Categorias
Esportes

Corte alemã nega recurso e André Brasil está fora da Paralimpíada

A Corte Regional de Colônia (Alemanha) deu veredito favorável ao Comitê Paralímpico Internacional (IPC) na ação movida por André Brasil contra a entidade. Há dois anos, o nadador brasileiro, campeão paralímpico e mundial, foi considerado inelegível para competir entre atletas com deficiência em provas nas quais é especialista.

A derrota na Justiça deixa André fora da Paralimpíada de Tóquio (Japão). Ele ainda pode recorrer, mas o resultado da ação não sairá antes dos Jogos.

“Ainda não sei quais os próximos passos. Preciso conversar com o pessoal do CPB [Comitê Paralímpico Brasileiro] e meu advogado alemão. O fato é que o esporte inclusivo excluiu uma pessoa com deficiência. São anos de dedicação, de entrega de vida. Nesse momento, o esporte mata o sonho de alguém que se dedicou de forma integral”, afirmou o nadador, em vídeo publicado no Instagram.

O processo que define a categoria do atleta no esporte adaptado, ou se ele é apto ou não a competir entre pessoas com deficiência, chama-se classificação funcional. Das 14 categorias paralímpicas da natação, as de 1 a 10 são voltadas a deficientes físico-motores. Quanto maior o número da classe, menor o grau de comprometimento. André, que teve poliomielite aos dois meses de vida, após reação à vacina e sequelas na perna esquerda, era da classe S (do inglês swimming) 10. Foi nela que obteve 14 pódios em Paralimpíadas, 32 em Mundiais e 21 em Jogos Parapan-Americanos, em 14 anos de carreira.

Em abril de 2019, o nadador passou por uma reclassificação (a primeira após mudanças nas regras de avaliação em 2018) antes de um evento internacional em São Paulo. A análise de duas bancas de especialistas não o considerou apto à classe S10 nos nados livre, costas e borboleta. Como não há uma categoria acima, o brasileiro ficou inelegível, com exceção das provas de nado peito (que não é a especialidade dele).

André e o CPB, que apoia o nadador na ação, questionam a reclassificação. Ele argumenta ter recebido uma pontuação, na avaliação dentro da água, por um movimento de tornozelo que não condiz com a deficiência que tem na perna esquerda. Contesta, ainda, a presença da chefe de classificação do torneio nas duas bancas que o analisaram, alegando que houve “interferência indevida” da avaliadora.

“Como meus pais dizem muito, o guerreiro está ferido, mas morto, jamais. A gente continua na luta. Ainda não sei o que vem pela frente, mas terá muita garra e determinação nessa jornada”, concluiu André.

Categorias
Esportes

Libertadores: Santos bate San Lorenzo com gol histórico de Ângelo

O Santos deu um importante passo rumo à etapa de grupos da Libertadores. Nesta terça-feira (6), o Peixe venceu o San Lorenzo (Argentina) por 3 a 1 no estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires (Argentina), pela terceira fase preliminar da competição sul-americana. O Alvinegro tem a vantagem do empate e até de uma derrota por um gol de diferença na segunda partida.

O triunfo santista foi marcado pelo gol histórico de Ângelo, nos acréscimos do segundo tempo. O meio-campista de 16 anos, três meses e 16 dias se tornou o mais jovem a balançar as redes na história da Libertadores. O garoto superou o argentino Juan Carlos Cárdenas, que tinha 16 anos, sete meses e dois dias em 27 de fevereiro de 1962, quando deixou a marca no empate por 2 a 2 de sua equipe, o Racing (Argentina), com o Nacional (Uruguai).

O duelo de volta será na próxima terça-feira (13), novamente às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília. A princípio, o jogo seria realizado na Vila Belmiro, em Santos (SP), mas o Alvinegro mudou o local por receio que a Fase Emergencial do Plano São Paulo, de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (covid-19), que impede a realização de partidas de futebol no Estado, não termine no domingo (11), conforme previsto.

