oitavas em Rottnest Search

Após dois dias sem boas ondas, os surfistas voltaram a cair no mar de Strickland Bay na madrugada desta quinta-feira (20) para a disputa da etapa de Rottnest Search, a quinta parada do Circuito Mundial de Surfe (a quarta realizada em território australiano).

E o Brasil teve uma boa performance, com cinco representantes do país alcançando as oitavas de final: Gabriel Medina, Italo Ferreira, Adriano de Souza, Yago Dora e Miguel Pupo. Já Filipe Toledo, que vem de vitória na etapa de Margaret River, Caio Ibelli, Alex Ribeiro e Deivid Silva ficaram pelo caminho.

O primeiro brasileiro a avançar foi Miguel Pupo, que bateu Caio Ibelli na oitava bateria com uma grande performance. A melhor onda do paulista foi uma ótima esquerda que lhe garantiu um 8,33, que lhe permitiu somar o total de 14,66 para vencer por 6,34. Agora, Pupo terá pela frente o taitiano Michel Bourez.

Depois foi a hora de o atual líder do ranking mundial entrar na água. Gabriel Medina usou seu amplo repertório de manobras de borda e aéreas para superar o australiano Kael Walsh por 10,80 a 8,20. O próximo desafio do surfista de São Sebastião é o local Owen Wright.

Outros dois brasileiros campeões mundiais a superarem australianos para avançarem foram Italo Ferreira e Adriano de Souza, que bateram, respectivamente, Jacob Willcox (por 13,20 a 9,10) e Ethan Ewing (por 11,26 a 8,70). Nas oitavas, o potiguar e o paulista se enfrentarão.

O último brasileiro a avançar foi Yago Dora, que venceu o local Jack Freestone por 13,98 a 9,84. Nas oitavas ele terá pela frente outro australiano, Connor O’Leary. A próxima chamada de competições acontece na noite desta quinta-feira.

Categorias
Esportes

Fifa define próxima Copa do Mundo Feminina para julho e agosto de 2023

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) confirmou nesta quinta-feira (20) as datas de início e término da Copa do Mundo Feminina de 2023, que será realizada na Austrália e na Nova Zelândia. O pontapé inicial será dado em 20 de julho, no Eden Park, em Auckland (Nova Zelândia). A final está marcada para 20 de agosto no Stadium Austrália, em Sydney (Austrália).

O anúncio ocorreu durante o 71° congresso da entidade, em Zurique (Suíça). Também foi definido o intervalo entre os dias 17 e 23 de fevereiro para realização da repescagem para a Copa, reunindo dez seleções (duas da Ásia, duas da África, duas das Américas Central e do Norte, duas da América do Sul, uma da Europa e uma da Oceania). As partidas serão disputadas nos países-sede, como evento-teste. Os três melhores se unem aos anfitriões e a outros 27 times previamente qualificados por torneios continentais. É a primeira vez que o Mundial Feminino contará com 32 equipes.

A Copa América Feminina do ano que vem, ainda sem local e datas confirmados, classifica as três melhores seleções à Copa de 2023. O Brasil é o maior vencedor do torneio, com sete taças em oito edições. O título de 2018, no Chile, fez a equipe canarinho ser a primeira representante brasileira confirmada na Olimpíada de Tóquio (Japão).

Ainda nesta quinta, a Fifa confirmou as datas de início e término das Copas do Mundo Femininas sub-17 e sub-20, no ano que vem. A primeira tem sede na Índia e está marcada entre os dias 11 e 30 de outubro. A segunda será realizada de 10 a 28 de agosto, na Costa Rica. Os eventos seriam disputados em 2020, mas tiveram que ser adiados por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Nas duas competições, as vagas às seleções da América do Sul serão distribuídas conforme o desempenho nos respectivos Campeonatos Sul-Americanos. O sub-17, no Uruguai, ainda não está agendado. O sub-20 teve a primeira fase disputada em março do ano passado, na Argentina, com a definição de quatro classificados para um quadrangular final, sem data marcada até o momento. Brasil, Colômbia, Uruguai e Venezuela brigam por dois lugares na Costa Rica.

