Categorias
Esportes

Série B: Brusque e Vasco contará com a presença de público

A partida entre Brusque e Vasco, válida pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e que está programada para acontecer na próxima sexta-feira (24), a partir das 21h30 (horário de Brasília), terá a presença de público. Setecentos e cinquenta ingressos foram colocados à venda no estádio Augusto Bauer, que teve 30% da capacidade liberada pelas autoridades sanitárias de Santa Catarina.

O time da casa vem de empate em 2 a 2 com o Sampaio Côrrea e precisa superar o desgaste da viagem até São Luís, onde a equipe do técnico Waguinho jogou na última terça-feira (20).

“O Ruan volta, ele vai ser o goleiro titular contra o Vasco, e no lugar do Thiago provavelmente o Jhon Cley. São as peças que temos, é a oportunidade da vida deles. A situação que apareceu, eles têm que agarrar firme”, declarou o treinador.

No Vasco, o técnico Fernando Diniz busca a primeira vitória, após empates diante de CRB e Cruzeiro. Andrey e Leo Jabá estão fora por suspensão por acúmulo de cartões amarelos. Assim, Bruno Gomes e Gabriel Pec devem ser os substitutos. Porém, Diniz também pode optar por Matias Galarza e posicionar Nenê mais perto dos atacantes.

Segundo os matemáticos, o Gigante da Colina tem apenas 3% de chances de voltar à Série A, mas para o atacante Morato ninguém pode desistir: “A gente tem que se apegar às coisas boas. Então a gente precisa trazer o torcedor para o nosso lado”.

Com 34 pontos, o Vasco está no meio da tabela e a dez pontos de distância do G4. Já o Brusque, com 29 pontos, é o 15º da competição.

Ouça na Rádio Nacional
Categorias
Esportes

Goalball: brasileiros embarcam para disputa de torneio em Portugal

Três atletas e um membro da comissão técnica das seleções de goalball do Brasil seguem neste sábado (25) rumo a Lisboa (Portugal) com um objetivo bem específico, participar da Superliga da Europa.

O torneio começa no dia 29, em Odivelas, na região metropolitana da capital portuguesa.

Os brasileiros em ação na Europa serão Leomon Moreno, Romário e Carol Duarte. Eles atuarão no Sporting. Ao lado deles estará o analista de desempenho da seleção masculina, Altemir Trapp, que atuará nos dois naipes do time português.

“É uma experiência enriquecedora para nós. Atletas de nacionalidades diferentes, idiomas muito distintos, mas que se comunicam pela linguagem única do goalball”, declarou Altemir à assessoria da Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Visuais (CBDV). No conjunto feminino, Trapp trabalhará com uma brasileira, uma norte-americana, uma israelense e uma grega, além das portuguesas.

O caminho verde e amarelo em Portugal foi aberto por Leomon Moreno há três anos. O jogador já conquistou duas vezes o Europeu, nas temporadas 2018 e 2019. “Lá em Portugal, as modalidades acabam sendo niveladas em termos de reconhecimento. Por exemplo, ando pelas ruas de Lisboa e as pessoas reconhecem que sou um atleta do Sporting, que estive em tal jogo, já fui artilheiro. Isso mostra como eles valorizam”, afirma o jogador de 28 anos.

Na temporada 2019, o torneio feminino foi incluído na competição e o clube português faturou a taça logo na estreia com a ajuda das brasileiras Carol Duarte e Gaby. Para esse ano, apenas a primeira estará novamente em Lisboa.

“Traz muita experiência poder competir com outras meninas. E, dentro da equipe, tem atletas com outras filosofias de jogo, de treinamento. Então, são trocas de aprendizado dentro de quadra. Eu amo jogar goalball, independentemente de onde seja”, diz Carol Duarte, quarta colocada com o Brasil na Paralimpíada de Tóquio.

Categorias
Esportes

Futsal: Brasil leva susto, mas bate Japão e vai às quartas do Mundial

A seleção brasileira está nas quartas de final da Copa do Mundo de futsal, disputada na Lituânia. Nesta quinta-feira (23), a equipe dirigida por Marquinhos Xavier sofreu, mas derrotou o Japão por 4 a 2 na cidade de Kaunas, pelas oitavas de final da competição.