Mesmo sem atuar há três semanas, devido à paralisação do Campeonato Paulista por conta da Fase Emergencial, o Santos não se intimidou com a pressão inicial do San Lorenzo. Aos seis minutos, o zagueiro Luan Peres roubou a bola e abriu para Lucas Braga na esquerda. O atacante invadiu a área, levou para a perna direita e bateu cruzado, abrindo o placar.

Os argentinos assustaram aos 32 minutos, em duas tentativas do lateral Bruno Pitton, no mesmo lance. Primeiro, ele foi travado na área pelo zagueiro Kaiky. Na sobra, chutou para fora. A resposta do Peixe foi efetiva. Aos 44 minutos, o atacante Marcos Leonardo foi lançado pela direita, dentro da área e derrubado pelo goleiro José Devecchi. O atacante Marinho, que não atuava havia mais de dois meses, em recuperação da covid-19, cobrou a penalidade e aumentou a vantagem.

No segundo tempo, o Santos quase fez o terceiro aos 11 minutos, em cabeçada de Lucas Braga, defendida por Devecchi. O jogo parecia sob controle, mas, aos 26 minutos, o atacante Ángel Romero, ex-Corinthians, aproveitou a sobra de uma bola mal afastada e descontou para o San Lorenzo. O Peixe sentiu o gol e quase sofreu o segundo na sequência num bate-rebate que o meia Oscar Romero, irmão de Ángel, finalizou para fora, da entrada da área, buscando o ângulo esquerdo.

Os argentinos, porém, não souberam aproveitar a desconcentração do Santos, que aproveitou para retomar o controle do jogo e definir o placar. Nos acréscimos, o atacante Yeferson Soteldo puxou contra-ataque e abriu para o lateral Madson, na direita, que bateu cruzado. Devecchi deu rebote e Ângelo, 16 anos, mandou para as redes para fazer história.

Categorias
Esportes

Liga dos Campeões: Vinícius Júnior brilha e Real derrota Liverpool

Com dois gols do atacante brasileiro Vinícius Júnior, o Real Madrid derrotou o Liverpool por 3 a 1, nesta terça-feira (6) no estádio Alfredo di Stéfano, em partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

O atacante brasileiro abriu o placar aos 27 minutos de partida com um lindo gol. O alemão Toni Kroos fez lançamento longo para Vinícius Júnior, que, em velocidade, matou no peito e bateu sem chances para o goleiro Alisson.

O 2 a 0 veio ainda na etapa inicial, com o espanhol Asensio aos 35 minutos. O Liverpool ainda conseguiu descontar com o egípcio Salah no início do segundo tempo, mas Vinícius Júnior marcou novamente aos 18 minutos pra dar números finais ao confronto.

Triunfo do City

No outro jogo do dia, o Manchester City venceu o Borussia Dortmund por 2 a 1. O belga De Bruyne abriu o placar aos 19 minutos com um golaço. O time alemão chegou a empatar a seis minutos do final. Porém, no finalzinho, o garoto Foden recebeu passe do alemão Gundogan e garantiu a vitória da equipe comandada pelo técnico espanhol Pep Guardiola.

* Com informações da agência de notícias Reuters.

Categorias
Esportes

Luciana confia em Olimpíada para coroar volta por cima na carreira

Aos 33 anos, Luciana é uma das jogadoras mais experientes da seleção brasileira de futebol feminino reunida na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). No currículo, estão participações em Copa América, Jogos Pan-Americanos e na Copa do Mundo de 2015. As grandes atuações pela Ferroviária, brilhando nas conquistas da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro em 2019 e, mais recentemente, da Libertadores, colocaram a goleira novamente na mira da técnica Pia Sundhage para, quem sabe, chegar à primeira Olimpíada da carreira, em Tóquio (Japão).