Categorias
Esportes

Brasil fatura ouro e bronze no halterofilismo paralímpico, na Geórgia

A halterofilista paralímpica Lara Aparecida, de apenas 18 anos, estreou com pé direito na quarta etapa da Copa do Mundo da modalidade, em Tbilisi (Geórgia). No primeiro dia da competição, a mineira conquistou a medalha de ouro na disputa júnior (até 20 anos) na categoria até 41 quilos, com direito à quebra de recorde das Américas.. Lara estabeleceu uma nova marca ao levantar 90 quilos na barra. Na sequência, a jovem ainda faturou o bronze na disputa adulta (também até 41 kg). 

O evento é classificatório para os Jogos Paralímpicos de Tóquio (Japão). A última chance para carimbar a vaga paralímpica será na etapa em Dubai (Emirados Árabes Unidos), a última antes do fechamento do ranking mundial. A quinta e última etapa da Copa do Mundo está programada para o período de 19 a 26 de junho. 

Natural de Uberlândia, Lara começou a competir aos dez anos. A atleta nasceu com mielomeningocele, doença que afeta a espinha dorsal, e artrogripose, que afetou os movimentos de seus membros inferiores. A atleta disputa entre juniores (até 20 anos de idade) e também entre adultos.

Além de Lara, outros sete atletas da seleção brasileira lutam para assegurar presença nos Jogos de Tóquio: Ailton de Souza, Bruno Carra, Evânio Rodrigues, João França Junior, Mariana D’Andrea, Mateus de Assis e  Tayana Medeiros.

Amanha (21) os paulistas Bruno Carra e Mariana D’Andrea, e do potiguar João França Júnior competirão no Mundial de Tbilisi.

Categorias
Esportes

Ceará encaminha classificação na Sul-Americana

O Ceará derrotou o Bolívar por 2 a 0, nesta quinta-feira (20) no Castelão, em jogo válido pela 5ª rodada do Grupo C da Copa Sul-Americana. Com isso o Vozão ficou na liderança da chave com 9 pontos.

Esse foi um resultado muito importante para a equipe brasileira, porque na fase de grupos da competição apenas o melhor time de cada chave avança. Na sexta (e última rodada do Grupo C), o Ceará visita o lanterna Jorge Wilstermann (Bolívia), que tem apenas 2 pontos, já o vice-líder Arsenal de Sarandí (Argentina), com 8 pontos, recebe o Bolívar, terceiro com 6 pontos. Os jogos acontecem de forma simultânea na próxima quinta-feira (27), a partir das 19h15 (horário de Brasília).

Jogando em casa, o Vozão criou as melhores oportunidades na etapa inicial. E, após muito tentar, conseguiu abrir o placar aos 43 minutos, quando Lima chutou de direita após receber passe, na ponta direita, de Vina.

O Ceará continuou melhor na etapa final e conseguiu marcar o segundo com Vina, em cobrança de pênalti aos 38 minutos. Agora, antes da partida decisiva pela Sul-Americana, o Vozão joga a final do Campeonato Cearense, no próximo domingo (23), a partir das 17h (horário de Brasília).

Categorias
Esportes

Conmebol anuncia que Colômbia não sediará mais a Copa América

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou na noite desta quinta-feira (20) que a Colômbia não sediará mais a próxima edição da Copa América em conjunto com a Argentina. A competição está programada para começar no dia 13 de junho.

“Tendo em vista a solicitação formal do governo colombiano de reprogramar a Conmebol Copa América para o mês de novembro, a Conmebol informa o seguinte: Por razões relacionadas ao calendário internacional de competições e à logística do torneio, fica impossível transferir a Copa América 2021 para o mês de novembro; A Conmebol agradece o entusiasmo e o compromisso do Presidente da República da Colômbia, Iván Duque, e seus colaboradores, assim como do Presidente da Federação Colombiana de Futebol, Ramón Jesurún, e de sua equipe”, diz a nota da entidade máxima do futebol sul-americano.