O adversário na próxima fase será o Marrocos, que superou a Venezuela por 3 a 2 na quarta-feira (22), também em Kaunas. O duelo contra os africanos será em Vilnius, às 10h (de Brasília) deste domingo (26). Quem avançar encara a atual campeã Argentina ou a seleção da Federação Russa de Futsal, que representa a Rússia, impossibilitada de competir com a bandeira do país, como na Olimpíada de Tóquio (Japão), por causa de punição aplicada pela Corte Arbitral do Esporte (CAS, sigla em inglês) por casos de doping.

O Brasil levou um susto logo aos dois minutos. Um dos três brasileiros do time japonês, o goleiro Higor Pires lançou o capitão Shota Hoshi, que bateu da intermediária e contou com uma falha do goleiro Guitta para colocar os asiáticos à frente. A vantagem oriental durou só três minutos. Guitta se redimiu ao achar Ferrão na entrada da área. O pivô girou em cima da marcação e soltou a bomba, deixando tudo igual. A equipe canarinho pressionou atrás da virada, mas os nipônicos seguraram o empate até o intervalo.

O cenário não mudou na etapa final, com o Brasil jogando a maior parte do tempo no lado japonês da quadra, mas com muitas dificuldades para concluir. Aos quatro minutos, o pivô Pito teve boa chance pela esquerda, na saída de Higor, mas chutou rente à trave esquerda. Aos oito, em lance semelhante, mas pela direita, o fixo Marlon tentou uma cavadinha e também mandou ao lado, com muito perigo. A resposta nipônica veio em seguida, em uma bomba do ala Yuki Murota, que Guitta se esticou todo para salvar.

Aos 11, enfim, veio a virada. O ala Leozinho recebeu em velocidade pela esquerda, fintou Higor e tocou para as redes. O Japão teve de adotar uma postura agressiva e cedeu contra-ataques ao time canarinho. Como a dois minutos do fim, quando Pito foi lançado na área, driblou o goleiro com a bola ainda no ar e finalizou, marcando o terceiro dos brasileiros. O sufoco, porém, não tinha acabado. No lance seguinte, o ala Ryosuke Nishitani soltou a bomba da intermediária e surpreendeu Guitta, mantendo a partida aberta. Os japoneses adotaram o goleiro-linha, mas o Brasil conteve a pressão. Nos segundos finais, o pivô Gadeia definiu o placar em Kaunas, para alívio verde e amarelo.

A seleção brasileira é a maior campeã mundial no futsal. São sete títulos desde a primeira edição, em 1982, quando o torneio era organizado pela Federação Internacional de Futebol de Salão (Fifusa), e cinco a partir de 1989, ano em que o evento passou a ser realizado pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). A última taça foi conquistada em 2012, na Tailândia. Na edição passada da Copa do Mundo, na Colômbia, o Brasil caiu nas oitavas de final para o Irã.

Categorias
Esportes

Tênis de mesa: brasileiros avançam às quartas em 1º torneio pós-Tóquio

O Brasil será representado por Bruna Takahashi e Hugo Calderano nas quartas de final do WTT Star Contender, disputado em Doha (Catar). Trata-se do primeiro grande torneio internacional de tênis de mesa após a Olimpíada de Tóquio (Japão). Os dois principais jogadores do país ganharam os dois jogos que disputaram nesta quinta-feira (23) e voltam à mesa na sexta-feira (24), em horários que ainda serão divulgados pela organização.

O torneio integra o circuito mundial da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF, sigla em inglês), que criou a WTT (sigla para World Table Tennis) em 2019 para organizar as competições internacionais da modalidade. O evento em Doha distribui até 600 pontos no ranking mundial e US$ 200 mil (ou R$ 1,06 milhão) em premiações no total.