“Vou dar o meu máximo, não só na seleção, mas no meu clube também, pois, jogando bem, somos observadas com afinco. A Pia ainda não definiu as goleiras, então, se a vaga estiver aberta, vou me esforçar para ficar entre as duas escolhidas para a Olimpíada”, disse Luciana em entrevista coletiva por videoconferência nesta terça-feira (6).

Apesar de Bárbara (Avaí/Kindermann) ser a goleira mais utilizada desde que Pia iniciou o trabalho na seleção, em agosto de 2019, a técnica testou nomes como Lelê (Benfica, de Portugal) e Aline Reis (Tenerife, da Espanha), além da própria Luciana. A camisa 1 da Ferroviária foi chamada para os amistosos contra o México, em dezembro de 2019, atuando na goleada por 4 a 0, em Araraquara (SP), e para um período de treinos na Granja Comary, em setembro do ano passado, que reuniu apenas jogadoras do Campeonato Brasileiro.

Ir a Tóquio consagraria a volta por cima na carreira de Luciana. Há seis anos, a goleira falhou no gol que decretou a derrota por 1 a 0 para a Austrália, que eliminou o Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo, disputada no Canadá. Em 2016, acabou fora das convocadas pelo então técnico Vadão para a Olimpíada do Rio de Janeiro. O peso das críticas fez a camisa 1 repensar a vida no futebol. A resposta foi dada em campo.

“Aquele ano foi muito difícil para mim. Depois daquele episódio, pensei em parar de jogar. Doeu muito. Mas trabalhei bastante e continuo trabalhando forte para jogar em alto nível, independente de estar convocada ou não. Consegui voltar para representar bem o Brasil e quem sabe ir a Tóquio”, destacou a goleira.

Nova geração

Se Luciana pode ter a última chance de disputar uma Olimpíada, Vic Albuquerque faz parte da nova geração do futebol feminino brasileiro. A atacante do Corinthians é observada não só pensando em Tóquio, mas também na Copa do Mundo de 2023, na Austrália e na Nova Zelândia, e nos Jogos de Paris (França), em 2024. Os torneios contemplam a duração do vínculo de Pia com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

vic, seleção feminina, treinovic, seleção feminina, treino

Atacante Vic Albuquerque faz parte da nova geração do futebol feminino brasileiro – Thais Magalhães/CBF/Direitos Reservados

“Estou preparada e trabalhando muito para estar na equipe da próxima Olimpíada, mas tenho noção de que, pela minha idade, posso estar nos planos para o futuro e também fico muito feliz com isso. Independente de agora ou mais para frente, meu trabalho é permanecer aqui e trazer coisas boas para seleção”, afirmou Vic, de 23 anos, também em entrevista coletiva por videoconferência.

A corintiana não é a única da nova safra brasileira no grupo reunido na Granja Comary. A goleira Nicole (Napoli-SC), a zagueira Tainara (Palmeiras) e as meias Vanessinha (Cruzeiro), Jaqueline (São Paulo) e Julia Bianchi (Palmeiras) são outras jovens de, no máximo, 23 anos, presentes na convocação de Pia. Com a seleção feminina impossibilitada de realizar amistosos na Europa por conta do estágio da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a treinadora priorizou atletas que atuam no Brasil para os treinos em Teresópolis. Somente a zagueira Rafaelle (Changchun, da China) e a meia Andressa Alves (Roma, da Itália) jogam no exterior entre as 26 jogadoras.

“A gente acompanha o futebol das meninas lá fora e tudo que elas têm entregado em campo. O futebol tem evoluído muito no Brasil, muitas atletas que estavam fora voltaram para cá, porque sabem dessa evolução. Elas [jogadoras do exterior] não estão neste momento por conta da pandemia, mas a gente se ajuda. Quando temos a oportunidade, nós aproveitamos. Quando elas têm, também aproveitam. É disso que se faz a seleção. Uma ajudando a outra para conseguirmos o maior objetivo, que é o ouro olímpico”, concluiu Vic.