A Conmebol também informou que a realização da competição está garantida, e que “informará nos próximos dias a realocação dos jogos que deveriam ser disputados na Colômbia”.

A decisão foi tomada horas após o ministro do Esporte da Colômbia afirmar que pediria o adiamento da competição até que o público pudesse entrar nos estádios.

A Colômbia atravessa uma crise política, econômica e social, além de enfrentar a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

* Com informações da agência de notícias Reuters.

Categorias
Esportes

Com gol de Yuri Alberto, Internacional vence na Copa Libertadores

Graças a um gol de Yuri Alberto, o Internacional derrotou o Olimpia (Paraguai) por 1 a 0, nesta quinta-feira (20) no estádio Manuel Ferreira, em Assunção, e assumiu a liderança do Grupo B da Copa Libertadores com 9 pontos.

Esse triunfo deixou o Colorado com reais chances de avançar para as oitavas de final da competição, empatado em pontos com o Deportivo Táchira (Venezuela). Na última rodada, o Internacional mede forças com o Always Ready (Bolívia) em Porto Alegre na próxima quarta-feira. No mesmo dia, a equipe venezuelana enfrenta o Olimpia (Paraguai).

Apesar de jogar fora de casa, a equipe do Rio Grande do Sul fez um bom primeiro tempo, no qual controlou as ações chegando a ter 70% posse de bola. Mas a posse de bola não se traduziu em muitas oportunidades de marcar. A melhor surge logo aos 9 minutos, quando Palacios cruzou para Thiago Galhardo cabecear com perigo.

Aos 20 minutos do segundo tempo a missão do Internacional fica mais tranquila, quando Salcedo foi expulso após receber o segundo cartão amarelo.

Com um homem a mais, a equipe comandada pelo técnico Miguel Ángel Ramírez começou a ter oportunidades em sequência. E, aos 37 minutos, o atacante Yuri Alberto, que entrou no decorrer da etapa final, marcou após receber passe de cabeça de Marcos Guilherme.

Antes do jogo decisivo contra o Always Ready pela Libertadores, o Internacional disputa o segundo jogo da final do Campeonato Gaúcho, no próximo domingo (23).

Categorias
Esportes

Corinthians goleia o Sport Huancayo na Copa Sul-Americana

Apesar de não ter mais oportunidades de se classificar para as oitavas de final da Copa Sul-Americana, o Corinthians derrotou o Sport Huancayo (Peru) por 5 a 0, em partida realizada nesta quinta-feira (20) na Neo Química Arena.

Com este resultado, o Timão chegou à terceira posição da chave, com 7 pontos. Como na fase de grupos da competição apenas o melhor time de cada chave avança, o Corinthians não tem mais possibilidade de alcançar o líder Peñarol (Uruguai), que tem 12 pontos.

Diante de um adversário claramente inferior o time paulista mandou no confronto desde o primeiro minuto. E o Corinthians abriu o placar logo aos 10 minutos, quando, após cobrança de escanteio de Mateus Vital, a defesa afastou mal a bola, que bateu em Gustavo Mosquito e entrou no gol.

Aos 34 minutos, Mateus Vital deixou o papel de arco e assumiu o de flecha. O meia roubou a bola, driblou dois adversários e bateu colocado para marcar 2 a 0.

Logo no início da etapa final o Sport Huancayo ficou com um homem a menos, após a expulsão de Arroé, que deu uma cotovelada em Camacho.

Com isso, o Timão tomou de vez conta do confronto, e ampliou o marcador graças a gols do zagueiro Gil, do atacante Gustavo Mosquito e do meia-atacante Luan.

Na jogo no qual se despedirá da atual edição da Sul-Americana, o Corinthians recebe o River Plate (Paraguai) em São Paulo.