A campanha no Catar já é a melhor da carreira de Bruna. Ela havia alcançado somente a fase de 32 (que reúne 64 jogadores) em torneios deste nível. Nesta quinta, a brasileira, número 49 do mundo entre as mulheres, derrotou Lin Ye (61ª do ranking), de Singapura, por 3 sets a 0 (11/8, 12/10 e 11/5). Em seguida, bateu a indiana Sreeja Akula (143ª) pelo mesmo placar (11/7, 11/4 e 12/10). Na fase anterior, a adversária havia surpreendido a sul-coreana Suh Hyowon (21ª). A próxima rival da paulista de 21 anos será a ucraniana Margaryta Pesotska (35ª).

Número oito do mundo entre os homens, Calderano estreou superando o paraguaio Marcelo Aguirre (65º) por 3 sets a 0 (11/6, 11/6 e 11/7). Na sequência, enfrentou o sul-coreano Lim Jonghoon (75º), que eliminou o também brasileiro Gustavo Tsuboi (37º) por 3 a 0 (5/11, 6/11 e 4/11) na fase anterior. O asiático saiu na frente, mas o carioca de 25 anos reagiu e venceu por 3 a 1 (10/12, 12/10, 11/9 e 11/8). O adversário nas quartas será o francês Simon Gauzy (19º), ex-parceiro de equipe no Ochsenhausen (Alemanha).

Também nesta quinta, o tênis de mesa brasileiro disputou vaga na semifinal das duplas mistas, mas Vitor Ishiy e Bruna Takahashi foram derrotados pelos sul-coreanos Jang Woojin e Jeon Jihee por 3 sets 0 (4/11, 7/11 e 7/11). Na quarta-feira (22), eles superaram a holandesa Britt Eerland e o finlandês Benedekk Olah por 3 a 1 (10/12, 11/6, 11/6 e 11/5).

Categorias
Esportes

Libertadores: Bruno Henrique brilha e Flamengo encaminha vaga à final

O Flamengo deu um passo importante à final da Libertadores. Nesta quarta-feira (22), o Rubro-Negro recebeu o Barcelona de Guayaquil (Equador) no Maracanã, no Rio de Janeiro, por 2 a 0, no jogo de ida do confronto pelas semifinais da competição.

O resultado dá ao time carioca a vantagem de avançar de fase mesmo se perder por um gol de diferença na partida de volta, na próxima quarta-feira (29), no Monumental de Barcelona, em Guayaquil (Equador). Se balançar as redes fora de casa, o clube brasileiro pode se classificar até se for derrotado por dois gols de saldo. O vencedor do confronto pega quem passar entre Palmeiras e Atlético-MG, que empataram por 1 a 1 no duelo de ida, no Allianz Parque, em São Paulo.

A partida marcou a estreia de David Luiz pelo Flamengo. O zagueiro de 34 anos, recém-contratado pelo clube, não entrava em campo há 143 dias. A última partida dele havia sido em 2 de maio, quando ainda defendia o Arsenal, na vitória por 2 a 0 sobre o Newcastle United, pelo Campeonato Inglês.

Apesar do torcedor rubro-negro ter podido acompanhar, in loco, a vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio, há uma semana, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o duelo desta quarta-feira marcou, para valer, o reencontro dos flamenguistas com o time no Maracanã. Se na última quarta-feira (15), em meio às incertezas sobre a liberação ou não de público, somente 6.446 espectadores compareceram ao estádio, desta vez foram 23.083 torcedores presentes nas arquibancadas (22.193 pagantes). A renda foi de R$ 4,063 milhões.

O público, no entanto, sofreu nos primeiros instantes de bola rolando. Não fosse Diego Alves, os equatorianos teriam inaugurado o placar aos seis minutos. Primeiro, o goleiro defendeu uma tentativa do atacante Gonzalo Mastriani, dentro da área. O meia Adonis Preciado aproveitou a sobra, mas parou novamente no camisa 1, que brilhou novamente aos dez minutos, salvando uma finalização cruzada do lateral Byron Castillo, pela direita.

Os sustos acordaram o Flamengo, que ficou no quase aos 15 minutos, em chute da entrada da área do meia Everton Ribeiro, que o goleiro Javier Burrai defendeu, mesmo após a bola desviar na marcação. Cinco minutos depois o Rubro-Negro balançou as redes. Gabriel cruzou pela direita e o também atacante Bruno Henrique, de cabeça, abriu o placar. A parceria quase funcionou de novo aos 33, desta vez com Gabriel aparecendo pela esquerda e Bruno Henrique cabeceando no travessão.