Categorias
Esportes

Pochettino espera que Neymar controle as emoções diante do Bayern

O técnico do PSG (França), o argentino Mauricio Pochettino, afirmou nesta terça-feira (6) que espera que o atacante brasileiro Neymar consiga controlar suas emoções no jogo contra o Bayern de Munique, na próxima quarta-feira (7) pelas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

“Ele [Neymar] sabe que tem que se direcionar. Espero que amanhã tudo corra bem”, declarou o treinador sobre o jogo decisivo contra a equipe da Baviera. A resposta foi dada após Pochettino comentar a expulsão do camisa 10 no jogo contra o Lille, no último sábado (3) pelo Campeonato Francês: “Ele estava muito empolgado de entrar em uma partida. Ele é um jogador emotivo, gosta de jogar, gosta de lutar, é um competidor. Não merecia aquele vermelho”.

Ao ser perguntado sobre a expectativa para o jogo contra o Bayern (uma reedição da última decisão da Liga dos Campeões, que foi vencida pelos alemães por 1 a 0), o técnico argentino negou que sua equipe vá entrar em campo em busca de uma revanche: “A final não é uma partida de referência para nós, não estávamos lá com minha equipe, éramos só espectadores”.

“Além disso, ela será disputada em duas partidas, o contexto é diferente. A vingança existe no esporte, mas para nós é mais um desafio derrotar um time tão forte, talvez o melhor do mundo. É uma fonte de motivação”, concluiu o treinador.

Bayern de Munique e PSG se enfrentam em Munique, na próxima quarta, a partir das 16h (horário de Brasília).

*Com informações da agência de notícias Reuters.

Categorias
Esportes

Coluna – Começa a temporada 2021 do futebol brasileiro

O Flamengo conquistou o Campeonato Brasileiro nos dois últimos anos. No mesmo período, dois técnicos portugueses, à frente de times brasileiros (Flamengo e Palmeiras), faturaram a Copa do Brasil e a Copa Libertadores. Tanta superioridade será posta à prova no domingo (11), quando as duas equipes se enfrentam pelo título da Supercopa do Brasil, que, se não abre a temporada do futebol brasileiro, certamente chamará mais a atenção do que os estaduais em andamento.

O Flamengo já não tem Jorge Jesus no comando, mas, com Rogério Ceni, garantiu o bicampeonato brasileiro consecutivo e a vaga na Supercopa. O Palmeiras mantém Abel Ferreira, e o duelo entre o técnico brasileiro e o português é mais um ingrediente da decisão. E será que as equipes de Ceni e de Abel serão os protagonistas da temporada 2021?

O campeão da Supercopa vencerá um jogo, uma taça, mas de forma alguma poderá se declarar o favorito aos títulos do ano. Isto porque o Atlético Mineiro conta com um dos elencos mais recheados e caros, e é comandado pelo técnico Cuca, atual vice-campeão da Libertadores com um Santos bem mais fraco tecnicamente do que outros adversários continentais.

Mas, sinceramente, não acredito que outra equipe entre nessa briga em iguais condições aos três. É evidente que surpresas acontecem, mais ainda na Copa do Brasil, com jogos eliminatórios que permitem uma eliminação inesperada. Para isto basta um dia ruim. Na Copa Libertadores, o caminho das equipes será conhecido na próxima sexta-feira (9), no sorteio da Conmebol, mas os jogos eliminatórios, a partir das oitavas de final, também possibilitam surpresas. Mas a presença de equipes sul-americanas tradicionais faz com que a superioridade de Atlético, Flamengo e Palmeiras seja um pouco minimizada.

Numa análise mais profunda das três equipes que considero candidatas ao título do Brasileirão, arrisco que o Flamengo é o time mais qualificado e entrosado, até por conta dos dois anos de trabalho conjunto. Ceni e Abel estão à frente de suas equipes desde novembro, e nesse aspecto levam alguma vantagem sobre Cuca. No entanto, o técnico do Galo é mais experiente e com mais conhecimento do futebol brasileiro. Como Ceni, já ganhou um Brasileirão. Como Abel, já conquistou uma Libertadores. Além disso, já foi campeão por Flamengo e Palmeiras.