Três minutos depois, o poste superior salvou novamente o Barcelona, em arremate do meia Andreas Pereira, da intermediária. No lance seguinte, o Flamengo chegou ao segundo gol, outra vez com Bruno Henrique. Em jogada que também envolveu Everton Ribeiro e Gabriel, o camisa 27 recebeu cruzamento pela direita do atacante Vitinho e concluiu para as redes. Nos acréscimos, para melhorar a situação do Rubro-Negro, o meia Nixon Molina levou o segundo amarelo após falta em Bruno Henrique e foi expulso.

Mesmo com um a menos, os equatorianos tentaram surpreender no início do segundo tempo. No primeiro minuto, após cobrança de escanteio, o volante Michael Carcelén teve a chance na área, mas Diego Alves fez outra grande intervenção. Na sequência, o lateral Mauricio Isla cruzou pela direita, Vitinho cabeceou e obrigou Burrai a salvar com os pés, no reflexo.

O Flamengo diminuiu o ritmo ao longo da etapa complementar, mas manteve o jogo sob controle. Nos minutos finais, Léo Pereira, que substituiu David Luiz, recebeu o cartão vermelho direto ao atingir o queixo do também zagueiro Fernando León. A expulsão deixou as duas equipes com dez em campo e animou o Barcelona, que tentou pressionar nos acréscimos, sem êxito.

Antes de reencontrar o Barcelona, o Flamengo tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro. No próximo domingo (26), às 11h (horário de Brasília), o Rubro-Negro encara o América-MG no Independência, em Belo Horizonte, pela 22ª rodada da competição. Atual bicampeão, o time carioca está na terceira posição do torneio nacional, mas com três jogos a menos que a maioria das equipes.

Categorias
Esportes

Líder Coritiba fica no 0 a 0 com o Vitória na Série B

Jogando no estádio do Barradão, em Salvador, o Coritiba empatou em 0 a 0 com o Vitória nesta quarta-feira (22) e manteve a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro.

Após a igualdade na partida da 25ª rodada da competição, o Coxa alcançou os 49 pontos, mantendo a ponta da classificação. Já o Rubro-Negro Baiano terminou a rodada na 17ª posição, dentro da zona do rebaixamento, com 25 pontos.

Na próxima rodada, o Coritiba recebe o Guarani no Couto Pereira no sábado (25). No mesmo dia o Vitória visita o Londrina no estádio do Café.

Triunfo da Ponte Preta

Quem venceu nesta quarta pela competição foi a Ponte Preta, que bateu o Operário por 2 a 1 no estádio Germano Krüger. O resultado deixou a Macaca na 14ª posição com 29 pontos. Já o Fantasma é o 10º com 34 pontos.

O triunfo dos visitantes foi alcançado graças a gols do volante André Luiz e do atacante Rodrigão, enquanto o volante Marcelo descontou para o time da casa.

O Operário volta a entrar em campo no sábado, contra o Confiança. Um dia depois a Ponte Preta recebe o Brasil de Pelotas no estádio Moisés Lucarelli.

Categorias
Esportes

São Paulo e América-MG empatam em 0 a 0 pelo Brasileiro

O São Paulo e o América-MG ficaram no 0 a 0, em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro disputada nesta quarta-feira (22) no estádio do Morumbi.

Com o resultado, o Tricolor ficou na 12ª rodada da competição com 26 pontos, enquanto o Coelho conseguiu deixar a zona do rebaixamento, alcançando a 16ª posição com 23 pontos.

No próximo final de semana as equipes jogam pela 22ª rodada. Sábado, o São Paulo recebe o líder Atlético-MG. Um dia depois o América-MG recebe o Flamengo no Independência.