Mas técnico ganha jogo? E título? A final da Supercopa já poderá começar a responder essa pergunta.

* Sergio du Bocage é apresentador do programa No Mundo da Bola, da TV Brasil.

Categorias
Esportes

Tênis: duplas de Melo e Stefani caem em estreias na Itália e nos EUA

A terça-feira (6) não foi positiva para o tênis brasileiro. O mineiro Marcelo Melo e a paulistana Luisa Stefani foram eliminados na primeira rodada das chaves de duplas do ATP 250 de Cagliari (Itália) e do WTA 500 de Charleston (Estados Unidos), respectivamente 

Na Itália, a parceria entre Melo, número 17 do ranking de duplas da ATP, com o neerlandês Jean-Julien Rojer (27º), perdeu dos anfitriões Andrea Vavassori (81º) e Lorenzo Sonego (175º nas duplas, 34º em simples) por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 10/6 no match tie-break, em um hora e 27 minutos de partida. Foi a quarta vez na temporada – em cinco torneios – que eles caíram na estreia de uma competição.

Marcelo Melo e Jean-Julien Rojer perdem na estreia do Torneio ATP de Cagliari - ItáliaMarcelo Melo e Jean-Julien Rojer perdem na estreia do Torneio ATP de Cagliari - Itália

Marcelo Melo e Jean-Julien Rojer firmaram parceira este ano. O próximo compromisso da dupla será domingo (11), no Masters 1000 de Monte Carlo (Mônaco) – ZDL Sports/Divulgação

A competição foi a primeira da dupla Melo-Rojer – iniciada este ano – em quadra de saibro. O próximo desafio deles será o Masters 1000 de Monte Carlo (Mônaco) a partir do próximo domingo (11), novamente em piso de terra batida. Na semana que vem, eles disputam o ATP 500 de Barcelona (Espanha).

Já em Charleston (Estados Unidos), Luisa e a norte-americana Hayley Carter – números 26 e 27, respectivamente, do ranking de duplas da WTA – foram superadas pelas tchecas Lucie Hradreka (36ª) e Marie Bouzkova (107ª nas duplas, 56ª em simples) por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4, após uma hora e 44 minutos de jogo. O torneio ocorre em uma quadra de pó de cimento (saibro verde), diferente do piso duro de eventos anteriores.

Stefani e Carter - classificadas às semifinais do Masters 1000 de Miami - em 30/03/2021Stefani e Carter - classificadas às semifinais do Masters 1000 de Miami - em 30/03/2021

Stefani (à esquerda) integra a seleção brasileira de tênis que dispustará o Billlie Jean King Cup (Polônia) semana que vem, entre os dias 16 e 17 – Marcelo Stefani/Direitos Reservados

No último domingo (4), Stefani e Carter foram vice-campeãs de duplas do  WTA 1000 de Miami (Estados Unidos). Com o resultado, a paulistana alçou a 26ª posição no ranking mundial de duplas, a melhor colocação de uma brasileira na história da lista, criada em 1975. 

O próximo compromisso de Stefani será junto com a seleção brasileira de tênis em Bytom (Polônia), no Billie Jean King Cup – equivalente à Copa do Mundo da modalidade entre as mulheres – entre os dias 16 e 17 deste mês.

Categorias
Esportes

Falta de ondas adia etapa australiana do Circuito Mundial de Surfe

A Liga Mundial de Surfe (WSL, na sigla em inglês) anunciou no final da tarde desta terça-feira (6) que a falta de boas ondas na praia de Merewether, em Newcastle (Austrália), forçou o adiamento da segunda etapa do Circuito Mundial de Surfe.