Categorias
Esportes

Antes de final nacional, Palmeiras e Corinthians empatam no Paulista

Quatro dias antes de decidirem a Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, Palmeiras e Corinthians se enfrentaram pela sexta rodada do Campeonato Paulista. O compromisso desta quarta-feira (22), no Allianz Parque, em São Paulo, terminou empatado em 1 a 1.

O duelo de volta da final do Brasileiro será neste domingo (26), às 21h (horário de Brasília), na Neo Química Arena, também na capital paulista. Como venceu o jogo de ida por 1 a 0, no Allianz, no último dia 12, a equipe alvinegra tem a vantagem do empate para conquistar o campeonato pela terceira vez, sendo a segunda consecutiva. O time alviverde busca um título inédito.

Apesar do intervalo curto entre os jogos, os rivais foram a campo nesta quarta com força “quase” máxima, poupando do time titular somente as jogadoras envolvidas nos amistosos entre as seleções de Brasil e Argentina, nas últimas sexta (17) e segunda-feira (20), em Campina Grande (PB) e João Pessoa, respectivamente. No Verdão, as zagueiras Agustina Barroso e Thais, a lateral Katrine e a meia Ary Borges começaram a partida no banco, assim como a lateral Yasmin e a atacante Vic Albuquerque no Timão. A lateral Tamires, a zagueira Erika e a meia Andressinha (todas do Alvinegro) não foram relacionadas.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, a atacante Chú avançou pela direita e levantou a bola na área. A zagueira Giovana Campiolo tentou desviar pela linha de fundo, mas cabeceou contra a própria meta, colocando o Palmeiras à frente. Na etapa final, aos 28 minutos, a meia Gabi Zanotti recebeu de Vic Albuquerque na esquerda e cruzou para a atacante Adriana completar para as redes, igualando a partida no Allianz Parque.

Após seis rodadas do Estadual, o Corinthians lidera a competição com os mesmos 16 pontos do Santos, ficando à frente pelo saldo de gols (26 a 11). Mesmo critério que deixa o Palmeiras em terceiro e o Red Bull Bragantino em quarto lugar (ambos têm 13 pontos). O Verdão pode ser ultrapassado nesta quinta-feira (23) se o São Paulo vencer o Nacional no jogo que inicia às 11h, no estádio Nicolau Alayon, na capital paulista.

Também nesta quarta, o Santos derrotou a Ferroviária por 2 a 1 no Centro de Treinamento Rei Pelé, no litoral paulista, em reedição do confronto pelas quartas de final do Brasileiro (na ocasião, vencido pelas Guerreiras Grenás). As Sereias da Vila saíram na frente aos sete minutos do primeiro tempo, em cobrança de falta da volante Brena. Aos oito da etapa final, a atacante Amanda Gutierrez ampliou, de cabeça. A meia Aline Milene, de pênalti, descontou aos 20 minutos para o time do interior, que está em sexto lugar, com 12 pontos.

Categorias
Esportes

Bragantino vence Libertad e fica perto da final da Copa Sul-Americana

O Red Bull Bragantino está perto de uma histórica e inédita final internacional. Nesta quarta-feira (22), o Massa Bruta derrotou o Libertad (Paraguai) por 2 a 0 no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, no jogo de ida do confronto pela semifinal da Copa Sul-Americana.

O duelo de volta será na próxima quarta-feira (29), às 19h15 (horário de Brasília), no estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai). Os brasileiros se classificam mesmo se perderem por um gol de diferença. Se o time paulista balançar as redes fora de casa, avança se for derrotado por até dois gols de saldo.

Quem seguir adiante, pega na final o vencedor do confronto entre Athletico-PR e Peñarol (Uruguai). O primeiro jogo será nesta quinta-feira (23), às 21h30, no estádio Campeón del Siglo, na capital uruguaia Montevidéu. A partida de volta está marcada para quinta-feira que vem (30), no mesmo horário, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Foi a primeira vez que Nabizão recebeu público desde o início da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Foram disponibilizados 2,5 mil ingressos a sócios-torcedores do Bragantino, que tiveram de levar comprovante de vacinação ou resultado negativo do teste PCR. O estádio recebeu 1.203 espectadores nesta quarta-feira.