A próxima chamada será na quarta (7), a partir das 17h45 (horário de Brasília). E a primeira bateria do dia terá a participação do bicampeão mundial Gabriel Medina, que enfrenta o australiano Connor O’Leary na terceira fase.

O Brasil conta com outros nove surfistas nesta fase da competição masculina. Já entre as mulheres, a única representante do país, Tatiana Weston-Webb, foi eliminada na última segunda (5).

Categorias
Esportes

Alerj desiste da troca de nome do Maracanã e pedirá veto ao governador

O projeto de lei que prevê a troca de nome do Estádio Jornalista Mário Fillho para Edson Arantes do Nascimento – Rei Pelé pode estar com os dias contados. Nesta terça-feira (6), após uma reunião virtual do Colégio de Líderes, a  Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) recuou do projeto de lei (PL) que previa a alteração do nome do estádio. A presidência da  Alerj vai recomendar ao governador em exercício do Rio de Janeiro Cláudio Castro que vete a alteração do nome do estádio. “Os parlamentares concluíram que, neste momento, a Alerj vai continuar centrando o trabalho no combate à covid-19, como vem fazendo desde o início da pandemia”, disse em nota a assessoria do parlamento fluminense. 

Elaborado pelo deputado e presidente da Alerj, André Ceciliano (PT) – em co-autoria com os deputados (Bebeto (Podemos), Marcio Pacheco (PSC), Eurico Junior (PV), Carlos Minc (PSB), Coronel Salema (PSD) e Alexandre Knoploch (PSL) – o PL foi aprovado em regime de urgência no dia 9 de março. A votação dos parlamentares gerou uma enxurrada de críticas. Na ocasião, o neto do jornalista Mário Filho,  protestou. “Lamentável essa atitude. Uma barbaridade. Tiraram com uma canetada. Eu não vou brigar com quem não conhece Mário Filho, não conhece nada de esportes. Tô chateado, mas não vou levar à frente”, disse Mário Neto, também jornalista.

Diante da reverberação negativa, no dia 19 de março, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) recomendou que o governador vetasse o projeto, com base no Decreto Municipal de 2012, segundo o qual o Maracanã está integrado à identidade cultural carioca.

Maracanã

O nome oficial do Maracanã, no Rio de Janeiro, homenageia o jornalista Mário Leite Rodrigues Filho, que coordenou a campanha pela construção do estádio, no final dos anos 40. Mário Filho travou uma batalha na imprensa contra o então vereador Carlos Lacerda, que desejava a construção de um estádio municipal em Jacarepaguá para a realização da Copa do Mundo de 1950. O jornalista conseguiu convencer a opinião pública carioca de que o melhor lugar para o novo estádio seria no terreno do antigo Derby Club, no bairro do Maracanã, e que ele deveria ser o maior do mundo, com capacidade para mais de 150 mil espectadores.

Nascido em Recife, em 3 de junho de 1908, Mario Filho fez carreira no Rio de Janeiro, onde morreu aos 56 anos, após um ataque cardíaco. Irmão do dramaturgo e escritor Nélson Rodrigues, Mário Filho escrevia no Jornal do Sports, de sua propriedade. 

Categorias
Esportes

Minas Tênis Clube conquista Superliga Feminina de vôlei

O Minas Tênis Clube derrotou o Dentil Praia Clube por 3 sets a 2 (25/17, 13/25, 12/25, 25/18 e 15/11) e conquistou o título da edição 2020/2021 da Superliga Feminina de vôlei na noite desta segunda-feira (5). O confronto foi realizado no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ).

O Minas conseguiu o título após perder o primeiro jogo, na última quinta-feira (1), por 3 sets a 1 e vencer a segunda partida, no último sábado (3), por 3 sets a 1.

Este é o quarto título do Minas na Superliga, cuja última conquista foi justamente sobre o Praia Clube, na temporada 2018/2019. As outras conquistas foram nas temporadas 1992/1993 e 2001/2002.