O Libertad até causou o primeiro susto aos 13 minutos, em cabeçada do zagueiro Diego Viera que passou rente à meta do goleiro Cleiton. Mas quem balançou as redes foi o Bragantino. Aos 29 minutos, Artur fez bela jogada individual pela esquerda e cruzou na segunda trave para o também atacante Ytalo cabecear para o gol. Mesmo sem criar mais lances de perigo, o clube paulista teve o controle das ações e manteve a vantagem até o intervalo.

Aos três minutos do segundo tempo, Artur finalizou na área e acertou o braço do lateral Leonel Vangioni. A arbitragem deu pênalti, que o próprio atacante converteu. A equipe paraguaia subiu as linhas para diminuir o prejuízo, mas cedeu espaços para o Bragantino contra-atacar. Nos acréscimos, o lateral Luan Cândido aproveitou rebote do goleiro Martín Silva e mandou para as redes. Seria o terceiro dos paulistas, mas o lance foi anulado, com auxílio da arbitragem de vídeo (VAR), pela bola ter desviado no árbitro no meio do lance.

O Bragantino volta a campo neste domingo (26), às 16h, pelo Campeonato Brasileiro. O Massa Bruta encara o Fluminense no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 22ª rodada do torneio nacional, onde ocupa o quinto lugar.

Categorias
Esportes

Presença de torcedores está liberada a partir das oitavas da Série D

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) comunicou as federações estaduais que os jogos das oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro poderão ter público nos estádios. Segundo o ofício, a venda de ingressos e o acesso dos torcedores estão sujeitos à liberação das autoridades sanitárias locais.

Ainda de acordo com o documento enviado às federações, não será permitido que somente um dos clubes do confronto tenha torcida como anfitrião, por ser uma fase eliminatória. No ofício, a entidade cita como referência o protocolo de recomendações para retorno do público aos estádios, divulgado em agosto.

Conforme a CBF, os clubes devem informar, por meio das federações, até 72 horas antes do início do jogo de ida, se poderão receber público nos estádios e o percentual de capacidade liberada. A presença de torcedores visitantes não está autorizada no momento.

As partidas de ida das oitavas de final começam neste fim de semana. A TV Brasil transmite dois confrontos ao vivo. No sábado (26), a bola rola para Caxias-RS e União Rondonópolis-MT, às 16h (horário de Brasília), no Centenário, em Caxias do Sul (RS). Anfitrião da partida, o clube gaúcho informou nesta quarta-feira (22) que enviou a documentação necessária às autoridades e aguarda a liberação do estádio ao público. Se confirmada a autorização, será permitida a entrada de associados em dia com as mensalidades, respeitando o limite de 2,5 mil torcedores, estabelecido pelo governo estadual.

O União, por sua vez, iniciou a venda de ingressos para o duelo de volta, que será no dia 2 de outubro, no estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis (MT). Em Mato Grosso, a presença de espectadores está limitada a 35% da capacidade da praça esportiva.

No domingo (17), também às 16h, a emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) exibe a partida entre Uberlândia-MG e Joinville-SC, que se enfrentam no Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG). Em nota divulgada nesta quarta, porém, o presidente do clube mineiro, Rênio Carlos Garcia, informou que o duelo não terá público. Segundo o dirigente, não há tempo hábil “para providenciar toda a documentação necessária à realização do evento dentro da estrita legalidade”.

O JEC tem liberação dos órgãos municipais e estaduais para receber até quatro mil torcedores no jogo de volta, no próximo fim de semana, na Arena Joinville. Contudo, o presidente do Tricolor, Charles Fischer, explicou no Twitter que, como o primeiro encontro não terá espectadores, o de Santa Catarina terá de seguir o mesmo protocolo.

Confira os confrontos das oitavas de final*

Atlético-CE x Paragominas-PA
Campinense-PB x Guarany-CE
Caxias-RS x União Rondonópolis-MT
Esportivo-RS x Ferroviária-SP
4 de Julho-PI x ABC-RN
América-RN x Moto Club-MA
Cianorte-PR x Aparecidense-GO
Uberlândia-MG x Joinville-SC

* Os times que farão o jogo de volta em casa estão à direita.